Início Destaque FÓRMULA 1 – Verstappen se aproveita de erro de Leclerc e volta...

FÓRMULA 1 – Verstappen se aproveita de erro de Leclerc e volta para a disputa do título – 2022

Piloto da Ferrari mostrou afobação ao rodar atacando as zebras no final da prova e já vê holandês no retrovisor

222

 3 min de leitura

Verstappen teve uma corrida tranquila em um final de semana em que a Red Bull aproveitou os erros da Ferrari. | Foto: Pirelli F1 Press Area
Verstappen teve uma corrida tranquila em um final de semana em que a Red Bull aproveitou os erros da Ferrari. | Foto: Pirelli F1 Press Area

A Fórmula 1 teve sua quarta corrida da temporada realizada no último domingo, 24, com a vitória de Max Verstappen, da Red Bull. Completando o pódio, o companheiro de Max, Sergio Pérez, em 2°, e um surpreendente Lando Norris na 3ª colocação. O rival de Verstappen e líder do campeonato, Charles Leclerc, da Ferrari, teve um final de semana para esquecer, rodando nas últimas voltas da corrida enquanto figurava na 3ª colocação, caindo para 7°, e vendo Verstappen diminuir a diferença de 46 pontos para 27 na disputa do título.

 

Com uma pista molhada, Verstappen, ao contrário da Sprint, largou bem e administrou a corrida de forma tranquila. Leclerc largou mal, caindo para 4°. Entretanto, o piloto da Ferrari recuperou o 3° lugar de Norris, e tentou, durante a corrida inteira, ultrapassar Pérez na disputa pela 2ª colocação, até rodar perto do final da prova. Enquanto isso, Carlos Sainz continua com má sorte e novamente protagonizou um abandono ao atolar na caixa de brita, após ser tocado por Daniel Ricciardo, da McLaren.

Nesse domingo, Leclerc, que liderava o campeonato com 46 pontos de diferença para Verstappen e tinha a necessidade de apenas administrar sua vantagem, se afobou ao querer andar mais que o carro permitia, rodando ao atacar as zebras na perseguição a Sergio Pérez, na disputa pela 2ª colocação durante o final da prova. O monegasco ainda teve a sorte de continuar na prova sem danificar muito seu carro.

É incontável o número de vezes que pilotos consagrados e até mesmo campeões cederam à pressão durante os 72 anos da categoria. Dos mais famosos, Senna batendo em Mônaco ao querer colocar 1 volta em Prost, que figurava em 2°, Hamilton perdendo nas duas últimas corridas um campeonato praticamente ganho em 2007, e Vettel escapando na Alemanha em 2018, também jogando fora suas chances de título.

Leclerc, que estreou em 2018 na categoria, está na sua primeira temporada com um carro capaz de disputar o título. Erros como esse em Ímola fazem parte de seu amadurecimento, contanto que o monegasco aprenda a lição para o futuro. Verstappen, seu concorrente no campeonato, passou pelo mesmo processo alguns anos atrás, sendo chamado até de “Crashtappen” nas redes sociais (crash significa bater, em inglês). Porém, aprendeu com os erros, e como consequência, foi campeão em 2021.

Já na Mercedes, George Russell começa a ligar um alerta na cabeça de Lewis Hamilton, após o jovem, durante o fim de semana inteiro, ser frequentemente mais rápido que o heptacampeão. Como se não bastasse, enquanto Hamilton amargou um 13° lugar, ficando metade da prova atrás do francês Pierre Gasly, da Alpha Tauri, o inglês viu seu companheiro Russell chegando, com o mesmo carro, na 4ª colocação. O GP da Emilia-Romagna talvez mostra que estejamos presenciando a derrocada de um multicampeão, da mesma forma que vimos com Vettel x Leclerc e Alonso x Schumacher. Veremos ao decorrer da temporada.

A Fórmula 1 volta daqui duas semanas, entre os dias 6 a 8 de maio, no inédito circuito de Miami, nos Estados Unidos. Calendário completo aqui!

👉👉👉 E AÍ? Que tal receber as notificações no seu celular para cada sessão das etapas da F1? Baixe AGORA o nosso aplicativo para ANDROID!

 

MINHAS REDES
SIGA A GENTE
Artigo anteriorMOTO GP – Resultado Final – GP de Portugal (Portimão) – 2022
Próximo artigoMOTO GP – Programação, Horários e Transmissão – GP da Espanha – 2022