Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Comentário de Alonso “… agora podemos lutar!” – GP...

FÓRMULA 1 – Comentário de Alonso “… agora podemos lutar!” – GP da Austrália/Melbourne – 2018

304

 2 min de leitura

Foto: Twitter F1

Por Gilson Roberto Costa

Podemos lutar!

Na madrugada deste domingo assistimos ao início da temporada 2018 da Fórmula 1.

Sebastian Vettel venceu a prova com a equipe Ferrari numa brilhante estratégia de chamar o alemão para o box durante o Safety Car.

Ao devolvê-lo para pista à frente do inglês Lewis Hamilton da Mercedes garantiram à Vettel condições de se manter na ponta e vencer a prova.

Na terceira posição vimos um Kimi Räikkönen com desempenho inferior ao de seu companheiro de equipe, principalmente nas últimas voltas, permitindo ao australiano Daniel Ricciardo e sua Red Bull se aproximarem perigosamente do finlandês.

Considero estes quatro os postulantes ao título 2018.

Alonso voltou para briga

Em quinto lugar, ele, o espanhol de quem sou fã incondicional, com o qual sofri nas últimas duas temporadas e que eu, @gilsonrc, considero o melhor piloto em atividade da categoria, que largou na 10ª posição e chegou atrás apenas dos quatro citados acima.

Terminou a prova à frente do holandês Max Verstappen da Red Bull, Nico Hulkenberg da Renault, Valtteri Bottas da Mercedes e Stoffel Vandoorne seu companheiro de equipe.

Contra 3 motores semelhantes ao seu, com vontade e confortável com o carro, ninguém passa Alonso!

Pelo menos na corrida desta madrugada ficou evidente que agora o motor é mais confiável do que aquela “coisa” que chamavam de unidade motriz, conhecida por Honda.

Toro Rosso que seja feliz com ele.

Alonso está de volta, sempre competitivo, difícil de ultrapassar, com uma carta na manga que deixa os demais pilotos incomodados, este é Fernando.

Não escondo de vocês meus amigos, que eu @gilsonrc, colunista colaborador do portal www.tomadadetempo.com.br estou muito feliz!

Sou torcedor das corridas onde o piloto sempre supera a máquina. Meus ídolos em atividade são e sempre serão na F1 Fernando Alonso e na MotoGP Valentino Rossi.

Temos uma corrida!

Convido a nos seguir também nas outras mídias sociais, por exemplo no Twitter em @tomadadetempo.