Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Vergonha! Alemanha praticamente fora da temporada 2015.

FÓRMULA 1 – Vergonha! Alemanha praticamente fora da temporada 2015.

40

 3 min de leitura

Foto: Andrew Hone/ Pirelli / Fotos Públicas (19/12/2014)
Foto: Andrew Hone/ Pirelli / Fotos Públicas (19/12/2014)

Mais uma no lombo do todo poderoso da Fórmula 1, o Bernie! Lá pelos meados de Janeiro deste ano, Ecclestone disparou alguns comentários irônicos e já demonstrava um pouco do que iria acontecer. Desde a temporada 2014 já havia dúvida por parte dos Organizadores do GP da Alemanha em relação à participação do país este ano (2015).

Nurburgring já era carta fora do baralho, uma vez que já havia ficado claro que não tem verba para evento deste porte. Graças ao baixo público na etapa de 2014, a possibilidade de ausência em 2015 por parte de Hockenheim também era real.

O chefão disparou naquela época (21/01/2015):

“Gostaríamos de fazer de tudo para eles não desistirem, mas no final a única razão pela qual a corrida não vai acontecer é porque eles não podem pagar por ela”.

Ainda, perguntado sobre os motivos e quais eram as dificuldades, de forma irônica e irresponsável, respondeu:

“Honestamente, eu não sei, isto me surpreende. Talvez seja um pouco porque o povo alemão ficou muito desgastado por apoiar Michael Schumacher e então perde-lo quando não estava correndo mais”.

Uma resposta desnecessária tratando-se do país que de uma forma ou outra fez história no automobilismo.

Nesta segunda-feira (16/03/2015), ao ceder entrevista à Reuters, o “DONO DO MUNDO”, Bernie, mostrou muito pessimismo, e reconheceu que as coisas ainda não estão bem e que tudo caminha para o cancelamento da ETAPA da ALEMANHA na temporada de 2015.

“O GP da Alemanha está morto no momento. Ele não será substituído caso não aconteça. Como qualquer corrida, se for cancelado, será cancelado. Não há muito que podemos fazer”, declarou.

E ainda completou:

“Não existe contrato com Hockenheim, e eles não tiveram um acordo. A princípio, eles iriam buscar ajuda financeira com alguém. Mas isso não aconteceu”, disse Bernie.”Temos que esperar mais alguns dias para ver o que acontece”, finalizou.

E hoje, terça-feira (17/03/2015), os próprios organizadores através do Georg Seiler (chefe do circuito de Hockenheim) deixou claro que desistiram de promover a etapa.

“Não temos mais esperança de que a Fórmula 1 ocorra aqui”, disse Seiler.

“Fizemos tudo o que podíamos nos últimos dias para fazer com que os fãs ficassem felizes. Mas o tempo se esgotou para fazermos uma corrida aqui. Caso contrário, a qualidade do evento sofreria.” completou.

Outra preocupação da organização é a de  que uma confirmação tardia poderia comprometer a venda de ingressos e repetir o fiasco de vendas de 2014. Outro ponto complicador é a importância em confirmar oficialmente o cancelamento e que seja feito o quanto antes, já que o regulamento da categoria indica que, se uma prova for cancelada menos de 3 meses antes de sua realização, o circuito não receberá etapa no próximo ano. Ou seja, Alemanha apenas em 2017.

É isso aí, é o circo da Fórmula 1. “Mandos e desmandos”, atitudes prepotentes e inconsistentes levam à destruição de qualquer coisa, inclusive de uma categoria como a F1. Parabéns Bernie por todo o seu carinho com a categoria e suas sábias decisões.

E vem mais uma bomba por aí! A história de aprovar o que a RBR tem dito/ameaçado e inclusive falar pelos cantos da boca sobre os motivos da grande vantagem da Mercedes, vai dar pano para a manga. Vamos aguardar!