Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Carro de 2021 é apresentado junto com novos regulamentos

FÓRMULA 1 – Carro de 2021 é apresentado junto com novos regulamentos

327
(Imagem: reprodução site oficial Formula 1)

Há dois anos, a FIA e a Fórmula 1 debatem sobre o ano que revolucionará a competição entre as equipes: 2021. Ambos passaram a desenvolver não só o design do novo carro, mas as regras que vão proporcionar uma disputa mais acirrada e justa entre os pilotos.

Os novos regulamentos foram apresentados em Austin, local da corrida desse final de semana, pelo presidente e CEO da F1, Chase Carey, e pelo presidente da FIA, Jean Todt, após a ratificação pelo Conselho Mundial de Automobilismo.

Em entrevista, Chasey Carey deu mais detalhes: “A Fórmula 1 é um esporte incrível, com uma grande história, heróis e fãs em todo o mundo. Nós respeitamos profundamente o DNA da Fórmula 1, que é uma combinação de grandes competições esportivas, pilotos talentosos e corajosos, equipes dedicadas e tecnologia de ponta. O objetivo sempre foi melhorar a competição e a ação na pista e, ao mesmo tempo, tornar o esporte um negócio mais saudável e atraente para todos. A aprovação das regras pelo Conselho Mundial de Automobilismo é um momento decisivo e ajudará a proporcionar corridas roda a roda mais emocionantes para todos os nossos fãs. As novas regras surgiram de um processo detalhado de dois anos de análise de questões técnicas, esportivas e financeiras, a fim de desenvolver um pacote de regulamentos.”

(Imagem: reprodução site oficial Formula 1)

Veja abaixo as principais mudanças nos regulamentos para 2021:

  • Carros mais aptos a batalhar na pista (aumento de competitividade);
  • Uma competição mais equilibrada (não haverá mais diferenças gritantes de desempenho);
  • Incluirá, pela primeira vez, um teto de custo totalmente aplicável (US $ 175 milhões por temporada) nas regras da FIA (equipes com menos recurso poderão competir com condições financeiras equivalentes às grandes escuderias);
  • Fim de semana mais curto e menos intenso (as coletivas de imprensa não serão mais feitas às quintas-feiras, mas na sexta, antes dos Treinos Livres 1 e 2;
  • Será um negócio melhor para os participantes e mais atraente para novos integrantes em potencial (incentivo ao ingresso de novas equipes);
  • A F1 continuará a ser a principal competição de corridas de automóveis do mundo e a vitrine perfeita de tecnologia de ponta (relacionado com a sustentabilidade).

Além das mudanças dentro da pista, as que terão mais efeito são as financeiras: uma nova estrutura de governança e participação nos lucros permitirá que o esporte cresça e melhore, o que irá fortalecer ainda mais o modelo de negócios. Esses acordos estão avançados com as equipes.

“Fizemos muitas mudanças durante o processo, pois recebemos informações das equipes e de outras partes interessadas e acreditamos firmemente que atingimos as metas que tínhamos estabelecido para cumprir. Esses regulamentos são uma etapa importante; no entanto, esse é um processo contínuo e continuaremos a aprimorá-los e a adotar outras medidas para permitir que nosso esporte cresça e alcance todo o seu potencial.” Afirmou Carey.

Outra questão que trará mudanças significativas na categoria, é a sustentabilidade:

“Uma das iniciativas mais importantes que abordaremos à medida que avançamos é o impacto ambiental do nosso esporte. Já temos o mecanismo mais eficiente do mundo e, nas próximas semanas, lançaremos planos para reduzir e, finalmente, eliminar o impacto ambiental de nossos esportes e negócios. Sempre estivemos na vanguarda da indústria automobilística e acreditamos que também podemos desempenhar um papel de liderança nessa questão crítica.” Completou o presidente da Fórmula 1.

Jean Todt, também comentou as novas perspectivas para 2021:

Após mais de dois anos de intensa pesquisa e desenvolvimento, de estreita colaboração com nossos parceiros na Fórmula 1 e com o apoio de equipes e pilotos, projetistas de circuitos, o único fornecedor de pneus, Pirelli e todas as partes interessadas na F1, a FIA tem o orgulho de publicar hoje o conjunto de regulamentos que definirão o futuro da Fórmula 1 a partir de 2021É uma grande mudança na forma como o auge do esporte a motor será realizado e, pela primeira vez, abordamos os aspectos técnicos, esportivos e financeiros de uma só vez. Os regulamentos de 2021 foram um esforço verdadeiramente colaborativo, e acredito que seja uma grande conquista. Um elemento crucial para o avanço da FIA serão as considerações ambientais – a Fórmula 1 já possui os motores mais eficientes do mundo, e continuaremos a trabalhar em novas tecnologias e combustíveis para ampliar ainda mais essas fronteiras. O que a FIA publica hoje é a melhor estrutura que poderíamos ter para beneficiar concorrentes e partes interessadas, garantindo um futuro emocionante para o nosso esporte.”

(Protótipo do carro de 2021. / Foto: reprodução site oficial Formula 1)

O design do carro de 2021 foi desenvolvido e testado intensivamente em Julho, no túnel de vento da Sauber, sob sigilo. A FIA e a F1 começaram a desenvolvê-lo em Janeiro, aonde o carro que possuia 60% do modelo de 2018 foi usado e em março, quando uma interação do protótipo de 2021 foi testado, com rodas aro 13. A consultoria da Sauber, garantiu que sua equipe de F1, a Alfa Romeo Racing, não obteve nenhuma vantagem ao ceder o túnel de vento para os testes com o protótipo. A Sauber fornece seu túnel para equipes de corrida de diversas categorias, além de fornecê-lo para testes em engenharia aeroespacial.

Apesar do livro de regras para o ano em questão estar quase pronto, a FIA e a Fórmula 1 continuam a buscar novos meios para alcançar seus objetivos para a essa reestruturação favorável e revolucionária para a categoria.

Algumas equipes mostraram como serão seus carros em 2021. Confira abaixo os modelos apresentados:

(Foto: reprodução twitter oficial @WilliamsRacing)
(Foto: reprodução twitter oficial @RenaultF1Team)
(Foto: reprodução twitter oficial @MclarenF1)

(A matéria será atualizada conforme as outras equipes postam as versões de seus carros para 2021).