Início Destaque FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da China – 2024

800
(Foto: Dan Istitene/Getty Images/Red Bull Content Pool)
Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da corrida em um circuito que esteve ausente do calendário por quatro anos.

A Fórmula 1 retorna neste fim de semana (19 a 21) para realizar o Grande Prêmio da China, a quinta etapa da temporada, que acontecerá no Circuito Internacional de Xangai, localizado na China. Esse será o primeiro local de provas deste ano a contar com as atividades do novo formato Sprint, que dará uma maior chance às equipes que estão na lanterna.

Essa será a corrida em casa para o piloto da Stake Kick Sauber, Guanyu Zhou, que terá o apoio da maior parte das arquibancadas. O GP em território chinês será a segunda de quatro passagens da categoria pela Ásia, depois da disputa anterior no Japão e antes dos GPs do Azerbaijão e de Singapura.

A etapa na China ficou de fora do itinerário da categoria por quatro anos (2020 a 2023), por conta das restrições de saúde implantadas por conta da pandemia. Por mais que o país asiático receba a Fórmula 1 desde 2004, este final de semana será a primeira vez em que os carros do novo regulamento competirão na pista de Xangai.

Abaixo, confira o que pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP chinês, em ordem decrescente da classificação atual do campeonato de construtores.

Além disso, saiba as características do traçado, informações dos compostos de pneus para a etapa e a previsão do tempo para todo o fim de semana.

Oracle Red Bull Racing (141 pts)
(Foto: Clive Mason/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Max Verstappen #1: “Foi ótimo trazer para casa a vitória em Suzuka e foi bom passar mais algum tempo no Japão com a família e amigos. Estamos ansiosos pela etapa na China, pois ela representará um desafio, especialmente por ser um fim de semana de Sprint.

Como não corremos nesta pista desde 2019, e com uma única sessão de treinos livres, tudo se resume a acertar o carro da melhor maneira possível e gerir os nossos pneus. Esse elemento agregado cria mais emoção para os torcedores, o que é bom, e a equipe tem trabalhado muito para se preparar.

Xangai é um excelente circuito de corrida, e tem um traçado único, com curvas mais complicadas e longas retas que apresentam muitas oportunidades de ultrapassagem. Sempre adorei pilotar neste autódromo, por isso estamos ansiosos para ver o que este fim de semana traz.”

Sergio Perez #11: “É emocionante voltar para a China novamente; já passou muito tempo desde a última vez que estivemos aqui. Nunca pilotei um Red Bull neste circuito, então será muito divertido.

O Circuito Internacional de Xangai é desafiador, mas acho que mostramos que temos um carro para competir na maioria dos locais do calendário. O Japão realmente me provou o quão confiante me sinto com o RB20 e o desempenho que posso extrair dele, em lugares onde tive dificuldades na temporada passada.

O novo formato da Sprint Race será complicado para todos entenderem, mas estamos no mesmo barco. Meu objetivo é chegar o mais próximo possível do máximo de pontos durante essa corrida na China.”

Christian Horner (chefe de equipe): Não comentou.

Scuderia Ferrari (120 pts)
(Foto: Scuderia Ferrari/Divulgação)

Charles Leclerc #16: “Desde a Austrália, temos tido algumas dificuldades em colocar os pneus na janela certa nas voltas finais da qualificação, algo com que nunca tivemos complicações antes, por isso temos que nos concentrar nisso nos próximos dias para garantir que podemos ir bem neste fim de semana na China.”

Carlos Sainz #55: Não comentou.

Frédéric Vasseur (chefe de equipe):Voltamos ao circuito de Xangai depois de muitos anos e, sem dúvida, o que temos pela frente é um fim de semana muito desafiador. Teremos que lidar com vários fatores simultâneos: os carros da geração atual farão sua estreia neste circuito, mas teremos apenas uma sessão de treinos livres antes de disputar posições no grid de largada do Sprint.”

Outra grande interrogação será quanto às condições do asfalto, que pode estar mais irregular do que lembramos. Como sempre acontece neste formato de fim de semana, será fundamental ter trabalhado bem em casa.”

McLaren (69 pts)
(Foto: McLaren F1/Divulgação)

Lando Norris #4: “Já faz algum tempo que não corremos em Xangai, por isso estou ansioso por retornar. Nossa última corrida foi um pouco desafiadora, mas ainda assim conseguimos somar mais alguns pontos. Dedicamos um tempo para revisar nossos aprendizados e nos preparar para este fim de semana.

Será bom ver o que podemos fazer na Sprint. As diferentes sessões tornam tudo mais interessante para todos. Este pode não ser um circuito adequado para nós, mas estamos preparados para dar o nosso melhor mais uma vez.”

Oscar Piastri #81:Estou animado por correr pela primeira vez na China. O Circuito Internacional de Xangai é uma pista totalmente nova para mim. Como é o primeiro fim de semana Sprint da temporada, será importante tentar aproveitar ao máximo essa primeira sessão de treinos para me familiarizar com a pista.

Já estive no simulador no MTC [McLaren Technology Centre], mas é claro que é diferente quando você está na pista. Espero que possamos somar mais pontos para a equipe e ter um fim de semana positivo.”

Andrea Stella (chefe de equipe): “Enfim, regressamos a Xangai. Este fim de semana é nosso primeiro evento Sprint para 2024. Embora isso possa oferecer mais chances de ganhar pontos, também adiciona o desafio de precisar maximizar nossos esforços durante a primeira sessão de treinos, para coletar o máximo de dados antes da corrida, especialmente em um circuito em que não corremos há cinco anos.

De todos as pistas em que corremos até agora neste ano, parece que o Circuito Internacional de Xangai pode não ser o mais adequado para o nosso carro, e podemos enfrentar condições meteorológicas imprevisíveis. A falta de dados para todas as equipes pode apresentar algumas oportunidades e desafios, e trabalharemos duro para garantir que estamos preparados.

Sabemos onde precisamos melhorar para lutar consistentemente mais acima no grid, mas, como sempre, daremos tudo de nós neste fim de semana e pretendemos estar na luta mais uma vez.”

Mercedes-AMG Petronas (34 pts)
(Foto: Zak Mauger/Mercedes-Benz Group AG)

Lewis Hamilton #44: Não comentou.

George Russell #63: Não comentou.

Toto Wolff (chefe de equipe):Estamos ansiosos para correr em Xangai e trazer a F1 de volta aos fãs chineses. Tenho certeza que será um evento fantástico. As mudanças no formato, incluindo o segundo parque fechado, vão melhorar o ritmo do fim de semana.

O único treino livre ainda cria pressão para tomar decisões corretas com informações imperfeitas, e mal podemos esperar por esse teste. Fizemos um progresso sólido com o nosso carro no Japão e queremos repetir esse desempenho neste fim de semana.”

Aston Martin Aramco (33 pts)
(Foto: Mark Sutton/Aston Martin Media Global)

Lance Stroll #18: Não comentou.

Fernando Alonso #14: Não comentou.

Mike Krack (chefe de equipe): Não comentou.

Visa Cash App RB (7 pts)
(Foto: Clive Mason/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Yuki Tsunoda #22:Com relação ao GP da China, esta será a minha primeira vez na pista. Nunca estive lá e ainda por cima será no formato Sprint, então com certeza será desafiador. Ao mesmo tempo, até agora, tivemos algumas corridas boas; estamos em boa forma, por isso vamos maximizar isso.

Estou me sentindo confiante e vou buscar pontos e o Q3. O circuito parece muito único, eu diria. Curva 1, Curva 2 especialmente, uma espécie de longa direita e depois mudança para esquerda, então, obviamente, o gerenciamento dos pneus será fundamental na corrida. Definitivamente, temos um bom carro, então vamos fazê-lo funcionar. Estou animado em ver os fãs chineses.”

Daniel Ricciardo #3:Estou empolgado para voltar a Xangai. Já se passaram cinco anos desde que corremos lá, então, de forma egoísta, quero voltar à pista em um circuito que gosto, mas também tenho certeza de que os fãs chineses mal podem esperar para ver a F1 novamente.

[Guanyu] Zhou mencionou que está animado, então a atmosfera será ótima. Nosso primeiro fim de semana Sprint traz alguns desafios, mas também oportunidades e estou pronto para voltar ao carro.”

Laurent Mekies (chefe de equipe): Não comentou.

MoneyGram Haas (4 pts)
(Foto: Haas F1 Team/Divulgação)

Kevin Magnussen #20:Marquei pontos no Circuito Internacional de Xangai em algumas ocasiões e este ano será interessante, pois está ausente do calendário há algum tempo, além de ser o primeiro Sprint da temporada. Será um desafio para todos.

A pista tem algumas curvas de baixa velocidade que esperamos ser boas para nós e o local de provas gera boas oportunidades de ultrapassagem. Estou em uma boa posição com o carro no momento, então espero que possamos fazer uma boa corrida lá.”

Nico Hulkenberg #27:Estou feliz por voltar a Xangai; será interessante ver como a cidade mudou, o circuito, e também tenho um bom pressentimento sobre isso. Gosto do traçado e acho que meu histórico é muito bom lá, pois é um circuito limitado na dianteira em vez de ser na traseira. Por isso, acho que naturalmente me dou bem com esse estilo.

O traçado da pista é bastante descolado e não é um verdadeiro local de alta velocidade, então o VF-24 não deve se sair mal por lá. Há algumas curvas de baixa velocidade também, então deve se adequar um pouco ao nosso carro.

No ano passado, tivemos eventos mistos de Sprint, alguns bons e outros muito ruins, mas pessoalmente não me importo com eles. Estou sempre disposto a fazer algumas mudanças e este ano o formato das sessões será diferente, por isso estou curioso para ver como é e como vai funcionar.”

Ayao Komatsu (chefe de equipe):A última vez que corremos na China foi em 2019, então, em comparação com aquela época, temos um carro muito diferente. Além disso, será um fim de semana Sprint. Nosso maior desafio será colocar o carro no estágio certo imediatamente para o TL1.

Na única sessão de treinos do fim de semana, temos três jogos de pneus, então em uma hora provavelmente faremos três voltas e dentro desse tempo precisamos preparar o carro para a qualificação da Sprint à tarde, então isso vai ser nosso maior desafio.

Em termos de características do circuito, penso que tirarei muitos pontos positivos de Suzuka, onde expôs a fraqueza do nosso carro. Xangai tem velocidades de curva mais baixas e uma reta oposta muito longa, além de uma reta principal decente. Isso deve se adequar mais ao nosso carro. Estou realmente ansioso para ver o que podemos fazer lá.”

Williams Racing (0 pts)
(Foto: Williams Racing/Divulgação)

Alex Albon #23:Embora tenham sido semanas difíceis para a equipe, todos têm trabalhado incansavelmente na fábrica para nos prepararmos para a China, por isso estou imensamente grato pelo seu trabalho árduo.

Olhando para o futuro, iremos para Xangai em direção ao primeiro evento Sprint da temporada e a um circuito onde muitos de nós não corremos há mais de 5 anos e, para Logan, será a primeira vez.

Na preparação, estivemos ambos ocupados no simulador, trabalhando duro para entender melhor como o carro poderia se comportar no circuito, com um primeiro setor complicado, bem como uma das retas mais longas do calendário. Sendo um fim de semana com sessões de treinos limitadas, vamos nos concentrar em aproveitar as vantagens do formato e tentar capitalizar esta corrida.”

Logan Sargeant #2:Estou animado por correr na China pela primeira vez. Estive no simulador entre as disputas para me familiarizar com a pista. Como é o primeiro fim de semana Sprint da temporada, estamos muito limitados em termos de corrida antes de iniciarmos a qualificação para a corrida curta.

Como todo mundo, precisamos aproveitar ao máximo a sessão de treinos de uma hora para entender o circuito e afinar o carro da melhor maneira possível. Tenho certeza de que o fim de semana proporcionará oportunidades por ser uma etapa com Sprint, então só precisamos nos colocar no lugar certo para aproveitá-las.”

James Vowles (chefe de equipe): Não comentou.

Stake Kick Sauber (0 pts)
(Foto: Mark Sutton/Sauber Media Hub)

Valtteri Bottas #77: “É ótimo estar de volta a Xangai, uma boa pista para pilotar e senti falta de estar aqui, pois é um lugar onde as corridas podem ter muita ação, como vimos na última vez que corremos aqui, em 2019. Com Zhou correndo em seu primeiro GP em casa para um piloto chinês, tenho certeza que sentiremos o amor e o apoio extra dos fãs, o que tornará o retorno aqui ainda mais especial.

A equipe está trabalhando muito para progredir; em Suzuka mostramos um forte ritmo de corrida e estivemos na luta por pontos até quase o final da corrida, por isso temos uma base para construir. A equipe de fábrica continuou trabalhando em nosso carro e vamos redobrar nossos esforços para brigar por pontos neste fim de semana. Mal posso esperar para ver nossas cores nas arquibancadas e dar um grande show para nossos fãs chineses.”

Guanyu Zhou #24: “Eu não poderia estar mais animado por finalmente correr em casa. Ser o primeiro piloto chinês a competir na Fórmula 1 na China significa muito para mim, e me dá uma imensa alegria, orgulho e responsabilidade. Para mim não é apenas uma corrida: depois de quatro anos fora do calendário, a etapa chinesa finalmente retorna e, com um piloto chinês no grid.

Esta é uma oportunidade de inspirar e preparar o caminho para que as gerações futuras se interessem pelo esporte. Vimos a paixão que nos espera quando os ingressos se esgotaram em poucas horas. O meu país adora corridas e tem esperado por este momento durante anos.

Para mim, porém, o foco continua no desempenho: vou trabalhar duro para extrair o máximo do carro. Mal posso esperar para dar tudo de mim, compartilhar a paixão com toda a nossa equipe e começar um novo capítulo do automobilismo chinês junto com a multidão. O mais importante, porém, é que mal posso esperar para fazer uma boa corrida e voltar a somar pontos.”

Alessandro Alunni Bravi (chefe de equipe): “Xangai é uma oportunidade para voltar à ação e subir na tabela. Sentimos a confiança dentro da equipe crescer e queremos aproveitá-la para obter os resultados que esperamos. Estas últimas semanas foram uma oportunidade de trabalhar arduamente, em conjunto com os nossos pilotos, para extrair ainda mais performance do nosso carro.

Podemos ver que o carro está melhorando a cada rodada e sabemos que podemos juntar tudo e ter um bom resultado. Xangai é o primeiro fim de semana Sprint do ano, o que também é uma oportunidade para gerar mais competitividade.

Retornar à China é um grande momento para nossa equipe e para nosso esporte como um todo: não apenas comemoramos a primeira corrida de Zhou em casa, mas também o retorno da Fórmula 1 ao país. Sabemos que as arquibancadas estarão lotadas e esperamos que o show seja ótimo.”

BWT Alpine (0 pts)
(Foto: XPB Images/Alpine F1 Team)

Esteban Ocon #31: “Este fim de semana parece um pouco com ir para um novo circuito, já que já se passaram cinco anos desde a última corrida da Fórmula 1 na China. Estive no simulador em Enstone na semana passada trabalhando duro com os engenheiros para se preparar para o fim de semana, especialmente porque é um fim de semana Sprint com menos tempo de pista para treinos.

Foi bom nos familiarizarmos com a pista e avaliar uma variedade de diferentes opções de configuração. Xangai tem uma mistura interessante de curvas de baixa, média e alta velocidade, bem como a longa reta oposta. Portanto, há naturalmente um compromisso entre downforce e redução do arrasto em linha reta.

O circuito de Xangai é um em que gosto de pilotar, além de ser um lugar onde tive boas disputas no passado. É bom voltar para a China e estou ansioso para ver os torcedores chineses novamente nas arquibancadas.”

Pierre Gasly #10: “Estou ansioso para voltar para a China depois de cinco anos fora. A pista é bastante única porque tem retas longas e algumas curvas rápidas. Existem muitos desafios e será interessante ver as condições do traçado, dado que faz vários anos desde que a Fórmula 1 correu lá.

Este será um final de semana com o formato Sprint, o primeiro do ano, e com um formato novo, por isso procuraremos maximizar as oportunidades que surgirem. Temos que acertar tudo imediatamente, desde a primeira sessão de treinos para aumentar nossas chances durante as duas corridas. Nosso foco principal é continuar pressionando para alcançar o resto do campo.”

Bruno Farmin (chefe de equipe): Já se passaram cinco anos desde que a Fórmula 1 correu na China. Isso é muito tempo e isso trará alguns desafios únicos para todas as equipes e pilotos neste fim de semana. Os carros são completamente diferentes das especificações de 2019, por isso a preparação foi diferente do normal.

Xangai é uma boa pista, com retas longas e algumas curvas técnicas, o que, no passado, provocou uma elevada degradação dos pneus. Combinado com o fato de ser um evento Sprint, temos menos preparação e por isso é crucial estarmos focados desde o começo. Ambos os pilotos estiveram em Enstone na semana passada no simulador para estarem melhor preparados para o desafio.”

Detalhes do circuito
Circuito Internacional de Xangai (Imagem: Fórmula 1/Divulgação)

O Circuito Internacional de Xangai possui 5.451 km de extensão, 16 curvas (9-D e 7-E), fluxo no sentido horário, recebe GPs de Fórmula 1 desde 2004 e a corrida terá um total de 56 voltas. O recorde de volta mais rápida ainda pertence ao heptacampeão, Michael Schumacher, que cravou 1:32.238s no ano de estreia do GP.

O traçado na China tem como características principais trechos de alta, média e baixa velocidade, áreas de escape generosas e curvas consecutivas de diferentes ângulos.

A pista oferece muitas oportunidades de ultrapassagem, principalmente na reta dos boxes e na reta oposta (a mais longa), onde ficam as duas zonas de abertura da asa móvel (DRS). Confira como é uma volta rápida no circuito de Xangai, através do simulador/game F1 22.

Há dois trechos desafiadores para os pilotos no Circuito Internacional de Xangai: as sequências das curvas 1 a 4 e 11 a 13, ao possuírem curvas consecutivas de ângulos variados. Assim, perder o ápice de qualquer uma delas, principalmente na entrada, compromete as curvas seguintes e gera perda de tempo.

Na última visita da Fórmula 1 a Xangai, na temporada 2019, o vencedor do GP asiático foi Lewis Hamilton, seguido do companheiro de equipe na Mercedes na época, Valtteri Bottas, e de Sebastian Vettel, que corria pela Ferrari ao lado de Charles Leclerc.

Informações sobre os pneus
(Infográfico: Pirelli)

Com base em simulações e dados anteriores, os pneus estão sujeitos a forças laterais e longitudinais que se enquadram na categoria média, com a parte externa do pneu, especialmente no lado esquerdo do carro, sofrendo o maior desgaste.

O trio de pneus escolhidos para Xangai é o meio da gama, com o C2 como Duro, o C3 como Médio e o C4 como Macio. Nominalmente, é a mesma seleção de 2019, mas o cenário é muito diferente.

Há cinco anos, os pneus de 13 polegadas ainda estavam em uso, instalados na geração anterior do carro, que tinha um assoalho plano e aerodinâmica completamente diferente do carro atual. Na verdade, para os pilotos, as equipes e também para a Pirelli, é praticamente uma questão de começar do zero, visto que as referências são muito vagas.

Informações da assessoria de imprensa da Pirelli Brasil.

Previsão do tempo
(Foto: Charles Coates/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Sexta-feira:

Mínima de 16°C e Máxima de 23°C. Tempo nublado, com possibilidades mínimas de chuva.

Sábado:

Mínima 17°C e Máxima 23°C. Tempo encoberto, com poucas chances de chover.

Domingo:

Mínima de 17°C e Máxima de 24°C. Tempo aberto, ensolarado.

Fonte: www.weather.com

Transmissão no Brasil

A corrida acontecerá no próximo domingo, às 04h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe.