Início WEC WEC – 24 HORAS DE LE MANS – Especial pilotos brasileiros –...

WEC – 24 HORAS DE LE MANS – Especial pilotos brasileiros – Tony Kanaan – 2017

107

Brasileiro, baiano de Salvador e com 42 anos, Tony Kanaan corre atualmente na INDY CAR SERIES pela NTT DATA Chip Ganassi Racing. Mas tudo começou “alguns” anos atrás! Vamos nessa?

Tony, assim como a maioria, iniciou sua carreira no KART com apenas 8 anos. Nesta primeira trajetória conquistou 5 títulos de Campeão Paulista e 1 de Campeão Brasileiro. Além disso, VENCEU uma prova de KART organizada por AYRTON SENNA. Na ocasião Senna correu junto aos convidados e perdeu, para o Tony que segundo consta guarda a foto dele no topo do pódio com Ayrton em 2º.

Ainda no Brasil, correu por 2 anos nas provas da Fórmula Ford e Fórmula Chevrolet, seguindo depois para a Europa, onde sua carreira alavancou! Inicialmente na Fórmula Opel, participou depois do Campeonato Italiano de Alfa Boxer, onde fora campeão. Partiu então para a Fórmula 3 Italiana (9 pódios). Ano seguinte, já com 21 anos (1996) entrou para a equipe Tasman da INDY LIGHTS e em sua primeira participação já conquistou o vice-campeonato e foi escolhido como o “Estreante do Ano”. No ano seguinte, ao invés de partir para a categoria principal da Indy, optou por ficar na Lights em benefício da experiência. Resultado? CAMPEÃO 1997 Indy Lights!

Fonte: Site Oficial Tony Kanaan

Inevitavelmente, 1998, partiu para a CART – Pontuou 11 vezes, 2 pódios e ficou em 9º no mundial. Mais uma vez escolhido como o “Rookie of the Year” – Estreante do ano! Ano seguinte o brasileiro conquistou sua primeira vitória na categoria – 500 milhas dos Estados Unidos (US500), terminando o campeonato em 11° lugar. Depois de 2 anos na Forsythe Racing (ex-Tasman), e falamos do ano 2000, ele iniciou sua 3ª temporada na CART ao lado da equipe Mo Nunn Racing Mercedes-Benz Reynard com o numeral #55. Infelizmente não foi um ano de muita comemoração! Sofreu um grave acidente na classificação para a etapa de Detroit e ficou fora das pistas por 4 corridas! Terminou em 19º.

Em 2001, pela primeira vez com um COMPANHEIRO de equipe, Tony passou a correr ao lado de nada mais, nada menos que Alex Zanardi. Ano seguinte venceu mais uma vez e foi 4 vezes pole position. Em 2003, contratado pela Andretti Green Racing, venceu já na segunda etapa em Phoenix, com mais 3 segundos lugares e 2 terceiros lugares, fechou o mundial em 4º lugar. E foi a base para o TÍTULO que viria no ano seguinte com 3 vitórias (Phoenix, Texas e Nashville), 6 segundos lugares e 2 terceiros! CAMPEÃO 2004 IndyCar.

Mais um ano, 2005, Tony foi vice-campeão. Já em 2006, início do domínio das equipes Penske e Chip Ganassi Racing, a vida não foi mais fácil, mas mesmo assim foram: 6º colocado em 2006, 3º colocado em 2007 e 2008. Em 2009, ficou em 5º, 2010 em 6º – o melhor do RESTO (o melhor piloto fora dos cinco da Penske e Ganassi). Até então, ainda na Andretti.

Temporada seguinte, passou para a KV Racing Technology. Com 1 segundo lugar, 2 terceiros, 2 quartos, 2 quintos e 1 sexto, terminou em 5º lugar. Em 2012, convidou seu grande amigo Rubens Barrichello para correr ao seu lado. Tony terminou em 9º e Barrichello em 12º.

Ainda na KV, em 2013, o grande FEITO foi a sua VITÓRIA nas 500 Milhas de Indianápolis. Largando da 4ª fila, Tony Kanaan em estratégia fantástica e com a ajuda de um safety-car, ultrapassou Ryan Hunter-Reay, vencendo a grande prova do automobilismo mundial! Neste mesmo ano, o piloto conquistou um record impressionante – 212 largadas consecutivas, quebrando o record de nada mais, nada menos que Jimmy Vasser – seu chefe!

Ano seguinte, mudança de equipe e Tony foi para a atual Chip Ganassi Racing! Ficou com um 7º lugar no mundial após vencer as 500 milhas de California e mais alguns pódios! Em 2015 ficou em 8º lugar no campeonato. Ano passado conquistou o 6º lugar na classificação geral, além de um 4º lugar nas 500 Milhas de Indianápolis.

Atualmente, ainda corre pela Chip Ganassi e após 8 etapas é o 8º colocado.

24 HORAS DE LE MANS

E graças ao infeliz acidente de Sebantien Bourdais na etapa das 500 Milhas de Indianápolis deste ano, Tony Kanaan terá a oportunidade de pilotar o FORD GT da Ford Chip Ganassi Racing de numeral #68 ao lado de Joey Hande (USA) e Dirk Muller (ALE). Será a primeira experiência na famosa prova de Endurance!

Fonte: Instagram Oficial 24 Horas Le Mans

Mas não é sua estreia em provas de longa duração. Em 2013, Tony participou das 24 Horas de Daytona pela Dener Motorsport, equipe brasileira e na companhia de Rubens Barrichello, Nonô Figueiredo, Felipe Giaffone e Ricardo Maurício. Eles pilotaram um Porsche 911 GT3 Cup (#21) pela classe GT. Terminaram a prova em 46º (GERAL) e 28º (CLASSE GT).

Mesmo não tendo participado dos testes para estreantes (ensaio geral) em 04/06 (devido sua participação na Indy etapa Detroit), estamos ansiosos com a participação do Tony nesta 85ª Edição das 24 HORAS DE LE MANS!

CARROS E PILOTOS

E ao todo são 180 pilotos participante! Além de Tony, teremos 7 outros brasileiros: Bruno Senna, Nelsinho Piquet, Rubens Barrichello, André Negrão, Lucas Di Grassi (VEJA O MOTIVO), Daniel Serra, Pipo Derani e Fernando Rees.

ACOMPANHE TUDO NO TOMADA DE TEMPO