Início FIA Fórmula 2 FÓRMULA 2 – Lawson assume a liderança na largada e vence a...

FÓRMULA 2 – Lawson assume a liderança na largada e vence a primeira na F2 – GP do Bahrein – 2021

1001

 3 min de leitura

Fonte: Twitter @Formula2

Liam Lawson foi o primeiro vencedor da Formula 2 de 2021! Após ótima largada, o neozelandês da Hitech conseguiu uma pequena vantagem sobre o pelotão e, mesmo com a tardia aproximação de Daruvala, manteve o ritmo do ano anterior com sua primeira vitória na categoria.

SPRINT RACE 1

Theo Pourchaire assumira a pole-position da rodada ao terminar a classificação de sexta-feira na décima posição (o Top 10 é invertido para determinar o grid da SR1). Não largando bem, viu Beckmann emparelhar ao seu lado enquanto Lawson ultrapassava ambos e chegava na T1 já liderando o pelotão.

Sabendo do regulamento, onde o Top 10 da primeira corrida de sábado é invertido para definir o grid da segunda corrida, os pilotos estavam cautelosos e adotaram traçados conservadores nas primeiras curvas – com exceção da dupla da Prema, que desde os primeiros instantes de prova disputava de forma enérgica, com Piastri tentando ultrapassar Shwartzman.

Completado o primeiro giro, Ticktum tentou uma freada tardia na T1 para assumir a posição de Zhou, porém não segurou sua Carlin e acabou acertando pneu traseiro de Richard Verschoor, da MP Motorsport, que rodou e ficou apontado em direção ao pelotão. Drugovich, que estava próximo da confusão, teve sua asa dianteira danificada e precisou realizar a parada para troca, caindo para a última posição.

Fonte: Twitter @Formula2

Ainda na terceira volta, Marcus Armstrong teve uma repentina perda de potência e estacionou sua DAMS na saída dos boxes, causando o primeiro Virtual Safety Car (VSC) da temporada. Ralph Boschung, da Campos, estava logo atrás de Marcus e não conseguiu desviar da brusca desaceleração do neozelandês, danificando o bico e a parte frontal de seu carro e sendo forçado a abandonar.

Na retomada da corrida, o brasileiro Guilherme Samaia recebeu uma punição de 5 segundos por desrespeitar o VSC, enquanto Ticktum foi considerado culpado da colisão com Verschoor e também teve o acréscimo de tempo registrado.

Voltas mais tarde, a promissora corrida de Théo Pourchaire acaba após problemas de potência em sua ART, e novamente o VSC foi acionado.

A segunda relargada viu Dawson (Hitech) e Daruvala (Carlin) simulando uma disputa entre duas RBR – ambos são da Academia de Pilotos da empresa de energéticos e, mesmo em equipes diferentes, usam a mesma pintura em seus carros -, com o indiano parecendo estar mais rápido. Daruvala logo foi avisado pelos seus engenheiros para cuidar com a temperatura da turbina de sua unidade de potência, o que acabou facilitando o trabalho de Dawson – que apenas gerenciou a distância até o final da prova. Piastri, que vinha bastante agressivo sobre Shwartzman, até tentou uma aproximação tardia, porém terminou apenas 4 décimos atrás do companheiro. Drugovich conseguiu, na última volta, recuperar duas posições e terminar em 16º.

Fonte: Twitter @fia

A próxima corrida, às 13h30, terá o Top 10 invertido na largada. Desta forma, Vips e Zendeli dividem a primeira fila, com Ticktum e Zhou logo atrás.

DESTAQUES

+ Lawson: fez ótima corrida de estreia na F2. A bordo da Hitech, 4ª colocada da temporada anterior, mostrou consistência e bastante segurança na liderança do pelotão;
+ Piastri: mais um dos estreantes, não se intimidou com o companheiro Shwartzman e soube utilizar bem sua Prema – campeã de 2020. Pode surpreender o russo nessa temporada;
– Ticktum: muitos sabem do talento de Ticktum, porém sua falta de regularidade também é um marco na carreira. A manobra totalmente precipitada sobre Zhou atrapalhou diversos pilotos;

PROGRAMAÇÃO, HORÁRIOS E TRANSMISSÃO – F2

CALENDÁRIO 2021
Calendário FÓRMULA 2 2021 - Tomada de Tempo
Calendário FÓRMULA 2 2021 – Tomada de Tempo
SIGA A GENTE