Início Destaque NASCAR – Em novo duelo com Hamlin, Kevin Harvick vence em Indianapolis...

NASCAR – Em novo duelo com Hamlin, Kevin Harvick vence em Indianapolis – 2020

73

 4 min de leitura

O belo e lendário oval de Indianápolis recebeu a Xfinity e a Cup Series no último fim de semana. Créditos : Jamie Squire | Getty Images (Nascar.com)

Olá amigos e amigas do Tomada de Tempo e do Kojak ! Quem gosta de automobilismo e tem combustível nas veias não pode reclamar do último fim de semana. Ótimas corridas em todas as categorias que tivemos a nossa disposição. A Indy, F3, F2, F1 (que surpresa agradável) e a NASCAR, com a Xfinity e a Cup, nos proporcionaram grandes momentos nas pistas. Foi corrida para dar e vender e haja guloseimas!

Por falar em Indy, existe uma clara e real aproximação com a NASCAR, visando o crescimento de ambas. Neste fim de semana as categorias dividiram não só o circuito, bem como o marketing envolvido nos eventos. Vamos aguardar e acompanhar o que vem por aí.

Mas o assunto aqui é NASCAR e a categoria vem com corridas em sequência para compensar a pausa causada pela triste pandemia. Aliás, temos que falar nesse maldito vírus, tendo em vista que o heptacampeão Jimmie Johnson#48 testou positivo para o COVID-19 e está afastado das pistas até a sua recuperação. Obviamente o mais importante é sua saúde, mas temos que lembrar que sua situação para os playoffs, em seu ano de despedida, ficará dramática. Força J.J.!! O tradicional piloto da Xfinity, Justin Allgaier, foi o substituto no carro 48 neste fim de semana.

Dessa vez o tradicional circuito de Indianápolis foi a casa da categoria. Essa corrida pode não ser tão tradicional como as 500 Milhas de Indianapolis da Indy, mas vencer nesse oval e passar por aqueles tijolinhos em primeiro lugar vai ser sempre marcante em qualquer carreira.

Mais uma vez o grid de largada foi definido pelo sorteio entre grupos na ordem da classificação geral. Joey Logano#22 ficou com a pole e Kurt Busch#1 largou ao seu lado. Pronto, isso é o que vão ler sobre estes dois, já que não tiveram uma tarde produtiva e foram figuras apagadas.

No primeiro segmento da corrida houve um acidente que ficará guardado na memória dos fãs da categoria. O chamado “Big One”, só que desta vez, dentro dos pits! Não é possível identificar perfeitamente o causador do engavetamento, mas foram oito carros envolvidos, entre eles, bons nomes como Martin Truex Jr#19, Ricky Stenhouse Jr#47, Chris Buescher#17 e o substituto do carro 48, Justin Allgaier. De se lamentar o atropelamento de um mecânico da equipe de Ryan Blaney#12 em decorrência deste acidente. O mecânico foi levado ao hospital com lesões, mas passa bem.

No fim do segmento inicial, por causa de uma estratégia diferenciada de pits, William Byron#24 fechou na liderança, seguido por Erik Jones#20 e Austin Dillon#3. Apostas…

No segundo segmento, o duelo que vem marcando o campeonato começou a tomar forma novamente, já que Kevin Harvick#4 e Denny Hamlin#11 começaram a brigar pela ponta, juntamente com o combativo Matt DiBenedetto#21, Chase Elliott#9 e um renascido Matt Kenseth#42.

Dessa vez, os causadores das amarelas foram William Byron#24 e Ryan Blaney#12, que deram adeus às chances de vitória ao encontrarem o muro. Enquanto isso Harvick#4 vencia mais um segmento na temporada.

E veio o segmento final e após a última parada de pits em bandeira verde, Hamlin#11 tomou a ponta e começou a ser perseguido pelo seu principal rival na atualidade. Com certeza estar na mira de um piloto frio e experiente como Kevin Harvick#4 é no mínimo desconfortável. Mas, faltando poucas voltas para Hamlin#11 confirmar mais uma vitória, seus pneus resolveram facilitar a vida dos rivais e o deixaram na mão. O Toyota 11 foi ao muro. Veio mais uma prorrogação e esperava-se uma grande pressão sobre o “The Closer”. Ah bom! Harvick#4 colocou os rivais no bolso e partiu para sua quarta vitória no ano. Matt Kenseth#42, que vinha sendo criticado pelo seu retorno apático, ressurgiu das cinzas fechando na P2 e diminuiu a pressão sobre ele. Outros resultados a serem celebrados foram a P5 do ótimo novato Cole Custer#41, (que estava devendo), a P7 de Michael McDowell#34 (sim, outro Top10 para ele) e a P9 de Bubba Wallace#43 (faz um bom trabalho esse ano).

Harvick vence mais uma e começa a acumular bons pontos para os playoffs. Créditos : Chris Graythen | Getty Images (Nascar.com)

Como escrito acima, a Xfinity também esteve em Indianápolis no fim de semana, porém a corrida foi no circuito misto, o mesmo que a Indy havia corrido mais cedo. A vitória ficou com o promissor Chase Briscoe, num final eletrizante envolvendo os cinco primeiros colocados.

A NASCAR volta à ação dessa vez no Kentucky, no dia 09/07, em plena quinta feira, a Xfinity, na sequencia, no sábado dia 11/07, a ótima Truck Series e no domingo, dia 12/07 com a principal, a Cup Series.

Na tabela da Cup, vemos Harvick#4 ganhando não só margem na fase regular, bem como, pontos importantes para serem levados aos playoffs, colocando o muito próximo das fases finais. A briga pelas últimas vagas será sensacional. Respirem fundo e acompanhem o ritmo alucinante da categoria pelo TOMADA DE TEMPO! E VIVA A NASCAR!

Fonte: Nascar.com

E como diria Kal-El: “Para o alto e avante !!”

SIGA MINHAS REDES SOCIAIS
CALENDÁRIO 2020 – NASCAR

E o calendário revisado até JUNHO/2020 está disponível AQUI!