Início Destaque FÓRMULA 1 – Resultado Final – GP da Rússsia – 2018

FÓRMULA 1 – Resultado Final – GP da Rússsia – 2018

783
Foto: Twitter Oficial F1

E neste domingo (30/09/2018) tivemos a 16ª etapa do mundial de F1 2018 em Sochi/Rússia. Bottas e Hamilton na primeira fila, seguidos de Vettel e Kimi. Max Verstappen (19º) e Ricciardo largando nas últimas filas pelas punições recebidas nas trocas de partes do motor.

Foto: Twitter Oficial F1

Largada sem incidentes (exceto por uma leve rodada de Hartley), Bottas mantém a primeira posição, seguido de Lewis, Vettel e Kimi. Ataques de Lewis para cima de Bottas e Vettel para cima de Lewis, mas sem efetividade alguma. Final da primeira volta: Bottas, Hamilton, Vettel, Kimi, Magnussen, Leclerc, Ocon, Perez, Grosjean e Ericsson. Verstappen já era o 12º e Ricciardo ainda 17º. Max em corrida de recuperação, ia ultrapassando rapidamente os adversários, recuperando 9 posições em 2 voltas.

Volta 5, Max Verstappen parte para cima das Force India, ultrapassa Perez e parte para o ataque em Ocon, efetivando a ultrapassagem na volta seguinte. O garoto já era 7º em apenas 5 voltas! Gasly é o primeiro a abandonar, com Hartley seguindo o mesmo caminho pouco depois. Final de semana dramático para a Toro Rosso.

Final das primeiras 10 voltas e tínhamos: Bottas tranquilo na liderança, com 1.2 segundos para Hamilton. Vettel em 3º, mais de 2.5 segundos atrás do rival e Kimi 3 segundos atrás de Vettel. E de forma impressionante, Max Verstappen em 5º lugar, mas com 20 segundos atrás do líder. No miolo, Leclerc em bela 7ª posição, seguido de Magnussen, Ocon, Perez e Ericsson. Ricciardo em corrida de recuperação também, estava em 11º.

Iniciam-se então as paradas de boxes! Os primeiros foram Alonso, Magnussen, Grosjean, Leclerc e Ocon. Em seguida, Stroll e Sirotkin. Volta 13 e o líder faz sua parada, retornando em 5º. Volta seguinte foi a vez de Vettel e retorna em 5º, naturalmente atrás de Bottas. Hamilton atrasa um pouco sua parada, efetuando-a na volta 15, retornando atrás do companheiro e também de VETTEL! Hamilton perde a posição para Vettel. Custou caro as voltas adicionais com o pneu já desgastado.

Volta 15 e a liderança provisória era de Kimi, seguido de Verstappen, mas ambos sem seus pit-stops. Hamilton pressiona muito Vettel, que fecha a porteira várias vezes. Mas não demora muito e Hamilton recupera a posição para cima do rival.

Foto: Twitter Oficial F1

Chegamos na volta 20, Kimi faz seu pit-stop, retornando em 5º. Verstappen assume a liderança, sem parada de box. Situação de pista: Max, Bottas, Hamilton, Vettel, Kimi, Ricciardo, Hulkenberg, Leclerc, Magnussen e Ocon no TOP10. Em seguida tínhamos Perez, já reclamando no rádio para que a equipe peça para Ocon deixá-lo passar. Sainz, Grosjean, Ericsson, Alonso, Stroll, Vandoorne e Sirotkin fechavam a lista.

Volta 25, Hamilton se aproxima de Bottas e aparentemente inicia uma pressão pela posição. Ocon na na caça de Magnussen, mas não consegue efetivar a ultrapassagem. Perez e equipe pressionando para que resolva o assunto, principalmente pelo receio de Hulkenberg efetuar seu pit-stop e ainda retornar à frente da equipe rosa.

Foto: Twitter Oficial F1

Entre os ponteiros, Max seguia na liderança e Bottas se aproxima. Hamilton perde um pouco do contato com o companheiro e Vettel reduz a diferença para o rival. MAS… MAS… MAS… demorou, mas aconteceu! Toto Wolf mete o DEDÃO no botão, muda a tática e Bottas cede a posição para Hamilton! Nããããão! Nããããão! Bottas praticamente para o CARRO e deixa o líder do campeonato assumir a segunda posição e fica de escudo em relação à Vettel.

Foto: Twitter Oficial F1

Mesmo momento em que Perez ultrapassa Ocon e parte para cima de Magnussen. Provavelmente no estilo “Perez is faster than you”! Volta 30 e a nova classificação era:

Volta 37, Hulkenberg faz seu pit-stop e volta atrás das Force India. Via rádio, Perez é avisado que caso não ultrapasse Magnussen em 1 volta, devolverá a posição para Ocon! Mais que justo! O que acontece na volta 38, Ocon em 9º e Perez agora em 10º. Max, mesmo com pneus amarelos de 38 voltas, seguia com volta rápida atrás de volta rápida!

Volta 40 e Ricciardo efetua seu pit-stop, com troca de asa dianteira, retornando em 6º, mas com mais de 50 segundos atrás de Kimi Raikkonen. Red Bull deixa Max tempo demais na pista com os pneus amarelos, não deixando voltas suficientes (com os pneus ultramacios) para qualquer recuperação e disputa com os 4 ponteiros. Apenas na volta 44, faltando 10 para o final, Max faz sua troca de pneus e retorna 8 segundos atrás de Kimi. Uma pena, Red Bull tinha a chance de movimentar o final da corrida e para variar, perdeu na estratégia. Mas quem somos nós para criticar?

Foto: Twitter Oficial F1

Nova classificação, faltando 9 voltas: Hamilton, Bottas, Vettel, Kimi Raikkonen, Max Verstappen, Ricciardo, Leclerc (bela posição), Magnussen, Ocon, Perez no TOP10.

No final das contas, Max não conseguiu nem se aproximar de Raikkonen. Não houve tempo para qualquer pressão adicional. Hamilton VENCE com jogo de equipe, o que é completamente normal, mas no contexto, desnecessário!

FOI FEIO TOTO WOLF, FEIO! Toto e mais um grupo bem específico envergonha a categoria, destrói qualquer tentativa de mudança promovida pelos organizadores!

  • “A corrida irá terminar assim?” – Bottas via rádio
  • “Sim, as posições ficarão assim e depois da corrida conversamos” – Equipe via rádio
  • “Dia difícil para nós, dia difícil para você e depois conversamos sobre isso”- Toto Wolf via rádio para Bottas
Foto: Twitter Oficial F1

Vettel até mostrou alguma vontade de pressão, mas a Mercedes sobrou em relação ao carro. Pódio: Hamilton, Bottas e Vettel.

No campeonato, Hamilton mais líder ainda com 50 pontos à frente de Vettel, faltando 5 provas. Vettel já não depende mais somente dele para ser campeão e assim meu amigo, Hamilton tem a taça nas mãos! Partimos agora para o Japão / Suzuka em 07 de outubro de 2018 – veja o calendário completo.

RESULTADO FINAL