E CHEGAMOS ao grande dia, o grande MOMENTO do Automobilismo UNIVERSAL! As 500 MILHAS DE INDIANÁPOLIS 2017. E antes de mais nada, parabéns à Bandeirantes pela abertura e cobertura da prova! Vocês, quando querem, sabem fazer MUITO, mas MUITO melhor que todas as outras emissoras! O pole position foi Scott Dixon, seguido de Ed Carpenter e Rossi. Tony larga em 7º e Castroneves em 19º. Alonso foi o 5º colocado.

LARGADA

Na largada, Dixon consegue se manter na ponta, seguidos de Carpenter e Rossi. Tony e Power largam muito bem e ainda na primeira volta já eram P3 e P4. Ganassi em começo fantástico! Alonso, com cautela aceitável e obrigatória, perde algumas posições e pula para 9º.

Foto: Reprodução
VOLTAS 0-10

Após 10 voltas, a Ganassi já deixa claro a estratégia de DOMINAR a ponta com Tony e Dixon, não se importando com o gasto de combustível por enquanto. No TOP6 estávamos assim:

VOLTAS 10-20

Nas voltas entre 10/20, lá na 7ª colocação, Alonso é visivelmente mais rápido que Andretti, mas se mantém atrás com cautela! Hélio Castroneves assume a 15ª posição.

VOLTAS 20-30

Alonso consegue ultrapassar Marco Andretti e assume a 6ª colocação. Pagenaud ultrapassa Muñoz e assume a 18ª colocação. Alonso pressiona Hildebrand e na volta 25 engole o piloto da Ed Carpenter Racing. Alonso não se contenta e começa a caça a Dixon, o que não demora muito! Fernando já era 4º. Dixon visivelmente com carro muito ruim! Boxes abertos! Volta 29 e Tony é o primeiro a entrar! Ed Carpenter assume a ponta, seguido de Rossi e Alonso.

VOLTAS 30-40

Todos começam a parar e embaralha tudo! Cada milésimo muda tudo! Montoya é um dos últimos a entrar e tem problemas. Após as primeiras paradas, tínhamos Ed Carpenter, Rossi, Alonso, Kanaan e Sato no TOP5. Classificação após 36 voltas:

Mais algumas voltas e Fernando Alonso passa à liderança, sentindo o prazer em liderar uma Indy500! Tony passa para 5º, Carpenter 3º e Rossi assume a 2ª. Veja o TOP6:

VOLTAS 40-50

Entramos na volta 40! Alonso segue com a “cara” ao vento e na liderança. Rossi colado em 2º. Um pouco mais atrás Ed e Sato. Hélio Castroneves já era 12º. Dixon, o pole, em 7º lugar.

Foto: Momento em que Alonso assume a ponta

Volta 43, Rossi aperta o cerco e ultrapassa Alonso. Milagre! Milagre… 45 voltas e nada de bandeira amarela! Volta seguinte, Sato abocanha Ed Carpenter e assume a 3ª colocação. Castroneves passa Jones e assume a 11ª. Tony Kanaan pede à equipe, via rádio, mais 1/2 volta de asa no acerto do carro na próxima parada!

Rossi e Alonso encontram retardatários e negociam bem! Alonso segue muito próximo de Rossi, assim como Tony já chega próximo ao Carpenter. Volta 48 e Alonso assume novamente a ponta.

VOLTAS 50-60

Volta 50 e Alonso negocia melhor com retardatários e deixa Rossi complicado, com isso Sato se aproxima e mostra para Rossi que está ali! Hélio Castroneves já era 9º colocado e no momento com o carro mais rápido na pista. E na volta 52, ACIDENTE GRAVÍSSIMO entre DIXON e JAY HOWARD! ASSUSTADOR! HORRIPILANTE! Jay bate no muro, ao descer a pista, Kanaan passa por pouco e Dixon bate atrás de Jay. Carro de Dixon voa alto, rodopia, bate na mureta na queda e mais diversas vezes. O carro de Dixon fica completamente destruído. Um milagre Dixon sair ileso dessa! Hélio Castroneves levou um susto absurdo ao passar POR BAIXO de Dixon, antes da primeira batida no alambrado. Ufa! Primeira bandeira amarela da prova!

Foto: Reprodução

Veja o VÍDEO OFICIAL com o acidente de Dixon x Jay:

Aqui, na visão de Hélio Castroneves – QUE SUSTO:

Volta 54, bandeira amarela ainda, pista ainda suja com os destroços de Dixon e Jay. Volta 55 e a direção da prova decide por BANDEIRA VERMELHA! Corrida paralisada! Situação do TOP6:

Corrida reiniciada às 14:30 (Horário de Brasília) com safety-car. Logo em seguida boxes abertos e todos entram! Após entradas e saídas, tínhamos a seguinte ordem:

VOLTAS 60-70

BANDEIRA VERDE! Volta 60 e temos finalmente a relargada! Rossi ultrapassa Alonso, Sato em terceiro, Tony assume a 6ª e deixa Ed para trás. Volta seguinte Takuma Sato engole Alonso e vai para 2º, na caça de Rossi! Ryan Hunter-Reay também ultrapassa Fernandinho, que parece ter reiniciado com cautela. Castroneves é 19º e começa a remar tuuuudo novamente!

Volta 65 e Takuuuuuuma Sato assume a ponta pela primeira vez na prova. Carpenter retoma a posição de Kanaan. Montoya era apenas 13º. E aí meu amigo… a segunda bandeira amarela! Conor Daly vai com muita sede ao pote e resolve beijar o muro! Ao tentar escapar dos destroços de Daly, Jack Harvey também perde o controle e abandona também.

VOLTAS 70-80

Prova reiniciada na volta 74. Sato, Rossi, Ryan, Alonso e Hildebrand no TOP5. Hinchcliffe em belas ultrapassagens na relargada! Pagenaud disputa com o companheiro Will Power. Volta seguinte Sato perde a 2ª colocação para Ryan. Alonso também engole Sato, assim como Tony que já era 4º colocado. Castroneves teve que entrar novamente nos boxes era 26º colcado, pena!

VOLTAS 80-90

Volta 81 e nova bandeira amarela para retirada de peça solta na pista! Volta 83 e relargada! Nesta fase da prova já fica difícil saber quem realmente é o líder! As estratégias começam a se diferenciar e as trocas de ponteiros ficam mais comum após cada parada! Volta 87 e tínhamos Ryan, Rossi, Chilton, Castroneves, Alonso e Power.

VOLTAS 90-100

Hélio Castroneves volta a ter bom ritmo e ultrapassa Alonso e Chilton. Assume a P3. Tony chega à 6ª colocação. Excelente prova de Tony até então. Volta 95 e Castroneves engole também Rossi e Ryan, assumindo pela primeira vez a PONTA nessa etapa. Alonso reassume a 3ª posição. Tony já era 5º. Max Chilton já tem 30 voltas após a última parada e mantém bom ritmo!

VOLTAS 100-110

Volta 103 e Rossi ultrapassa Ryan. Alonso segue em 4º e Tony em 5º. Volta seguinte, Castroneves segue na ponta e Ryan Hunter-Reay retoma a 2ª colocação. Alonso pressiona Rossi. Volta 104 e Helio Castroneves entra para reabastecimento, boa parada e retorna em 24º.

Nova ordem dos ponteiros: Rossi, Ryan, Alonso, Kanaan, Rahal e Newgarden, figurando pela primeira vez entre os TOP6. Montoya já era 7º.

VOLTAS 110-120

Rahal parte para cima de Alonso e assume a 3ª colocação. Volta 113 e os ponteiros começam a parar nos boxes. Rossi é o primeiro a entrar.

Após nova bateria de pit-stops, veja a classificação naquele momento:

VOLTAS 120-130

Volta 121 e mais uma bandeira amarela! Acidente com Buddy Lazier, mais um a abraçar o muro! O piloto perdeu a traseira na curva e acertou em cheio a mureta de proteção.

Foto: Reprodução

No momento tínhamos:

Ainda em bandeira amarela, volta 127, Sage Karam para na pista e abandona.

VOLTAS 130-140

Relargada na volta 130. Alonso parte para cima de Ryan, mas não consegue. Rossi logo atrás pressiona Alonso, seguido de Helinho, Kanaan e Sato, novamente figurando entre os ponteiros. Volta seguinte e Alonso passa Rayan, assumindo novamente a ponta da prova! E… e… MAIS uma BANDEIRA AMARELA devido detritos de carro na pista! Maioria dos pilotos não arriscam e não aproveitam a a bandeira amarela para fazer pit-stop.

Naquele momento: Alonso, Rayan, Rossi, Castroneves, Kanaan, Sato, Newgarden, Servia, Power e Montoya no TOP10.

BANDEIRA VERDE! Volta 134 e votamos à disputa! Ryan Hunter-Reay ultrapassa Alonso e assume a ponta! Alonso retoma na curva seguinte! Rossi em 3º, Helinho mantém a 4ª, Tony a 5ª e ORIOL SERVIA assume a 6ª posição. Volta seguinte, Kanaan ultrapassa Castroneves. E aíííí… E aíííí… MOTOR HONDA estourando no carro de Ryan Hunter-Reay que abandona! Bandeira amarela!

Foto: Reprodução

Muita gente entrando nos boxes. Na pista tínhamos:

VOLTAS 140-150

Após as diversas paradas de boxes, o TOP10 tinha: Chilton, Kimball, Hildebrand, Davison, Rahal, Pagenaud, Jones, Marco Andretti, Alonso, Kanaan. Rossi, com problemas na magueira de abastecimento, se complica e retorna em 21º. Lembrando que temos basicamente 2 blocos de estratégias! Essa turma está na ponta pois o outro grupo parou nesta bandeira amarela. Próxima janela de boxes, tudo muda novamente! Essa é a dinâmica da Indy500. Relargada na volta 141 e Kimball assume a ponta para cima de Chilton. Hélio muito bem na relargada pulando para 8º, mas… mas… volta 143 e NOVA bandeira amarela devido toque de Ed Carpenter em Aleshin. Carpenter entra nos boxes para troca do bico.

Foto: Reprodução

RELARGADA na volta 147! Kimball tenta manter a ponta! Hélio Castroneves forte e vai deixando para trás 3 carros! Volta 149: Chilton, Kimball, Davison, Hildebrand, Castroneves e Ed Jones.

VOLTAS 150-160

E agora meu amigo! A corrida começa! Faltando apenas 50 voltas, é o momento que os meninos se separam dos adultos! Volta 154 e Alonso é 9º. Davison, substituto de Sebastian Bourdais, ultrapassa Kimball e já é 2º. Helinho já chega à 4ª colocação.

VOLTAS 160-170

Entramos na volta 160, a corrida toma corpo e diminui trocas de posições! Seguimos com Chilton, Kimball, Davison, Castroneves, Hildebrand e Ed Jones. Tony 8º e Alonso 9º. Sato fecha o TOP 10. Volta 166 e começam as paradas do pelotão da frente! Chilton é o primeiro a parar. E na mesma volta, Kimball abandona com MAIS um motor HONDA estourado! Zach Veach parado na pista também. Mais uma bandeira amarela!

Volta 168 e TODO mundo nos boxes! Provavelmente última parada de todos! Após as paradas tínhamos:

VOLTAS 170-180

E chegamos ao momento crítico! A briga agora é EM PISTA! Faltando apenas 30 voltas! RELARGADA na volta 170, Hélio recebe ataque de Sato, o brasileiro segura e ainda pressiona Jones. Volta seguinte Helinho assume a 2ª colocação. Ed Jones recebe pressão forte de Takuma Sato. Chilton em ótima situação em relação à estratégia.

Alonso vem em 8º, Tony 7º. Volta 174 e Ed Jones retoma a 2ª colocação de Helio. É lindo ver Castroneves arriscando, por fora nas curvas 1 e 2! É essa garra que queremos! E na volta 177, Helio coloca o carro ao lado de Jones e Sato vem por fora, passando os 2! INCRÍVEL! Ordem: Chilton, Sato, Castroneves e Jones!

E ACABOU! ACABOU ACABOU! Toda a expectativa do MUNDO do automobilismo voltada para a participação de Fernando Alonso e vai tudo por água abaixo na fraqueza do MOTOR HONDA! Mais um estourado! LIXO, que LIXO esse motor HONDA! Está generalizado, HONDA é sinônimo de “NÃO CONFIANÇA” hoje em dia. Mas… valeu demais Alonso, fez história de qualquer forma! Muito aplaudido pela torcida!

Foto: Reprodução
VOLTAS 180-190

A corrida segue, bandeira amarela! RELARGADA na 183, todos pisando FUNDO e… e… e… ACIDENTE GERAL! Galeeeeeeeeeeera rodando e batendo! Davison, Will Power, Hinchcliffe, Servia, Newgarden envolvidos. Bandeira amarela novamente!

Foto: Reprodução
VOLTAS 190-200

BANDEIRA VERDE! ESTÁ VALEEEENDOOOO! Relargada para as últimas 10 voltas da INDY500 2017! No TOP6: Chilton, Sato, Ed Jones, Castroneves, Hildebrand e Kanaan. Sato já pressiona Chilton, Helio coloca pressão para cima de Jones e o brasileiro assume a P3. Que relargada do brazuka!

Volta seguinte e Sato tenta mais uma vez a ultrapassagem para cima de Chilton! Helio abre e ENGOLEEEEEEE Takuma Sato! A torcida fica arrepiada e grita muito em Indianápolis! Castroneves parte para cima de Chilton! Faltando 7 voltas, Chilton, Helinho e Sato praticamente colados! HELIO CASTRONEVES ultrapassa CHILTON e assume a ponta! Deixa o problema para Sato e Chilton!

VOLTA 195 e Sato parte para a caça do brasileiro! QUE CORRIDA! Takuma consegue a ultrapassagem e assume a ponta! Mais uma volta e Hélio volta a encostar no japonês. Faltando 4 voltas, Hélio aparece mais próximo ainda! Faltando 3 voltas, Hélio coloca por FOOOOOOORA e Takuma segura!

Penúltima VOLTA! Sato abre bem para Hélio! BANDEIRA BRANCAAAA! Última volta, Sato muito bem, difícil a situação de Hélio! E ACABOU ACABOU! TAKUYMA SATO faz história e VENCE as 500 MILHAS DE INDIANÁPOLIS! Primeiro Japonês a vencer uma edição da INDY500! Em segundo, fantástico, Hélio CASTRONEVES e fechando o pódio ED JONES! Tony Kanaan termina em 5º, seguido de Montoya!

O Japonês Takuma Sato fazendo história na Indy500! Leite da vitória!

QUE PROVA! QUE FINAL DE PROVA! É isso… ISSO é automobilismo! VALEU GALERA!

RESULTADO FINAL

CORRIDA COMPLETA

VEJA TAMBÉM

Acesse nossa matéria sobre a PROGRAMAÇÃO da INDY500 e veja TUDO o que aconteceu durante as 2 semanas das 500 Milhas de Indianápolis 2017! Textos, Vídeos e Links! CLIQUE AQUI!

Marcelo Henrique Dias Abreu .·.
“Um Goiano, acolhido por Mineiros e apaixonado pela família e por esse SUL maravilhoso. Maluco e apaixonado por automobilismo (Fórmula 1, Stock Car, Turismo e as demais), o que não quer dizer especialista!” – Marcelo é o idealizador e um dos colunistas do Tomada de Tempo!
FÓRMULA INDY – Resultado Final – 500 Milhas de Indianápolis – 2017
Classificado como:                

Pin It on Pinterest