Início Destaque STOCK CAR – O que esperar da quinta e sexta etapas da...

STOCK CAR – O que esperar da quinta e sexta etapas da temporada – 2022

782

 4 min de leitura

(Foto: Duda Bairros/Vicar)
Principal categoria do automobilismo brasileiro finalmente retorna a um circuito que esteve ausente do calendário nos últimos dois anos.

A Stock Car Pro Series está de volta nesse fim de semana (1 a 3 de julho), para retomar a temporada 2022 com uma rodada quádrupla em Nova Santa Rita (RS), no velho conhecido Autódromo Velopark, o maior parque automobilístico da América Latina.

As etapas 5 e 6 deste ano em território gaúcho terão quatro corridas: duas no sábado e duas no domingo, com duração de 30 min + 1 volta cada. Curiosamente, o GP de sábado, com a corrida 1, marcará a largada de número 90 da Stock Car Pro Series, e vai se chamar GP RS90.

Depois de passar os últimos dois anos fora do itinerário, o Velopark receberá este ano não só a Stock Car e a Stock Series, mas também os novos carros GT4, estes que estrearam em 2020, assim como o Toyota Corolla.

O último ano da Stock Car Pro em Nova Santa Rita foi destacado por um marco importante: a realização da 500ª corrida da categoria: a Stock Car 500. Esse evento abriu a temporada 2019, esta que foi a 40ª campanha da classe mais alta do automobilismo brasileiro. Mais tarde, o Velopark recebeu uma segunda visita, a 8ª disputa do calendário.

Informações sobre o circuito
(Foto: Duda Bairros/Vicar)

O Autódromo Velopark possui 2.278 km de extensão, 9 curvas, fluxo no sentido anti-horário, retas longas e setores predominantes de média velocidade.

Esse circuito não oferece desafios em relação a ganho de posições, já que disponibiliza várias oportunidades de ultrapassagem, principalmente nas duas longas retas do traçado. Mas o principal fator desse local de prova são as zebras altas, que podem gerar várias bandeiras amarelas e Safety Cars.

Apesar do traçado gaúcho ser o mais curto da temporada e ter poucas zonas de frenagem, as duas retas terminam com uma freada intensa, o que gera altas temperaturas no sistema de freios dos carros.

Segundo o departamento de engenharia da Fras-le e da Fremax, fornecedoras oficiais de pastilhas e discos de freio da Stock Car, o desgaste dessas partes em Nova Santa Rita, em uma escala de 1 a 5, é 4. Isso deixa claro como o sistema de frenagem exigirá atenção especial nesse final de semana.

Palavras do piloto mais bem-sucedido em Nova Santa Rita
Festa de Daniel Serra como vencedor da Stock Car 500 (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

O último vencedor no Velopark foi Rubens Barrichello, mas há um piloto que costuma dominar nessa pista: Daniel Serra. O tricampeão já conquistou o topo do pódio cinco vezes (2011, 2013, 2015, 2018 e 2019), e é o competidor com mais vitórias no traçado desde a estreia da categoria no circuito, em 2010.

Daniel falou, com exclusividade, sobre suas expectativas, características da pista e como é pilotar no traçado gaúcho. “Essa é uma etapa dupla com muitos pontos em jogo. Há também a possibilidade de chuva, que pode cair no sábado ou no domingo, o que vai trazer resultados diversificados para o final de semana.

O Velopark é uma pista curta, de aproximadamente 55-56s de tempo de volta. Além disso, não tem uma velocidade máxima muito alta, mas exige muita tração e oferece várias oportunidades de ultrapassagem, principalmente utilizando o botão do Push. Apesar de ser curta, ter menos de 3 km de extensão, é uma pista divertida de se guiar.”

Novidades

Carro da Crown com uma nova pintura

O piloto #43 da equipe Crown Racing, Pedro Cardoso, vai correr com uma pintura especial nesse final de semana no Velopark. Apelidado de ‘Batmóvel’, o Chevrolet Cruze do brasiliense correrá sob um layout preto e dourado.

Pedro comentou a escolha do novo design de seu carro para a etapa dupla em Nova Santa Rita. “Espero que este layout novo e bem bonito nos traga sorte. Gosto muito deste estilo, vejo que combina muito comigo.

Nunca andamos lá desde a mudança para os carros novos, por isso estou bem ansioso para ver como o carro vai se comportar lá. E claro, espero conquistar bons resultados”, finalizou o competidor do Cruze número 43.

O que esperar
(Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Por ser um circuito com trechos fluidos e poucas zonas de frenagem, é possível prever disputas mais acirradas. Segundo o CLIMATEMPO, há chances de chuva no sábado e garoa no domingo. Isso poderá trazer mais desafios, bandeiras amarelas e, até mesmo, gerar ocupantes inesperados no pódio.

No campeonato de pilotos, o atual campeão, Gabriel Casagrande, é o líder com 128 pontos, apenas 1 de vantagem sobre o segundo colocado da equipe Eurofarma RC, Daniel Serra. Rubens Barrichello se encontra na terceira posição, com 102 pontos, 18 a frente de Bruno Baptista e 20 de vantagem sobre Gaetano Di Mauro, quarto e quinto colocados respectivamente.

Gabriel Casagrande vai carregar os 30kg de lastro por ocupar o topo da tabela, e buscará uma vitória que ainda não aconteceu no Autódromo Velopark. Enquanto isso, Daniel Serra também buscará o topo do pódio nesse fim de semana, para aumentar seu recorde de vitórias na pista gaúcha.

Um fato curioso é que alguns pilotos do grid atual nunca correram em Nova Santa Rita com um carro da Stock Car Pro Series. São eles: Felipe Massa, Tony Kanaan, Rodrigo Baptista, Felipe Baptista, Beto Monteiro, Gustavo Frigotto, Renato Braga, Matías Rossi, Gabriel Petecof, Tuca Antoniazzi e Guilherme Salas. Assim, cada um deles também terá 4 chances de conquistar sua primeira vitória no Autódromo Velopark.

Programação do final de semana da Stock Car Pro Series
Artigo anteriorFÓRMULA E – Aquecimento para o E-Prix de Marraquexe – 2022
Próximo artigoFÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da Grã-Bretanha – 2022