Início Destaque FÓRMULA INDY – INDY500 – Resultado Final – 500 Milhas de Indianapolis...

FÓRMULA INDY – INDY500 – Resultado Final – 500 Milhas de Indianapolis – 2021

15638

 7 min de leitura

Helio Castroneves - Vencedor das 500 Milhas de Indianapolis 2021 - Tomada De Tempo
Helio Castroneves – Vencedor das 500 Milhas de Indianapolis 2021 – Tomada De Tempo

E tivemos, neste domingo (30/05/2021), o grande momento do esporte a motor: 500 MILHAS DE INDIANAPOLIS – 105ª Edição (2021).

Foram 200 voltas sensacionais, com 36 trocas de liderança, entre elas Hélio Castroneves liderou 7 vezes e por 20 voltas! Mais que suficiente para mostrar que o veterano de 46 anos ainda tem a garra, força e vontade de um garoto! Lideram ainda, Dixon, Herta, VeeKay, Daly (liderou 40 voltas), Pato O’Ward, Rahal, Sato, Rosenqvist, Pagenaud, Sage Karam, Ferrucci e Alex Palou, que duelou a fase final e em grande estilo, com Castroneves até a última volta!

O final? Eletrizante! Faltando 5 voltas: CASTRONEVES líder! Faltando 4 voltas: PALOU líder! Faltando 3 voltas: PALOU líder! Faltando 2 voltas: CASTRONEVES líder! Volta final: HELIO CASTRONEVES líder! FIM DE PROVA! FIM DE PROVA! FIM DE PROVAAAAAAAAAAAAAAA! Venceu ELE, ELE, ELE, HELIO CASTRONEVES! Vencedor da 105ª edição da INDY500! BRASIL! BRASIL! BRASIL! Sensacional! É TETRA! É TETRA! É TETRAAAAAAAAAAAAAAA! De Meyer Shank! Que vitória, INCONTESTÁVEL! PERFEITO! PERFEITO!

Mas claro, não podemos também esquecer de Tony Kanaan! Claro, mesmo com uma escolha equivocada da Chip Ganassi quanto à estratégia, Tony terminou em 10º! Quanto a Pietro Fittipaldi, valeu a participação, a SUPER classificação na semana passada e claro, terminou uma prova exigente do início ao fim, onde a atenção e maturidade são importantes! Valeu pelo 25º e claro, por ter feito a alegria de todos nós ao figurar por um tempo na 2ª colocação!

🏁🏁🏁 CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS APÓS INDY500: Palou assumiu a liderança, com Dixon e Pato na sequência! Veja aqui a classificação completa!

RESULTADO FINAL

PROVA EM DETALHES

Largada sem incidentes com Dixon perdendo a liderança para VeeKay e Colton Herta! Will Power, completando a INDY500 mais dramática da carreira, teve problemas antes mesmo da largada e teve que passar pelos boxes. Após largada, conseguiu algumas ultrapassagens, assumindo a 25ª posição. Tony, ao final das primeiras voltas, aparecia em 5º, com Helio CASTRONEVES logo atrás. Fittipaldi acabou perdendo algumas colocações e aparecia em 17º.

Após 20 voltas, tínhamos Veekay na liderança e seguido de Herta e Dixon. Ed Carpenter, Castroneves, Hunter-Reay, Kanaan, Palou, Ericsson e Rossi (sensacional) fechavam o TOP10. A Penske, em uma edição complicadíssima, tinha o novato McLaughlin em 16º, Newgarden em 22º, Pagenaud em 25º e Will Power em 26º. Fittipaldi seguia em 17º.

Volta 32 e o líder entra nos boxes. Ed Carpenter e Hunter-Reay também entram! Herta assumia a liderança! E… e… Stefan Wilson acabou causando bandeira amarela devido batida nos boxes!

Maioria dos pilotos entram nos boxes, mas o maior DRAMA fica por conta de Scott Dixon com problemas no carro! O piloto da Chip Ganassi ficou parado por intermináveis minutos nos boxes, equipe tentando acertar o problema, retornam em situação complicadíssima! Pouco depois, mesmo problema com Alexander Rossi!

Volta 39 e os demais pilotos também realizam suas primeiras paradas. Após todas as paradas, tínhamos a seguinte situação:

Dixon e Rossi, respectivamente em 31º e 32º lugares, com 1 volta de atraso em relação ao Herta! Com a demora para a relargada, Dixon e Rossi aproveitaram para mais um pit-stop de reabastecimento, mudando suas estratégias! O mesmo também aconteceu com Tony Kanaan. Momento em que Will Power, que já não vinha tendo “tanto problema”, foi ainda punido por não seguir ritmo atrás do safety-car.

Relargada aconteceu na volta 47! Demora ABSURDA da organização! Herta conseguiu manter-se na ponta, Helio Castroneves literalmente ENGOLIU Hunter-Reay e Daly para assumir a 3ª colocação. Mas, Conor Daly simplesmente “pisou” fundo para assumir a liderança após ultrapassar Herta e VeeKay. UAU! Completadas 50 voltas, o TOP10 era: Daly, VeeKay, Herta, Helio, Palou, Sato, Pato, Hunter-Reay, McLaughlin e Rahal. Newgarden, em uma recuperação importante após os pits, figurava em 11º.

Volta 70, Daly e VeeKay retornam aos boxes para reabastecimento. Helio Castroneves assumia a liderança da prova, com Herta, Palou, Pato e Sato no TOP5. Quanto à Penske, McLaughlin assumia a 7ª colocação e Newgarden aparecia em 9º. Tony Kanaan vinha em 25º, mas em estratégia já bem diferente dos líderes, assim como Dixon que estava em 31º. Volta 80, praticamente todos entraram para mais uma bateria de trocas de pneus e reabastecimento. Com it um tanto demorado, Helio despencou para 7º. Após retorno e realinhamento de todos, tínhamos o seguinte TOP20:

Chegamos à metade da prova (100 voltas) e o TOP10 era: Conor Daly, VeeKay, Pato O’Ward, Hunter-Reay, Herta, Palou, Castroneves, Rahal, Sato e Newgarden. Tony em 27º (mas em estratégia ainda diferente dos ponteiros). Fittipaldi em 21º. Dixon e Rossi ainda com volta de atraso e em 32º e 31º, respectivamente.

Mais 10 a 20 voltas e nova série de pit-stops! Diferentemente da parada anterior, Meyer Shank faz bom trabalho e coloca Helinho em 3º em seu retorno. Mas… mas… momento em que Rahal perde a roda traseira esquerda na saída dos boxes! Bate forte, mas abandona o carro em completa segurança – segunda bandeira amarela da prova. O TOP 10 naquele momento era: Palou, Castroneves, Pato, VeeKay, Newgarden, Hunter-Reay, Sato, Herta, Daly e Jack Harvey.

E as estratégias vão sendo alteradas, vários pilotos abastecendo novamente para aproveitar a bandeira amarela. Relargada na volta 126! Helio Castroneves partiu para cima de Palou, assumindo a liderança! Pato, VeeKay e Newgarden (0_o) no TOP5. Tony assumia a 17ª colocação! UAU! Volta seguinte Pato O’Ward ultrapassa Palou e Helinho para assumir a ponta! Volta 135, Palou voltava a liderar e acompanhado por Helio Castroneves! Pato, VeeKay e Newgarden seguiam completando o TOP5. Hunter-Reay, Herta, Pagenaud (0_o), Sato e Daly no TOP10.

Cinquenta! Cinquenta voltas para o final! Mais uma série de pit-stops, entre eles, Helio CASTRONEVES que liderava naquele momento. E o inferno astral de Will Power parecia não ter fim! O piloto da Penske acabou RODANDO nos boxes, inacreditável!

E partimos para a fase final da prova, após paradas da maioria e faltando 40 voltas para o fim, tínhamos a seguinte situação:

Voltas finais (30), últimas paradas de boxes para quem assim escolheu em suas estratégias! Castroneves liderava, com Palou e Pato atrás! Entraram nos boxes Helio, Hunter-Reay, VeeKay, Palou e cia! Após os realinhamentos, Palou retornou em 1º, mas voltas depois, Helio CASTRONEVES consegue a ultrapassagem para voltar a LIDERAR a prova!

Com 15 voltas para o final, lideravam Rosenqvist, Hildebrand e Sato – mas em tese, ainda precisariam realizar seus pits finais! Em quarto, mas na liderança teórica, nosso brasileiro HELIO CASTRONEVES – seguido de Palou e Pato!

Com 10 voltas para o FINAL, Rosenqvist e Sato ainda à frente! Palou, Helio, Pato e Pagenaud (sim, pasmem) na sequência, no mesmo ritmo e não fariam mais pit-stops!

Faltando 7 voltas… Rosenqvist entra nos boxes! Sato “liderava” e HELIO CASTRONEVES ultrapassava Palou! Volta seguinte e SATO entra nos BOXES, assim, CASTRONEVES era o novo líder!

Faltando 5 voltas: CASTRONEVES líder!

Faltando 4 voltas: PALOU líder!

Faltando 3 voltas: PALOU líder!

Faltando 2 voltas: CASTRONEVES líder!

Volta final: HELIO CASTRONEVES líder!

FIM DE PROVA! FIM DE PROVA! FIM DE PROVAAAAAAAAAAAAAAA! Vence ELE, ELE, ELE, HELIO CASTRONEVES! Vencedor da 105ª edição da INDY500! BRASIL! BRASIL! BRASIL! Sensacional! É TETRA! É TETRA! É TETRAAAAAAAAAAAAAAA! De Meyer Shank! Que vitória, INCONTESTÁVEL! PERFEITO! PERFEITO!

Helio Castroneves – Vencedor das 500 Milhas de Indianapolis 2021 – Foto: Matt Fraver

Uma pena, estratégia terrível da Ganassi para Tony Kanaan, que terminou em 10º. Pena! Fittipaldi, depois da excelente posição de largada (13º), chegou a figurar em 2º na prova, mas terminou mesmo em 25º. VeeKay, que figurou entre os ponteiros na maior parte da prova, acabou mesmo em 8º. Dixon, com problemas no carro no início da prova, não conseguiu estratégia que contornasse e terminou em 17º.

Mas claro, não podemos deixar de “destacar” o inferno astral de Will Power, que quase ficou de fora da prova tendo que disputar no BUMP DAY e ainda, diversas situações na corrida que fariam qualquer um surtar e claro, terminou apenas em 30º lugar! O estrago não foi completo graças as estratégias de Pagenaud, que largou em 26º e terminou em 3º!

TUDO SOBRE A INDY 500 – 2021

Veja aqui tudo o que aconteceu, os resultados de treinos, classificação e corrida:

SIGA A GENTE
Artigo anteriorMOTO GP – Resultado Final – GP da Itália – 2021
Próximo artigoFÓRMULA INDY – INDY500 – Tudo sobre as 500 Milhas de Indianapolis – 2021