Início Destaque FÓRMULA 1 – Resultado Final (Venceu: Bottas) – GP da Rússia (Sochi)...

FÓRMULA 1 – Resultado Final (Venceu: Bottas) – GP da Rússia (Sochi) – 2020

587

 5 min de leitura

Foto: Mercedes AMG F1 Twitter

E tivemos neste domingo (27/09/2020) o GP da Rússia de Fórmula 1 – temporada 2020! Largada com 1ª fila composta por Hamilton e Max Verstappen, com Bottas e Perez na fila de trás.

Largada tumultuada, Hamilton seguiu na ponta, Bottas tomou a posição de Max. Perez largou muito mal e perdeu várias posições! Em seguida, Max escapou, Renaults assumiram as P3 e P4, mas em seguida Max recuperou a 3ª colocação. Enquanto isso, no pelotão de trás, McLaren de Sainz também escapou e bateu no bico da mureta de proteção. Logo à frente, foi a vez de Stroll rodar, após toque de Leclerc, e bater no muro! Resultado? Safety Car!

Após relargada, Hamilton conseguiu manter-se na liderança, mas o que seria uma prova tranquila para o piloto da Mercedes, acabou tornando-se um drama. Punido com 10 segundos e 2 pontos na carteira por equívoco nos testes de largada antes da prova, o inglês acabou conseguindo no máximo o pódio (3º). Com isso, caminho aberto para Bottas, que VENCEU e deixou Max Verstappen mais de 8 segundos atrás.

Perez, com ótima capacidade de cuidar dos pneus, conseguiu segurar um bom 4º lugar, deixando Ricciardo em 5º (mesmo com a punição de 5 segundos recebida). O TOP 10 foi completado por Leclerc, Ocon, Kvyat, Gasly e Albon, que acabou despencando para o final do grid na largada, mas conseguiu ainda se recuperar e fechar na zona de pontuação.

Prova tranquila, sem nada de especial fora a punição de Hamilton e as batidas da largada! Mercedes venceu novamente e Ferrari conseguiu um P6 com Leclerc! Vamos para a próxima – GP da Alemanha em 2 semanas, onde Hamilton terá mais uma chance de igualar a quantidade de vitórias de Schumacher!

Classificação do campeonato agora tem Hamilton com 205 pontos, seguido de Bottas com 161 e Max com 128 fechando o TOP3. Classificação completa aqui!

RESULTADO FINAL
CORRIDA EM DETALHES

Largada tumultuada, Hamilton seguiu na ponta, Bottas tomou a posição de Max. Perez largou muito mal e perdeu várias posições! Em seguida, Max escapou, Renaults assumiram as P3 e P4, mas em seguida Max recuperou a 3ª colocação. Enquanto isso, no pelotão de trás, McLaren de Sainz também escapou e bateu no bico da mureta de proteção. Logo à frente, foi a vez de Stroll rodar, após toque de Leclerc, e bater no muro! Norris, com leve toque em uma das AlphaTauri, despenca na classificação (17º)! Resultado? Safety Car!

Relargada na volta 6, Hamilton, Bottas, Max, Ocon e Ricciardo no TOP5. Sainz e Stroll fora! Classificação completa era:

Hamilton consegue manter-se na liderança, Bottas em segundo e sem pressão de Max (em 3º). Alguns minutos depois, organização anuncia duas punições de 5 segundos cada para Hamilton. Antes da prova, o inglês treinou procedimento de LARGADA fora da zona permitida (2 vezes).

Volta 10, DRS habilitado, prova até então sem disputas e seguíamos com o TOP5 formado por Hamilton, Bottas, Max, Ocon e Ricciardo. Perez, Gasly, Leclerc, Magnussen e Kvyat completando o TOP10. Bottas conseguia, até então, manter-se com diferença na casa de 1.5 segundos para Hamilton. No pelotão de trás, disputa entre Russel, Albon e Norris pela 16ª posição, os 3 pilotos que já haviam aproveitado no safety car para troca de pneus (Duros).

Volta 15, após ser avisado da punição, Hamilton passa a voar em pista e pede equipe para postergar máximo sua parada de box. Diferença para Bottas era 2.5 segundos. Momento em que Perez toma a 5ª posição de Ricciardo. Duas voltas depois (17), Hamilton entra nos boxes, paga 10 segundos de punição e retorna (com pneus Duros) na 11ª posição. Enquanto isso, Bottas assume a liderança, com Max e Ocon no TOP3.

Chegamos à volta 20, Hamilton inicia sua corrida de recuperação, se aproxima de Vettel e sem dificuldade alguma, assume a 7ª posição. Turma que largou com pneus macios começam a realizar suas paradas de box. Metade da prova concluída, apenas quem largou com médios ou duros não haviam realizado suas trocas de pneus (Bottas, Max, Leclerc, Kvyat, Vettel e Kimi). Bottas na liderança, seguido de Max e Leclerc. Hamilton era 5º e Vettel em 7º. Volta seguinte e Max Verstappen entra nos boxes, retornando em 4º lugar e à frente de Hamilton. Bottas também realiza sua troca e retorna em 1º e com diferença sensacional para o companheiro (+14 seg).

Volta 28, Ricciardo ultrapassa Ocon na disputa pela 7ª posição, mas acaba perdendo controle e corta linha limite na curva. Em seguida, aplicada punição ao piloto da Renault (+5 seg). Albon, com duas paradas, amargava naquele momento a 16ª posição. Volta 30 e Kvyat faz sua parada de box, assim Hamilton assume a 3ª colocação com 8 segundos atrás de Max e 20 segundos de diferença para Bottas. Vettel também efetua sua troca de pneus e retorna em 16º apenas.

Volta 36 e finalmente todos completam suas paradas (faltava Kimi). Assim, a classificação atualizada e real era:

Chegamos na volta 43, faltando 10 voltas para o final e Bottas ainda liderava tranquilamente, com 11 segundos para Max e 20 segundos para Hamilton! Perez seguia em 4º e Ricciardo em 5º com mais de 5 segundos a frente de Leclerc. Faltando 5 voltas para o final, disputa interessante entre Norris, Albon e Gasly pela 9ª posição. Norris consegue se distanciar um pouco e Gasly toma a 10ª posição de Albon. Gasly passa a pressionar Norris, pela 9ª posição e ao final da volta 48 consegue! Momento em que Max Verstappen crava a volta mais rápida (1:37.715). Mas, Bottas não permite e crava 1:37.030s para retomar a titularidade da volta mais rápida.

FIM DE PROVA! FIM DE PROVA! O que seria uma prova tranquila para Hamilton, acabou tornando-se um drama com a punição de 10 segundos (+2 pontos na carteira) e assim, o inglês acabou conseguindo no máximo o pódio (3º). Com isso, caminho aberto para Bottas, que VENCEU e deixou Max Verstappen mais de 8 segundos atrás.

Perez, com ótima capacidade de cuidar dos pneus, conseguiu segurar um bom 4º lugar, deixando Ricciardo em 5º (mesmo com a punição de 5 segundos recebida). O TOP 10 foi completado por Leclerc, Ocon, Kvyat, Gasly e Albon, que acabou despencando para o final do grid na largada, mas conseguiu ainda se recuperar e fechar na zona de pontuação.

Prova tranquila, sem nada de especial fora a punição de Hamilton e as batidas da largada! Mercedes venceu novamente e Ferrari conseguiu um P6 com Leclerc! Vamos para a próxima!

PRÓXIMA ETAPA

E a F1 retorna em 2 semanas com o GP da Alemanha! Calendário completo aqui!

Calendário 2020 – Fórmula 1 – Tomada de Tempo
SIGA A GENTE