Início Destaque NASCAR – Com vitória em Daytona, Byron se garante nos playoffs e...

NASCAR – Com vitória em Daytona, Byron se garante nos playoffs e Johnson fica de fora! – 2020

203

 4 min de leitura

Byron comemorando sua primeira vitória na Cup Series que lhe garantiu nos playoffs. Créditos : Chris Graythen | Getty Images (Nascar.com)

Olá amigos e amigas do Tomada de Tempo e do Kojak ! Na noite do último sábado, o lendário oval de Daytona recebeu a Cup Series da NASCAR para encerrar a fase regular do campeonato e definir quem ocuparia as vagas que restavam para os playoffs.

O cenário era o seguinte: das dezesseis vagas, treze já estavam garantidas. Das últimas três, Clint Bowyer#14 precisava de muito pouco para se garantir. Já Matt DiBenedetto#21 e William Byron#24 tinham que andar bem e marcar de perto o hepta Jimmie Johnson#48 e ficar atentos com Erik Jones#20, que corria por fora em situação quase lotérica. Não podemos esquecer que se qualquer piloto regular do campeonato vencesse e estando entre os trinta primeiros colocados da classificação geral, também garantiria a vaga. Por exemplo, se Ricky Stenhouse Jr.#47, que estava acima do Top20 fosse o vencedor, entraria nos playoffs e dois daqueles nomes acima citados ficariam a ver navios. Ou seja, eram muitas alternativas na prova decisiva e qualquer coisa poderia acontecer até a bandeirada final, não deixando de lado, obviamente, a disputa pela vitória em Daytona que marca qualquer carreira.

Quem não queria saber de pressão por vaga por estar garantido e buscava mais uma vitória para chegar aos playoffs com moral era Joey Logano#22. Com um ritmo muito forte e um poder de decisão impressionante, Logano#22 mostrou que estava com a estratégia dos ovais “superspeedways” nas pontas dos dedos e venceu com muita autoridade os dois primeiros segmentos da corrida.

Obviamente, no último segmento, apareceria o senso de urgência para quem tinha que buscar o resultado para se garantir nos playoffs. Faltando oito voltas para o fim, o ótimo estreante Tyler Reddick#8, “colocou suas mangas de fora” e foi para a liderança da prova, mas numa tentativa de bloquear Kyle Busch#18, errou o tempo e gerou o primeiro “Big One” da noite, tirando nove carros da disputa, incluindo os irmãos Busch, Ricky Stenhouse Jr.#47, Austin Dillon#3 e Erik Jones#20.

No terceiro segmento vieram os “Big Ones” patrocinados por Tyler Reddick#8 e Denny Hamlin#11. Créditos : Brian Lawdermilk | Getty Images (Nascar.com)

Após a limpeza da pista, o recomeço foi em ritmo alucinante e faltando duas voltas para o final, na disputa pela liderança, Denny Hamlin#11 tocou Joey Logano#22 e então veio o segundo “Big One” da prova. Desta vez, para a tristeza de boa parte dos “nascarzeiros”, Jimmie Johnson#48 não conseguiu escapar e disse adeus às chances de garantir a vaga para os playoffs em seu ano de aposentadoria. Foi um ano complicado para o heptacampeão, longe do que se esperava para sua despedida. Mas o esporte não se importa com justiça, o que vale é o resultado.

Na prorrogação William Byron#24 não vacilou, segurou os ataques adversários, venceu sua primeira corrida na Cup Series e garantiu sua vaga nos playoffs com autoridade. Foi o 11º vencedor na temporada. É mole?

Fim da fase regular do campeonato, com Kevin Harvick#4 como o campeão. E qual a vantagem? Além do troféu, “The Closer” levará mais 15 pontos de bônus, que somados aos pontos de segmentos acumulados durante o campeonato, resultam em 57 pontos na bagagem. Dificilmente Harvick#4 não estará na final da NASCAR, bem como Denny Hamlin#11, que já chegará aos playoffs com 47 pontos. Agora, os dois vão confirmar a expectativa e não vão pipocar? E quais serão os outros dois nomes na final? No próximo fim de semana já começamos a acompanhar as cenas dos próximos capítulos em Darlington.

Na ordem de pontuação, os dezesseis pilotos classificados. Quais serão os quatro que estarão na prova final? Créditos: Nascar.com

Na Xfinity, Justin Haley venceu em Daytona se livrando de um acidente na última volta. Nessa divisão ainda faltam quatro corridas para a definição das doze vagas (não são dezesseis como na Cup). Já na Truck Series são apenas nove vagas e nesse fim de semana deu o imprevisível Sheldon Creed na P1. Faltando duas corridas para a o fim da fase regular, ainda é realmente difícil apontar um ou dois favoritos.

A NASCAR volta novamente com rodada cheia no próximo fim de semana. As três divisões vão ao oval de Darlington, sendo que a Xfinity entra na pista no sábado, dia 05/09 e as outras duas divisões, Truck Series e Cup correm no domingo, dia 06/09. Amigos e amigas, como diz um famoso cantor, “são muitas emoções”. VIVA A NASCAR! E continuem acompanhando tudo pelo TOMADA DE TEMPO!

E como diria Kal-El: “Para o alto e avante !!”

SIGA MINHAS REDES SOCIAIS
Artigo anteriorFÓRMULA 1 – GALERIA DE FOTOS – GP da Bélgica (Spa) – 2020
Próximo artigoFÓRMULA 1 – Após quinta vitória em sete corridas, Hamilton admite falta de competitividade na categoria – 2020

1 COMENTÁRIO