Início Moto GP MOTO GP – Resultado Final – GP da Alemanha – 2016

MOTO GP – Resultado Final – GP da Alemanha – 2016

138

 4 min de leitura

Foto: MICHELIN
Foto: MICHELIN

E com pista molhada tudo, mas tudo se complica! Mas por outro lado a emoção e diversão aumenta. E assim começamos e terminamos o GP da Alemanha de MOTO GP neste domingo (17/07). A prova iniciou com a pista molhada e terminou com asfalto já seco, o que obriga as equipes e pilotos terem uma excelente estratégia.

Marc Márquez, que largou na ponta (veja como foi a classificação no sábado), já na 1ª volta perdeu posições para Rossi e Dovizioso, que 2 voltas após assumiu a liderança ultrapassando o italiano da Yamaha. Mas, como eu disse, pista molhada é significado de prova movimentada, Petrucci conseguiu encostar e passou a Ducati de Dovizioso já na volta seguinte!

E um pouco para trás Márquez ainda perdia posições! Na sexta volta já estava em 6º, situação esta que piorou quando o espanhol perdeu o controle e escapou na metade da prova, caindo para 10º. No mesmo momento Petrucci acabou caindo e quem assumiu novamente a ponta foi Dovizioso com sua Ducati voadora! Marc chegou a estar em 14º na corrida.

A pista foi secando e o trilho se formando e aí meu amigo, estratégia, estratégia e estratégia! Isso, do grego… stratigikí, do dinamarquês… strategi, do alemão… Strategie. Lembra do filme né? Tirando a brincadeira, as equipes que tiveram boas sacadas e/ou seguiram suas estratégias acabaram tendo sucesso! E foi o caso da Honda que já resolveu, na volta 12, trocar de moto para a reserva com pneus slicks. E assim, Marc começou sua caçada! Após as paradas da maioria ao longo da segunda metade da prova, o piloto da Honda já era 6º colocado e atrás apenas de pilotos que NÃO tinham parado ainda. Dos 5 ponteiros alguns não pararam mesmo e outros demoraram muito e Marc foi escalando e escalando!

Jack Miller, líder no momento e que não parou, foi alcançado por Marc a 6 voltas do final. Em seguida Redding acabou assumindo a segunda posição, mas não segurou muito e perdeu a posição para Cal Crutchlow que realmente foi impecável e mereceu o 2º posto. Em terceiro acabou ficando Dovizioso que mesmo liderando boa parte da corrida, escolheu entrar muito tarde par os boxes e se complicou! Redding terminou logo atrás. Andrea Iannone, apesar de ter sido o primeiro a colocar os pneus de pista seca, continuou com o péssimo final de semana e terminou apenas em 5º lugar.

Falando um pouco do Rossi, apagado na corrida e aqui na matéria também, ficou LONGE de uma atuação emocionante, brilhante – característica sua! Corrida medíocre, mesmo tendo brigado um pouco com Dovizioso na ponta. Aparentemente o piloto não obedeceu a equipe no momento correto para troca de moto e foi muito tarde para os boxes. Acabou com a vergonhosa 8ª posição, atrás de Miller inclusive.

Seu companheiro de equipe, nem precisamos comentar! Jorge Lorenzo que só fez lambança o final de semana inteiro, com diversas quedas e LITERALMENTE INSTÁVEL EMOCIONALMENTE, terminou ou começou de vez se INFERNO ASTRAL em 15º lugar.

Foto: MICHELIN
Foto: MICHELIN

E resumindo, quem levou a melhor graças à estratégia, foi Marc Márquez! Papou a 9ª etapa do ano (terceira vitória em 2016), conquistou a 7º vitória seguida em Sachsenringe agora tem fantásticos 48 pontos de diferença para o segundo colocado no campeonato! Parabéns Honda, Parabéns Marc! E parabéns também à Yamaha pela prova cretina e medíocre que fizeram!

No campeonato agora temos Marc com 170 pontos, seguido de Lorenzo com 122 e Rossi com 111. Pedrosa (96) e Viñales (83) fecham o TOP5.

RESULTADO FINAL

1 – Marc Marquez – Honda – 30 – 47m03.239s
2 – Cal Crutchlow – LCR Honda – 30 – 9.857s
3 – Andrea Dovizioso – Ducati – 30 – 11.613s
4 – Scott Redding – Pramac Ducati – 30 – 11.992s
5 – Andrea Iannone – Ducati – 30 – 22.755s
6 – Dani Pedrosa – Honda – 30 – 25.920s
7 – Jack Miller – Marc VDS Honda – 30 – 26.043s
8 – Valentino Rossi – Yamaha – 30 – 26.449s
9 – Hector Barbera – Avintia Ducati – 30 – 26.614s
10 – Alvaro Bautista – Aprilia – 30 – 31.274s
11 – Eugene Laverty – Aspar Ducati – 30 – 41.208s
12 – Maverick Vinales – Suzuki – 30 – 42.158s
13 – Bradley Smith – Tech3 Yamaha – 30 – 1m03.129s
14 – Aleix Espargaro – Suzuki – 30 – 1m06.091s
15 – Jorge Lorenzo – Yamaha – 30 – 1m17.694s
16 – Tito Rabat – Marc VDS Honda – 29 – 1 volta
17 – Loris Baz – Avintia Ducati – 28 – 2 voltas
18 – Yonny Hernandez – Aspar Ducati – 27 – 3 voltas
– Pol Espargaro – Tech3 Yamaha – 17
– Danilo Petrucci – Pramac Ducati – 12
– Stefan Bradl – Aprilia – 0

PRÓXIMA ETAPA

A próxima e 10ª etapa da temporada será em 14 de agosto na Áustria no fantástico circuito de Red Bull Ring. Veja o calendário completo!