Início Stock Car STOCK CAR – Resultado final – 4ª Etapa – Santa Cruz do...

STOCK CAR – Resultado final – 4ª Etapa – Santa Cruz do Sul/RS – 2016

140

 6 min de leitura

Foto: Duda Bairros / Vicar / Fotos Públicas
Foto: Duda Bairros / Vicar / Fotos Públicas

E em 2 provas totalmente tumultuadas, a 4ª etapa da Stock Car em Santa Cruz do Sul foi fantástica e com muitas alternativas neste domingo (05/06/2016)! Um bom público compareceu ao autódromo apesar da temperatura (baixa) e céu nublado.

Em largada complicada para todos em função da demora no apagar das luzes vermelhas, Felipe Fraga fez uso de sua pole position e garantiu excelentes pontos ao vencer a prova #1. O piloto é o novo líder do campeonato, mesmo não tendo pontuado na prova #2. Ponto crítico para Fraga foi quando ficou várias voltas atrás de Max Wilson (retardatário) e sua distância de 1.8 seg para o segundo colocado (Khodair) virou pó! Mesmo com a comissão apresentando várias vezes a bandeira azul ao Max, o mesmo demorou muito a abrir passagem! Desnecessária a atitude do piloto com tamanha experiência. Sobre o fato, Fraga não deixou barato:

“Eu sabia que estava mais rápido que o Allam, então fiquei administrando a vantagem até que o Max de repente começou a atrapalhar a nossa corrida. Eu não entendi o que ele estava fazendo, mas o importante é que cumprimos o nosso objetivo depois da pole, que era vencer a corrida. Tive que gastar muitos acionamentos do push-to-pass por causa do Max. Mas agora somos líderes do campeonato e isso vem acima do resto”.

Já Max tentou explicar a situação e disse que não era a intenção atrapalhar o colega:

“Quando eu voltei à pista eu saí na frente do Fraga. Eu não vi que o Khodair estava próximo dele, e eu sabia que podia abrir distância porque naquele momento. Então eu dei uma volta na frente deles, comecei a abrir e aí para não atrapalhar mais do que eu já havia feito quando retornei eu vi que estava fora da zona de pontos e resolvi tirar o pé para poupar o carro e apostar tudo na segunda corrida. Não tive a intenção de prejudica-lo de forma alguma, mas eu também estava defendendo a minha corrida”

Na prova #1 Allam Khodair e Daniel Serra completaram o pódio! Marcos Gomes fechou em quarto, com Átila Abreu em 5º.

Foto: Duda Bairros / Vicar / Fotos Públicas
Foto: Duda Bairros / Vicar / Fotos Públicas

Para a prova #2, com a inversão dos dez primeiros colocados, ficaram Ricardo Zonta e Sérgio Jimenez na primeira fila. Após a largada começamos a ver as estratégias em funcionamento. Quem tinha parado na prova#1 para reabastecimento, começou a subir na classificação. E quem apareceu na ponta com tanque cheio e pneus novos foi Max Wilson! Seguido de Rubens Barrichello, que sofreu durante todo o final de semana com um carro instável e terminou a prova #1 em apenas 21º. Na sequência o surpreendente Felipe Guimarães. Raphael Abbate em ótima prova ficou com o 4º lugar e Galid Osman fechou o TOP5.

“A parada no final da primeira corrida foi determinante. Eu estava fora da zona de pontos, então resolvi parar, colocar um jogo de pneus melhores e apostar tudo na segunda. Deu certo” – disse Max Wilson

Para Rubinho, o segundo lugar na prova #2 foi um grande prêmio e graças a sua persistência, já que o carro não ficou a contento para Santa Cruz:

“A gente veio enfrentando problemas durante o fim de semana inteiro. Não sabemos ainda qual é, pois o carro estava muito solto, saindo muito de traseira, e em uma pista que eu adoro e que largamos em 20º. Então tivemos que jogar com a estratégia para somar o maior número possível de pontos. Até estava em condição de tentar ganhar a segunda corrida, mas o Max estava mais forte e agora é uma bela lição de casa. Temos de trabalhar”.

Já Felipe Guimarães, apesar da euforia, parecia na verdade aliviado:

“Praticamente uma montanha-russa. Eu terminei a primeira corrida muito frustrado com a punição que eu tomei – nem tanto pelo acidente, porque ali eu fiquei totalmente vendido na situação e acabei levando a culpa, o que me chateou bastante. Mas aí veio a reviravolta, algo que nem eu esperava, com um pódio. Eu até achava que iria pontuar bem, porque poucos pilotos fizeram pit stop na primeira prova. Para mim este pódio foi inacreditável. Viemos com um carro melhor para cá, tínhamos condição até de largar melhor, talvez de uma quinta posição, e agora é questão de se entrosar mais com a equipe, ajustar mais, porque tenho certeza de que este é o primeiro pódio de muitos”.

No campeonato, Fraga toma a liderança e tem 86 pontos. Marcos Gomes fica em 2º com 7 pontos atrás. Átila Abreu saltou da sexta para a terceira posição com 70. Rubens Barrichello aparece em quarto com 66.

RESULTADO FINAL DA PROVA #1

1º – #88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – 33 voltas em 47min21s925
2º – #18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 1s118
3º – #29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 24s006
4º – #80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 26s197
5º – #90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 33s021
6º – #51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 34s199
7º – #83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – a 36s419
8º – #46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – 38s363
9º – #73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – a 40s051
10º – #10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 40s668
11º – #4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – a 48s321
12º – #12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – a 51s024
13º – #70 Diego Nunes (União Química Racing) – a 57s141
14º – #9 Guga Lima (TMG Racing) – a 58s592
15º – #74 Popó Bueno (Cavaleiro Sports) – a 59s084
16º – #8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – a 1min21s755
17º – #28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 1 volta
18º – #0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 1 volta
19º – #21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 1 volta
20º – #26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 1 volta
21º – #111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 1 volta
22º – #65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 1 volta
23º – #3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 2 voltas
24º – #77 Valdeno Brito (TMG Racing) – a 8 voltas
NÃO COMPLETARAM:
25º – #110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 15 voltas
26º – #66 Felipe Guimarães (Full Time-ProGP) – a 16 voltas
27º – #63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – não completou
28º – #5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – EXCLUÍDO*
*Excluído por atitude anti-desportiva contra #77

RESULTADO FINAL DA PROVA #2

1º – #65 Max Wilson (Eurofarma RC) – 22 voltas em 30min58s829
2º – #111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 3s690
3º – #66 Felipe Guimarães (Full Time-ProGP) – a 3s984
4º – #26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 26s227
5º – #28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 27s021
6º – #90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 31s732
7º – #0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 39s643
8º – #8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – a 40s234
9º – #10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 41s353
10º – #51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 46s932
11º – #12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – a 48s050
12º – #29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 52s418
13º – #77 Valdeno Brito (TMG Racing) – a 53s008
14º – #83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – a 1min00s002
15º – #88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 1min00s585
16º – #9 Guga Lima (TMG Racing) – a 1min01s954
17º – #73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – a 1 volta
18º – #46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 2 voltas
NÃO COMPLETARAM:
19º – #21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 7 voltas
20º – #4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – a 7 voltas
21º – #5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 8 voltas
22º – #110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 9 voltas
23º – #18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 10 voltas
24º – #74 Popó Bueno (Cavaleiro Sports) – a 17 voltas
25º – #3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – não largou
26º – #63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – não largou
27º – #70 Diego Nunes (União Química Racing) – EXCLUÍDO*
28º – #80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – EXCLUÍDO*
*Excluídos por irregularidade no procedimento de abastecimento

CLASSIFICAÇÃO GERAL

1º – Felipe Fraga – 86 pontos
2º – Marcos Gomes – 79
3º – Átila Abreu – 70
4º – Rubens Barrichello – 66
5º – Daniel Serra – 65
6º – Cacá Bueno – 57
7º – Ricardo Maurício – 57
8º – Diego Nunes – 55
9º – Max Wilson – 54
10º – Valdeno Brito – 52
11º – Ricardo Zonta – 51
12º – Vitor Genz – 48
13º – Allam Khodair – 43
14º – Rafael Suzuki – 43
15º – Galid Osman – 42
16º – Felipe Guimarães – 41
17º – Denis Navarro – 37
18º – Sérgio Jimenez – 36
19º – Thiago Camilo – 31
20º – Julio Campos – 28
21º – Gabriel Casagrande – 26
22º – Lucas Foresti – 19
23º – Guga Lima – 16
24º – Popó Bueno – 14
25º – Bia Figueiredo – 13
26º – Raphael Abbate – 12
27º – Luciano Burti – 11
28º – Nestor Girolami – 5
29º – Felipe Lapenna – 5
30º – Fábio Carbone – 2
31º – César Ramos – 0

PRÓXIMA ETAPA

A 5ª etapa da Stock Car acontecerá no dia 26 de junho de 2016 no circuito de Tarumã/RS. Veja o calendário completo.

FOTOS DO FINAL DE SEMANA

Artigo anteriorMOTO GP – Resultado Final – 7ª Etapa – Catalunha/Barcelona – 2016
Próximo artigoSTOCK CAR – FOTOS – 4ª Etapa – Santa Cruz do Sul/RS – 2016

1 COMENTÁRIO

  1. […] 1º – #65 Max Wilson (Eurofarma RC) 2º – #111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 3s690 3º – #66 Felipe Guimarães (Full Time-ProGP) – a 3s984 4º – #26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 26s227 5º – #28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 27s021 6º – #90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 31s732 7º – #0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 39s643 8º – #8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – a 40s234 9º – #10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 41s353 10º – #51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 46s932 Resultado completo aqui! […]