Início Stock Car STOCK CAR – Resultado final da 1ª etapa de 2015 – Goiânia/GO

STOCK CAR – Resultado final da 1ª etapa de 2015 – Goiânia/GO

89

 6 min de leitura

Foto: Duda Bairros / VICAR / Fotos Públicas
Foto: Duda Bairros / VICAR / Fotos Públicas

Foi grande a emoção com a estreia da Stock Car brasil 2015 em Goiânia/GO neste domingo (22/03/2015). Pista renovada com boa estrutura para pilotos e público. Após pequeno problema na geração de energia do autódromo e um atraso de 15 minutos, a prova iniciou às 10:45 e foi simplesmente INCRÍVEL em todos os milésimos dos 52 minutos de prova!

Os pilotos oficiais ficaram em média 15 voltas na pista e restante da prova foi comandada pelos convidados. O tempo ficou o tempo todo nublado e a ameaça de chuva era constante, ou seja, tensão total! Mas apenas algumas gotinhas caíram a 6 voltas do fim e em nada atrapalharam esses monstros do automobilismo nacional e mundial!

Sem medo de errar pontuo como destaques as duplas Ricardo Mauricio/Nestor Girolami, Marcos Gomes/Mark Winterbottom, Allam Khodair/Felix da Costa (em especial Felix) e claro, não deixarei de destacar a dupla Rubens Barrichello/Ingo Hoffman e a Full Time pela excelente estratégia de pista e troca de pilotos!

Querendo ou não, a equipe do carro #51 (Mobil Super) de Átila Abreu/Nelsinho Piquet era favorita desde o início do prova em virtude da pole position conquistada no sábado e principalmente em relação ao desempenho do convidado Nelsinho Piquet. Átila largou bem e mostrava que o carro realmente estava competitivo. Mas o martírio da equipe começou na setima volta em que Átila começou a perder posições (por possivel problema nos freios) e literalmente complicou a corrida do convidado. Nelsinho assume o carro e começa sua prova de recuperação! Até que problemas mais sérios com os freios o obriga abandonar a prova!

Átila Abreu lamentou a sucessão de problemas:

Eu levei a picada de abelha, achei que podia ser sorte, mas foi o contrário. Mas também não me atrapalhou, o problema foi todo de performance por não termos achado o
equilíbrio ideal para o carro. Fico triste por não ter conseguido dar o carro que o Nelsinho merecia. A verdade é que talvez a pole foi muito mais por uma situação
pontual do Nelsinho extrair o melhor do carro do que por um bom acerto em si. Pensamos que tínhamos achado o acerto, mas ficamos bem longe disso. Temos que aprender com esses erros.

Sinceramente, apenas de ser torcedor eterno do nosso Rubens Barrichello, gosto MUITO, mas muito mesmo do Átila Abreu. Um piloto sempre justo, sem o tal do jeitinho brasileiro que muito me incomoda, sensato e muito inteligente! Merece todo o sucesso do mundo, mas tem tido muito azar em várias situações! #torcendo #atilaabreu

Voltando ao que interessa, mesmo largando em 5º lugar, a festa mesmo foi da dupla Ricardo Mauricio/Nestor Girolami, uma parceria Brasil/Argentina que deu muito certo. Ricardinho em uma ultrapassagem maravilhosa entregou o carro na ponta para o convidado que levou o carro ate o fim e garantiu a vitoria para a dupla.

O trabalho dele foi fenomenal em todo o final de semana. Esta é a primeira vez que estou torcendo por um argentino. Foi muito forte a corrida toda, tenho que agradecer a equipe inteira – disse Ricardo Maurício em uma entrevista à TV Globo após a corrida.

Marcos Gomes/Mark Winterbottom, outra dupla que, sem muito alarde, correu bem e deu show! Como Winterbottom já possui certa experiencia em carros de stock (V8 Super Star), também iniciaram a prova como fortes candidatos ao pódio. Com uma ultrapassagem emocionante em Átila, Marcos Gomes chegou a liderar a prova, mas no final garantiram o 2º lugar do pódio.

Completando o podio, Allam Khodair e Antonio Felix da Costa! O convidado, em minha visão, foi realmente o destaque da dupla. Khodair, em minha humilde visão, se arrastava na pista e teve realmente muita dificuldade em sua participação (#estranho). Na parte final da prova quem realmente segurou e bem turma de peso (Pechito Lopez, Lucas Di Grassi, Vitor Meira), foi Felix da Costa e garantiu o terceiro lugar no pódio. Parabéns!

Rubens Barrichello/Ingo Hoffman largaram em 28º e fizeram ÓTIMA corrida de recuperação. Com uma estratégia maravilhosa, Rubinho ficou o máximo de tempo na pista somado a uma ótima troca de pneus/piloto e fez com que Ingo retornasse à pista em 10º lugar. Hoffman, ao contrário do que eu esperava, fez ótima prova e após parada adicional de Bruno Senna, garantiu a 9ª colocação para a dupla! LUCRO TOTAL no final de semana! Bom para o Rubens que marca 4 pontinhos preciosos!

Foto: Duda Bairros / VICAR / Fotos Públicas
Foto: Duda Bairros / VICAR / Fotos Públicas

O canadense e ex-campeão da Fórmula 1, Jacques Villeneuve, foi ator das mais interessantes brigas na corrida, um perde e ganha de posições, toques, rodadas que garantiu a emoção para a torcida que literalmente foi ao delírio. A maior parte do tempo esteve brigando por posição com Antonio Perez (irmao de Sérgio Perez da F1) e em uma delas, após dar troco em Perez, Jacques tira o piloto da prova. No fim, Zonta/Villeneuve ficaram em 15º e Rafael Suzuki/Antonio Perez não completaram a corrida.

A dupla de convidados da Prati-Donaduzzi, Bruno Senna e Nicolas Prost tiveram uma boa participação, mas mostraram dificuldades e ficaram longe do pelotão de frente. Senna até que tentou, mas quanto estava em 9º, a equipe foi punida pela falha no reabastecimento. A dupla ficou com singela 24ª posição! A outra dupla da equipe, Julio Campos/Nicholas Prost terminou em 11º.

Da mesma forma que Ingo Hoffman, Chico Serra mostrou ótima adaptação ao carro durante a corrida. A dupla de pai/filho, Daniel e Chico Serra largaram em 27º e também terminaram em boa colocação, 13º. Parabéns aos veteranos!

A turma da Cavaleiro Racing, Popó Bueno/Guilherme Salas que foram muito bem nos treinos e largaram em 3º até faziam boa prova, mas abandonaram com problemas mecanicos na roda traseira esquerda.

Ainda não completaram a prova: Diego Nunes/Ricardo Rosset, Cesar Ramos/Frederic Vervish, Denis Navarro/Felipe Giaffone e Felipe Maluhy/Xandynho Negrão.

CONFIRA O RESULTADO DA CORRIDA DE DUPLAS

1º #90 Ricardo Mauricio/Nestor Girolami – 52m32s719
2º #80 Marcos Gomes/Mark Winterbottom – +6s892
3º #18 Allam Khodair/Antonio Felix da Costa – +18s475
4º #0 Cacá Bueno/Pechito Lopez – +18s742
5º #21 Thiago Camilo/Lucas Di Grassi – +19s102
6º #65 Max Wilson/Vitor Meira – + 19s766
7º #88 Felipe Fraga/Alvaro Parente – +19s880
8º #77 Valdeno Brito/Laurence Vanthoor – + 25s577
9º #111 Rubens Barrichello/Ingo Hoffman – + 42s395
10º #14 Luciano Burti/Jaime Algersuari – + 45s797
11º #4 Julio Campos/Nicholas Prost – +46s930
12º #28 Galid Osman/Beto Monteiro – + 50s193
13º #29 Daniel Serra/Chico Serra – + 52s997
14º #2 Raphael Mattos/David Mufatto – + 59s049
15º #10 Ricardo Zonta/Jacques Villeneuve – + 59s682
16º #12 Lucas Foresti/Luiz Razia – +1m04s663
17º #46 Vitor Genz/Matheus Stumpf – +1m06s869
18º #110 Felipe Lapenna/Vitantonio Liuzzi – +1m10s047
19º #6 Alceu Feldmann/Ezequiel Raul Bosio – +1m11s382
20º #3 Bia Figueiredo/Matias Milla – + 1m16s879
21º #83 Gabriel Casagrande/Enrique Bernoldi – + 1m18s789
22º #26 Raphael Abbate/Nicolas Costa – + 1m19s706
23º #72 Fabio Fogaça/Leandro Totti – + 1 volta
24º #1 Antonio Pizzonia/Bruno Senna – + 1 volta
25º #73 Sergio Jimenez/Fabio Carbone – + 1 volta
26º #25 Tuka Rocha/Chris Van Der Drift – + 2 voltas
27º #8 Rafael Suzuki/Antonio Perez – + 4 voltas
28º #51 Átila Abreu/Nelson Piquet Jr – + 8 voltas
29º #74 Popó Bueno/Guilherme Salas – + 11 voltas
30º #70 Diego Nunes/Ricardo Rosset – + 27 voltas
31º #11 Cesar Ramos/Frederic Vervish – + 28 voltas
32º #5 Denis Navarro/Felipe Giaffone – + 30 voltas
33º #33 Felipe Maluhy/Xandynho Negrão – + 32 voltas

Após a primeira etapa, a classificação fica assim:

1º Ricardo Mauricio – 12 pontos
2º Marcos Gomes – 11
3º Allam Khodair – 10
4º Cacá Bueno – 9
5º Thiago Camilo – 8
6º Max Wilson – 7
7º Felipe Fraga – 6
8º Valdeno Brito – 5
9º Rubens Barrichello – 4
10º Luciano Burti – 3
11º Julio Campos – 2
12º Galid Osman – 1
Se quiser saber como funciona a pontuação em 2015, clique aqui!

2ª ETAPA

Próxima etapa será em Ribeirão Preto/SP no dia 05 de abril de 2015.
Para ver o calendário completo, clique aqui!

Para saber o que aconteceu no treino classificatório de sábado, clique aqui!

Abraços e até a próxima!

Marcelo Henrique Dias Abreu