Início Destaque FÓRMULA E – Aquecimento para o E-Prix de Mônaco – 2023

FÓRMULA E – Aquecimento para o E-Prix de Mônaco – 2023

414
(Foto: Sam Bloxham)
Saiba as principais informações do E-Prix, detalhes do circuito e o que esperar da disputa no Principado mais glamoroso da Europa.

A Fórmula E está de volta nesse fim de semana (05 e 06) para realizar o E-Prix de Mônaco, a nona etapa do campeonato 2022/2023 que acontecerá nas ruas de Monte Carlo, cidade europeia localizada na Riviera Francesa, região sul da França.

Esse sábado marcará a sexta passagem da categoria pelo Principado de Mônaco, que passou a utilizar o traçado clássico do Grande Prêmio de Fórmula 1 a partir de 2020/2021. Vale mencionar que, a partir desse período, o E-P de Mônaco passou a integrar o calendário de forma fixa, diferente dos anos anteriores, quando acontecia em intervalos de dois anos.

O E-Prix europeu também será o apagar das luzes inicial da segunda metade da nona temporada da classe, com 8 provas de um total de 16 da programação deste ano concluídas até aqui.

Max Günther comemorando o pódio em Berlim Tempelhof (Foto: Sam Bloxham/LAT Images/Fórmula E)

Essa será a corrida em casa para a equipe Maserati MSG Racing, que precisa de um bom resultado diante de sua torcida nesse final de semana após uma campanha de resultados pouco expressivos até agora.

Apesar da fase ruim, a escuderia vem da Alemanha motivada pela conquista de um pódio com Max Günther na disputa de sábado (7ª etapa), um impulso que poderá ajudar a antiga Venturi Racing a fazer uma boa apresentação para os seus fãs nas arquibancadas.

Layout do circuito monegasco
Circuito Urbano de Mônaco (Imagem: Fórmula E/Divulgação)

O Circuito urbano de Mônaco possui 3.337 km de extensão, 19 curvas (12-D e 7-E), fluxo no sentido horário e trechos predominantes de média velocidade, com várias curvas de baixa.  A prova terá 29 voltas, o equivalente a uma distância de 96.773 km.

O gerenciamento de energia por parte dos pilotos não é um problema em Monte Carlo, mas requer total foco dos competidores, principalmente no final do setor 3 a caminho do 1, entre as curvas 19 e 5.

Um fator crucial em Mônaco é a classificação. As ruas do Principado são estreitas e ganhar posições durante a corrida é um grande desafio. Assim, o qualifying será ainda mais importante nesse final de semana.

A zona de detecção do Modo Ataque ficará localizado no canto da curva 4, uma área que precede um trecho de média velocidade e que tradicionalmente recebe a área de boost.

Expectativas dos pilotos brasileiros
Lucas Di Grassi (Foto: Lou Johnson)

Lucas Di Grassi #11 (Mahindra Racing): “Mônaco é a minha segunda corrida em casa na temporada, já que moro aqui. Espero que seja uma prova competitiva para nós.

“O circuito de Mônaco é um traçado clássico e muito legal, mas a pista é muito diferente de Berlim. Espero que a aprendamos rapidamente com o Gen3 e tenhamos um fim de semana de sucesso.”

Situação no campeonato: P14 – 18 Pontos

Sergio Sette Camara (Foto: Sam Bloxham/LAT Images)

Sergio Sette Camara #3 (NIO 333 Racing): “Estou muito feliz de voltar à Mônaco, ainda mais num momento de avanço em nosso desempenho. Estamos animados com as melhorias que conquistamos nas últimas duas etapas e nosso foco nessa etapa será a constância e confiabilidade do nosso conjunto.

“Tanto nós pilotos como os engenheiros, seguimos estudando muito cada detalhe de onde podemos buscar performance e esperamos colocar tudo em prática na corrida deste sábado.

Situação no campeonato: P16 – 10 Pontos

O que esperar do E-Prix em Monte Carlo
(Foto: Simon Galloway/LAT Images)

O E-Prix no Principado promete ser repleto de ação e brigas frequentes pela liderança, como aconteceu no ano passado, quando os líderes trocaram de posições mais de 20 vezes, graças ao Modo Ataque.

Na temporada anterior, houve um Safety Car, gerado por André Lotterer, que saiu de dianteira durante a curva 1 e seguiu direto para o muro. Esse incidente tirou o alemão da corrida e selou um abandono duplo para a atual líder do campeonato de equipes, TAG Heuer Porsche.

Em 2022, o vencedor da etapa foi o atual campeão, Stoffel Vandoorne, seguido de Mitch Evans e de Jean-Éric Vergne. Este ano, Evans é o principal favorito a vitória nesse fim de semana, já que, desde o E-Prix de São Paulo, tem marcado presença no lugar mais alto do pódio.

Situação dos campeonatos

Na classificação de pilotos, Pascal Wehrlein mantém a liderança com 100 pontos, mas está com apenas 6 de vantagem sobre o agora segundo colocado, Nick Cassidy, que se encontra com 96 pontos. O ocupante da terceira posição é Jean-Éric Vergne, que soma 81 pontos no total, apenas 1 acima do piloto #27 da Avalanche Andretti, Jake Dennis.

Por conta das últimas corridas, Wehrlein pode perder a liderança do campeonato nesse final de semana, algo que é bem provável, já que os trens-de-força da Jaguar avançaram em termos de desempenho, enquanto os da Porsche dão sinais de retrocesso em comparação com o início da temporada.

Desde o E-Prix de São Paulo, a própria Jaguar TCS Racing e a sua cliente de powertrains, Envision Racing, passaram a ocupar os primeiros lugares do pódio de forma consistente, ao contrário da TAG Heuer Porsche e da Avalanche Andretti, esta que utiliza trens-de-força da montadora alemã.

Na tabela de equipes, a TAG Heuer Porsche permanece no topo da classificação, com confortáveis 168 pontos, seguida da Envision Racing, que possui 153 e da terceira colocada Jaguar TCS Racing, com 138 pontos.

Transmissão no Brasil

O canal BandSports transmitirá o E-Prix de Mônaco no sábado, ao vivo, a partir de 10h (horário de Brasília).

PROCURANDO CAMISAS OU CASACOS DE FÓRMULA 1 COM ESTAMPAS CLÁSSICAS, ATUAIS E DE QUALIDADE CERTIFICADA? CLIQUE AQUI E CONHEÇA A RETRO ESPORTE!