Início Destaque FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da Espanha – 2022

816

 14 min de leitura

(Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)
Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da próxima etapa da temporada, em uma pista bem conhecida por todos os pilotos do grid.

A Fórmula 1 retorna nesse fim de semana (20, 21 e 22) para concretizar o Grande Prêmio da Espanha, a sexta prova do calendário e a primeira da temporada 2022 em território europeu, no tradicional Circuito de Barcelona-Catalunha.

A pista, localizada na cidade catalã de Montmeló, é uma das mais familiares do itinerário da categoria para os competidores, por normalmente sediar os testes pré-temporada. Por ter um layout diversificado e exigente para os carros, o traçado espanhol é o local perfeito para sessões de aprimoramento (testes).

(Foto: Peter Fox/Getty Images/Red Bull Content Pool)

As escuderias costumam trazer as atualizações desenvolvidas e programadas para os carros durante o ano pra essa etapa, e também permitem que alguns pilotos reserva e de desenvolvimento ganhem experiência em uma sessão de Treinos Livres na sexta-feira.

O GP da Espanha será a corrida em casa para dois pilotos do grid: Carlos Sainz, da Ferrari e Fernando Alonso, da Alpine. A rivalidade temporária que será criada entre ambos nesse final de semana, para ver quem dará o melhor show para os fãs locais, não será evidente. Em termos de campeonato, a vantagem de Sainz sobre Alonso é de 53 pontos contra 2 de Fernando. Além disso, o carro da Ferrari só tem o RB18 da Red Bull como concorrente direto.

Abaixo, confira o que pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP espanhol, em ordem decrescente da classificação atual do campeonato de construtores.

Scuderia Ferrari (157 pts)
(Foto: Scuderia Ferrari/Divulgação)

Charles Leclerc #16: Não comentou.

Carlos Sainz #55: “O objetivo, como em todos os outros finais de semana de corrida, é extrair o máximo do nosso carro e tentar vencer a disputa. O fato de ser a minha corrida em casa, a torna ainda mais especial, por causa de todo o apoio que receberemos, mas em termos de objetivos, temos que lutar sempre pelo melhor resultado possível.

Barcelona-Catalunha é uma pista que conhecemos muito bem. O layout oferece uma mistura de curvas de alta, média e baixa velocidade, o que torna difícil obter o equilíbrio certo. Acho que as curvas 3 e 9 são as mais emocionantes. Na 3, uma direita longa e de alta velocidade, mantemos muita força G da entrada à saída; a 9 é uma ótima curva de alta que esperamos superar, pelo menos na qualificação. O traçado tem muito caráter e estou ansioso para pilotar este novo carro aqui.”

Mattia Binotto (chefe da equipe): Não comentou.

Oracle Red Bull Racing (151 pts)
(Foto: Red Bull Racing/Divulgação)

Max Verstappen #1:Estou ansioso para correr em Barcelona novamente. Espero que possamos manter o ritmo das últimas corridas com uma largada limpa a partir de sexta-feira.”

Sergio Perez #11: “Desde Miami eu tive um novo bebê, Emilio, então seria incrível recebê-lo no mundo com um ótimo resultado na Espanha neste fim de semana.”

Christian Horner (chefe da equipe): Não comentou.

Mercedes-AMG Petronas (95 pts)
(Foto: Mercedes-AMG F1/Divulgação)

Lewis Hamilton #44: Não comentou.

George Russell #63: Não comentou.

Toto Wolff (chefe da equipe):Tendo corrido lá nos testes de inverno, embora com um carro que evoluiu muito desde então, será um bom lugar para correlacionar as informações que temos sobre o carro atual e esperamos dar mais um passo à frente.

A pista em si é um bom teste, e coloca todos os aspectos do carro à prova. Nunca foi um ótimo local para ultrapassagens, então será interessante ver como esses novos carros de F1 impactam o espetáculo na Espanha.”

McLaren (46 pts)
(Foto: McLaren F1/Divulgação)

Lando Norris #4: “Estou animado para voltar para a Europa e correr em Barcelona neste fim de semana. Gosto do circuito espanhol, pois tem algumas características interessantes, uma mistura de desafios, velocidades e uma grande multidão.

A equipe está trabalhando para trazer atualizações para o carro enquanto falamos, então espero que isso nos dê o impulso de que precisamos à medida que seguimos para essa rodada dupla com dois finais de semana de corrida.

Daniel Ricciardo #3:A Espanha foi uma boa corrida para mim no ano passado, então estou ansioso para voltar lá nos novos carros e tirar o máximo proveito do MCL36. Tendo testado aqui em fevereiro, temos uma ideia melhor sobre o que esperar sob os novos regulamentos do que nas outras provas. Será bom ver onde podemos fazer melhorias e testar as que estamos trazendo.

O nosso desempenho desde o Bahrein mostrou que podemos lutar consistentemente pelo top 10, por isso será ótimo voltar à pista e continuaremos na luta e voltaremos mais fortes.”

Andreas Seidl (chefe da equipe):Embora o resultado da corrida em Miami não tenha sido o que queríamos, a equipe está totalmente focada no fim de semana de Barcelona e na rodada dupla europeia à nossa frente.

O circuito de Barcelona-Catalunha é uma ótima pista, com um bom misto de curvas de alta e baixa velocidade, além de áreas que são tecnicamente mais difíceis. Tivemos alguns resultados sólidos nos últimos anos com bons pontos conquistados, que pretendemos repetir este ano.

Estamos trazendo algumas atualizações do carro para essa etapa. Eu sei que tem sido uma semana bem movimentada para muitas das equipes, fazendo mudanças antes de Barcelona, ​​então vai continuar a ser uma luta acirrada por pontos. Será interessante ver como nosso carro se comportará com os upgrades que fizemos desde então. Espero que possamos ter boas batalhas e colocar os dois carros de volta na zona de pontos.”

Alfa Romeo Racing ORLEN (31 pts)
(Foto: Alfa Romeo/Divulgação)

Valtteri Bottas #77: “Tivemos um desempenho forte em Miami e, com cada bom resultado, vem a confiança para ir em busca de mais. Vamos para Barcelona sabendo que podemos lutar pela dianteira do pelotão intermediário novamente. Barcelona-Catalunha é uma pista que não guarda segredos para nenhuma equipe, então não haverá bala de prata para estar à frente das outras, dependerá apenas de uma boa execução e de fazer nosso dever de casa.”

Guanyu Zhou #24: Barcelona é outra etapa importante nesta temporada: é um traçado que a equipe conhece bem e quero aproveitar ao máximo para voltar após a decepção de ser desclassificado em Miami, quando tínhamos a velocidade de trazer para casa alguns pontos.

Guiar este carro aqui não será uma experiência nova para mim, é claro. Me aproximo de uma pista na qual já pilotei antes com essa geração de carros. Obviamente, o modelo atual que corremos agora não é o mesmo que tínhamos nos testes, mas é uma vantagem, então meu foco estará em dar o meu melhor e trazer para casa o bom resultado que merecemos. Meu objetivo é o mesmo de todas as rodadas até agora e minha confiança cresce a cada corrida.”

Frédéric Vasseur (chefe da equipe): “Vamos para a Espanha com o objetivo de estender nossa sequência positiva no início da temporada. Sinto que agora estamos em uma situação em que nossas ambições serão semelhantes para cada rodada daqui para frente, e não muito diferentes do que tivemos até agora: ambos os carros no Q2, um no Q3 e pontos no domingo.

Também estamos curiosos para ver as atualizações que cada equipe está trazendo. Tivemos que enfrentar um enorme desafio para responder à pressão sob a qual os incidentes dos eventos recentes nos colocaram, mas nossa força de trabalho voltou com garra e determinação, e teremos muito o que avaliar neste fim de semana.”

BWT Alpine (26 pts)

Fernando Alonso #14: “Corri muitos anos em Barcelona, ​​então conheço bem a pista e o lugar. É um local de prova que realmente mostra onde seu carro está entre o resto do grid e é o lar dos testes de inverno há vários anos.

A pista não é fácil de ultrapassar e por isso você tem que se qualificar bem. A menos que haja um Safety Car ou algo incomum no GP, é difícil ganhar terreno. Estamos nos qualificando muito bem este ano, então espero que possamos continuar a forma dos sábados anteriores em Barcelona e ter uma corrida sem problemas.”

Esteban Ocon #31: “Barcelona-Catalunha é um daqueles circuitos que todas as equipes e todos os pilotos conhecem muito bem; já corremos e testamos carros lá há um bom tempo, mas é claro que ele traz seus próprios desafios, como qualquer pista. Os dois primeiros setores são rápidos e podem ser complicados, sendo o gerenciamento de pneus muito importante. O setor final é de baixa velocidade e você normalmente sente uma perda de aderência no final da volta, pois os pneus superaquecem.

Em geral, é bastante difícil ultrapassar em Barcelona, ​​embora a longa reta em declive possa dar potência e vantagem de DRS, então essa é uma parte fundamental do traçado. Isso torna a estratégia de qualificação e corrida particularmente importante para ganhar posição na pista. No ano passado, me classifiquei em quinto no grid, então eu gosto dessa pista e sabemos que podemos ser competitivos lá.”

Otmar Szafnauer (chefe da equipe): Em primeiro lugar, o objetivo é termos os dois carros dentro da zona de pontos, o que ainda não conseguimos desde a primeira corrida da temporada. Se vamos atingir nossos objetivos para o ano, esse é o requisito mínimo para os GPs restantes. Demonstramos consistentemente que temos um carro competitivo e é importante agora converter esse ritmo promissor em pontos aos domingos.

Certamente pretendemos nos recuperar de Miami com um fim de semana de corrida muito melhor e mais limpo. Só podemos controlar o que está à nossa frente, então esse é o objetivo em Barcelona e os dois pilotos estão prontos para entregar isso.”

Scuderia AlphaTauri (16 pts)
(Foto: Scuderia Alphatauri/Divulgação)

Pierre Gasly #10:Agora chegamos a Barcelona, ​​a sexta corrida da temporada, onde terminei em nono em 2020 e décimo no ano passado. É sempre um fim de semana importante, porque você tem uma visão clara do desempenho dos carros adversários e onde cada equipe está em relação às outras. Devemos ter uma ideia de onde todos estão, especialmente as forças da zona intermediária, que atualmente está muito acirrada.

Sabemos que é difícil ultrapassar neste circuito mesmo com os carros novos, devido à natureza da pista. Por isso, para nós, a qualificação será importante. Mas, ao mesmo tempo, é difícil prever, então vamos esperar e ver o que acontece. Como equipe, temos que continuar trabalhando do jeito que temos feito até agora e tenho certeza de que isso valerá a pena em termos de resultados.”

Yuki Tsunoda #22:Agora vamos passar um tempo na Europa, começando pela pista de Barcelona, ​​onde realizamos os nossos testes de inverno no final de fevereiro. Claro, as condições serão muito diferentes e mais quentes desta vez. Mesmo sem isso, é uma das pistas europeias que conheço melhor e, em 2020, terminei em quarto lugar nas corridas Sprint e Feature da Formula 2.

O circuito espanhol é muito técnico, com uma grande variedade de tipos de curvas e velocidades: altas, médias e baixas. É um verdadeiro teste do carro. Todas as equipes conhecem muito bem a pista, por isso prevejo que o pelotão intermediário será muito competitivo.

“Estou confiante que podemos ter um bom desempenho nesse fim de semana. No entanto, acho que ainda precisamos de mais desenvolvimento do carro antes de podermos correr de forma consistente no restante da temporada.”

Haas (15 pts)
(Foto: Haas F1 Team/Divulgação)

Mick Schumacher #47:Por correr lá no passado, o traçado de Barcelona-Catalunha está impresso no meu cérebro. Devido a isso, como pilotos, não precisamos aprender a pista. As condições do asfalto serão muito diferentes dos testes de inverno: a temperatura provavelmente será de 20°C, então todo o funcionamento do pneu também mudará. Acho que a nossa vantagem talvez seja mínima, não porque testamos lá, mas porque conhecemos a pista, e muito bem.”

Kevin Magnussen #20:Barcelona é provavelmente a pista de Fórmula 1 que eu conheço melhor do que todas as outras. Eu não acho que será uma desvantagem tão grande não ter participado dos testes. O carro está com um bom desempenho, foi muito bom em quatro das cinco pistas em que estivemos, então acho que vai se sair bem também.”

Guenther Steiner (chefe da equipe):Vindo para a Espanha e sabendo que estivemos lá, não diria que é uma vantagem em relação às outras equipes, pois todos já estiveram lá e conhecem muito bem a psta. Para nós, pelo menos nos dá confiança.

Normalmente a Espanha é o lugar óbvio para trazer atualizações e acho que algumas equipes estão planejando isso. Eu não sei quanta diferença eles farão em cada carro e o que eles trarão. Decidimos esperar um pouco mais com as atualizações, pois ainda acho que temos desempenho no carro sem elas.

Quando chegamos lá e começamos com o pé direito, geralmente nos colocamos em uma boa posição para a classificação e a corrida, então vamos torcer para que isso aconteça desta vez também.”

Aston Martin Aramco Cognizant (6 pts)
(Foto: Aston Martin/Divulgação)

Lance Stroll #18:Acho que Barcelona-Catalunha será um ótimo circuito para mostrar como esses carros de efeito solo funcionam nas seções de alta velocidade, especialmente na longa curva 3, então acho que os fãs podem esperar algumas emoções nesse Grande Prêmio. Esse final de semana é uma chance de comparar o progresso de todos depois de testar aqui no início deste ano. Esses carros são como protótipos e estão melhorando o tempo todo.”

Sebastian Vettel #5:Essa prova na Espanha mostrará muito do comportamento inerente desses carros de 2022; as curvas de baixa velocidade serão um desafio físico, enquanto que as seções mais rápidas despertarão bravura e confiança no efeito solo. Acho que esses carros mostraram que são muito melhores em batalhas roda a roda, então será uma corrida diferente dos GPs espanhóis anteriores.”

Mike Krack (chefe da equipe): Não comentou.

Williams Racing (3 pts)
(Foto: Williams Racing/Divulgação)

Nicholas Latifi #6:Catalunha é uma pista que deve nos dar uma boa ideia de onde estamos com o FW44 e como o desenvolvemos desde os testes no início da temporada. Acho que todos sentimos que ganhamos uma compreensão muito melhor do carro e evoluímos bem, por isso será positivo ter esse ponto de referência de até onde chegamos. Espero que possamos entregar um bom resultado na Espanha.”

Alex Albon #23:Será bom voltar à Barcelona. Quero ver o quanto o carro melhorou desde a última vez em que estivemos lá, durante os testes pré-temporada. É uma boa pista, onde todos os pilotos fizeram inúmeras voltas. Essa familiaridade funcionará a meu favor neste fim de semana e me ajudará a acelerar mais depois de assistir ao TL1 com Nyck em meu carro. Queremos mais pontos depois de Miami, então é isso que continuaremos buscando.”

Nyck De Vries (piloto reserva da academia Mercedes) #17: Primeiramente, eu gostaria de agradecer à Williams pela oportunidade de correr no TL1. É ótimo para mim conhecer a equipe e pilotar o FW44, e também entrar na pista durante um fim de semana de Fórmula 1. A preparação para o teste está indo bem até agora e a Williams tem me apoiado bastante. Estou muito ansioso para toda essa experiência que a Espanha me reserva.”

NOVIDADES PARA O GP
Nyck De Vries (Foto: LAT Images/Fórmula E)

No final de semana do Grande Prêmio da Espanha, o atual campeão mundial de Fórmula E, Nyck de Vries, fará sua estreia na Fórmula 1 em um carro da escuderia Williams Racing, durante o Treino Livre 1, na sexta-feira (20).

O holandês, piloto reserva da equipe oito vezes campeã do campeonato de construtores da F1, Mercedes-AMG F1, participará da primeira sessão de treinos a bordo do FW44 de Alex Albon.

Detalhes do circuito
Circuito de Barcelona-Catalunha (Imagem: Fórmula 1/Divulgação)

O circuito de Barcelona-Catalunha possui 4.675 km de extensão, recebe GPs de Fórmula 1 desde 1991 e a corrida terá um total de 66 voltas. O recorde de volta mais rápida pertence ao atual campeão, Max Verstappen, este que cravou 1:18.149 na temporada 2021.

A pista é caracterizada por possuir trechos de alta, média e baixa velocidade, com uma grande variedade de curvas de diferentes ângulos. O principal ponto de ultrapassagem na pista catalã é a reta dos boxes, onde é localizada uma das duas zonas de abertura de asa (DRS) do traçado.

O maior desafio para as equipes nessa pista será lidar com as altas temperaturas esperadas para o fim de semana, o que gerará um grau elevado de desgaste de pneus.

Informações sobre os pneus
(Infográfico: Pirelli)

A Pirelli traz os pneus mais duros da gama 2022 para a corrida na Espanha, onde é patrocinadora principal, com o C1 como o P Zero Branco duro, o C2 como o P Zero Amarelo médio e o C3 como o P Zero Vermelho macio. É a mesma escolha do ano passado, mas uma família de pneus nova. As demandas do circuito de Barcelona são bastante conhecidas dos testes e corridas anteriores. Isso inclui a longa curva 3 e a 9, estas que colocam muita energia nos pneus.

As equipes estiveram em Barcelona em fevereiro, para os testes pré-temporada. Apesar desse fato, existem três diferenças a considerar: as equipes se concentraram em testar compostos no meio da gama na época, e não os duros; as condições meteorológicas eram muito mais frias; e os novos carros estavam em suas especificações de lançamento, mais básicas. Os carros evoluíram muito de lá pra cá e veremos melhorias com as atualizações mais recentes.

Por Barcelona-Catalunha ser um circuito muito utilizado, não haverá uma grande evolução da pista esperada ao longo do fim de semana, graças também a uma agenda lotada de corridas de apoio. As temperaturas devem ser secas e quentes, aumentando as altas exigências quanto ao gerenciamento de pneus.

Estratégia x resultado

A estratégia vencedora do ano passado foi a de duas paradas, que é tradicional para Barcelona, ​​com Lewis Hamilton, da Mercedes, triunfando da pole usando uma estratégia de pneus macio-médio-médio. Macio-médio-macio foi a estratégia usada por todos os que completaram a prova de 2º a 8º.

Informações da assessoria de imprensa da Pirelli Brasil.

Previsão do tempo
(Foto: Rudy Carezzevoli/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Sexta-feira:

Mínima de 18°C e Máxima de 24°C. Tempo aberto, ensolarado.

Sábado:

Mínima 19°C e Máxima 24°C. Tempo aberto, ensolarado. Céu com algumas nuvens.

Domingo:

Mínima de 19°C e Máxima de 25°C. Tempo aberto, ensolarado.

Fonte: www.bbc.com/weather

Transmissão no Brasil

A corrida acontecerá no próximo domingo, às 10h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe.

Artigo anteriorFÓRMULA INDY – Resultado Final – Indianápolis Misto (Edição Maio) – 2022
Próximo artigoFÓRMULA 1 – Programação, horários e transmissão – GP da Espanha (Barcelona) – 2022