Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da Arábia Saudita – 2022

1016

 14 min de leitura

(Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)
Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da segunda etapa do calendário.

Neste final de semana (25, 26 e 27), a Fórmula 1 está de volta para realizar a próxima corrida da temporada 2022: o Grande Prêmio da Arábia Saudita, no rápido Circuito de Jeddah Corniche, localizado às margens do Mar Vermelho.

Esta será a segunda vez que a maior categoria do automobilismo mundial passará pelo país do Oriente Médio, após a inauguração do GP ano passado, este que sediou uma batalha intensa entre o atual campeão, Max Verstappen, e o vencedor da disputa, Lewis Hamilton.

Abaixo, confira o que pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP árabe, em ordem decrescente da classificação atual do campeonato de construtores.

Scuderia Ferrari (44 pts)
(Foto: Scuderia Ferrari/Divulgação)

Charles Leclerc #16: Não comentou.

Carlos Sainz #55: Não comentou.

Mattia Binotto (chefe da equipe): Não comentou.

Mercedes-AMG Petronas (27 pts)
(Foto: Mercedes-AMG F1/Divulgação)

Lewis Hamilton #44: Não comentou.

George Russell #63:É ótimo estar de volta ao circuito de Jeddah, extremamente rápido e emocionante para os pilotos, mas ainda estamos enfrentando os mesmos problemas que enfrentamos no último fim de semana no Bahrein. Sabemos que ainda temos muito trabalho a fazer para diminuir a diferença entre Red Bull e Ferrari.

Vamos lutar para maximizar as nossas oportunidades de pontos este fim de semana e dar tudo de nós na qualificação. Qualquer coisa pode acontecer por aqui, então é importante estarmos a uma distância boa para conquistar o maior número possível de pontos.”

Toto Wolff (chefe da equipe):A nova temporada da F1 começou de forma dramática. Houve algumas ótimas histórias para cima e para baixo no pelotão na primeira corrida e a Ferrari fez um trabalho forte para conquistar uma dobradinha no pódio.

Para nós, demos um passo à frente em termos de desempenho em comparação com os testes de pré-temporada, mas fomos claramente a terceira equipe mais rápida, atrás da Ferrari e da Red Bull. Sabemos que o W13 tem potencial, precisamos continuar aprendendo e também descobrir como desbloqueá-lo, para maximizar nossas oportunidades de pontos enquanto isso.

Agora vamos para Jeddah, um traçado bem diferente, rápido, sinuoso e grande parte da volta feita a todo vapor. Estivemos lá há apenas alguns meses para a primeira corrida de Fórmula 1 na Arábia Saudita e, com um carro novo e pneus novos, dos quais ainda estamos aprendendo a aproveitar ao máximo, será uma curva de aprendizado íngreme. Esse é um desafio pelo qual estamos ansiosos.”

Haas (10 pts)
(Foto: Haas F1 Team/Divulgação)

Mick Schumacher #47:Será a primeira vez que correremos um circuito de rua [com o novo carro], então veremos como as coisas se desenvolvem, quão perto podemos chegar das paredes e quais danos potenciais existem se as tocarmos. No ano passado, se nos aproximássemos um pouco do muro, sairíamos impunes e com o pneu raspado, mas, neste caso, as calotas são um alvo mais vulnerável, por isso será com certeza mais fácil ter problemas.

O balanço do carro pode ser um pouco pior apenas por causa das características da pista, talvez acidentadas e, obviamente, bastante rápidas. Será interessante ver que tipo de sentimento teremos no carro, mas tenho certeza que vai ficar tudo bem e vamos conseguir fazer uma boa prova.”

Kevin Magnussen #20:Aprendemos muito com o carro neste fim de semana, mas neste momento ainda é difícil dizer qualquer coisa sobre os pontos fortes e fracos do nosso carro. Ao pilotá-lo, não parece ter grandes fraquezas, é equilibrado em diferentes velocidades, mas é difícil dizer se os outros carros são ainda mais equilibrados que os nossos ou têm ainda mais aderência.

Ao ver na TV no ano passado, Jeddah parecia ser um circuito espetacular, de alta velocidade, considerando que é um circuito de rua. Estou realmente ansioso por isso, adoro circuitos urbanos e parece desafiador, então vamos ver. Claro que não sei, então levarei algumas voltas para me acostumar com isso, mas estou ansioso por isso.

Será importante assistir a vários vídeos a bordo, analisar dados para entender o estilo de direção necessário para as diferentes curvas e analisar dados sobre a evolução pela qual  a pista passa. Também é importante entender o asfalto, quais meios-fios são utilizáveisDepois, trata-se de fazer a caminhada, realmente vê-la de perto e, em seguida, acelerar com isso na prática.”

Guenther Steiner (chefe da equipe):Acho que vimos a velocidade dos carros e eles serão semelhantes até que as atualizações comecem, mas ainda temos que esperar mais algumas corridas, incluindo circuitos de rua, para saber onde todos estão. A Red Bull não terminou a última, mas eles vão no futuro. Nossos pilotos, de onde viemos para onde finalizamos, foram muito bons.

Estou ansioso para voltar a Jeddah. Era uma pista muito interessante e diferente de qualquer outra coisa. Os organizadores fizeram um excelente trabalho no ano passado para deixar a pista pronta no último minuto e com certeza melhoraram as pequenas coisas que não foram perfeitas na primeira vez.”

Alfa Romeo Racing ORLEN (9 pts)
(Foto: Alfa Romeo Racing/Divulgação)

Valtteri Bottas #77: “É bom estar de volta ao carro logo após um bom resultado. Isso nos dá a chance de aproveitar o forte desempenho que mostramos no fim de semana passado e corrigir as coisas que podem ser melhoradas. Ainda é o início da temporada e esperamos que o equilíbrio na pista mude para frente e para trás à medida que as equipes trazem atualizações, mas também não estamos parados e seguimos determinados a permanecer no topo dessa curva.

Eu vejo uma motivação real na equipe e foi incrível ver a alegria no rosto de todos lá. Estamos indo na direção certa e a Arábia Saudita será mais uma corrida na qual podemos lutar por um bom resultado. A pista passou por algumas mudanças para torná-la ainda mais rápida do que no ano passado. Estou ansioso para pilotar no novo layout e ver se isso nos favorece de alguma forma.”

Guanyu Zhou #24: “Começar com um top 10 é um sonho realizado, mas agora precisa ser uma lembrança feliz: meu foco já está na próxima corrida e em continuar com um bom desempenho. Cada vez que entro no cockpit é uma chance de aprender algo novo e ficar mais confortável no carro. Tenho que continuar trabalhando duro, não apenas porque sei o quão competitivo são todos ao meu redor, mas também porque exijo o melhor de mim em todas as ocasiões.

O circuito de Jeddah Corniche não é novo para mim, pois corri lá na F2 no ano passado, mas é claro que será uma experiência muito diferente nos carros de F1 deste ano. O layout mudou, mas continua sendo uma pista incrivelmente desafiadora, que requer 100% de foco e pune erros. Ainda assim, será algo incrível de se enfrentar com esses carros.”

Frédéric Vasseur (chefe da equipe): “Iniciar a temporada com dois carros nos pontos é uma ótima sensação, e estar de volta à pista em uma semana nos permite canalizar esse entusiasmo e impulso em outro bom resultado. Fiquei impressionado, mas não surpreso, com a forma como abordamos o fim de semana e com o nível de confiança que tínhamos: sabemos que toda a equipe trabalhou bem durante o ano e estamos ansiosos para mostrar ao mundo o que podemos fazer.

Há uma sensação clara de que temos um carro competitivo e uma dupla determinada de pilotos, e isso está aumentando o moral de todos na equipe. No entanto, não temos ilusões sobre o desafio que temos pela frente: vimos o quão perto está o pelotão no Bahrein e como a qualificação e a corrida são competitivas. Sabemos que precisamos estar no topo do nosso jogo e entregar mais um bom fim de semana se fizermos isso.”

BWT Alpine (8 pts)
(Foto: XPB/James Moy Photography Ltd)

Fernando Alonso #14: “Ambos os carros marcaram pontos, o que é o principal para nós desde a primeira corrida. No ano passado não pontuamos no Bahrein, então já é um avanço. A competição na Fórmula 1 não está apenas na pista, mas também fora dela.

“Em Enstone e Viry, temos que nos concentrar no que está por vir e continuar trazendo atualizações para nossos carros, para que possamos não apenas ficar onde estamos, mas dar passos à frente. A equipe está trabalhando muito nas duas fábricas e na pista também. É um prazer ver tudo isso se encaixando e estou muito feliz com o que conquistamos até agora.”

Esteban Ocon #31: “Em termos de pontos em uma corrida de abertura, o Bahrein foi meu melhor desempenho desde que comecei na F1, o que é definitivamente positivo. O dobro de pontos para a equipe tornou o domingo ainda melhor e quando você compara com a nossa primeira corrida no ano passado, há muito para se alegrar.

É ótimo estarmos correndo tão cedo depois de Sakhir e será fundamental levar esse momento positivo para o fim de semana na Arábia Saudita. Foi ótimo finalmente pilotar o A522 em condições de corrida e muito ansioso para fazer tudo de novo em apenas alguns dias em Jeddah. Corremos lá há pouco tempo, então a pista não é tão desconhecida para nós, pilotos, como era no ano passado.”

Otmar Szafnauer (chefe da equipe): Não comentou.

Scuderia AlphaTauri (4 pts)
(Foto: Scuderia AphaTauri\Divulgação)

Pierre Gasly #10:Aprendemos muito sobre o carro ao longo dos três dias em Sakhir e está claro que o pelotão do meio está talvez ainda mais apertado do que no ano passado, então devemos continuar trabalhando duro para entender e desenvolver o AT03, começando neste fim de semana na Arábia Saudita.

Fiquei impressionado com a pista de Jeddah no ano passado, me classifiquei em sexto e terminei a disputa na mesma posição. É difícil do ponto de vista da direção, muito técnico com várias curvas de alta velocidade, que é exatamente o tipo de layout que eu gosto.

No ano passado, fomos bem na qualificação e na corrida, por isso será bom voltar lá e ver o que podemos fazer desta vez. As primeiras etapas da temporada são sempre importantes, pois ajudam a começar com o pé direito. Teremos que nos preparar bem para ter um bom fim de semana.”

Yuki Tsunoda #22:Podemos esperar outra semana desafiadora na Arábia Saudita agora em termos de desempenho do carro. No ano passado, eu gostava de pilotar aqui. É uma pista da nova geração e gostei especialmente do Setor 1. Meu foco principal neste fim de semana será ajudar a desenvolver nosso carro o máximo e o mais rápido possível, para que possamos competir consistentemente no topo do pelotão intermediário.

Atualmente não estamos em condições de atingir os objetivos que nos propusemos para esta temporada. Espero que possamos dar um bom passo à frente neste GP, entender melhor nosso carro e encontrar meios para progredirmos.”

Aston Martin Aramco Cognizant (0 pts)
(Foto: Aston Martin/Divulgação)

Lance Stroll #18:Correr na Arábia Saudita no ano passado foi um passo em direção ao desconhecido, mas agora é o desafio emocionante de pegar o que aprendemos na primeira corrida e aplicá-lo nesta semana. O circuito de Jeddah é o traçado de rua mais longo e mais rápido do calendário, então essa tarefa é ainda maior. No ano passado, as múltiplas interrupções na prova foram um fator constante, então precisamos estar atentos para capitalizar todas as oportunidades.”

Nico Hulkenberg #27:Depois de me familiarizar com o AMR22 no Bahrein no último fim de semana, correr na Arábia Saudita me dará a oportunidade de desenvolver e melhorar ainda mais minha compreensão do carro. Além disso, o trabalho que fiz no simulador no início desta semana me deu algumas insights extras e me ajudaram a me preparar para esta pista rápida e fluida. Obviamente, desejo a Sebastian uma rápida recuperação, mas estou realmente ansioso pelo desafio e farei o meu melhor por toda a equipe neste fim de semana.”

Mike Krack (chefe da equipe): Não comentou.

Williams Racing (0 pts)
(Foto: Williams Racing/Divulgação)

Nicholas Latifi #6:Estou ansioso para a segunda corrida do ano na Arábia Saudita. A pista foi uma nova adição ao calendário em 2021, mas foi definitivamente uma das corridas mais divertidas e emocionantes. Também gostei muito da combinação de ser uma disputa de rua noturna, o que contribuiu para a atmosfera e foi um novo desafio interessante.

Tanto eu quanto a equipe estamos indo para Jeddah buscando aproveitar os aprendizados que tiramos do Bahrein. Não estamos começando a temporada exatamente onde queremos estar, mas há alguns pontos positivos e continuaremos nos esforçando para garantir que as coisas melhorem.”

Alex Albon #23:O Circuito de Jeddah Corniche é novo para mim e não é fácil de aprender, por isso, enquanto estou ansioso por esse desafio, sei que vai ser difícil. Acho que será uma pista um pouco mais adequada às características do FW44; é mais suave com mais curvas de média e alta velocidade, por isso espero que corramos bem lá. Quanto mais corrermos, mais entenderemos este carro e como podemos trabalhar para maximizar o seu desempenho.”

McLaren (0 pts)
(Foto: McLaren F1 Team/Divulgação)

Lando Norris #4: “Estou animado por estar de volta a Jeddah Corniche. É um circuito legal e extremamente rápido para um traçado de rua. Isso nos manteve alertas no ano passado e será ótimo ver como os carros de 2022 correm aqui.

O Bahrein foi difícil, mas continuaremos avançando como equipe e usaremos tudo o que aprendemos lá para tornar esta a melhor prova possível para nós. Confio na equipe tanto aqui quanto na fábrica e sei que estão dispostos a trabalhar dia e noite para voltarmos mais fortes. Sabemos o que somos capazes de alcançar, então daremos tudo de nós na Arábia Saudita.”

Daniel Ricciardo #3:O fim de semana passado foi decepcionante mas, pelo lado positivo, aprendemos muito sobre nosso carro durante a corrida, o que podemos levar para o Grande Prêmio de Jeddah. Estamos ansiosos para voltar à pista neste circuito incrivelmente rápido e fluido.

Temos uma longa temporada pela frente com muitas oportunidades e esse é exatamente o caso na Arábia Saudita. Vamos continuar trabalhando e ajudando uns aos outros a seguir em frente e é por isso que a Fórmula 1 é um esporte de equipes. Vamos continuar, manter a cabeça erguida e fazer tudo o que pudermos para progredir a cada fim de semana.”

Andreas Seidl (chefe da equipe): “O Grande Prêmio do Bahrein não foi como queríamos começar a temporada. É claro que temos trabalho a fazer, então vamos trabalhar duro para trazer mais desempenho para o carro o mais rápido possível.

A equipe está analisando nosso desempenho desde o Bahrein para que possamos aprender e melhorar para o GP saudito. Jeddah, é apenas a segunda corrida com esses novos carros e o novo formato de fim de semana de corrida, então devemos manter o foco em todos os aspectos operacionais.

Estamos ansiosos para correr novamente em apenas alguns dias. Jeddah Corniche é uma pista empolgante com ótimos recursos, então será interessante ver como os novos carros regulados funcionam. Vamos voltar à pista e continuar com foco total.”

Oracle Red Bull Racing (0 pts)
(Foto: Red Bull Racing /Divulgação)

Max Verstappen #1:Jeddah é uma pista muito rápida, com retas de alta velocidade e, este ano, os carros estão um pouco mais pesados, então será interessante ver como eles se comportarão. Estou realmente ansioso para isso, deve ser agradável. No ano passado, a umidade foi desafiadora e eles fizeram alguns pequenos ajustes na visibilidade no setor um, então estou curioso para ver como será desta vez.”

Sergio Perez #11:Estou ansioso para voltar ao carro neste fim de semana. O GP no Bahrein foi difícil, estava a uma volta de começar a temporada no pódio, mas estou confiante nesta equipe e vamos trabalhar juntos para superá-lo. O positivo é que é uma longa temporada pela frente, temos um carro rápido e me senti muito competitivo durante toda a corrida.

Espero pegar esse ritmo e usá-lo desde a qualificação até domingo em Jeddah. A disputa da temporada passada foi louca, é um traçado muito desafiador e será ainda mais nos carros novos. Infelizmente, não terminei a prova em 2021, então quero uma corrida limpa e mostrar todo o potencial deste carro.”

Christian Horner (chefe da equipe): Não comentou.

NOVIDADES PARA O GP
(Foto: Divulgação)

O piloto reserva da Aston Martin, Nico Hulkenberg, irá substituir Sebastian Vettel mais uma vez e estará em todas as atividades do GP da Arábias Saudita. O tetracampeão tinha testado positivo para COVID-19 na quinta-feira da semana do Grande Prêmio do Bahrein e, por isso, Hulkenberg foi chamado para participar de toda as sessões, o que ocorrerá novamente em Jeddah.

Detalhes do circuito
Circuito de Jeddah Corniche (Imagem: Fórmula 1/Divulgação)

O Circuito de Jeddah Corniche possui 6.174 km de extensão, vai receber um GP de Fórmula 1 pela segunda vez e a corrida terá um total de 50 voltas. O recorde de melhor volta no traçado pertence ao heptacampeão, Lewis Hamilton, este que cravou o tempo de 1:30.734 na temporada anterior.

A pista possui trechos predominantes de alta velocidade e oferece várias oportunidades de ultrapassagem para os pilotos, pois disponibiliza três zonas de abertura da asa móvel (DRS). No momento, essa é a pista de rua mais rápida e com o maior número de curvas do calendário: 27 no total.

(Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Ano passado, a disputa na Arábia Saudita foi conturbada e houve várias interrupções da prova por conta de acidentes. Segundo os pilotos, haviam alguns trechos com curvas cegas, o que dificultava a visualização.

Por isso, os organizadores do GP da Arábia Saudita decidiram alterar as linhas de visão do traçado para os competidores, e melhoraram a disposição das barreiras de pneus para gerar mais espaço, principalmente na curva 27. Assim, apesar das mudanças em favor da segurança, o circuito será ainda mais veloz do que era em 2021.

Informações sobre os pneus
(Infográfico: Pirelli)

Para o Grande Prêmio da Arábia Saudita, a Pirelli escolheu novamente os compostos do meio da gama: C2 como P Zero Branco duro, C3 como P Zero Amarelo médio e C4 como P Zero Vermelho macio. Desta vez, porém, é com a nova família de carros e pneus de Fórmula 1, já que as equipes experimentam pela primeira vez o composto C4 na competição deste ano – com os três compostos mais duros nomeados para a rodada de abertura no Bahrein há uma semana.

A nova pista do ano passado oferece um bom nível de aderência (pontuação três em cinco na classificação da Pirelli) e níveis razoavelmente contidos de abrasão do asfalto (pontuação de dois em cinco na classificação da Pirelli), o que deve levar a desgaste e degradação moderados.

A severidade das cargas e velocidades é média, com o estresse geral dos pneus pontuando três em cinco. Devido ao layout de fluxo rápido, a pista não é particularmente exigente em termos de tração e frenagem (marcando dois em cinco na classificação da Pirelli). Espera-se um alto grau de evolução da pista no fim de semana, graças também ao programa de corridas de apoio com a Fórmula 2.

Informações da assessoria de imprensa da Pirelli Brasil.

Transmissão no Brasil
(Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)

A corrida acontecerá no próximo domingo, às 14h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe.

Artigo anteriorNASCAR – Programação, Horários e Transmissão – COTA (Circuito das Américas) – 2022
Próximo artigoPROGRAMAÇÃO DA TV/INTERNET – Corridas transmitidas no final de semana – 25 a 27/03/2022