Início Destaque FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da Grã-Bretanha – 2021

568

 14 min de leitura

(Foto: Bryn Lennon/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da próxima etapa da temporada e o que ela trará de novo para os fãs da categoria.

A Fórmula 1 retornará nesse final de semana (16, 17 e 18 de julho) para realizar o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, a décima prova do calendário. O GP acontecerá na Inglaterra, no icônico circuito de Silverstone, este que recebeu a primeira corrida de F1 da história no início da década de 50.

Essa será a disputa em casa para as equipes Mclaren, Williams, Aston Martin e para três pilotos: Lewis Hamilton, George Russell e Lando Norris. O automobilista que contará com a maior parte da torcida nas arquibancadas, como sempre, é o heptacampeão da Mercedes.

(Foto: Fórmula 1/Divulgação)

Ano passado, Hamilton venceu o GP da Grã-Bretanha com apenas três pneus, já que o dianteiro esquerdo estourou na última volta. É esperado um total de 140.000 espectadores no domingo, o que vai gerar um cenário acolhedor e receptivo para Lewis em sua busca por uma recuperação no campeonato.

Abaixo, saiba o que os pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP, em ordem decrescente da classificação atual do campeonato de construtores. Além disso, confira as prévias dos competidores em relação ao novo formato de qualificação, que será testado em Silverstone.

Red Bull Racing (286 pts)

(Foto: Red Bull Racing/Divulgação)

Max Verstappen #33: Ter os fãs de volta realmente fará a diferença em Silverstone e o público britânico adora o automobilismo em geral e isso significa que é um lugar especial para se estar.

Sergio Perez #11: Não comentou.

Christian Horner (chefe da equipe): Silverstone é uma pista fantástica e o fato de ser no Reino Unido é um benefício para todos os membros da nossa equipe. Estamos particularmente animados em ver uma multidão de volta à pista. Eu acho que é um crédito para a linha de frente e os trabalhadores do NHS no Reino Unido que eventos como este, embora seja um teste, possam acontecer e estamos ansiosos para ver alguns desses trabalhadores no grid conosco neste domingo.

A Mercedes tem sido incrivelmente dominante em Silverstone e se pudermos nos aproximar deles e desafiá-los para a vitória, será tremendamente encorajador, especialmente com as atualizações que eles devem trazer.

Claro, também será um tipo diferente de fim de semana. É o primeiro dos eventos Sprint, por isso coloca muito mais pressão na sexta-feira. Os engenheiros e pilotos têm uma sessão para configurar o carro e então você vai direto para a qualificação. É preciso equilibrar o risco versus a recompensa no Sprint Qualifying, já que a última coisa que você quer é um DNF ou dano para o domingo. Vai ser fascinante.

 

Mercedes (242 pts)

(Foto: Mercedes/Divulgação)

Lewis Hamilton #44: Não comentou.

Valtteri Bottas #77: Não comentou.

Toto Wolff (chefe da equipe): Seguimos para um fim de semana em Silverstone com uma casa cheia de 140.000 fãs apaixonados pela F1 e no meio de um campeonato muito disputado. O primeiro com o novo formato de qualificação Sprint traz um novo desafio para todas as equipes.

“Com apenas uma única sessão de treinos de uma hora antes da sessão de qualificação, e o acerto dos carros fixado desde o início da qualificação padrão na sexta-feira, quem conseguir ganhar velocidade mais rápido levará vantagem durante o fim de semana. Silverstone é uma pista incrível, rápida e fluida, e esperamos que se adapte melhor ao nosso carro em comparação com Spielberg.

“Também temos algumas atualizações para o carro e estamos ansiosos para ver como elas se saem. Sabemos que precisamos dar a Lewis e Valtteri o carro para se apresentar em Silverstone e todos em Brackley e Brixworth estão trabalhando pesado para entregá-lo.

Mclaren (141 pts)

(Foto: Mclaren F1 Team/Divulgação)

Lando Norris #4: Correr em Silverstone é sempre uma ocasião especial, pois é minha corrida em casa. Receber de volta os fãs britânicos – da maneira mais segura possível – será incrível de se ver. Senti muito a falta deles, especialmente ao fazer duas corridas lá no ano passado a portas fechadas. Ver as arquibancadas lotadas e tudo parecendo um pouco mais normal é algo que estou realmente ansioso para ver.

Também temos o primeiro evento de qualificação Sprint da temporada. Iremos direto para a ação na sexta-feira com a classificação antes do Sprint Quali no sábado, então estaremos preparados para começar a correr. É algo novo para todos, deve ser uma corrida emocionante e tenho certeza que os fãs irão gostar.

Daniel Ricciardo #3: Nessa prova na Inglaterra, vamos experimentar, pela primeira vez, o novo formato de Sprint Qualifying, o que será um desafio emocionante. Vai ser legal misturar o fim de semana e tenho certeza que vai nos dar mais oportunidades para nos colocar em uma boa posição para a corrida de domingo.

Depois das três corridas consecutivas na França e na Áustria, reservei um tempo para recarregar totalmente as baterias e passei um tempo em Goodwood pilotando a MP4-5B do Senna, o que foi incrível. Estou pronto para voltar a Silverstone e continuar a pisar fundo depois de um fim de semana mais positivo na Áustria, onde ganhei um pouco mais de confiança no carro.”

Andreas Seidl (chefe da equipe): Após a conclusão da primeira rodada tripla da temporada, agora estamos ansiosos para correr em nosso Grande Prêmio em casa neste fim de semana. É ótimo que o GP na Inglaterra tenha uma multidão lotada, com nossos fãs e muitos membros da equipe apoiando nas arquibancadas, ao mesmo tempo em que garantimos que as medidas apropriadas sejam tomadas para manter todos seguros.

“Neste GP também vai acontecer a primeira sessão de qualificação Sprint do ano. Estamos ansiosos para testar o novo formato de corrida de sábado à medida que continuamos a ver o esporte se desenvolver e encorajar disputas mais próximas e emocionantes para os fãs. O formato certamente irá misturar as coisas para todos e cada equipe estará procurando capitalizar todas as oportunidades.

Ferrari (122 pts)

(Foto: Scuderia Ferrari/Divulgação)

Charles Leclerc #16: Não comentou.

Carlos Sainz #55: Não comentou.

Mattia Binotto (chefe da equipe): Não comentou.

AlphaTauri (48 pts)

(Foto: Scuderia AlphaTauri/Divulgação)

Pierre Gasly #10: Eu amo Silverstone, é uma das minhas pistas favoritas, especialmente com a Maggots and Becketts, que é uma das sequências mais emocionantes da temporada. Embora a ultrapassagem deva ser difícil nesse traçado, é possível e consegui algumas tomadas de posição no ano passado, tendo algumas lutas agradáveis, incluindo passar Seb [Vettel] por fora pela direita, antes da chicane.

“Gostei de correr em frente aos fãs na Áustria e, em Silverstone, estão anunciando outra multidão. Por isso, a atmosfera promete ser ótima e estou ansioso por isso. A maior mudança nesse fim de semana será a corrida curta de sábado e, assim, só teremos uma sessão de treinos livres para ajustar o carro antes da qualificação. Essa é uma grande mudança, então será ainda mais importante do que o normal estar muito bem preparado antes de entrar na pista pela primeira vez.

Yuki Tsunoda #22: Estou ansioso para experimentar Silverstone em um carro de Fórmula 1, com todas as suas curvas de alta velocidade e embora a falta de treinos livres seja um desafio, estou me sentindo bastante confiante para o fim de semana, pois tenho algumas experiências da pista em anos anteriores, então vamos ver o que acontece. Estou particularmente ansioso para ver como são as curvas do Maggots-Becketts-Chapel em um carro de F1.

A desvantagem pra mim em Silverstone, é que nunca pilotei um carro de Fórmula 1 lá antes e, além desse fato, só temos uma sessão de treinos livres antes da Qualificação, já que neste fim de semana, testaremos a corrida de qualificação em formato Sprint no sábado. Isso significa que a nova abordagem que comecei a usar na Áustria não funcionará tão bem desta vez. Creio que seja difícil ter um bom desempenho na classificação imediatamente após o TL1, mas ainda vou tentar acelerar aos poucos novamente, como fiz na Áustria.”

Aston Martin (44 pts)

(Foto: Aston Martin/Divulgação)

Lance Stroll #18: O traçado de Silverstone é um verdadeiro clássico. A pista é incrível e é sempre bom ir lá porque os fãs são muito apaixonados pelo esporte. Este ano é nossa primeira corrida em casa como Aston Martin, então espero que possamos ter um fim de semana forte e fazer toda a equipe do outro lado da estrada ficar orgulhosa.

Sebastian Vettel #5: Estou louco para correr em Silverstone de novo. Há muitos trechos de alta velocidade neste circuito com bons lugares para se fazer ultrapassagens, então acho que haverá oportunidades para uma corrida agitada. É um fim de semana importante para a equipe também, por isso mal posso esperar para correr.

Otmar Szafnauer (chefe da equipe): Não comentou.

Alpine (32 pts)

(Foto: Alpine F1 Team/Divulgação)

Fernando Alonso #14: O circuito de Silverstone é fantástico e sempre oferece boas corridas. Tive alguns resultados memoráveis ​​lá, com minha vitória em 2006 para a Renault, uma das melhores lembranças. Há uma boa mistura de curvas de alta e média velocidade e, claro, o tempo pode ser variável, então deve ser um fim de semana interessante.

Eu gosto da maior parte dessa pista, mas se eu tivesse que escolher uma parte, seria o setor intermediário de alta velocidade de Copse até Maggotts e Becketts. Percorrer esta seção em tal velocidade e com altos níveis de aderência em um carro de Fórmula 1 moderno será incrível. É muito difícil para os pneus lá devido às curvas rápidas, então isso será algo que precisaremos administrar no fim de semana. Também será ótimo ver os fãs nas arquibancadas, pois geram uma atmosfera muito especial.”

Esteban Ocon #31: Silverstone é um circuito icônico na Fórmula 1. Tudo nesse circuito está associado ao que é a Fórmula 1, como toda a história lá e as lendárias combinações de curvas que possui. A passagem por Maggots, Becketts e Chapel é muito especial. Em um carro de Fórmula 1, isso é tão bom quanto pode durar o ano todo e seguir em frente nessa sequência é uma sensação fantástica.

A qualificação Sprint vai certamente refrescar o fim de semana de corrida. Traz uma nova dinâmica para o evento, então estou interessado em ver como isso vai se desenrolar. Antes disso, porém, temos que planejar um treino livre produtivo e, em seguida, garantir que estejamos o mais adiantados possível na classificação no mesmo dia. Vai ser diferente do normal, mas eu gosto da ideia e estou ansioso para ver como vai ser.

Marcin Budkowski (diretor executivo da equipe): Estamos ansiosos para testar o novo formato de fim de semana de corrida pela primeira vez em Silverstone. É definitivamente algo novo e criará mais ação nos três dias. Para as equipes, o principal desafio será ajustar os carros e aumentar a confiança dos pilotos em uma hora de treino apenas na manhã de sexta-feira, quando partiremos direto para a Qualificação. Os carros estarão estacionados a partir desse ponto, o que significa que não poderemos mais tocar mexer neles.

Existem também regras diferentes para o uso de pneus, incluindo a livre escolha para a própria corrida. Esperamos que o novo formato traga mais incerteza, já que algumas equipes vão acertar e outras não, o que pode misturar o grid e criar mais ação na pista. As equipes odeiam imprevisibilidade, pois sempre tentam otimizar tudo na perfeição, mas deve ser mais emocionante para os fãs.

Alfa Romeo Racing (2 pts)

(Foto: Alfa Romeo Racing/Divulgação)

Kimi Raikkonen #7: O novo formato de qualificação em Silverstone será interessante: não acho que estamos em posição de julgá-lo ainda, vamos ver o que este fim de semana traz e então poderemos decidir sobre isso com mais conhecimento. Não importa como seja o fim de semana, precisamos ter certeza de que somos competitivos desde o início: as coisas começam a importar na sexta-feira e precisamos estar certos na batalha pelos dez primeiros desde o início, se quisermos estar lá no final do dia no domingo.”

Antonio Giovinazzi #99: Estou animado para voltar a correr, especialmente com o entusiasmo das comemorações da vitória no Campeonato da Europa da Itália ainda fresco na minha mente. Espero que um pouco deste brilho possa me motivar neste fim de semana e possamos entregar uma corrida com mais sucesso. É certo que podemos ser competitivos e lutar contra qualquer um de nossos rivais diretos quando as coisas não vão contra nós, então vamos garantir que este fim de semana seja positivo e que venhamos acertar.”

Frédéric Vasseur (chefe da equipe): “A Fórmula 1 deu um passo ousado ao apresentar um novo formato de qualificação, algo que mostra sua atenção em oferecer ofertas novas e emocionantes para a crescente base de fãs do esporte. Um fim de semana de corrida como este é algo que nunca fizemos antes, então espero que todos estejam curiosos sobre como será.

Sabemos que a Fórmula 1 irá revisar como o formato funciona e aprenderá lições importantes para manter nosso esporte relevante e atraente para concorrentes e espectadores. Novos cenários trazem novas oportunidades e precisamos estar atentos para aproveitá-las ao máximo. Tudo pode acontecer e temos que nos certificar de que estamos na posição certa para extrair o melhor resultado possível na classificação Sprint.

Williams (0 pts)

(Foto: Williams Racing/Divulgação)

George Russell #63: Estou bastante empolgado para minha corrida em casa e ter todos os fãs britânicos de volta será uma experiência incrível. Vai ser um desafio com o novo formato neste final de semana, por isso vamos ter de estar atentos para o aproveitá-lo ao máximo. Em suma, o Grande Prêmio em Silverstone é sempre um ótimo fim de semana, pois tem o melhor público do ano, os fãs são incrivelmente apaixonados e o circuito oferece ótimas corridas. Não há nada igual.

Nicholas Latifi #6: Sem dúvidas estou super animado por Silverstone; é, de longe, minha pista favorita do calendário. A natureza das curvas de alta velocidade, que são muito rápidas e fluidas, torna o circuito perfeito para pilotar esses carros de Fórmula 1 modernos com tanto downforce. É uma sensação bem intensa com todas as forças G em seu corpo.

Esta será a corrida em casa da equipe, então estou muito animado para fazer parte disso, já que não fiz minha própria disputa em casa este ano, mas será tão especial quanto. Espero um fim de semana muito forte para tornar tudo ainda melhor.

Haas (0 pts)

(Foto: Haas F1 Team/Divulgação)

Mick Schumacher #47: Silverstone em geral é uma pista muito interessante. Há vários lugares de alta velocidade, mas também é muito técnica com a última chicane, então correr é muito difícil. Temos curvas longas que tornam complicado seguir, mas sempre gostei de ir a Silverstone. Os fãs são ótimos, mas também a história desse circuito é incrível.

“Acho que com o novo formato de qualificação, vamos definitivamente precisar abordar os três dias de forma diferente. Teremos apenas uma sessão de treinos livres para acertar o carro como queremos durante todo o fim de semana. No TL2 vamos tentar aprender algo para o evento principal mas, com certeza, será muito interessante.

Nikita Mazepin #9: Silverstone é um circuito muito bom porque tem uma combinação de tudo o que você sempre desejaria em uma pista de corrida – velocidade lenta, alta velocidade e também oportunidades de ultrapassagem. Ao mesmo tempo, é uma espécie de corrida em casa para a Haas e estou ansioso para fazer o meu melhor lá.

“Não sei o que esperar do formato de qualificação Sprint. A Fórmula 1 manteve o mesmo formato por alguns anos e será bom conseguir um novo para experimentar em Silverstone. Creio que com os pneus atuais você precisa planejar a quantidade de voltas que fará com eles. Vejo que podemos ir com tudo o tempo todo, já que normalmente não podemos fazer isso. Potencialmente, cada volta será como uma de qualificação para aquele curto período de tempo.

Guenther Steiner (chefe da equipe): Estou ansioso pela Sprint Quali porque é algo novo e algo novo sempre gera oportunidades. Com certeza os pilotos vão correr com tudo porque, na qualificação, todos correm muito e isso é como uma corrida de velocidade que define as posições do grid. No domingo, quando há pontos em jogo, você quer estar na melhor posição possível para começar a prova.

Da nossa parte, este ano é um aprendizado e ter mais algumas largadas durante o ano por causa do formato de qualificação de sprint será uma vantagem no próximo. Na corrida, apenas direi a eles para manterem o nariz limpo e os carros na pista.”

NOVIDADES PARA O GP

(Foto: Bryn Lennon/Getty Images/Red Bull Content Pool)

O GP da Grã-Bretanha será a primeira de três etapas da temporada 2021 da F1 que testará o novo formato de classificação para o ano que vem, o chamado Sprint Qualifying, uma corrida curta de 100 km que definirá a ordem de largada para o GP de domingo.

Nesse novo modo de qualificação em Silverstone, os pilotos vão percorrer um total de 17 voltas e não haverá troca de pneus durante a disputa. Quanto a pontuação, apenas os pilotos que ocuparem o top 3 ao final do Sprint sairão com pontos: o primeiro colocado receberá 3, o segundo 2 e o terceiro, 1 ponto.

A nova modalidade de final de semana vai funcionar da seguinte forma:

  • Na sexta-feira, ocorrerá o Treino Livre 1 (60 min) e a classificação tradicional dividida em Q1, Q2 e Q3, esta última que definirá o grid de largada para o Sprint Quali;
  • No sábado, acontecerá o Treino Livre 2 (60 min) e a qualificação Sprint;
  • No domingo, haverá apenas a corrida principal, que permanecerá inalterada.

A colocação final de cada competidor no Sprint será seu ponto de partida na corrida principal de domingo. Saiba mais sobre a corrida em formato Sprint aqui.

(Foto: Scuderia Ferrari/Divulgação)

Antes da largada do GP, no domingo, a Ferrari comemorará, de forma especial, os 70 anos de sua primeira vitória na Fórmula 1, ocorrida em 14 de julho de 1951 com o piloto argentino Jose Froilan Gonzalez.

Após viajar para a Inglaterra vindo da Officina Classiche, em Maranello, onde foi totalmente restaurado nos últimos meses, um dos modelos Ferrari 375 F1 de 12 cilindros será apresentado e guiado por Charles Leclerc em Silverstone.

Circuito de Silverstone (Foto: Imagem/Divulgação)

O circuito de Silverstone possui 5.891 km de extensão, recebe GPs da Fórmula 1 desde 1950 e a corrida terá um total de 52 voltas. O recorde de volta mais rápida nesse traçado pertence a Max Verstappen, que cravou o tempo de 1:27.097 na temporada passada, durante o GP dos 70 anos.

Essa pista é caracterizada pela predominância de trechos de média a alta velocidade, além de ser estreita em certas partes, como a curva 18, antes da reta principal. O gerenciamento de pneus será um desafio para as equipes, já que esse traçado possui algumas sequências de curvas rápidas e variadas, como o trecho da 10 a 14.

O favorito à vitória nesse final de semana é Lewis Hamilton, este que venceu o GP britânico nos últimos dois anos. Atualmente, o heptacampeão é o piloto mais vezes vencedor em Silverstone, com um total de 7 finalizações como P1.

Hamilton precisa aproveitar a chance de correr em um circuito favorável à ele para diminuir a diferença de pontos no campeonato em relação ao atual líder, Max Verstappen.

Transmissão no Brasil

A corrida acontecerá no próximo domingo, dia 18 de julho, às 11h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe.

Artigo anteriorSTOCK CAR – Calendário alterado (Nova data e anel externo em Curitiba) – 2021
Próximo artigoFÓRMULA 1 – Programação, Horários e Transmissão – GP da Inglaterra (Silverstone) – 2021

1 COMENTÁRIO