Início Destaque FÓRMULA 1 – Resultado Final (Venceu: Verstappen) – GP de Abu Dhabi...

FÓRMULA 1 – Resultado Final (Venceu: Verstappen) – GP de Abu Dhabi – 2020

415

 4 min de leitura

Foto: Red Bull Twitter

E tivemos neste domingo (13/12/2020) a última etapa da temporada mais conturbada da história da Fórmula 1! Diretamente de Abu Dhabi, em dia de muita emoção e homenagens nas despedidas, sejam das equipes, sejam da categoria! A dupla da Haas que se despedem, até então, da categoria. Vettel deixando a Ferrari, Sainz deixa a McLaren e Ricciardo se despede da Renault! Perez, também sem nova casa ainda, deixa a Racing Point!

Pole position de Verstappen, seguido de Bottas, Hamilton e Norris! Grandes disputas em jogo: Definição do vice-campeão (Bottas com 205 pontos ou Max com 189), disputa pelo 4º lugar entre Perez / Ricciardo e também pelo 3º lugar de construtores entre Racing Point, McLaren e Renault!

Largada sem incidentes, Max segura a ponta, seguido de Bottas e Lewis! O mesmo seguiu no TOP5: Norris e Albon! Boa largada de Magnussen (último), tomando as posições de Perez, Latifi e Pietro. Final da primeira volta e o TOP10 era:

Depois de 5 voltas, desempenho sensacional de Max Verstappen até então, conseguia abrir mais de 2 segundos para Bottas, que por sua vez também deixava o companheiro para trás na mesma distância.

Volta 10, disputas caseiras entre Vettel e Leclerc pela 12ª posição, além da disputa entre Gasly e Kvyat pela 8ª colocação. Fora isso, seguimos com Max, Bottas, Hamilton, Albon e Norris no TOP5. Mas… mas… momento em que Perez, em sua última prova na Racing Point e talvez na categoria, abandona com problemas no carro – motor! Pena!

Com safety-car virtual ativado e em seguida safety-car tradicional em pista, maioria dos pilotos aproveitam para realizar seus pit-stops. Não pararam apenas Ricciardo, Vettel, Leclerc, Gio e Magnussen. As posições ficaram assim (após 12 voltas):

Demora absurda para retirar o carro de Perez da pista, mas tivemos a relargada na volta 14. Sem incidentes ou trocas de posições, corrida seguiu. Volta 25, sem muitas novidades ou grandes disputas, Max abria quase 5 segundos para Bottas. O TOP 10 era: Max, Bottas, Lewis, Albon, Ricciardo (sem pit), Norris, Sainz, Vettel (sem pit), Stroll e Gasly. Momento em que Leclerc entra nos boxes para troca de pneus, retornando em último.

Chegamos na volta 30, corrida seguiu tranquila, sem muitas novidades além de algumas ultrapassagens de Leclerc no pelotão de trás e Vettel perdendo posições pelos pneus desgastados. Mas destaque para Pietro à frente de Gio e Magnussen (após entrada de ambos nos boxes). Max abria mais de 1.5 segundos para Bottas. Apenas Ricciardo e Vettel não haviam trocado seus pneus.

Volta 40 e alguns pilotos (Pietro e Latifi) realizam novas paradas de boxes, Ricciardo e Vettel realizam seus primeiros e últimos pit-stops! Max seguia com 7.5 segundos para Bottas. Leclerc assumia 13ª posição e pressionava Kimi na disputa pela 12ª. Ricciardo após pit, retornou em 7º e Vettel em 15º.

Faltando 10 voltas para o final, equipe pede a Bottas que se empenhe o máximo, mas Verstappen abre ainda mais na verdade (9.5 seg) e Hamilton diminui a diferença para o companheiro (2.6 seg). A expectativa de novas paradas entre os ponteiros ou alguma estratégia diferenciada da Mercedes não se concretizam e assim, FIM DE PROVA! FIM DE PROVA! Vence ele… Max Verstappen (10ª vitória na carreira). Largou em 1º e de ponta a ponta, conseguiu um bom desempenho em relação às Mercedes, garantindo a vitória na última prova do ano – com mais de 14 segundos de vantagem! Bottas e Hamilton completaram o pódio!

Em relação às principais disputas que estavam em jogo, Bottas com seu 2º lugar, garante o vice-campeonato. O 4º lugar na temporada fica com Perez, mesmo com o abandono. Ricciardo fechou o TOP5 de pilotos! E nos construtores, a McLaren fica com o 3º lugar na temporada!

E FIM galera! FIM de temporada! Ficam as lágrimas pela saudade que já se inicia, mas a alegria de uma temporada que conseguiu superar as milhares de dificuldades ao longo deste ano fora do padrão! Foram 17 etapas em 12 países, tivemos 23 pilotos em pista (incluindo substituições) e 13 pilotos diferentes em pódios. E ainda, 2 novos vencedores na categoria! Vamos para 2021 na esperança de dias melhores, de um mundo melhor!

Até breve!

RESULTADO FINAL
CALENDÁRIO
Calendário 2020 – Fórmula 1 – Tomada de Tempo
SIGA A GENTE