Início Destaque FÓRMULA INDY – INDY500 – Resultado Final – 500 Milhas de Indianapolis...

FÓRMULA INDY – INDY500 – Resultado Final – 500 Milhas de Indianapolis – 2020

4836

 8 min de leitura

E graças a esta #pandemia #covid19, pela primeira vez na história (em 104 edições), tivemos as 500 MILHAS DE INDIANAPOLIS com arquibancadas vazias, sem público! Ainda, a 104ª edição fica marcada pela ausência do BUMP DAY, uma vez que a quantidade de pilotos inscritos foi de exatamente 33 – limite aceito para a corrida! Na pole position tivemos Marco Andretti, com Dixon, Sato, VeeKay, Hunter-Reay, Hinchcliffe, Palou, Rahal e Rossi nas três primeiras filas.

Faltando 5 voltas, Spencer Pigot bate MUITO forte no bico da mureta que separa a pista dos boxes! UAU! Piloto bem, mas acidente assustador! O que obriga o término da prova em BANDEIRA AMARELA!

Em prova sensacional, e realmente mostrando a força no final da prova, vence ele, TAKUMA SATO! Pela segunda vez na carreira! Dixon e Rahal completam o TOP3. Entre os brasileiros, boas provas de ambos! Kanaan figurou muito tempo entre o TOP15, TOP10, mas terminou em 19º. Castroneves, com estratégias diferentes dos ponteiros, terminou em 11º.

Fernando Alonso, com desempenho baixíssimo e problemas no carro, andou sempre no pelotão de trás e não passou da 21ª colocação! Sobre a Penske, melhor colocado foi Newgarden com a 5ª posição, Castroneves em 11º, Power em 14º e Pagenaud em 22º lugar. Belíssima participação de Ferrucci, partindo de 18º para 4º colocado na prova!

RESULTADO FINAL
CORRIDA EM DETALHES

 

E após os devidos protocolos e o mais que famoso “START YOUR ENGINES“, desta vez anunciado por Roger Penske, partimos para as voltas de apresentação e a largada!

Largada esta, limpa, sem incidentes. Dixon não dá chances para Andretti e já assume a liderança da prova, puxando Takuma Sato! Hunter-Reay também toma a posição de VeeKay, assumindo a 4ª posição. Entre nossos representantes, Tny assume a 19ª posição e Castroneves seguia na 28ª. Rahal e Palou perdem algumas posições e com isso Rossi assume a 7ª posição!

Volta 6 e cena impressionante do carro de James Davidson, com a roda dianteira direita em chamas após seu conjunto de freio literalmente explodir! Primeira bandeira amarela da prova! Carros de apoio rapidamente atuam e apagam as chamas!

Alguns pilotos já aproveitam para abastecimento. O TOP10 era composto por Dixon, Hunter-Reay, Sato, Andretti, VeeKay, Hinchcliffe, Rossi, Pigot, Ericsson e Rahal! Relargada na volta 13, Dixon assegura a liderança, Hinchcliffe toma a 5ª posição de VeeKay. Mais 3 voltas e Hinchcliffe também toma a posição de Andretti! Rossi ultrapassa VeeKay e assume a 6ª posição! Hunter-Reay acompanhava de perto o líder Scott Dixon, menos de 0.200s de diferença.

VOLTAS 20 / 39

Volta 20, Dixon, Hunter-Reay, Sato, Hinchcliffe, Andretti, Rossi, VeeKay, Ericsson, Pigot e Herta no TOP10. Tony Kanaan em 20º e Castroneves apenas em 26º, mas já com um abastecimento realizado! Ainda pela Penske, Newgarden aparecia em 14º, Pagenaud em 22º e Power em 23º. Fernando Alonso vinha na 24ª colocação.

E… e… volta 25 e primeiro MURO, MURO! Marcus Ericsson, vinha muito bem na 8ª posição, perdeu a traseira e o restou apenas o muro do templo! Mais fogo, segunda bandeira amarela! Pigot assume o P8, com Herta e Palou fechando o TOP10.

Volta 28 e GERAL nos BOXES! Quem não havia parado na primeira bandeira amarela, entra nos boxes! E naquela entre e sai, bagunça generalizada, muitas mudanças de posições! Relargada na volta 32, Pagenaud assume a liderança, com Askew, Power, Kimball e Castroneves no TOP5. Naquele momento tínhamos:

VOLTAS 40 / 59

E assim é a INDY500, cada parada, cada bandeira amarela, tudo pode mudar em virtude das estratégias! Dixon e Hunter-Reay lideravam a prova e após a segunda bandeira amarela, com as confusões de sempre nos boxes, despencaram para as 6ª e 10ª posições, respectivamente. Enquanto isso, Pagenaud disparava na liderança, seguido do novato Askew, do compamnheiro Power, Kimball e do brasileiro Helio Castroneves. Rossi, Hildebrand, VeeKay e Hunter-Reay no TOP10. Tony aparecia em 21º e Alonso em 27º.

Volta 45, Askew e Power se aproximam de Pagenaud. Momento em que Pagenaud e Askew entram para mais um pit-stop! E… e… equipe McLaren coloca Askew à frente de Pagenaud no retorno à pista! Helio, Power e Kimball também entram nos boxes. Power consegue retornar à frente de Askew e Helio ganha a posição de Kimball. Dixon reassume a liderança, com Rossi, VeeKay, Hunter-Reay e Sato no TOP5.

Passamos de 1/4 da prova, o TOP10 era: Dixon, Rossi, VeeKay, Hunter-Reay, Sato, Andretti, Ferrucci, O’Ward, Hinchcliffe e Newgarden! Kanaan em 15º e Castroneves em 27º.

VOLTAS 60 / 79

Volta 60, Takuma Sato ganha a posição de Hunter-Reay, assumindo a 4ª posição. Momento em que Andretti vai aos boxes! Hunter-Reay, Kanaan, Ferrucci e Pigot o acompanham. Voltas seguintes e o líder, Scott Dixon, também realiza mais um pit-stop. VeeKay também troca seus pneus e reabastece. Com praticamente todos somando dois pit-stops, a classificação geral era – na volta 65:

Dixon, de forma sensacional, mantem-se na liderança, seguido de Askew e Pagenaud! Castroneves assume a 4ª colocação, com Rossi o separando de Power (em 6º). Volta 77 e o grupo liderado por Pagenaud e Castroneves, retornam aos boxes. Will Power consegue retornar à frente de Helinho.

Legenda: Três carros da Penske retornando à pista!

VOLTAS 80 / 99

Volta 80, Askew realiza mais um pit-stop, e assim passamos ao seguinte TOP10: Dixon, Sato, Rossi, Andretti, Ferrucci, Hunter-Reay, O’Ward, Hinchcliffe, Herta e Newgarden. E… e… volta 85 e mais MURO, MURO! Desta vez o estreante Dalton Kellett! Terceira bandeira amarela!

E mais uma oportunidade de mudanças de estratégias! Vários pit-stops, principalmente da turma liderada por Dixon. Volta 90 e a situação em pista era (TOP10): Dixon, Sato, Rossi, O’Ward, Newgarden, Andretti, Ferrucci, Rahal, Herta e Hunter-Reay. Tony em 12º e o Castroneves em 22º.

Volta 91 e o outro grupo, liderado por Pagenaud / Castroneves entra novamente nos boxes, ainda sob bandeira amarela!

Relargada na volta 93 e… e… batida forte envolvendo Askew e Daly! Daly rodou sozinho, e em meio a fumaça, Askew se assustou, bateu sozinho na proteção inferior e em seguida bateu no carro de Daly. Ambos fora! Que pena, Askew vinha realmente em bom desempenho na prova. Quarta bandeira amarela!

VOLTAS 100 / 119

E chegamos à metade da prova! Ainda em bandeira amarela e a situação em pista era:

Relargada na volta 101, desta vez sem reincidentes, Dixon seguia na liderança! Rossi e O’Ward acompanhavam, Tony em 10º! Voltas seguintes e Rossi consegue tomar a liderança de Dixon! Mais 3 voltas e Dixon recupera a posição. Mas, volta seguinte e trocam de posição novamente. O’Ward, Sato e Ferrucci completando o TOP5. Tony em 11º, Castroneves em 21º, Alonso em 17º, logo a frente de Pagenaud.

Nesta fase da prova, um troca-troca de liderança entre Dixon e Rossi! O’Ward apenas observando, bem próximo! Volta 116 e Sato assume a terceira colocação para cima de Pato O’Ward.

VOLTAS 120 / 139

Volta 121 e… e… quinta bandeira amarela, causada por Alex Palou na curva 1, juntando-se a Daly, Askew, Kellett, Ericsson e Davison – lista de pilotos que já abandonaram!

Praticamente todos os pilotos nos boxes (volta 125)! Problemas com Andretti em sua parada, Rossi é liberado de forma incorreta e bate em Sato na saída do pit-lane! Direção de prova aplica punição a Rossi, sendo direcionado ao fim do grid.

Após os pits-stops e a relargada na volta 131, tínhamos a seguinte classificação: Rosenqvist, Dixon, Rahal, Sato, Newgarden, O’Ward, Ferrucci, Power, Herta e Kanaan! Volta seguinte e Dixon assume a liderança, mas dobradinha da Ganassi naquele momento. Castroneves em 16º, Pagenaud em 20º e Alonso, com volta atrás, em 25º. Rossi, em prova de recuperação, assume a 17ª colocação. Momento em que Pagenaud bate na traseira de Hunter-Reay, danifica a asa dianteira e perde muito tempo nos boxes!

VOLTAS 140 / 159

Bandeira amarela! Bandeira amarela! Sim, sim… Alexander Rossi vai ao muro! Que dia Rossi! Que dia! E assim, momento DECISIVO da prova!

Desta vez, nada de pit-stop! Relargada na volta 155, e entramos na hora da verdade, aquele momento em que crianças são separadas dos adultos! Faltando 45 voltas a classificação era: Dixon, Sato, Rahal, Newgarden, Ferrucci, O’Ward, Herta, Kanaan, Hinchcliffe, Harvey no TOP10. Power em 11º, seguido de Castroneves! Volta 158 e Takuma Sato mostra que estava na disputa e assume a liderança para cima de Dixon!

VOLTAS 160 / 179

Volta 162, Castroneves ultrapassa Power e parte para cima de Harvey, na disputa pela 10ª posição. Newgarden ultrapassa Rahal e assume o P3. Volta 170 e começam as ÚLTIMAS paradas para trocas de pneus e reabastecimento!

VOLTAS 180 / 200

Trecho FINAL! Últimas 20 voltas! Veach e Chilton lideravam naquele momento, mas em tese, teriam que parar mais uma vez! Sato em 3º e à frente de Dixon! Castroneves em 12º e Kanaan em 19º.

Faltando 15 voltas para o final! Veach e Chilton vao aos boxes! Sato era o líder, com Dixon em seguida! Rahal, Ferrucci e Newgarden fechando o TOP5.

ÚLTIMAS VOLTAS, ÚLTIMAS VOLTAS, a disputa realmente entre Sato e Dixon! Sato consegue manter-se com quase 1 segundo à frente de Dixon! Contagem regressiva… 8… 7… 6… 5… PANCA! PANCA FORTE! Faltando 5 voltas, Spencer Pigot bate MUITO forte no bico da mureta que separa a pista dos boxes! UAU! Piloto bem, mas acidente assustador!

E assim, contagem segue em 4… 3… 2… 1! Em bandeira amarela, uma pena… FIM DE PROVA! FIM DAS 500 MILHAS DE INDIANAPOLIS! Em prova sensacional, e realmente mostrando a força no final da prova, vence ele, TAKUMA SATO! Pela segunda vez na carreira! Dixon e Rahal completam o TOP3. Entre os brasileiros, boas provas de ambos! Kanaan figurou muito tempo entre o TOP15, TOP10, mas terminou em 19º. Castroneves, com estratégias diferentes dos ponteiros, terminou em 11º.

Fernando Alonso, com desempenho baixíssimo e problemas no carro, andou sempre no pelotão de trás e não passou da 21ª colocação! Sobre a Penske, melhor colocado foi Newgarden com a 5ª posição, Castroneves em 11º, Power em 14º e Pagenaud em 22º lugar.

CALENDÁRIO 2020

SIGA A GENTE

Nos siga em nossas redes sociais e canais para não perder absolutamente NADA da INDY500 2019: