Início Destaque NASCAR – Nas 600 Milhas de Charlotte, Elliott erra estratégia e presenteia...

NASCAR – Nas 600 Milhas de Charlotte, Elliott erra estratégia e presenteia Brad Keselowski – 2020

122

 4 min de leitura

As emoções foram reservadas para as voltas finais das 600 Milhas de Charlotte. Créditos : Jared C. Tilton | Getty Images (Nascar.com)

Olá amigos e amigas do Tomada de Tempo e do Kojak ! Este último domingo seria aquele especial para o fã da velocidade, pois teríamos pela manhã o GP de Mônaco na F1, no inicio da tarde as 500 Milhas de Indianápolis e no início da noite as 600 Milhas de Charlotte. Bem, infelizmente, devido à pandemia, Mônaco foi cancelada e Indianápolis adiada. Mas a NASCAR, tomando todas as devidas precauções, segue sua maratona de provas no intuito de cumprir e regularizar seu calendário. Sendo assim, nós tivemos a oportunidade de acompanhar as emoções desta tradicional e longa prova da principal categoria americana. Foram mais de quatro horas de duração. Não é uma prova de endurance?

Dessa vez, tivemos a classificação algumas horas antes da prova e o veterano Kurt Buch#1 levou a pole para seu currículo e ao seu lado estaria um promissor Jimmie Johnson#48.

Antes mesmo da largada, nas voltas de aquecimento, Denny Hamlin#11 teve problemas e perdeu lastros que servem para balancear o carro. As peças caíram na pista e o fizeram ficar por algumas voltas parados no boxe. O Toyota nº11 já venceu duas provas este ano, mas desta vez iria apenas fazer número na pista. Erro de amador na equipe Joe Gibbs.

No primeiro segmento tudo ia bem para o pole Kurt Busch#1, até que a chuva veio e paralisou a corrida. A água parece ter esfriado os ânimos do Busch mais velho, que no retorno da paralisação desceu o pelotão. Nesse momento, quem surgiu para comandar o espetáculo foi Alex Bowman#88, “The Showman”. Com um carro muito rápido e estável Bowman venceu o primeiro segmento e dominou com sobras o segundo. Bons pontos para o garoto do Chevrolet 88.

No terceiro segmento, Martin Truex Jr.#19, que vinha se mantendo na P2, aproveitando-se de problemas nos pneus de Bowman#88, assume a ponta e dava sinais que iria repetir a vitória conquistada nesta prova em 2019. Mas Matt Kenseth#42, o veterano substituto de Kyle Larson, chamou a bandeira amarela e fez tudo mudar. Boa parte do pelotão foi para os pits, mas Joey Logano#22 resolveu apostar no seu próprio talento, permaneceu na pista com os pneus gastos enquanto os ponteiros iriam atacá-lo com pelo menos dois pneus novos. Logano#22 mostrou que seu retrospecto e título de 2018 não são frutos do acaso e venceu o terceiro segmento, seguido por Bowman#88 e Blaney#12. Mas este seria seu único momento de brilho na noite.

Sim, nas 600 Milhas de Charlotte temos quatro segmentos e na fase derradeira da corrida os fãs do Hepta Jimmie Johnson#48 se encheram de esperança ao vê-lo brigar pela liderança da prova. Mas quem veio de trás e “jantou” J.J. e Brad Keselowski#2 foi Chase Elliott#9. Não apenas passou como abriu vantagem. Foram voltas e voltas de liderança consolidada e tudo parecia garantido. Parecia, pois na NASCAR realmente tudo pode acontecer até a bandeira quadriculada. Faltando TRÊS voltas para o final, o companheiro de equipe do líder, Willian Byron#24, rodou e chamou a bandeira amarela, ou seja, veio a prorrogação. Elliott#9 liderando, seguido por Brad Keselowski#2 e Jimmie Johnson#48, teria que decidir : Entraria para trocar pneus e os seus oponentes poderiam ficar na pista ou ele ficaria na pista com pneus mais gastos e seus oponentes entrariam nos pits e voltariam com pneus novos. Ele entrou, seus concorrentes ficaram e Elliott voltou apenas na P11, não conseguindo alcançar novamente a ponta nas poucas voltas que faltavam. “Bad” Brad Keselowski#2, que havia sido punido antes da prova e largou do fim do grid, segurou Jimmie Johnson#48 e venceu a primeira na temporada. Para J.J. a segunda posição seria um bom alento, mas a inspeção após a prova constatou irregularidades no carro e o desclassificou. Que fase!

Do fim do grid à vitória. Keselowski se garantiu nos playoffs Créditos : Chris Graythen | Getty Images (Nascar.com)

Novamente ressalto a boa performance de Tyler Reddick#8 (P8) e que finalmente veio um bom resultado de Christopher Bell#95 (P9). Do chamado trio de ferro da Xfinity 2019, ainda falta a aparição de Cole Custer#41.

Após a Xfinity nesta segunda feira, teremos a chance de acompanhar a volta da TRUCK SERIES em Charlotte na terça e mais uma etapa da Cup na quarta. Sigam a maratona e a agenda de MAIO.

• 26/05 – Truck Series em Charlotte
• 27/05 – Cup Series em Charlotte
• 30/05 – Xfinity em Bristol
• 31/05 – Cup Series em Bristol

No que se refere à tabela da Cup Series, Harvick#4 segue na ponta. Bowman#88 e Logano#22 seguem na perseguição. Mas ainda é muito cedo para prognósticos mais definitivos. Essa semana ainda tem muita velocidade. Não percam a TRUCK SERIES, essa categoria não tem corrida ruim! E sigam as notícias e programação no TOMADA DE TEMPO e VIVA A NASCAR!

Fonte : Nascar.com

E como diria Kal-El: “Para o alto e avante !!”

SIGA MINHAS REDES SOCIAIS
CALENDÁRIO 2020 – NASCAR

E o calendário revisado até JUNHO/2020 está disponível AQUI!