Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Homenagem Ayrton Senna do Brasil – 2015

FÓRMULA 1 – Homenagem Ayrton Senna do Brasil – 2015

198

 5 min de leitura

Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas
Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Ao invés de relembrar ou comemorar o fim, a morte, vamos CELEBRAR a vida, vamos saborear as conquistas e as vitórias do MITO (sim, MITO) Ayrton Senna! O grande, gigante não apenas pelo que fez nas pistas, mas sim por tudo o que fez e faz também fora dela, inclusive até hoje!

Senna conquistou 3 títulos mundiais em uma época onde o que importava era a raça e a real capacidade fisica/mental em pilotar. Nos anos de 1988, 1990 e 1991 através de sua McLaren, o piloto venceu respectivamente 8, 6 e 7 vezes. Em 88 foram 13 poles, 10 em 1990 e 8 em 91.

Na carreira foram 41 vitórias! Na verdade para os fãs 42, porém em 1989 sua vitória no Japão foi anulada! De todas as vitórias, 6 foram pela saudosa Lotus e o restante (35) pela McLaren.

Destaques especiais para 7 GP’s:

GP de Mônaco – 1984
Em seu primeiro ano na categoria, na Toleman, Senna chegou em segundo, debaixo de muita chuva. Só não ganhou a prova porque a comissão da etapa encerrou a prova antes do previsto, certamente para beneficiar oumelhor, não deixar o francês Alain Prost com vergonha e os chefões da F1 com cara de BUND*. Alí já começava a ficar claro para cena, desde cedo, que a política na F1 era cruel.

GP de Portugal – 1985
Agora já na equipe Lotus. A primeira vitória de Senna na F1, com liderança de ponta a ponta.

GP do Japão – 1988
Já na McLaren, o carro de Senna não pegou na largada. Felizmente em Suzuka, a largada se dava em uma descida e o mestre manteve o pé na embreagem. Saiu em 14º, fez uma brilhante corrida de recuperação e ainda fugiu de uma fechada do desafeto Prost. Os pontos conquistados aqui o consagraram CAMPEÃO de 1998.

GP do Japão – 1989 – A injustiça
Última corrida do ano. A corrida iria decidir o campeão – Senna ou Prost. Em briga entre os 2 pilotos, o francês Prost abandona, Senna corta o chicane, troca o bico nos boxes e ganha. Teoricamente CAMPEÃO! Mas o francês mexe seus pauzinhos nos bastidores e a comissão da prova (COMPRADA, INJUSTA e SUJA) acaba considerando ilegal o corte de chicane e o desclassifica, dando o título ao político, ops, quer dizer, piloto francês.

https://www.youtube.com/watch?v=WUA9oIQ9TBY

GP do Japão – 1990 – O troco (muito bem dado por sinal)
Todos sabem da paixão dos Japoneses pelo brasileiro! E não é por acaso! Nesta prova, sem querer querendo, logo na disputa da primeira curva, o brasileiro colide com Prost e ambos saem da corrida. Senna é bi-campeão mundial com 11 pontos à frente do francês político, ops quer dizer, piloto! Nada como um beeeelo dia após o outro, ou melhor, um ano após o outro!

GP do Brasil – 1991
Destesua estréia na F1, a vitória no Brasil já havia virado utopia! E em 91 tudo conspirava para que não fosse dessa vez também. Mas é aí que o verdadeiro piloto aparece, a raça, a garra de um verdadeiro campeão e fiel aos seus objetivos. Com problemas no câmbio, terminou a prova apenas com a sexta marcha. O esforço físico foi tanto que ele precisou de ajuda para sair do carro e ainda levantar o troféu de seu tri-campeonato. Tudo isso diante de uma torcida alucinada.

GP da Europa – 1993
Esse GP eu duvido que algum fã consiga esquecer! Ayrton Senna simplesmente DESTRUIU em Donington Park, na Inglaterra. Considerada a melhor da história da F1, o brasileiro ultrapassou quatro carros ainda na primeira volta, embaixo de chuva.

Veja a seguir as conquistas e links para mais informações sobre todas as vitórias (Site Oficial do Senna):

Grande Prêmio de Portugal – 1985
Grande Prêmio da Bélgica – 1985
Grande Prêmio da Espanha – 1986
Grande Prêmio de Detroit – 1986
Grande Prêmio de Mônaco – 1987
Grande Prêmio de Detroit – 1987
Grande Prêmio de San Marino – 1988
Grande Prêmio do Canadá – 1988
Grande Prêmio de Detroit – 1988
Grande Prêmio da Inglaterra – 1988
Grande Prêmio da Inglaterra – 1988
Grande Prêmio da Alemanha – 1988
Grande Prêmio da Hungria – 1988
Grande Prêmio da Bélgica – 1988
Grande Prêmio do Japão – 1988
Grande Prêmio de San Marino – 1989
Grande Prêmio de Mônaco – 1989
Grande Prêmio do México – 1989
Grande Prêmio da Alemanha – 1989
Grande Prêmio da Bélgica – 1989
Grande Prêmio da Espanha – 1989
Grande Prêmio de Phoenix – 1990
Grande Prêmio de Mônaco – 1990
Grande Prêmio do Canadá – 1990
Grande Prêmio da Alemanha – 1990
Grande Prêmio da Bélgica – 1990
Grande Prêmio da Itália – 1990
Grande Prêmio de Phoenix – 1991
Grande Prêmio do Brasil – 1991
Grande Prêmio de San Marino – 1991
Grande Prêmio de Mônaco – 1991
Grande Prêmio da Hungria – 1991
Grande Prêmio da Bélgica – 1991
Grande Prêmio da Austrália – 1991
Grande Prêmio de Mônaco – 1992
Grande Prêmio da Hungria – 1992
Grande Prêmio da Itália – 1992
Grande Prêmio do Brasil – 1993
Grande Prêmio da Europa – 1993
Grande Prêmio de Mônaco – 1993
Grande Prêmio do Japão – 1993
Grande Prêmio da Austrália – 1993

Além disso, em outras 39 corridas o piloto subiu ao pódio. Pela Toleman-Hart foram 3 vezes, 16 pela Lotus e o restante pela McLaren. Ainda foram 65 Pole positions, somadas a 19 voltas mais rápidas. O piloto também é dono de 7 Hat Trick (pole, vitória e melhor volta no mesmo GP) e 4 Grand Chelem (Hat Trick e corrida inteira na primeira posição).

Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas
Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Veja também alguns números interessantes e mágicos:

Grandes Prêmios disputados: 161
Grandes Prêmios finalizados: 105
Número de desistências: 56
Média de pontos por corrida: 3,81
Pódios: 80
Número de vezes na liderança: 109
Número de grandes prêmios na liderança: 86
Voltas na liderança: 2982
km na liderança: 13676
Total de voltas percorridas: 8219
Total de quilômetros percorridos: 37934
Largadas na primeira fila: 87
Vitórias com pole position: 29
Vitórias de ponta a ponta: 19
Voltas mais rápidas: 19
Máximo de poles conseguidas numa só temporada: 13
Pole positions sucessivas: 8
Pole positions sucessivas numa só temporada: 6
Grande Prêmio onde mais venceu: GP de Mônaco – 6 vitórias
Vitórias consecutivas: 4
Dobradinhas: 14

Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas
Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

E infelizmente, em 1º de maio de 1994, faleceu um dos maiores pilotos de todos os tempos… Ayrton Senna do BRASIL, sim do BRASIL! Resultado de uma colisão entre seu carro e o muro da curva Tamburello, enquanto participava do Grande Prêmio de San Marino, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, na Itália. Acesse este LINK e veja no Memória Globo (Rede Globo) informações interessantes e vídeos sobre o acontecimento!

http://www.ayrtonsenna.com.br
http://www.ayrtonsenna.com.br
http://www.ayrtonsenna.com.br/senna-experience/
http://www.ayrtonsenna.com.br/senna-experience/