Início Destaque FÓRMULA 1 – Vitória de Russell e outros destaques do GP da...

FÓRMULA 1 – Vitória de Russell e outros destaques do GP da Áustria – 2024

300
(Foto: Sam Bloxham/Mercedes-Benz Group AG)
Terceira prova em formato Sprint mostrou uma vitória inesperada da Mercedes, azar de Norris, corrida ruim de Perez e forte resultado da Haas.

A Fórmula 1 realizou neste final de semana (28, 29 e 30) o Grande Prêmio da Áustria, a décima primeira etapa da temporada, no Red Bull Ring, circuito localizado em Spielberg, município do estado da Estíria. O vencedor da Sprint Race no sábado foi Max Verstappen, seguido de Oscar Piastri e de Lando Norris.

Na competição principal deste domingo, George Russell levou a melhor, ao terminar no topo do pódio depois de um contato entre os líderes Max Verstappen e Lando Norris na volta 64/71, e herdar a vitória. Logo atrás do britânico da Mercedes vieram Oscar Piastri e Carlos Sainz, enquanto Verstappen finalizou em quinto e Lando abandonou o GP.

O ponto extra da volta mais rápida ficou com Fernando Alonso que cravou o tempo de 1:07.694s, enquanto Norris foi eleito Piloto do Dia na votação oficial da F1.

Análise de desempenho
Mercedes-AMG F1

A Mercedes foi a escuderia que tirou a sorte grande em Spielberg, graças a George Russell, que liderou o companheiro Lewis Hamilton desde o classificatório da Sprint. O britânico de 26 anos recebeu a bandeira quadriculada na competição curta de sábado na mesma posição em que iniciou, na P4. Assim como o parceiro e conterrâneo, Hamilton também terminou na mesma colocação de origem, na P6.

As coisas foram ainda melhores para a equipe alemã no domingo, com o triunfo de Russell e o quarto lugar de Lewis, logo à frente de Max Verstappen. No caso de George, essa foi a segunda vitória do britânico na Fórmula 1 e a segunda da Mercedes com o carro do novo regulamento. Sem dúvidas, o GP austríaco foi a melhor prova da temporada para a Mercedes.

McLaren

A McLaren mostrou que a alta competitividade do MCL38 está em dia, ao dar trabalho para Max Verstappen e a RBR na Sprint Race, com Oscar Piastri e Lando Norris no top 3 final, e conquistar a P2 com Piastri na competição de domingo (dois pódios consecutivos como segundo lugar).

Norris não teve um fim de semana totalmente satisfatório na Áustria, já que abandonou o GP ao se envolver em um contato com Verstappen que gerou danos terminais ao seu carro. Apesar do inconveniente com o Piloto do Dia, a McLaren foi a equipe que marcou o maior número de pontos no circuito Red Bull Ring.

Red Bull Racing

Não acostumada a perder a sua corrida em casa, a Red Bull Racing vivenciou um fim de semana difícil, diante do forte desempenho da McLaren. Na corrida curta de sábado, Max Verstappen largou na pole, batalhou acirradamente com Lando Norris e Oscar Piastri, e garantiu a vitória. No outro carro da RBR, Sergio Perez regrediu, ao ver as luzes se apagarem da P7 para concluir a prova de 100 km na P8, uma finalização embaraçosa para o mexicano.

No Grande Prêmio, Max liderou o grid de largada novamente, mas, depois de uma corrida complicada do meio pro final por conta de um problema no pit-stop, do contato com Norris e uma punição de +10s por conta disso, o atual tricampeão cruzou a linha de chegada na P5, a duas posições à frente do parceiro de equipe, Perez, que, mais uma vez, não ajudou a RBR. Assim, a Red Bull saiu de sua etapa caseira frustrada, após poucos pontos acumulados.

Scuderia Ferrari

Para a Ferrari, o final de semana na Estíria foi de altos e baixos, com pontos positivos na Sprint e decepções na corrida longa de domingo. No sábado, os dois pilotos da escuderia italiana concluíram na zona de pontos, mas abaixo do top 3, com Carlos Sainz na P5 e Charles Leclerc na P7.

Na disputa do dia seguinte, tudo começou a desandar: Sainz largou de pneus médios, depois parou para colocar compostos duros e, ao ver que a estratégia não deu certo, precisou retornar ao box para voltar com os pneus de faixa amarela. No caso de Leclerc, as coisas foram ainda mais difíceis.

O monegasco sofreu um contato de Oscar Piastri após a largada, que gerou um dano na asa dianteira de seu SF-24 e foi para os boxes trocá-la, parou um total de quatro vezes para trocar os pneus e recebeu a bandeirada final na P11, fora do top 10. Assim, o único ponto alto da Ferrari no GP da Áustria foi o pódio de Sainz.

Haas

Apesar de não ter marcado pontos na Sprint Race, a Haas surpreendeu no GP austríaco, com o seu melhor resultado da temporada 2024 até o momento. Ao largarem em nono e décimo segundo lugares na disputa principal, respectivamente, Nico Hulkenberg e Kevin Magnussen aproveitaram ao máximo o domingo no Red Bull Ring, ao cruzarem a linha de chegada na P6 e P8, de forma respectiva.

Ao todo, Hulkenberg ganhou três colocações no evento de maior duração, enquanto o companheiro de equipe do alemão, Magnussen, conquistou quatro posições no GP. Diante da boa soma de pontos em território europeu, a escuderia americana deixou a Alpine para trás e reassumiu a P7 no Campeonato de Construtores.

Visa Cash APP RB

A equipe satélite da Red Bull e que também correu em casa, Visa Cash App RB, foi salva graças a apenas um de seus pilotos: Daniel Ricciardo. Apesar da escuderia terminar a Sprint Race zerada, o australiano alcançou o nono lugar na disputa de domingo, depois de largar na P11.

Essa P9 foi uma boa notícia para Daniel, que passou a maior parte da temporada na sombra do japonês de 24 anos. No momento, Ricciardo possui 11 dos 30 pontos que a Racing Bulls acumula na tabela de construtores, e precisa de mais finalizações no top 10 para alcançar e ultrapassar o companheiro no Campeonato de Pilotos.

Alpine

Ao ser outra escuderia que não marcou pontos no sábado e pegar o último degrau da zona de pontuação do Grande Prêmio com Pierre Gasly, a Alpine saiu de Spielberg com apenas um motivo para comemorar.

A P10 do francês neste domingo possibilitou a equipe francesa continuar sua consistência de finalizações no top 10, que se apresenta desde o GP de Miami, quando ocorreu a virada de chave no pacote aerodinâmico e, consequentemente, na performance do A524.

Equipes que não pontuaram no GP

Dentre as escuderias que saíram zeradas do Grande Prêmio da Áustria estão a Williams Racing e a Kick Sauber. Vale lembrar que a Aston Martin garantiu apenas o ponto da volta mais rápida do GP.

Top 10 do Campeonato de Pilotos:

1 – Max Verstappen #1 (Red Bull Racing Racing) – 237 pts

2 – Lando Norris #4 (McLaren) – 156 pts

3 – Charles Leclerc #16 (Scuderia Ferrari HP) – 150 pts

4 – Carlos Sainz #55 (Scuderia Ferrari HP) – 135 pts

5 – Sergio Perez #11 (Red Bull Racing) – 118 pts

6 – Oscar Piastri #81 (McLaren) – 112 pts

7 – George Russell #63 (Mercedes-AMG F1) – 111 pts

8 – Lewis Hamilton #44 (Mercedes-AMG F1) – 85 pts

9 – Fernando Alonso #14 (Aston Martin Aramco) – 41 pts

10 – Yuki Tsunoda #22 (Visa Cash App RB) – 19 pts

Campeonato de Construtores:

1 – Red Bull Racing Racing – 355 pts

2 – Scuderia Ferrari HP – 291 pts

3 – McLaren – 268 pts

4 – Mercedes-AMG F1 – 196 pts

5 – Aston Martin Aramco – 58 pts

6 – Visa Cash App RB – 30 pts

7 – Haas F1 Team – 19 pts

8 – Alpine F1 Team – 9 pts

9 – Williams Racing – 2 pts

10 – Kick Sauber – 0 pts

A próxima etapa da temporada 2024 da Fórmula 1 será o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, no dia 7 de julho.