Início Destaque STOCK CAR – O que esperar da quinta etapa da temporada –...

STOCK CAR – O que esperar da quinta etapa da temporada – 2024

300
(Foto: Marcelo Machado de Melo/Stock Car)
Maior classe brasileira de turismo retorna a Mogi Guaçu para retomar uma disputa pendente e iniciar duas do zero.

A Stock Car Pro Series está de volta neste fim de semana (28 a 30) para realizar a quinta etapa da temporada, no Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, cidade do interior de São Paulo. O 5º evento da programação contará com duas corridas, uma Sprint de 30 min + 1 volta no sábado e a principal, com 50 min + 1 volta de duração, no domingo.

O circuito na Fazenda Velocitta receberá a Stock Car pela segunda vez neste ano, ao sediar a competição de número dois do itinerário, que aconteceu em março e será continuada neste domingo. Devido a fortes chuvas no dia do Grande Prêmio do segundo evento da categoria, a prova de longa duração foi suspensa por segurança e será retomada nesta sexta-feira (28).

Após a bandeirada final, com a Sprint da primeira passagem pelo Velocitta já realizada, os resultados serão somados e complementarão os dados estatísticos do segundo evento do campeonato, que foram revogados temporariamente. Importante destacar que o atual 5º colocado na classificação de pilotos, Gabriel Casagrande, correrá com o lastro de 30 kg em seu Chevrolet Cruze #83 no GP de sexta-feira, por ter sido o líder da tabela antes da etapa 2.

Na primeira passagem da Stock Car por Mogi Guaçu neste ano, o vencedor da Sprint de sábado foi Felipe Massa, seguido de Ricardo Zonta e de Felipe Fraga, estes que, assim como os outros pilotos que pontuaram na Sprint, terão seus pontos restituídos.

Vale mencionar que o Grande Prêmio de domingo se chamará GP Toyota 100, em homenagem à marca centenária do número de corridas da montadora japonesa na Stock Car Pro Series, que compete na classe desde 2020 com o sedan médio Corolla. Ano que vem, com a introdução dos carros SUV, a Toyota Gazoo Racing correrá com o Corolla Cross.

Neste final de semana, a classe brasileira de turismo dividirá o autódromo paulista com a sua categoria de acesso, Stock Series, e com a Fórmula 4 Brasil, que realizarão o terceiro evento de seus respectivos calendários.

Informações do circuito

O Autódromo Velocitta possui 3.443 km de extensão, 12 curvas (4-D e 8-E), fluxo no sentido anti-horário e tem como características principais mudanças de elevação e setores predominantes de média velocidade. Por apresentar setores estreitos, as ultrapassagens são difíceis, o que torna o classificatório uma sessão de extrema importância.

O Velocitta exige muito do sistema de freios dos carros, pois a frenagem é acionada em 1/4 (25%) da volta. Por isso, a principal preocupação dos pilotos nesse traçado é manter a temperatura ideal das pastilhas de freio nas corridas.

O setor 3 é a área mais desafiadora: há a sequência de curvas “saca-rolhas”, um trecho que começa no final da reta oposta e é seguido pelas curvas 8 (E), 9 (D) e 10 (E), estas que acontecem em um forte declive. Por isso, os freios dianteiros são os mais afetados durante a volta.

Os Reis da pista, que possuem mais vitórias no Autódromo Velocitta, são Thiago Camilo e Ricardo Zonta, com um total de três triunfos.

Novidades

O retorno de Cacá Bueno

(Foto: Rodrigo Guimarães/RF1)

O pentacampeão da Stock Car, Cacá Bueno, foi liberado pelos médicos para correr neste fim de semana no Velocitta e está de volta à categoria mais alta do automobilismo brasileiro, após se recuperar do incidente que sofreu em Interlagos, durante o Treino Livre 2 da segunda etapa.

O piloto #0 da equipe KTF Sports tinha fraturado uma vértebra ao receber um forte impacto nas costas, quando o chassi se chocou na superfície do circuito paulista como resultado de uma roda que projetou o Chevrolet Cruze do carioca para o alto.

Cacá comentou sobre sua expectativa e como é retornar em uma semana logo com três corridas programadas. “Estou muito feliz por voltar à Stock Car. Foi muito difícil ficar de fora das últimas etapas, mas era necessário para que eu pudesse ter boas condições para competir neste final de semana no Velocitta. Serão três corridas em três dias de competição, então é uma volta com tudo, e espero ter bons resultados em todas elas.”

O que esperar
(Foto: Marcelo Machado de Melo/Stock Car)

Este será um final de semana intenso para os pilotos e equipes da Stock Car, com três competições para acontecer na mesma quantidade de dias com atividade de pista em Mogi Guaçu: a prova principal da 2ª disputa na sexta-feira, a Sprint no sábado e o GP Toyota 100, no domingo.

Isso significa que os carros também sofrerão um desgaste acentuado em seus componentes, principalmente nos freios e na transmissão. Assim, há chances reais de haver quebras e abandonos no decorrer da corrida de maior duração da 5ª etapa.

Quanto a interrupções, o Safety Car costuma surgir no circuito do interior paulista e, pelo traçado ser estreito e técnico, as ultrapassagens são menos constantes, o que torna a qualificação uma parte crucial no fim de semana.

O atual líder do Campeonato de Pilotos é Rafael Suzuki, que soma uma vitória e três pódios neste ano e se encontra com 285 pontos, 30 de vantagem sobre o segundo colocado, Ricardo Zonta e 45 de distância de Júlio Campos, ocupante do terceiro lugar. Para Suzuki, tudo se resumirá em não só se manter no topo, mas estender a sua vantagem para se afastar de Zonta e Campos.

Daniel Serra, que largará na pole na decisão da primeira passagem da categoria pelo Velocitta nesta sexta-feira, se encontra fora do top 10 na tabela e precisa converter a P1 do grid inicial para se recuperar e entrar na briga pelo título. Cumprir esse objetivo será uma espécie de redenção para Serra, que perdeu o topo do pódio em Cascavel ao se deparar com uma quebra a três minutos do agitar da bandeira quadriculada.

Top 10 do campeonato de pilotos:

1º – Rafael Suzuki #8 (TMG Racing) – 285 pts
2º – Ricardo Zonta #10 (RCM Motorsport) – 255 pts
3º – Júlio Campos #4 (Pole Motorsport) – 240 pts
4º – Felipe Baptista #121 (Crown Racing) – 238 pts
5º – Gabriel Casagrande #83 (AMattheis Vogel) – 229 pts
6º – Felipe Massa #19 (TMG Racing) – 228 pts
7º – Enzo Elias #28 (Crown Racing) – 224 pts
8º – Dudu Barrichello #91 (Full Time Sports) – 214 pts
9º – Lucas Foresti #12 (AMattheis Vogel) – 199 pts
10º – Thiago Camilo #21 (Ipiranga Racing) – 193 pts

Previsão do tempo

Sexta-feira – Mínima de 17ºC e máxima de 30ºC. Tempo aberto, com intervalos de sol entre nuvens.

Sábado – Mínima de 14ºC e máxima de 28ºC. Sol com muitas nuvens e períodos de céu nublado, com chuva apenas à noite.

Domingo – Mínima de 3ºC e máxima de 19ºC. Tempo parcialmente nublado, sem chances de chover durante o dia.

Fonte: www.climatempo.com.br

Programação do final de semana

Sexta-feira, 28 de junho
08h30 – Stock Car Pro Series – Shakedown
10h50 – Stock Car Pro Series – Treino Livre 1
14h40 – Stock Car Pro Series – Corrida principal – etapa 2 (50 minutos + 1 volta)

Sábado, 29 de junho
08h25 – Stock Car Pro Series – Treino Livre 2
11h00 – Stock Car Pro Series – Classificação
16h00 – Stock Car Pro Series – Corrida Sprint (30 minutos + 1 volta)

Domingo, 30 de junho
14h00 – Stock Car Pro Series – Corrida principal – GP Toyota 100 (50 minutos + 1 volta)

Grid de largada da corrida principal da segunda etapa:
Daniel Serra vai largar na pole position na prova de sexta-feira em Mogi Guaçu (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

1º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze);
2º – Felipe Baptista (Crown Racing/Toyota Corolla);
3º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze);
4º – Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla);
5º – Rafael Suzuki (TMG Racing/Chevrolet Cruze);
6º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla);
7º – Arthur Leist (Full Time Sports/Toyota Corolla);
8º – Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla);
9º – Felipe Massa (TMG Racing/Chevrolet Cruze);
10º – Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla);
11º – Felipe Fraga (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze);
12º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze);
13º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze);
14º – Átila Abreu (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze);
15º – Enzo Elias (Crown Racing/Toyota Corolla);
16º – Cacá Bueno (KTF Sports/Chevrolet Cruze);
17º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla);
18º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla);
19º – Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla);
20º – Julio Campos (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze);
21º – Lucas Foresti (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze);
22º – Zezinho Muggiati (KTF Racing/Chevrolet Cruze);
23º – Nelson Piquet Jr. (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze);
24º – Lucas Kohl (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze);
25º – Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze);
26º – Gaetano Di Mauro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze);
27º – Vitor Baptista (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla);
28º – Gabriel Robe (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze).

Números da Toyota na Stock Car

Estreia: 26 de julho de 2020, Goiânia (GO)
Modelo: Toyota Corolla GR
Corridas: 97
Vitórias: 44
Poles: 27
Voltas mais rápidas: 32
Pódios: 127

Primeira pole: Ricardo Zonta (RCM Motorsport), Goiânia, 26 de julho de 2020
Primeira vitória: Ricardo Zonta (RCM Motorsport), Goiânia, 27 de julho de 2020
Primeiro título: Rubens Barrichello (Full Time Sports), temporada 2022

Pilotos / número de vitórias pela montadora
Thiago Camilo – 10
Ricardo Zonta e Rubens Barrichello – 7
Matías Rossi – 5
Bruno Baptista – 4
Nelson Piquet Jr. e Cesar Ramos – 3
Rafael Suzuki e Dudu Barrichello – 2
Felipe Baptista – 1

Todos os poles
Thiago Camilo – 7
Ricardo Zonta – 5
Rubens Barrichello, Cesar Ramos e Bruno Baptista – 4
Rafael Suzuki, Matías Rossi e Felipe Baptista – 1

Transmissão

A quinta etapa da Stock Car Pro Series contará com transmissão ao vivo pela Rede Bandeirantes (Band) e pelo SporTV na TV, além do canal do YouTube oficial da categoria.