Início Destaque FÓRMULA 1 – Vitória de Verstappen e outros destaques do GP da...

FÓRMULA 1 – Vitória de Verstappen e outros destaques do GP da Espanha – 2024

248
(Foto: Chris Graythen/Getty Images/Red Bull Content Pool)
Prova inicial de uma rodada tripla na Europa mostrou consistência da McLaren no pódio, avanço significativo da Mercedes, estagnação da Ferrari e baixo desempenho de Perez.

A Fórmula 1 realizou neste domingo (23) o Grande Prêmio da Espanha, a décima etapa da temporada, que aconteceu no Circuito de Barcelona-Catalunha, em Montmeló, município da região nordeste do país europeu.

O vencedor do GP foi Max Verstappen, que largou em segundo, assumiu a liderança na volta 3 de 66, retomou a P1 depois de fazer a troca de pneus e carregou a posição privilegiada até o fim, seguido do pole sitter, Lando Norris, e de Lewis Hamilton.

O parceiro de equipe de Verstappen na Red Bull, Sergio Perez, se classificou em oitavo, largou três colocações abaixo, na P11 (devido a punição por direção insegura no GP do Canadá), e apresentou um ritmo de corrida fraco. Esses fatos resultaram em uma amarga P8, um dos piores resultados do mexicano nesta temporada.

O Piloto do Dia, eleito na votação oficial da Fórmula 1, foi Norris, que também garantiu o ponto extra da volta mais rápida, ao cravar o melhor tempo de 1:17.115s.

Importante mencionar que não houve abandonos ou interrupções demoradas na 33ª edição do GP no Circuito de Barcelona-Catalunha.

Análise de desempenho

Na Espanha, a McLaren mostrou que está cada vez mais próxima de vencer mais GPs em 2024, com a conquista da pole por Lando Norris neste final de semana e sua consistência de aparições no top 2 final, que se apresenta desde a quinta etapa do calendário, na China.

Apesar de liderar o grid de largada, Norris foi ultrapassado antes mesmo da curva 1 e, no final da disputa, o britânico de 24 anos terminou em segundo, enquanto seu parceiro na McLaren, Oscar Piastri, cruzou a linha de chegada na P7. Apesar disso, com o forte resultado, Norris assumiu a P2 no Campeonato de Pilotos.

O GP espanhol foi a melhor prova da temporada para a Mercedes, que subiu ao pódio pela segunda vez e mostrou avanços promissores no pacote aerodinâmico do W15. Em uma pista que leva os carros ao limite, a escuderia alemã desfrutou de uma ótima finalização: Lewis Hamilton e George Russell, que largaram na P3 e P4 de forma respectiva, terminaram nas mesmas colocações de origem.

Russell foi quem assumiu a liderança de Norris após a largada, e Hamilton, após o pit-stop, alcançou Carlos Sainz, deixou o dono da casa para trás facilmente e garantiu seu primeiro pódio em 2024. A disputa na Espanha foi uma demonstração clara de como a Mercedes progrediu diante das corridas anteriores, mas ainda não o suficiente para preocupar a McLaren e muito menos a vice-líder do Campeonato de Construtores.

A Ferrari apresentou uma performance mediana no Circuito de Barcelona-Catalunha, com seus dois representantes, Charles Leclerc e Carlos Sainz, fora do pódio pela terceira vez neste ano, ao finalizarem em suas posições de largada: na P5 e P6, respectivamente.

Durante a corrida, a escuderia italiana não foi capaz de alcançar o MCL38 de Lando Norris e nem de manter-se à frente dos carros da Mercedes por muito tempo, fatos desconcertantes para aquela que se apresentava como a segunda melhor competidora do pelotão no início do ano.

O Grande Prêmio da Espanha foi a segunda finalização dupla da Alpine na zona de pontos na campanha atual, depois do GP anterior, no Canadá. Pierre Gasly e Esteban Ocon fecharam o top 10 final, com Gasly em nono lugar e Ocon logo atrás do companheiro conterrâneo, em décimo.

O resultado em território europeu permitiu a escuderia francesa assumir a P7 da Haas no Campeonato de Construtores, um avanço importante para a Alpine, que chegou a ocupar a lanterna na tabela.

Diferente de Carlos Sainz, o outro piloto que correu em casa neste final de semana, Fernando Alonso, concluiu a prova diante de seus fãs locais fora dos pontos. A Aston Martin não apresentou um ritmo competitivo na pista de Barcelona-Catalunha, e o melhor que o bicampeão conseguiu foi a P12, depois de se classificar na P10.

No outro carro da escuderia que leva o nome da montadora britânica de carros de luxo, Lance Stroll não saiu do lugar, ao ver o apagar das luzes do décimo quarto lugar e receber a bandeira quadriculada sem ganhar ou perder posições definitivamente. Sem dúvidas, essa foi uma prova decepcionante para a Aston Martin.

Dentre as outras equipes que saíram zeradas da Espanha estão a Visa Cash App RB, Haas, Williams Racing e Kick Sauber.

Top 10 do Campeonato de Pilotos:

1 – Max Verstappen #1 (Red Bull Racing) – 219 pts;

2 – Lando Norris #4 (McLaren) – 150 pts;

3 – Charles Leclerc #16 (Scuderia Ferrari) – 148 pts;

4 – Carlos Sainz #55 (Scuderia Ferrari) – 116 pts;

5 – Sergio Perez #11 (Red Bull Racing) – 111 pts;

6 – Oscar Piastri #81 (McLaren) – 87 pts;

7 – George Russell #63 (Mercedes-AMG F1) – 81 pts;

8 – Lewis Hamilton #44 (Mercedes-AMG F1) – 70 pts;

9 – Fernando Alonso #14 (Aston Martin Aramco) – 41 pts;

10 – Yuki Tsunoda #22 (Visa Cash App RB) – 19 pts.

Campeonato de Construtores:

1 – Red Bull Racing – 330 pts;

2 – Scuderia Ferrari – 270 pts;

3 – McLaren – 237 pts;

4 – Mercedes-AMG F1 – 151 pts;

5 – Aston Martin Aramco – 58 pts;

6 – Visa Cash App RB – 28 pts;

7 – BWT Alpine – 8 pts;

8 – MoneyGram Haas – 7 pts;

9 – Williams Racing – 2 pts;

10 – Kick Sauber – 0 pts.

A próxima etapa da calendário 2024 da Fórmula 1 será o Grande Prêmio da Áustria, de 28 a 30 de junho.