Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Vitória de Verstappen e outros destaques do GP da...

FÓRMULA 1 – Vitória de Verstappen e outros destaques do GP da Emilia-Romagna – 2024

259
(Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)
Competição em território italiano mostrou domínio parcial da Red Bull, consistência da forte competitividade da McLaren e bom resultado de Stroll.

A Fórmula 1 realizou ontem (19) o Grande Prêmio da Emilia-Romagna, a sétima etapa da temporada, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, região ao norte da Itália.

O vencedor foi o pole sitter, Max Verstappen, seguido do vencedor do GP de Miami, Lando Norris, e de Charles Leclerc. O ponto extra da volta mais rápida ficou com George Russell, e o Piloto do Dia, eleito na votação oficial da F1, foi Norris.

Análise de desempenho

A Red Bull Racing teve um final de semana parcialmente bom na Itália, já que apenas Max Verstappen trouxe alegria para a equipe. O atual tricampeão conquistou a sua terceira vitória em Ímola, após largar na pole e se manter na P1 até o fim da disputa, algo que o belga-holandês normalmente entrega desde a etapa de abertura da temporada.

Por outro lado, Sergio Perez decepcionou desde a qualificação, ao ver o apagar das luzes da P11, sair da pista em direção ao cascalho na volta 17 e cruzar a linha de chegada na P8. Assim, no final, o mexicano ganhou apenas três posições na corrida e apresentou um resultado fora da realidade para o carro imbatível da Red Bull (RB20).

A McLaren foi a segunda melhor escuderia em território italiano, com um forte desempenho de seus pilotos, que foi mostrado desde o classificatório, com os dois carros laranja mamão logo atrás do pole sitter, Max Verstappen.

Apesar do segundo melhor tempo no qualifying, Oscar Piastri foi penalizado em -3 degraus no grid de largada, por atrapalhar outro piloto na sessão, e caiu do segundo lugar no grid inicial para quinto, o que promoveu o parceiro de equipe, Lando Norris, para a primeira fila (P2).

Na prova, Norris largou bem, e não deixou Verstappen se distanciar muito no decorrer das voltas, enquanto Piastri se segurava no top 5. Após o agitar da bandeira quadriculada, Lando terminou no pódio e com uma diferença abaixo de 1s (0.723s) em relação ao vencedor (Max), enquanto Oscar garantiu a P4. Essa foi a primeira vez neste ano em que Verstappen não venceu com uma vantagem superior a 1s sobre o segundo colocado.

A Ferrari vivenciou um domingo normal em casa, com pelo menos um pódio conquistado por Charles Leclerc, que concluiu o GP na mesma posição de largada (P3). No outro carro da lendária escuderia do cavalo empinado, Carlos Sainz foi superado por Oscar Piastri e o melhor que conseguiu no final foi a P5.

Devido ao resultado decente na Itália, Leclerc assumiu a segunda colocação no Campeonato de Pilotos (que era de Sergio Perez) e agora possui 6 pontos de vantagem sobre o mexicano da Red Bull Racing.

Outra equipe que entregou o esperado ao considerar a performance do carro foi a Mercedes. Apesar de ver as luzes se apagarem da P8, Lewis Hamilton superou o companheiro, George Russell, ao terminar o GP em sexto, com o britânico logo atrás, na P7. O resultado foi o alcançável para a equipe alemã.

O domingo da Aston Martin foi parcialmente positivo, com apenas um piloto na zona de pontuação. Em sua 150ª corrida na Fórmula 1, Lance Stroll foi bem em termos de desempenho, ao largar da P13, conquistar quatro posições na disputa e finalizar em nono lugar.

No outro carro da escuderia britânica, Fernando Alonso recebeu a bandeirada final na P19, na frente apenas do único piloto que abandonou a competição, Alex Albon. Sem dúvidas, esse foi um resultado satisfatório para Stroll, que pela segunda vez em sete etapas realizadas neste ano, superou o companheiro espanhol no domingo.

A última equipe a marcar pontos no Grande Prêmio da Emilia-Romagna foi a Visa Cash App RB, com Yuki Tsunoda. O piloto japonês largou da P7, com o parceiro, Daniel Ricciardo, dois lugares atrás, na P9.

No fim, Tsunoda concluiu a competição em décimo, com o australiano de 34 anos afastado, na P13. Diante da apresentação frustrante em Ímola, Ricciardo passa a ser superado por Yuki na corrida principal pela quinta vez nesta temporada.

Uma equipe que chegou perto de pontuar no Autódromo Enzo e Dino Ferrari foi a Haas, com Nico Hulkenberg. O alemão viu o apagar das luzes da P10, chegou a ganhar duas colocações após a largada e terminou a um degrau da zona de pontuação, na P11. O outro piloto da escuderia americana, Kevin Magnussen, finalizou a disputa logo atrás do companheiro, na P12.

No GP italiano, as outras escuderias que não marcaram pontos foram a BWT Alpine, Stake Kick Sauber e Williams Racing. Vale mencionar que as duas últimas equipes mencionadas permanecem zeradas no Campeonato de Construtores.

Top 10 do Campeonato de Pilotos:

1 – Max Verstappen #1 (Red Bull Racing) – 161 pts

2 – Charles Leclerc #16 (Scuderia Ferrari) – 113 pts

3 – Sergio Perez #11 (Red Bull Racing) – 107 pts

4 – Lando Norris #4 (McLaren) – 101 pts

5 – Carlos Sainz #55 (Scuderia Ferrari) – 93 pts

6 – Oscar Piastri #81 (McLaren) – 53 pts

7 – George Russell #63 (Mercedes-AMG F1) – 44 pts

8 – Lewis Hamilton #44 (Mercedes-AMG F1) – 35 pts

9 – Fernando Alonso #14 (Aston Martin Aramco) – 33 pts

10 – Yuki Tsunoda #22 (Visa Cash App RB) – 15 pts

Campeonato de Construtores:

1 – Red Bull Racing – 268 pts

2 – Scuderia Ferrari – 212 pts

3 – McLaren – 154 pts

4 – Mercedes-AMG F1 – 79 pts

5 – Aston Martin Aramco – 44 pts

6 – Visa Cash App RB – 20 pts

7 – Haas F1 Team – 7 pts

8 – Alpine F1 Team – 1 pt

9 – Williams Racing – 0 pts

10 – Stake Kick Sauber – 0 pts

A próxima etapa da temporada 2024 da Fórmula 1 será o Grande Prêmio de Mônaco, no dia 26 de maio.