Início Stock Car STOCK CAR – O que esperar da quarta etapa da temporada –...

STOCK CAR – O que esperar da quarta etapa da temporada – 2024

185
(Foto: Duda Bairros)
Classe elite do turismo brasileiro chega a Cascavel para uma disputa acirrada, em uma das pistas mais rápidas do calendário.

A Stock Car Pro Series está de volta neste final de semana (17, 18 e 19) para realizar a quarta etapa da temporada, que acontecerá no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, município da região oeste do Paraná. O evento contará com duas corridas, uma Sprint de 30 min + 1 volta no sábado e a principal, com 50 min + 1 volta de duração, no domingo.

O circuito paranaense receberá a Stock Car pela primeira e única vez neste ano, diferente de 2023, quando sediou duas etapas. Na primeira passagem da classe por Cascavel, Daniel Serra e Dudu Barrichello foram os vencedores, enquanto na segunda e última prova do ano passado no Paraná, Bruno Baptista e Felipe Massa terminaram no topo do pódio nas corridas 1 e 2, respectivamente.

Com duas competições ainda incertas de acontecer no itinerário 2024 (Belo Horizonte e Santa Cruz), caso alguma delas de fato não se concretize, é provável que o Autódromo Zilmar Beux seja uma das principais opções para local substituto, como ocorreu em 2023.

Importante mencionar que neste sábado, quando as luzes se apagarem para o início da Sprint Race, o circuito de Cascavel completará 30 corridas recebidas da categoria. Além disso, o GP paranaense será a corrida dupla em casa para o atual bicampeão da AMattheis Vogel, Gabriel Casagrande, para o piloto da RCM Motorsport, Ricardo Zonta, e para o novato da KTF Racing, Zezinho Muggiati.

A Stock Car Pro Series dividirá o Autódromo Zilmar Beux neste fim de semana com a sua categoria de acesso, Stock Series, que realizará a segunda etapa de seu calendário.

Informações do circuito

O Autódromo Zilmar Beux de Cascavel possui 3.058 km de extensão, 8 curvas (2-D e 6-E) e fluxo no sentido anti-horário. O traçado tem como características principais a presença de aclives e declives acentuados, curvas abertas e trechos predominantes de alta velocidade.

A parte mais famosa do circuito é a ampla curva 2, chamada de Bacião, que lembra uma seção de pista da NASCAR, ao ser feita com 100% do acelerador. Nesse ponto, os carros podem alcançar velocidades acima de 170 km/h, o que é um verdadeiro teste de resistência para os componentes do motor e para os pneus.

O traçado no Paraná apresenta duas longas retas: a dos boxes, que termina com um aclive acentuado que lembra a do Circuito das Américas (COTA), e a segunda, que vem logo em seguida. Curiosamente, o acesso para esses dois trechos de alta velocidade são duas curvas rápidas, o que torna o Cascavel uma das pistas mais velozes do calendário.

Notícia de última hora

Devido ao acidente que sofreu no Treino Livre de sexta-feira em Interlagos, Cacá Bueno permanece fora das pistas e não participará da etapa em Cascavel.

O pentacampeão, que corre pela KTF Sports, permanece em recuperação após fraturar a vértebra T4, e ainda não foi liberado pelos médicos para correr.

O que esperar
(Foto: Duda Bairros)

Em um local de provas veloz, com alto desgaste lateral dos pneus e presente em uma temporada que coroou cinco vencedores diferentes no mesmo número de corridas realizadas até o momento, a etapa em Cascavel promete ser emocionante e conturbada.

Ano passado, as duas provas foram palco de contato entre os competidores e incidentes pelo caminho, o que mostra como o Autódromo Zilmar Beux é um campo de batalha intenso e difícil de percorrer.

Os Reis da Pista do grid atual em Cascavel são Thiago Camilo, Átila Abreu e Marcos Gomes, com 3 vitórias cada. Dentre os mencionados, apenas Átila está entre os dez primeiros colocados no campeonato e, por isso, é o principal favorito a vitória neste fim de semana.

Por outro lado, há outro piloto que também pode levar a melhor em uma das duas disputas: Gabriel Casagrande. O bicampeão não terá lastro (peso extra obrigatório) em seu Chevrolet Cruze; isso significa que o participante do carro #83 que costuma ser consistente em seus resultados, também pode vencer diante de seus fãs locais.

Apesar das previsões e do favoritismo, há uma grande chance de chuva no sábado, durante a Sprint Race, o que pode bagunçar o grid e gerar vencedores inéditos nesta temporada.

Top 10 do campeonato de pilotos:

1º – Júlio Campos #4 (Pole Motorsport) – 198 pts
2º – Felipe Baptista #121 (Crown Racing) – 193 pts
3º – Rafael Suzuki #8 (TMG Racing) – 178 pts
4º – Felipe Massa #19 (TMG Racing) – 157 pts
5º – Ricardo Zonta #10 (RCM Motorsport) – 146 pts
6º – Thiago Camilo #21 (Ipiranga Racing) – 143 pts
7º – Gabriel Casagrande #83 (AMattheis Vogel) -142 pts
8º – Lucas Foresti #12 (AMattheis Vogel) – 132 pts
9º – Átila Abreu #51 (Pole Motorsport) – 130 pts
10º – Enzo Elias #28 (Crown Racing) – 124 pts

Previsão do tempo

Sexta-feira – Mínima de 14ºC e máxima de 22ºC. Sol com muitas nuvens; 38% de possibilidade de chuva.

Sábado – Mínima de 9ºC e máxima de 14ºC. Tempo fechado, com 66% de chance de chover durante o dia.

Domingo – Mínima de 7ºC e máxima de 16ºC. Tempo aberto, com intervalos de sol entre nuvens e 20% de chance de precipitação.

Fonte: www.climatempo.com.br

Programação do final de semana

Sexta-feira, 17 de maio:
09:30 – Shakedown
11:00 – Treino Livre 1
15:00 – Treino Livre 2

Sábado, 18 de maio:
09:30 – Classificação
14:00 – Corrida Sprint (30 minutos + 1 volta)

Domingo, 19 de maio:
14:15 – Corrida Principal (50 minutos +1 volta)

Transmissão

A quarta etapa da Stock Car Pro Series será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes (Band) e pelo SporTV na TV, além do canal do YouTube oficial da categoria. A PROGRAMAÇÃO COMPLETA você encontra aqui!