Início Destaque FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da Austrália – 2024

920
(Foto: Peter Fox/Getty Images/Red Bull Content Pool)
Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da segunda prova consecutiva em um circuito de rua rápido e que costuma gerar corridas conturbadas.

A Fórmula 1 retorna nesse fim de semana (22 a 24) para realizar o Grande Prêmio da Austrália, a terceira etapa da temporada, que acontecerá em Melbourne, capital costeira do estado de Victoria, no sudeste do país oceânico. Devido ao fuso horário, as atividades de pista aqui no Brasil começam nesta quinta-feira (30), com o Treino Livre 1.

Essa será a corrida em casa para os pilotos Oscar Piastri (McLaren) e de Daniel Ricciardo (Visa Cash App RB). Os dois pilotos contarão com a maior parte da torcida nas arquibancadas, o que pode dar um gás para Piastri, mas principalmente para Ricciardo, que ainda não pontuou para a equipe depois de duas etapas.

Abaixo, confira o que pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP australiano, em ordem decrescente da classificação atual do campeonato de construtores.

Além disso, saiba as características do local de provas, informações dos compostos de pneus para a etapa e a previsão do tempo para todo o fim de semana.

Oracle Red Bull Racing (87 pts)
(Foto: Clive Rose/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Max Verstappen #1: “Estamos ansiosos para correr em Melbourne nesta semana. É uma pista muito rápido agora, que requer uma boa mistura de velocidade em linha reta, bem como aderência decente nas curvas, por isso é tudo uma questão de encontrar o meio-termo. O recente recapeamento também tornou o circuito muito mais suave e divertida de percorrer, por isso estamos ansiosos por isso.

Também temos compostos mais macios em comparação com o ano passado, o que tornará a estratégia um pouco mais complicada, mas espero que seja melhor para disputas com mais paradas nos boxes. Acostumar com o jet lag é sempre um desafio, mas é sempre bom estar em Melbourne de qualquer maneira e é incrível ver todos os nossos fãs vindo para nos apoiar.”

Sergio Perez #11: “Será bom voltar a Melbourne; é sempre uma semana de corridas divertida e os fãs trazem muita energia para a pista. Temos trabalhado duro como equipe desde a Arábia Saudita para melhorar algumas áreas que identificamos e espero que o carro esteja em uma janela melhor.

Estive em Milton Keynes com meus engenheiros e estou ansioso para ver como podemos atuar com algumas alterações. O carro tem parecido competitivo até agora, mas Albert Park é um teste totalmente diferente para o RB20 e será interessante ver como nos sairemos. A corrida do ano passado aqui foi um pouco louca, então espero que seja um fim de semana mais simples.”

Christian Horner (chefe de equipe): Não comentou.

Scuderia Ferrari (49 pts)
(Foto: Antonin Vincent/DPPI/Scuderia Ferrari Media Office)

Charles Leclerc #16: Não comentou.

Carlos Sainz #55: Não comentou.

Frédéric Vasseur (chefe de equipe):Depois de um início de temporada movimentado, com corridas consecutivas no Bahrein e na Arábia Saudita, fizemos a viagem mais longa do ano à Austrália. A pista de Albert Park é a preferida dos pilotos e onde a Ferrari sempre teve muito apoio.

“Esperamos ser os primeiros nesta pista, o que poderá produzir uma hierarquia semelhante à vista em Jeddah. Pretendemos adotar uma abordagem agressiva com o objetivo de pressionar a equipe que venceu as duas primeiras corridas.

McLaren (28 pts)
(Foto: McLaren F1/Divulgação)

Lando Norris #4: “Estou ansioso por voltar à Austrália, pois é uma pista divertida e os fãs australianos são sempre uma multidão incrível. Por isso, é sempre um ótimo ambiente para correr.

Na semana passada voltei à fábrica com os meus engenheiros para rever as duas primeiras corridas da temporada antes da corrida em Melbourne. Colocaremos todo o nosso aprendizado em prática neste fim de semana e buscaremos somar mais alguns pontos para a equipe.”

Oscar Piastri #81:Estou muito animado por correr novamente diante da minha torcida local. Não há nenhuma sensação assim. Vai ser uma ótima semana de corrida e tenho certeza que haverá uma atmosfera incrível aqui.

Tivemos um início positivo, com um quarto lugar na Arábia Saudita. Estive de volta ao MTC [McLaren Technology Centre] na semana passada revisando todos os dados para ver onde podemos melhorar nosso desempenho. Estou ansioso para ver muitos fãs de laranja na multidão neste fim de semana.”

Andrea Stella (chefe de equipe): “Saímos das duas primeiras etapas da temporada com bons pontos e fortes atuações na pista de Lando e Oscar. É importante que continuemos com este impulso, ao mesmo tempo que nos concentramos nas áreas que ainda precisamos de desenvolver, para estarmos em posição de lutar pelos pódios.

Melbourne é sempre um lugar fantástico para se visitar e, claro, é também a corrida em casa do Oscar. Tenho certeza que muitos torcedores mostrarão seu apoio a ele e ao time neste fim de semana. Esperamos ver uma corrida emocionantes e voltar com mais alguns pontos para casa.”

Mercedes-AMG Petronas (26 pts)
(Foto: Steven Tee/Mercedes-Benz Media)

Lewis Hamilton #44: Não comentou.

George Russell #63: Não comentou.

Toto Wolff (chefe de equipe):Terminadas as duas primeiras corridas da temporada, seguimos agora para Melbourne. Embora o Bahrein e a Arábia Saudita não tenham entregue o que esperávamos, há potencial no W15. Começamos cada fim de semana com força, mas não conseguimos cumprir a promessa inicial.

O grupo de adversários está muito próximo e, por isso, você não precisa estar muito fora para perder três ou quatro lugares na tabela de equipes. Isso também significa que você não precisa encontrar muito para subir três ou quatro posições. Maximizar o potencial do carro a cada fim de semana é fundamental. A Austrália nos dá outra chance de mostrar o que podemos fazer.

O circuito em si é desafiador; pode ser acidentado e há muitas curvas rápidas. Isso motiva os pilotos e é algo que eles sempre gostam. Estamos ansiosos pelo próximo fim de semana e trabalharemos duro para trazer um bom resultado para casa.”

Aston Martin Aramco Cognizant (13 pts)
(Foto: Steven Tee/Aston Martin Media Global)

Lance Stroll #18: Não comentou até o momento.

Fernando Alonso #14: Não comentou até o momento.

Mike Krack (chefe de equipe):Tivemos um início de temporada sólido, ao marcarmos pontos em ambas as corridas. Algumas pessoas vão comparar nossos resultados nas duas primeiras etapas deste ano com os do ano passado, quando conquistamos pódios, mas é preciso lembrar que alguns de nossos competidores não estavam no topo de seu jogo no início de 2023 e nos aproveitamos disso.

Nosso objetivo é diminuir a diferença para a frente; estamos progredindo e temos algumas pequenas atualizações para Melbourne, que fazem parte do nosso plano de desenvolvimento contínuo ao longo da temporada.

O objetivo é continuar de onde paramos em Jeddah. A qualificação será importante aqui, assim como o gerenciamento de pneus. O Circuito Albert Park está mais próximo de Jeddah do que do Bahrein em termos de características, mas isso não quer dizer que terminaremos em quinto novamente. Precisamos manter os pés no chão e queremos terminar com os dois carros nos pontos.”

MoneyGram Haas (1 pt)
(Foto: Haas F1 Team/Divulgação)

Kevin Magnussen #20:É sempre especial voltar a Melbourne, tenho lembranças especiais de lá da minha primeira corrida na Fórmula 1. Ao voltar, você sempre tem em mente que foi a primeira etapa do ano por várias temporadas, e isso é um sentimento especial.

Albert Park é uma pista legal também, de alta velocidade, e ficou ainda mais rápida com as mudanças recentes, mas também há algumas curvas de baixa velocidade, então estou ansioso para ver como chegaremos lá. Esperamos que ainda possamos ser competitivos no dia da corrida e buscar mais pontos.”

Nico Hulkenberg #27:Estamos felizes por marcar o primeiro ponto da temporada na Arábia Saudita. Todos viram quanto esforço é necessário para as equipes do pelotão intermediário lutarem por um resultado entre os 10 primeiros e o trabalho em equipe foi definitivamente a chave.

Agora estou ansioso por Melbourne, tenho muitas lembranças positivas do Albert Park e da atmosfera especial ao seu redor. Com certeza será uma luta muito acirrada por todas as posições novamente.”

Ayao Komatsu (chefe de equipe):Marcar pontos na Arábia Saudita foi extremamente importante. Assim que concluímos os testes de pré-temporada, sabíamos que iríamos lutar pelos últimos pontos, P9 ou P10, com outras quatro equipes, no mínimo. Estou ansioso por Melbourne, mais uma vez é um circuito muito diferente.

O nível de downforce voltará ao nível do Bahrein, mas é um circuito muito diferente de lá. Bahrein é mais orientado para a tração, enquanto Melbourne é um pouco mais misto. Em termos de acerto do carro, mesmo que as exigências sejam diferentes, ainda vamos nos concentrar no ritmo de longo prazo.

Outro grande fator é a granulação dos pneus, que anteriormente dominava a degradação dos pneus. Não tivemos granulação severa este ano até agora, então este será outro novo desafio para administrarmos neste fim de semana.

Williams Racing (0 pts)
(Foto: Williams Racing/Divulgação)

Alex Albon #23:É sempre bom voltar a Melbourne; há sempre uma ótima vibração na cidade e os fãs são muito apaixonados por corridas. Estou ansioso para voltar ao carro e testar como o FW46 se sai em Albert Park, já que Melbourne sempre foi uma boa pista para nós, então estou interessado em ver se ainda é um ponto forte.

Esperamos poder fazer um bom trabalho este ano e aprender mais sobre o desempenho do nosso carro com as mudanças nas características. É uma das melhores e mais divertidas pistas que frequentamos e os fãs sempre dão um bom show.”

Logan Sargeant #2: “Mal posso esperar para correr novamente em Melbourne neste fim de semana. Os fãs criam uma atmosfera incrível que torna esta corrida especial. Meu plano é encontrar um bom ritmo na sexta-feira e continuar com isso durante o fim de semana.

“Sabemos que há pouca margem entre as equipes do meio, mas como equipe pretendemos encontrar essa vantagem extra para seguir em frente.”

James Vowles (chefe de equipe): Não comentou.

Stake Kick Sauber (0 pts)
(Foto: Zak Mauger/Sauber Media Hub)

Valtteri Bottas #77: “Estou muito feliz por estar de volta à Austrália. Não é segredo que esta é a corrida mais próxima de uma prova em casa para mim agora, e quero ter um bom resultado para retribuir o amor que estou demonstrando. O apoio e a energia dos fãs são incríveis. É ótimo estar aqui, e você sente isso imediatamente, desde o momento em que pisa no Melbourne Walk.

A corrida em Jeddah foi difícil para a equipe, mas temos trabalhado duro na semana passada, fora da pista, para superar os problemas que não nos permitiram extrair todo o potencial do nosso carro. Agora, estou ainda mais motivado para trazer um bom resultado neste fim de semana. Se fizermos tudo certo, tenho certeza de que conseguiremos isso.”

Guanyu Zhou #24:É bom estar de volta a Melbourne esta semana: tenho ótimas lembranças das corridas aqui nos últimos dois anos e de toda a experiência do fim de semana: a comunidade chinesa nesta cidade é bastante grande e pude sentir o apoio deles nas arquibancadas será uma primeira amostra do que podemos esperar em Xangai em pouco mais de um mês.

Depois das duas primeiras corridas, estou motivado e com fome de bons resultados: terminamos perto dos pontos no Bahrein e mostramos um ritmo de corrida sólido em Jeddah antes da minha provaser comprometida. Isso já é passado, investigamos minuciosamente o que aconteceu e esperamos ter conseguido resolver o problema. Estou ansioso para voltar à pista neste fim de semana, retomando as coisas de onde as deixamos no Bahrein e melhorando a partir daí.”

Alessandro Alunni Bravi (chefe de equipe): “Seguimos para Melbourne motivados para mudar rapidamente a maré depois de um fim de semana desafiador na Arábia Saudita. A Austrália é um local importante para nós e para todos os nossos parceiros: é uma corrida em que os fãs mostram todo o seu amor pelos pilotos e pelas equipes; é uma grande publicidade para a Fórmula 1.

Queremos dar tudo para retribuir o carinho que temos aqui e vamos tirar motivação da torcida. Retornando a Hinwil depois de Jeddah, nos reagrupamos e voltamos ao trabalho, para analisar o que não funcionou para nós até agora e como melhorar a partir daí. Como ponto positivo que trouxemos da dupla no Oriente Médio, nosso carro é capaz de oferecer um ritmo de corrida sólido.

Nosso objetivo também é melhorar nosso ritmo de volta única, para nos permitir conquistar posições mais altas no grid, e as atualizações que estamos trazendo para Melbourne têm como objetivo nos ajudar nessa busca. Vimos o quão acirrado o pelotão esteve nas duas primeiras corridas. Viemos preparados e prontos para dar tudo de nós neste fim de semana.”

Visa Cash App RB (0 pts)
(Foto: Rudy Carezzevoli/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Yuki Tsunoda #22:Mal posso esperar por Melbourne. Adoro o lugar e a pista: curvas de velocidade média a alta, algumas seções de baixa velocidade no último setor, então é uma mistura. Marquei pontos no ano passado, por isso espero poder fazê-lo novamente este ano.

Eu estava extremamente ocupado entre a Arábia Saudita e Melbourne. Fui a algumas sessões de simulação para preparação. Isso foi bom, correu muito bem também, então para ser honesto, é difícil prever como poderemos atuar lá, mas tenho certeza que se conseguirmos fazer isso perfeitamente, maximizar nosso desempenho, é nisso que nos concentramos.

“Farei o meu melhor e espero que possamos passar pelo Q3 novamente e marcar pontos. Esse é o alvo principal.”

Daniel Ricciardo #3:Tudo bem, semana de corrida na Austrália. Estou em casa, estou ótimo, está quente, está ensolarado, mal posso esperar, vamos começar a temporada, corrida 3, Melbourne, ansioso por isso. Vou fazer uma exibição forte, boa. Eu sinto isso, sinto isso em minhas veias australianas. Ansioso por isso, circuito longo e rápido, Albert Park, aí vamos nós.”

Laurent Mekies (chefe de equipe): Não comentou.

BWT Alpine (0 pts)
(Foto: XPB Images/Apine F1 Team)

Esteban Ocon #31:Vamos para a Austrália com otimismo para tentar levar a luta às equipes ao nosso redor. Conhecemos as limitações do nosso pacote atual e sabemos que temos de estar sempre no topo do nosso desempenho para ganhar alguma vantagem na disputa com nossos concorrentes.

Albert Park é uma pista rápida, divertida de percorrer e apresenta um desafio único no Calendário da Fórmula 1. O circuito tem todas as características de um circuito de rua normal, mas utiliza as estradas perimetrais de um parque público. As paredes estão próximas em algumas áreas e há pouca margem para erros.

Como as estradas são usados ​​para tráfego regular durante todo o ano, a superfície da pista pode ser um pouco acidentada e a velocidade aumenta a cada sessão à medida que a pista avança. Melbourne também pode ser imprevisível com quatro temporadas em um dia, então precisamos ficar alertas e prontos para reagir.”

Pierre Gasly #10: “Definitivamente, estou me sentindo pronto para a próxima oportunidade em Melbourne neste fim de semana. Não foi o início de temporada que queríamos, mas, na realidade, foi aquele que esperávamos ser um desafio e isso provou ser o caso. Eu estive em Enstone por alguns dias na semana passada. Foi bom passar tempo com muitas pessoas diferentes e discutir algumas coisas sobre como podemos melhorar.

Eu vejo muita motivação em todos da equipe para melhorar nossa situação. Nós vamos manter o foco total em nos recuperar e temos a Austrália neste fim de semana para continuar entendendo mais sobre o que temos em nossas mãos.”

Bruno Farmin (chefe de equipe): Albert Park é um bom circuito, um sinônimo de Fórmula 1 e apresenta muitos desafios. Não é um convencional circuito, pois é usado apenas em tempo parcial durante todo o ano. Muitos dos cantos são velocidade média e é bastante técnico. Eu sei que a equipe e os pilotos estão prontos para o desafio deste fim de semana e darão tudo para o melhor resultado de equipe possível.

Foi um início de temporada difícil e, na verdade, tem sido mais desafiador do que nós esperamos. Devemos continuar a progredir e a melhorar a nossa compreensão sobre por que razão nos falta desempenho e, em última análise, como podemos melhorar o pacote. Claramente, temos problemas para resolver rapidamente. Foi ótimo ter os dois pilotos presentes Enstone na semana passada. É sempre bom correr na Austrália.”

NOVIDADES PARA O GP
Carlos Sainz retorna ao SF-24 (Foto: Scuderia Ferrari Media Office)

A Ferrari anunciou que Carlos Sainz estará de volta ao carro, com o piloto espanhol oficialmente liberado para correr pela equipe italiana já neste fim de semana. Sainz perdeu as três últimas atividades do Grande Prêmio da Arábia Saudita por conta de uma apendicite, e foi substituído pelo piloto reserva da equipe, Oliver Bearman.

Em nota, a Ferrari comentou: “Espera-se que Carlos Sainz esteja de volta ao carro, depois de ter perdido Jeddah com apendicite. Ele e seu companheiro de equipe Charles Leclerc provavelmente lutarão na frente do campo, como fizeram nas duas primeiras rodadas.”

Detalhes do circuito
Circuito de Albert Park (Imagem: Fórmula 1/Divulgação)

O circuito urbano de Albert Park possui 5.278 km de extensão, 16 curvas (11-D e 5-E), fluxo no sentido horário, recebe GPs de Fórmula 1 desde 1996 e a corrida terá um total de 58 voltas. O recorde de volta mais rápida pertence a Sergio Perez, que cravou 1:20.235 na temporada 2023.

O traçado australiano tem como características principais ser de média a alta velocidade, possuir áreas de escape extensas e oferecer muitas oportunidades de ultrapassagem durante a corrida.

Devido a reformulação feita no ano passado, a pista está bem mais veloz e, este ano, contará com um total inédito de quatro zonas de abertura da asa móvel (DRS), com a adição da zona depois da curva 8. Confira como é uma volta rápida no circuito de Albert Park, através do simulador/game F1 2022.

Após as atualizações no layout trazidas em 2022, o circuito australiano se tornou um grande desafio para os pilotos, que precisam se segurar e manter o carro fora da grama, brita e das áreas de escape nas curvas rápidas.

Ano passado, o vencedor do GP foi o pole sitter, Max Verstappen, seguido de Lewis Hamilton e de Fernando Alonso.

Informações sobre os pneus

(Infográfico: Pirelli)

O pneu C5 da Pirelli – o mais macio dos cinco compostos de pista seca disponíveis esse ano – fará sua estreia no GP da Austrália, terceira etapa da temporada de 2024. Ele foi nomeado ao lado do C4 (usado em Jeddah) e do C3, que é visto em praticamente todas as corridas.

Esta é uma seleção mais macia em comparação com o ano passado, quando C2, C3 e C4 foram os escolhidos, mas não é a primeira vez que o composto mais macio é visto em Melbourne. Em 2022, a Pirelli trouxe o C5 como indicação de macio (quando foi combinado com C3 como médio e C2 como duro, deixando o C4 de fora).

A decisão de optar por uma seleção mais macia foi tomada após análise da corrida do ano passado, que se centrou no C2, com 10 pilotos o utilizando por 47 das 48 voltas, e três pilotos correndo com ele por mais de 50 voltas.

O C5 permanece inalterado desde 2023, mas é o composto menos utilizado até agora na atual geração de carros. Ele não foi selecionado para nenhuma das duas corridas de abertura esse ano. Dessa forma, continua sendo uma incógnita o caminho para o GP da Austrália deste fim de semana.

Informações da assessoria de imprensa da Pirelli Brasil.

Previsão do tempo
(Foto: Robert Cianflone/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Sexta-feira:

Mínima de 10°C e Máxima de 23°C. Tempo aberto, com intervalos de sol sob nuvens.

Sábado:

Mínima 13°C e Máxima 22°C. Tempo aberto, ensolarado.

Domingo:

Mínima de 13°C e Máxima de 22°C. Céu nublado, sem possibilidade de chuva.

Fonte: www.bom.gov.au

Transmissão no Brasil

A corrida acontecerá no próximo domingo, às 01h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe.