Início Destaque FÓRMULA E – Aquecimento para o E-Prix de Diriyah – 2024

FÓRMULA E – Aquecimento para o E-Prix de Diriyah – 2024

187
(Foto: Sam Bloxham/LAT Images)
Saiba as principais informações do E-Prix, detalhes do circuito e o que esperar da única disputa noturna do calendário.

A Fórmula E está de volta nesse fim de semana (26 e 27) para realizar a rodada dupla do E-Prix de Diriyah, a segunda e terceira etapas da temporada 2023/2024 que acontecerá em Riade, capital da Arábia Saudita. Vale lembrar que o E-P no Oriente Médio seguirá o formato de duas corridas em dois dias, uma na sexta-feira e outra no sábado.

O E-Prix duplo em território saudita figura na programação da categoria elétrica da FIA desde 2018/2019 mas, a partir de 2020/2021, as corridas passaram a ocorrer à noite, sob holofotes de LED alimentados por geradores de biocombustível sustentável.

Assim, a etapa em Diriyah possui a peculiaridade de ser a única do itinerário da Fórmula E que acontece no período noturno, desde a temporada inaugural (2014/2015).

Layout do circuito saudita
Circuito Urbano de Diriyah (Imagem: Fórmula E/Divulgação)

O Circuito Urbano de Diriyah possui 2.495 km de comprimento, setores predominantes de média velocidade e um layout com muitas curvas e trechos técnicos, o que o torna um dos locais de prova mais desgastantes para os pilotos. Quanto a distância de corrida, cada etapa contará com 39 voltas, o equivalente a 97.305 km.

A pista também se apresenta em sentido horário, oferece um total de 21 curvas (12-D e 9-E), e duas retas principais, onde a dos boxes é curta e a outra, entre as curvas 17 e 18, tem, aproximadamente, o dobro da extensão da principal.

Uma curiosidade do traçado de Diriyah é que a superfície do asfalto é acidentado. Por isso, os competidores precisam traçar uma linha ideal para percorrerem e evitarem a perda de aderência por alto desgaste dos pneus.

Por outro lado, ao possuir uma boa variedade de seções sinuosas e zonas de frenagem, o gerenciamento de energia é uma dor de cabeça a menos para os pilotos.

O Modo Ataque ficará disponível para os pilotos na curva 19, onde costuma ficar desde a inauguração do novo layout, na rodada 2020/2021. A principal área de acionamento dos 50 kW extras de potência é a mais longa seção de alta velocidade do circuito, após a curva 17.

Expectativas dos pilotos brasileiros
Lucas Di Grassi (Foto: Simon Galloway/ LAT Images)

Lucas Di Grassi #11 (ABT CUPRA): Deixamos a decepção no México para trás e a temporada recomeça para nós em Diriyah, onde teremos duas corridas sob holofotes, uma pista muito rápida, mais fãs entusiasmados e muita ação.

“Todos na equipe têm trabalhado duro para garantir que estejamos perfeitamente preparados e voltemos mais fortes à Arábia Saudita neste fim de semana.”

Situação no campeonato: P12 – 0 Pontos

Sergio Sette Camara (Foto: Simon Galloway/LAT Images)

Sergio Sette Camara #3 (ERT): Não comentou.

Situação no campeonato: P20 – 0 Pontos

O que esperar do E-Prix na Arábia Saudita
(Foto: Sam Bagnall)

Da última vez em que a Fórmula E correu em Diriyah, na temporada passada, nas duas etapas houve intervenção de Safety Car e o domínio de uma montadora: Porsche, com a sua equipe de fábrica (TAG Heuer Porsche), e a escuderia cliente, Andretti.

Na corrida de sexta-feira, a pole position ficou com Sébastien Buemi, que manteve a liderança até a metade da disputa, antes de perdê-la para Sam Bird. Em seguida, Pascal Wehrlein e Jake Dennis escalaram o pelotão e assumiram a P1 e P2, respectivamente, e assim cruzaram a linha de chegada, com Bird na P3.

No dia seguinte, Jake Hughes garantiu a ponta do grid de largada, mas perdeu a posição privilegiada para Wehrlein antes da curva 1. Pascal manteve o primeiro lugar até a bandeirada final, seguido novamente por Dennis, que concluiu a segunda disputa em Diriyah logo à frente de René Rast.

Pascal Wehrlein no topo do pódio em Diriyah, na temporada 2022/2023 (Foto: Simon Galloway)

Com as duas vitórias em território saudita ano passado e o seu mais recente triunfo na etapa de abertura da temporada no México, Pascal Wehrlein e a TAG Heuer Porsche são os principais favoritos à vitória neste fim de semana, ao lado dos pilotos da Jaguar TCS Racing, Mitch Evans e Nick Cassidy.

Em busca de redenção

Um competidor que pode surpreender e terminar na P1 em alguma das duas provas é Sébastien Buemi, da Envision Racing. Na rodada anterior, o campeão de 2015/2016 largou na pole na primeira corrida em Diriyah, e se encontra em segundo na classificação de pilotos, após finalizar na P2 na etapa abertura no México.

Vale destacar que Buemi precisa de um final de semana perfeito em território saudita, para conquistar uma vitória e alcançar redenção, após falhar em converter a pole em uma P1 na última passagem da F-E pelo Circuito Urbano de Diriyah, em janeiro de 2023.

Por outro lado, o atual líder do campeonato, Pascal Wehrlein, buscará repetir o feito extraordinário de vencer as duas corridas do E-Prix em Riade, para aumentar sua vantagem na tabela de pilotos da Fórmula E.

Top 10 do campeonato de pilotos:

1 – Pascal Wehrlein #94 (TAG Heuer Porsche) – 28 pts;

2 – Sébastien Buemi #16 (Envision Racing) – 18 pts;

3 – Nick Cassidy #37 (Jaguar TCS Racing) – 16 pts;

4 – Max Günther #7 (Maserati MSG Racing) – 12 pts;

5 – Mitch Evans #9 (Jaguar TCS Racing) – 10 pts;

6 – Jean-Éric Vergne #25 (DS PESNKE) – 8 pts;

7 – Jake Hughes #5 (NEOM McLaren) – 6 pts;

8 – Stoffel Vandoorne #2 (DS PESNKE) – 4 pts;

9 – Jake Dennis #1 (Andretti) – 2 pts;

10 – Norman Nato #17 (Andretti) – 1 pt.

Transmissão no Brasil

O canal BandSports transmitirá o E-Prix de Diriyah de Fórmula E ao vivo, na sexta-feira e no sábado, a partir de 13h30, de acordo com o horário de Brasília.