Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP do...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP do Bahrein – 2022

1039

 18 min de leitura

(Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)
Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da etapa de abertura do campeonato.

Após concluir os testes de inverno na Espanha e no Bahrein, a Fórmula 1 está de volta nesse final de semana (18, 19 e 20) para dar o pontapé inicial da temporada 2022, com o Grande Prêmio do Bahrein, no circuito Internacional do Bahrein, localizado na cidade desértica de Sakhir.

Essa prova inaugura não só mais uma rodada da categoria, mas uma nova era: novo regulamento, design inédito do carro e rodas maiores, de 18″, fornecidas pela Pirelli. Este ano promete mais competitividade, com a diminuição do teto orçamentário das equipes e alterações nas diretivas técnicas dos carros.

Como vimos nos testes pré-temporada, não há garantias de que 2022 trará mudanças significativas na hierarquia de forças do grid, mas o GP no Bahrein trará respostas para essa e outras perguntas.

Abaixo, confira o que pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP baremense, em ordem decrescente da classificação final do campeonato de construtores de 2021.

Mercedes-AMG Petronas
(Foto: Mercedes-AMG F1/Divulgação)

Lewis Hamilton #44:Temos alguns obstáculos a superar e, obviamente, na próxima semana teremos uma demonstração muito melhor do nosso ritmo. Tenho certeza de que todos podem descobrir que não somos os mais rápidos no momento. Há potencial dentro do nosso carro para nos levar até lá, mas precisamos aprender a extraí-lo e corrigir alguns problemas, e estamos trabalhando nisso.

“Acho que todos tiveram dificuldades nesta pista acidentada e saímos dos testes sabendo que ainda temos muito trabalho a fazer. Há uma confiança dentro da equipe de que sempre podemos resolver qualquer obstáculo que estejamos enfrentando e é isso que faremos. Tenho total confiança nos homens e mulheres nas fábricas para resolver nossos problemas. Uma coisa é certa, vamos trazer o nosso espírito de luta para a primeira corrida no próximo fim de semana.”

George Russell #63:Foram alguns dias produtivos e muito intrigantes ao mesmo tempo, com muito a aprender sobre esses carros e pneus de 2022. Passamos pelo nosso programa com poucos problemas de confiabilidade. Estávamos tentando tirar o máximo do desempenho do carro, mas quando fazíamos isso, o carro pulava muito. Não é confortável, mas eu realmente não me importo com o conforto, desde que o desempenho esteja lá.

No momento, parecemos um passo atrás de nossos rivais e temos muito trabalho a fazer entre agora e a próxima semana para entender melhor o carro. Há muito potencial no W13 e acredito que vamos chegar ao fundo disso, só precisamos encontrar uma maneira de desbloquear nosso desempenho.

Os saltos estão afetando nossa capacidade de colocar o carro na janela certa e a equipe está trabalhando muito para encontrar soluções para isso. Este é um jogo longo e acredito que nosso desempenho está lá, só temos que encontrá-lo.”

Toto Wolff (chefe da equipe): Não comentou.

Oracle Red Bull Racing
(Foto: Red Bull Racing/Divulgação)

Max Verstappen #1: Não comentou.

Sergio Perez #11: Não comentou.

Christian Horner (chefe da equipe): Não comentou.

Scuderia Ferrari
(Foto: Scuderia Ferrari/Divulgação)

Charles Leclerc #16: Não comentou.

Carlos Sainz #55: Não comentou.

Mattia Binotto (chefe da equipe): Não comentou.

McLaren
(Foto: McLaren F1 Team/Divulgação)

Lando Norris #4:Mal posso esperar para voltar ao MCL36 e correr. Estamos saindo de um teste complicado no Bahrein, mas estou me sentindo positivo para a próxima temporada. A equipe tem trabalhado muito duro para resolver os problemas que tivemos nos testes e garantir que estamos prontos para batalhar na pista neste fim de semana.

Estou ansioso pelas corridas emocionantes que os novos regulamentos trarão. Não tenho certeza de qual será a ordem, mas será uma luta acirrada na primeira sessão de qualificação do ano e durante toda a temporada. Mal posso esperar pelo desafio que temos pela frente.

Me sinto animado e preparado para entrar na minha quarta temporada na Fórmula 1 com a equipe, e para construir o progresso que fizemos juntos ao longo dos anos. Os testes em Barcelona e Bahrein nos ensinaram muito sobre o carro, mas ainda há mais para entender e trabalhar. Espero que possamos ter um início de ano forte.”

Daniel Ricciardo #3:Estou feliz por estar de volta, me sentindo melhor e pronto para o Grande Prêmio do Bahrein e a temporada que está por vir. Fiquei desapontado por não estar no carro na semana passada, mas apesar de estar doente, consegui manter contato com a equipe, conversar com Lando sobre o carro e me preparar da melhor maneira possível para o fim de semana de corrida.

Quero maximizar as sessões de treinos livres para entender melhor o carro e ajustá-lo, tudo isso para aproveitar melhor a qualificação e o apagar das luzes no domingo. É difícil saber onde estaremos no grid, mas será competitivo e estou com fome de voltar ao carro e correr.

Chegando ao meu segundo ano com a equipe, me sinto mais confiante e confortável do que nunca. Estou determinado a aproveitar o desempenho do ano passado e usar tudo o que a equipe e eu aprendemos com os altos e baixos para tornar esta temporada uma das melhores. Estou ansioso pelas batalhas na pista com esses novos carros, principalmente no Bahrein, com suas oportunidades de ultrapassagem. Creio que vamos obter alguns grandes resultados para a equipe.”

Andreas Seidl (chefe da equipe):Depois de um inverno agitado, estamos iniciando mais uma temporada emocionante da Fórmula 1 e a equipe está pronta para correr sob os novos regulamentos. Nosso objetivo é continuar a construir nosso progresso a partir de 2021, diminuindo ainda mais a diferença para o topo e trazendo a luta para nossos concorrentes.

Toda a equipe e nossos colegas da Mercedes HPP [High Performance Powertrains] trabalharam incrivelmente duro para construir um carro sob os novos regulamentos e forneceram uma boa plataforma para começar a temporada. Continuamos a entender o carro após um teste misto de pré-temporada e a equipe está trabalhando duro para resolver o problema que encontramos, em preparação para a primeira corrida.

Os preparativos da temporada de Daniel foram comprometidos por ele não poder pilotar durante o teste no Bahrein, mas ele conseguiu algumas boas voltas no teste de Barcelona. Daniel está totalmente recuperado e estamos ansiosos para tê-lo de volta ao carro neste fim de semana.

A competição ao nosso redor será incrivelmente acirrada; é difícil prever a hierarquia nesta fase, mas estamos empolgados com corridas muito apertadas, batalhas ferozes na pista e uma temporada emocionante pela frente.”

BWT Alpine
(Foto: Alpine F1 Team/Divulgação)

Fernando Alonso #14:Aprendemos muito com o carro nos últimos testes e completamos muitas voltas, então estou muito feliz. Estamos ainda aprendendo sobre os novos carros e configurações. Tentamos várias coisas com alguns resultados claros, e é isso que você quer dos testes. Foi muito produtivo.

“Não sabemos o que os outros estão fazendo, que programa estão seguindo e quanto combustível têm, e precisamos esperar até o próximo final de semana para saber. Vamos nos concentrar em nós mesmos e nosso plano é chegar no GP de abertura da temporada com 100% de desempenho.”

Esteban Ocon #31:Sábado foi nosso melhor dia de testes de pré-temporada até agora, com um progresso muito bom e boa compreensão adquirida no A522. Executamos um programa ocupado praticamente para planejar, o que é muito importante.

“A próxima vez que eu estiver no carro será na sexta-feira para a primeira sessão de treinos livres da temporada. É quando tudo realmente conta, então estou ansioso para fazer tudo de verdade. Espero que Fernando e eu possamos terminar nossos preparativos para a temporada da melhor maneira possível.”

Otmar Szafnauer (chefe da equipe): Terminamos os testes de pré-temporada e conseguimos concluir uma quantidade significativa de trabalho em preparação para o Grande Prêmio de abertura da temporada 2022. Os últimos dois dias foram igualmente bons para Esteban e Fernando, com um século de voltas para ambos, o que nos permitiu finalizar bem nossa preparação. Também significou que conseguimos compensar a perda de tempo de pista no último dia em Barcelona.

“Nós nos concentramos um pouco mais em refinar a configuração e melhorar muitos dos detalhes mais sutis no carro. Muitas voltas significam muito aprendizado e progredimos significativamente esta semana. Esperamos fazer mais melhorias nos próximos dias para continuar nossa preparação da melhor maneira possível para o próximo final de semana.”

Scuderia AlphaTauri
(Foto: Scuderia AlphaTauri/Divulgação)

Pierre Gasly #10:O andamento dos testes foi positivo, não tivemos problemas de confiabilidade e realizamos todo o trabalho que planejamos. No entanto, ainda é muito cedo para saber exatamente onde estamos em termos de desempenho e não teremos uma primeira ideia até sábado à tarde no Bahrein.

O novo carro oferece sensações muito diferentes do anterior, mas, de certa forma, não é tão diferente em termos do que você sente ao pilotar. O carro é mais pesado então você desliza um pouco mais e os pneus são maiores, o que muda a visibilidade do cockpit. O carro também é mais rígido, mas ainda é um carro de Fórmula 1 que você precisa dirigir no limite e esse sentimento permanece o mesmo.

Começamos o ano no Bahrein, onde fui bem no passado. Estou pronto e animado para ir. Claro, temos que ter a mente aberta sobre o que podemos esperar. Um tópico dos testes de inverno foi o “porpoising” que afetou todas as equipes. Do nosso lado, a situação em relação a isso já era muito melhor no Bahrein do que em Barcelona, então é uma coisa que ainda precisamos trabalhar, pois definitivamente não é uma sensação agradável e balança muito a cabeça. Parece que estamos trabalhando na direção certa.”

Yuki Tsunoda #22:Estou empolgado pela temporada e me sinto mais preparado para o Bahrein do que há um ano atrás. Minha forma geral melhorou muito em relação ao ano passado e, agora, pouco antes do início do campeonato, me sinto bem diferente. Agora eu sei o que tenho que fazer. Tenho um objetivo claro e estou mais relaxado, feliz e minha mentalidade está boa e pronta para a primeira corrida.

É verdade que tenho que entregar mais e reduzir o número de erros que cometo, mas não sinto nenhuma pressão. Estou convencido de que posso conseguir isso e não estou preocupado em cometê-los, mas apenas me concentrando em desenvolver o carro ao longo da temporada com a equipe e dar a eles um bom feedback.

Ainda é muito cedo para ter uma ideia clara se será mais fácil seguir outro carro. Não tenho certeza do que poderia dizer sobre o quanto o ar sujo foi reduzido, mas foi mais fácil seguir outros pilotos em alta velocidade. Mas essa não será a mesma situação de uma corrida quando você pode ter alguns carros à sua frente e estar cercado por carros imediatamente após o início, então devemos esperar para ver.

Estou em melhor forma, sei como me adaptar a uma pista o mais rápido possível, mantendo a calma o tempo todo. Terminei em nono na minha estreia no Bahrein no ano passado, tivemos apenas três bons dias de testes na pista de Sakhir, então agora estou animado para ver o que podemos fazer na corrida lá.”

Aston Martin Aramco Cognizant
(Foto: Aston Martin/Divulgação)

Lance Stroll #18:Aprendemos muito ao longo dos testes e cada sessão com o carro foi útil para progredir ainda mais. O Bahrein é um ótimo circuito para testar os limites do carro em curvas de baixa e alta velocidade, então é positivo que conseguimos completar o programa conforme planejado.

Às vezes ventava bastante e isso afetava os carros na pista. Uma das grandes coisas por aqui é descobrir até que ponto você pode frear, então esses ventos de cauda e de proa têm um grande impacto, como descobrimos. No geral, foi um teste produtivo e há muitos dados a serem analisados para garantir que estamos na melhor posição possível para o início da temporada.”

Nico Hulkenberg #27: Não comentou.

Mike Krack (chefe da equipe):Foram dias de testes positivos para nós, com apenas algumas pequenas interrupções, o que é esperado. Conseguimos atingir uma quilometragem significativa, bem como completar algumas corridas representativas em condições realistas, o que será benéfico para o GP do próximo fim de semana.

“O circuito do Bahrein dá um bom treino ao carro porque as temperaturas são altas e a degradação da pista estressa os pneus. Também conseguimos trabalhar no programa conforme planejado, incluindo o teste de novas peças e a avaliação do equilíbrio e configuração do AMR22.

“Também foi ótimo estar ao lado da equipe pela primeira vez para entender como tudo funciona. Estou ansioso para construir esse relacionamento ao longo da próxima temporada. Com uma mudança de regulamentação tão grande, será um desafio muito empolgante continuar melhorando o AMR22, e é um que todos estamos gostando.”

Williams Racing
(Foto: Williams Racing/Divulgação)

Nicholas Latifi #6:Obviamente, não foi um teste ideal no segundo dia no Bahrein, especificamente com o problema que tivemos, mas acho que a equipe fez um ótimo trabalho ao se unir para aproveitar ao máximo o terceiro dia e último dia em Sakhir.

Fizemos um bom trabalho, aprendemos muito e fizemos muitas voltas. Foi bom para mim tentar recuperar a quilometragem perdida e agora há muitos dados para ver como podemos estar na melhor forma possível para a primeira corrida nessa semana.”

Alex Albon #23:Os testes de pré-temporada já terminaram e da próxima vez que estivermos na pista será, finalmente, um fim de semana de corrida. Conseguimos uma boa quilometragem ao longo dos testes e sinto que cumprimos todos os requisitos, apesar de termos perdido tempo no penúltimo dia, na sexta-feira.

No geral, foi um teste positivo e incrivelmente valioso e a equipe fez um ótimo trabalho, especialmente em algumas circunstâncias desafiadoras. Em termos de desempenho do carro, acho que ainda há mais por vir e estou animado para continuar trabalhando no próximo fim de semana e ao longo da temporada para tirar o máximo proveito do FW44.”

Alfa Romeo Racing ORLEN
(Foto: Alfa Romeo Racing/Divulgação)

Valtteri Bottas #77:Esta corrida no Bahrein é o início de um novo capítulo na minha carreira e estou confiante de que posso alcançar os objetivos que estabeleci junto com a equipe. Fiquei impressionado com a ética operacional que encontrei desde que cheguei a Hinwil e com o trabalho que fizemos durante o inverno.

Encontramos alguns problemas nos testes, mas sei que estamos no topo deles e podemos nos concentrar em alcançar o melhor resultado possível no domingo. Vai ser uma longa temporada e ainda é um ponto de interrogação em termos de onde todos estão no grid. Acho que todos se sentem ansiosos por um pouco mais de clareza neste fim de semana.

O importante, no entanto, é que continuemos trabalhando para liberar todo o potencial do C42 e nos concentrarmos em ter um fim de semana limpo. Dessa forma, maximizaremos nossas chances de voltar para casa com um bom resultado para iniciar bem a temporada.”

Guanyu Zhou #24:Há anos sonho em fazer minha estreia na Fórmula 1: este fim de semana será um momento inesquecível para mim e meu país. É um momento que vou apreciar, assim como minha família e todos que nos ajudaram nesta jornada. Trabalhamos muito para estar aqui e sou grato por todo o apoio que recebi ao longo dos anos.

O trabalho árduo não termina com a minha estreia, é claro: estou agora na mais prestigiada e competitiva categoria do automobilismo e estou ciente do tamanho do desafio pela frente. Eu sei o quanto precisarei trabalhar e o quão rápido precisarei aprender: felizmente, a equipe está ao meu redor e eles foram excelentes em me ajudar a estar pronto para este momento. Sei que muitas pessoas estarão me assistindo no domingo e quero deixá-las orgulhosas.”

Frédéric Vasseur (chefe da equipe):Finalmente é hora de começar a temporada e acho que estamos tão ansiosos quanto qualquer um para ver onde todos realmente estão. Alguns podem ver isso como o momento da verdade, mas, na realidade, ainda levará algumas rodadas para ter uma ideia mais clara da hierarquia. Ainda assim, os pontos estão em oferta no domingo e precisamos fazer nossos últimos trabalhos de casa após o teste para garantir que estaremos na melhor forma possível no dia da corrida.

Todos na fábrica e aqui na pista fizeram um trabalho enorme durante o inverno: agora é hora de colher suas recompensas. Estamos com fome, motivados e prontos: temos dois pilotos ansiosos para mostrar sua coragem no cockpit e tenho certeza de que todos gostaremos de estar de volta a um cenário competitivo após as férias de inverno.”

Haas
(Foto: Haas F1 Team/Divulgação)

Kevin Magnussen #20:É ótimo eu voltar à Fórmula 1 depois de um ano parado e ver que todos estão tendo que se adaptar a esses novos carros. Tudo se encaixou muito bem, e eu diria que foi um momento de sorte. Eles ainda são muito rápidos, têm muito downforce e são mais pesados, principalmente mudando de direção em baixa velocidade. Quanto a aderência, é um pouco mais baixo, mas ainda muito divertido de pilotar e ainda parece um carro de F1.

“O VF-22 teve alguns problemas nos testes e confiabilidade é a principal coisa em que estamos trabalhando para poder disputar as corridas – esse é o maior trabalho que temos. Em termos de desempenho, temos uma ideia aproximada. Vimos algumas boas tendências no carro e veremos nessa semana onde nos comparamos, mas pelo menos a sensação dentro do VF-22 é muito boa.”

Mick Schumacher #47:A temporada definitivamente começou. Tive a sorte de fazer algumas voltas durante os testes e, embora não tenhamos tido a oportunidade de experimentar tudo, o carro está bom. Há várias diferenças em como o VF-22 se comporta em comparação com o ano passado, especialmente voltando a esta pista e tendo pilotado aqui. É muito positivo, estou feliz e pronto para começar a temporada.

Muita coisa mudou desde a minha primeira corrida com a equipe. Em primeiro lugar, a maneira como me sinto nela é ótima. Me encontro confortável, muito feliz e pronto para enfrentar esse novo desafio no VF-22. Tem sido ótimo fazer parte do desenvolvimento dele, vê-lo agora inteiro, ser capaz de conduzi-lo e sentir todo o trabalho duro que foi colocado por toda a equipe. Vê-lo ganhar vida é muito especial.

“Temos um bom carro, algo com o qual podemos trabalhar para que todos possam ficar felizes e orgulhosos de si mesmos por termos conseguido isso. Agora temos que ser capazes de colocá-lo no caminho certo quando for importante, e isso, nesse fim de semana de corrida. Estou muito ansioso para o que está por vir este ano.”

Guenther Steiner (chefe da equipe):Tivemos alguns problemas durante os testes, mas depois tivemos algumas saídas bem-sucedidas, então para toda a equipe foi um momento difícil, mas um bom momento ao mesmo tempo.

Estamos realmente ansiosos para a primeira corrida. Ainda temos trabalho a fazer porque sofremos alguns problemas de confiabilidade, principalmente pequenas coisas que precisamos consertar para estarmos preparados o suficiente para a primeira etapa da temporada. Eu realmente espero por isso.

Um dos objetivos principais é terminarmos a corrida. Acho que se conseguirmos terminar a corrida, temos uma grande chance. Estou otimista, cautelosamente otimista, sobre chegar aos pontos e isso seria um sucesso.

NOVIDADES DA TEMPORADA
Calendário
Calendário provisório da temporada 2022 da Fórmula 1 (Imagem: Fórmula1/Divulgação)

Este ano, a Fórmula 1 preparou um itinerário com 23 corridas, um recorde de quantidade de provas em um calendário. Como em 2021, o apagar das luzes inicial acontecerá no Bahrein, enquanto que o encerramento da temporada, será realizado de forma tradicional em Yas Marina, Abu Dhabi.

Há quatro corridas que retornam a programação após ficarem de fora do calendário em 2020 e 2021, devido a restrições implantadas por conta da pandemia: o GP da Austrália, Canadá, Singapura e Japão, este último que será a disputa em casa para Yuki Tsunoda.

A estreia de um GP
Autódromo Internacional de Miami (Imagem: Fórmula 1\Divulgação)

Este ano, acontecerá a estreia do Grande Prêmio de Miami, de 6 a 8 de maio, em um circuito urbano temporário e totalmente novo, localizado na área do famoso Hard Rock Stadium, em Miami Gardens. O traçado foi desenvolvido em maio do ano passado e, após 36 layouts diferentes simulados, o definitivo de 19 curvas ganhou vida e será utilizado oficialmente.

O banimento do Grande Prêmio da Rússia
(Foto: Vladimir Astapkovich/ SPUTNIK/ SPUTNIK VIA AFP)

Previsto para acontecer de 23 a 25 de setembro, o GP da Rússia, que seria o de despedida no Circuito de Sóchi, foi cancelado e banido do calendário, como uma sanção ao país que ainda promove ataques a Ucrânia.

A Fórmula 1 anunciou no último dia 3 que encerrou o contrato com os promotores do GP russo e, assim, não haverão mais corridas na Rússia no futuro. A F1 está em busca para substituir a prova em Sóchi.

Estreantes de 2022
Guanyu Zhou #24
(Foto: Divulgação)

Na temporada 2022, há apenas um estreante no grid: o ex-piloto de Fórmula 2, Guanyu Zhou, que ingressou na Alfa Romeo, no lugar de Antônio Giovinazzi. O automobilista de 22 anos é o primeiro chinês da história a ingressar na classe mais alta do automobilismo, e será parceiro de Valtteri Bottas, este que disputará seu primeiro campeonato na equipe italiana.

Pilotos que retornam a F1
Kevin Magnussen #20
(Foto: Divulgação)

Kevin Magnussen retorna a categoria nesta temporada após ficar um ano fora do grid, e correrá na mesma equipe pra quem correu na última vez, em 2020: na Haas. A escuderia americana trouxe o dinamarquês de volta, ao encerrar o contrato com o russo Nikita Mazepin e com a patrocinadora, também russa, Uralkali, como uma nota de repúdio a guerra da Rússia sobre a Ucrânia. Assim, Magnussen é o novo parceiro de Mick Schumacher na equipe de Gene Haas.

Alex Albon #23
(Foto: Williams Racing/Divulgação)

Assim como Kevin, outro piloto que ficou sem assento para 2021, está de volta ao grid: Alexander Albon. O tailandês de 25 anos correrá, de forma inédita, na Williams Racing e será o novo companheiro de Nicholas Latifi. Esta será a terceira temporada de Albon como titular e a primeira vez do jovem piloto em uma escuderia que não faz parte da academia Red Bull.

Novas regras de Safety Car
Mercedes-Benz AMG Black Series, novo Safety Car da Mercedes para 2022 (Foto: Mercedes-AMG/Divulgação)

Após o final polêmico do GP de Abu Dhabi do ano passado, a FIA publicou uma versão atualizada do Regulamento Esportivo, que inclui o regulamento do Safety Car sobre carros que recebem a bandeira azul (retardatários).

Com a alteração artigo 55.13 agora diz: “Se o secretário do percurso considerar seguro fazê-lo, e a mensagem ‘CARROS DE VOLTA PODEM AGORA ULTRAPASSAR’ foi enviada a todos os Competidores usando o sistema de mensagens oficial, todos os carros que foram dobrados pelo líder será obrigado a passar os carros na primeira volta e o Safety Car.

Anteriormente, a regra dizia “qualquer” em vez de “todos” os carros que foram rodados pelo líder serão obrigados a passar os carros na volta principal e o Safety Car.

No ano passado, no Grande Prêmio de Abu Dhabi, os pilotos Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon, Charles Leclerc e Sebastian Vettel, foram autorizados a desfazer uma volta. Os três carros restantes, Daniel Ricciardo, Lance Stroll, Mick Schumacher, não foram autorizados a desfazer a volta.

A mudança no regulamento significa que, caso um cenário semelhante aconteça novamente, todos os carros com voltas são obrigados a desfazer as voltas.

Enquanto isso, também houve uma pequena mudança na forma como os pontos serão concedidos para corridas encurtadas, que foram revisadas antes desta temporada.

Para corridas que são interrompidas entre 50% e 75% da distância total, o quarto lugar agora receberá 10 pontos em vez de nove. O sétimo receberá quatro em vez de cinco.

A nova alocação agora será: 19-14-12-10-8-6-4-3-2-1.

Detalhes do circuito
Circuito Internacional do Bahrein (Imagem: Fórmula 1/Divulgação)

O Circuito Internacional do Bahrein possui 5.412 km de extensão, recebe GPs da Fórmula 1 desde 2004 e tem como principal característica a predominância de curvas de baixa velocidade que exigem dos pilotos uma melhor estratégia nas frenagens e retomadas.

O recorde de volta mais rápida nesse traçado pertence ao ex-piloto Pedro de la Rosa, que cravou 1:31.447 com a McLaren durante a temporada 2005. Assim como no ano passado, a pista oferecerá três zonas de abertura de asa (DRS).

Por ser localizado no deserto, o maior desafio para as equipes nessa pista será lidar com a areia, fator que afeta a aderência e traz um maior desgaste para os pneus. O último vencedor nessa pista é Lewis Hamilton, que conseguiu segurar Max Verstappen após uma batalha acirrada com o atual campeão.

Transmissão no Brasil

A corrida acontecerá no próximo domingo, às 12h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe.

Artigo anteriorFÓRMULA 3 – Programação, Horários e Transmissão – GP do Bahrein – 2022
Próximo artigoFÓRMULA 2 – Programação, Horários e Transmissão – GP do Bahrein – 2022