Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP da Turquia – 2021

782

 14 min de leitura

(Foto: Fórmula 1/Divulgação)

Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da décima sexta etapa da temporada.

No próximo final de semana, dias 8, 9 e 10 de outubro, a Fórmula 1 retorna às pistas para realizar a primeira das últimas sete corridas do ano: o Grande Prêmio da Turquia, no circuito de Instabul Park, local que sediou a conquista antecipada do sétimo título da carreira de Lewis Hamilton, em 2020.

Diferente do ano passado, a corrida acontecerá com as arquibancadas cheias: os fãs turcos estarão de volta, após o GP ter sido realizado a portões fechados, devido a medidas de segurança contra o coronavírus.

Abaixo, confira o que pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP turco, em ordem decrescente da classificação atual do campeonato de construtores.

Mercedes (397,5 pts)

(Foto: Mercedes/Divulgação)

Lewis Hamilton #44: Não comentou.

Valtteri Bottas #77: Não comentou.

Toto Wolff (chefe da equipe): Esta temporada está mantendo todos nós em alerta e isso é algo que estamos gostando muito, mas também significa que temos que ser agressivos na nossa abordagem, a fim de maximizar os pontos disponíveis.

Eu sei que Lewis, Valtteri e toda a equipe estão entusiasmados para a batalha que temos pela frente, e estamos prontos para outra corrida emocionante em Istanbul Park, onde ainda há muitas incógnitas por causa da superfície do autódromo e das condições meteorológicas.

Istanbul Park é um layout de pista empolgante e bom para corridas, então acho que teremos outra reviravolta espetacular nesta brilhante temporada de F1.

Red Bull Racing (364,5 pts)

(Foto: Red Bull/Divulgação)

Max Verstappen #33: O GP da Turquia do ano passado não foi, obviamente, o melhor fim de semana para nós como equipe, mas acho que as circunstâncias serão bem diferentes este ano e espero que a pista seja um pouco mais aderente. Penso que, em geral, será um novo fim de semana para todos, haverá muito a aprender, por isso estou ansioso para ver o quão competitivos seremos lá.”

Sergio Perez #11: Estou ansioso pelas últimas sete corridas da temporada e tenho a certeza que a nossa sorte mudará. Esperamos ter um bom desempenho na pista, mas agora temos de mostrá-lo com os nossos resultados no domingo. Quero estar de volta ao pódio neste domingo.

Christian Horner (chefe da equipe): Estávamos todos ansiosos para dar aos fãs japoneses da Honda a chance de celebrar nosso relacionamento extremamente bem-sucedido na Fórmula 1, em Suzuka. Com a corrida sendo vítima da pandemia, simplesmente não podíamos deixar de homenagear a Honda e seus incríveis fãs, trazendo um pouco de sua herança para Istambul.

A pintura especial escolhida para nossos carros será uma homenagem à notável jornada da Honda na F1 e esperamos poder dar aos fãs outra vitória com essas cores lendárias neste fim de semana.

Mclaren (234 pts)

(Foto: Mclaren/Divulgação)

Lando Norris #4: Estou ansioso para voltar a correr depois de um final decepcionante no último Grande Prêmio, na Rússia. Desde então, tenho passado muito tempo no simulador, aprendendo com a experiência em Sochi, e estou pronto para voltar.

O circuito turco é uma verdadeira pista para pilotos e estou contente por voltarmos para lá depois de uma corrida emocionante no ano passado. Como sempre, estaremos trabalhando muito para manter a luta nos dois campeonatos. Sabemos o quão importante é cada corrida entre agora e o final da temporada, por isso vamos nos esforçar muito para marcar o máximo de pontos possível.

Daniel Ricciardo #3: O Istanbul Park é um circuito legal que geralmente oferece ótimas corridas. Temos trabalhado muito desde a última para garantir que atingimos o terreno em execução. Visto que voltamos lá no ano passado, não temos uma grande quantidade de dados sobre a melhor forma de configurar o carro, então estamos trabalhando no simulador para aprender um pouco mais e nos permitir começar com força na sexta-feira.

A briga pelo terceiro lugar nos construtores está muito acirrada no momento e sabemos que cada ponto conta, por isso estamos fazendo de tudo para superar nossos concorrentes a cada final de semana. Tivemos um bom início para a segunda metade da temporada, por isso vamos para a Turquia em busca de manter e construir esse ímpeto à medida que nos aproximamos da reta final da temporada.”

Andreas Seidl (chefe da equipe): A Turquia foi uma adição bem-vinda ao calendário no ano passado e estamos animados para voltar lá nesta temporada. Sentimos realmente o apoio dos fãs locais, e a corrida em 2020 foi emocionante, com condições variáveis, o que pode ser o caso novamente neste final de semana.

Com o calendário confirmado até o final do ano, o desafio que temos pela frente agora é claro. Vamos somar o máximo de pontos possível a cada GP para manter essa luta pelo terceiro lugar nos construtores. A equipe, tanto na fábrica quanto na pista, junto com nossos colegas da Mercedes HPP, fez um trabalho fantástico até agora para nos colocar nesta posição, mas a batalha ainda não acabou e precisamos manter nosso foco e intensidade até o fim.

Ferrari (216,5 pts)

(Foto: Ferrari/Divulgação)

Charles Leclerc #16: Estou ansioso para voltar ao circuito amanhã para ver como estão as condições da pista, embora eu ache que seria difícil estar pior do que na primeira sessão do ano passado. Dito isso, não me importaria se estivesse um pouco mais escorregadio do que o normal, porque me diverti muito aqui em 2020.”

Carlos Sainz #55: Conquistei um pódio feliz na Rússia, mas acho que, como equipe, precisamos continuar analisando o que podemos fazer melhor para garantir que da próxima vez que uma Ferrari liderar, sejamos menos vulneráveis. Tivemos um tempo para nos preparar para a corrida desse final de semana, na Turquia, por isso vamos pressionar as outras equipes de dianteira.

“Não estou muito preocupado em começar pela defesa porque só posso ir para a frente a partir daí. Estou satisfeito que eu também terei a atualização do sistema híbrido, porque isso significa que posso ajudar a equipe a coletar dados úteis para o próximo ano. Cada pequena melhoria ajuda e estou pronto para uma corrida de ataque. Terei apenas que me concentrar em trabalhar na configuração da corrida e espero ter o benefício disso no domingo.”

Mattia Binotto (chefe da equipe): Não comentou.

Alpine (103 pts)

(Foto: Alpine/Divulgação)

Fernando Alonso #14: Tenho boas recordações do Grande Prémio da Turquia. É um circuito com uma boa mistura de curvas de alta velocidade e oportunidades de ultrapassagem. A Curva 8 é um desafio único e estou ansioso para enfrentar essa curva em um carro de Fórmula 1 moderno.

Há anos atrás, tive uma batalha divertida com Michael [Schumacher] lá em 2006. Ele estava bem atrás da minha caixa de câmbio saindo da última curva, na volta final. Essa foi apenas uma das várias batalhas na pista que tivemos naquela temporada. Tivemos algumas boas corridas este ano e, mais importante, temos sido consistentes. Precisamos manter essa consistência e marcar mais pontos para a equipe terminar a temporada em alta.

Esteban Ocon #31: Eu gosto do Istanbul Park porque é um circuito muito legal. Corri pela primeira vez lá no ano passado, o que foi o caso de muitos pilotos no grid em 2020. Quando foi anunciado que iríamos correr na Turquia novamente, fiquei muito feliz, pois sinto que tenho algum tipo de negócio inacabado lá. Foi um fim de semana interessante por vários motivos.

A pista foi repavimentada e, no início, foi um desafio encontrar aderência nela. Então, quando o asfalto começou a emborrachar, choveu no sábado para a qualificação e foram provavelmente as condições mais desafiadoras em que já pilotei. Fizemos nosso dever de casa; todo mundo está trabalhando duro e mal posso esperar para correr na Turquia.

Marcin Budkowski (diretor executivo da equipe): Embora não estejamos exatamente onde queremos estar em termos de competitividade, o fato de termos conseguido marcar pontos em catorze corridas consecutivas é um grande indicador de como estamos conseguindo obter o melhor de nosso pacote em todas as circunstâncias e do progresso que fizemos este ano em termos de confiabilidade.

Precisamos agora consolidar ainda mais nossa posição no campeonato e estender nossa liderança sobre a AlphaTauri e a Aston Martin, e isso só pode ser alcançado através de pontuações consistentes e estando prontos para agarrar qualquer oportunidade, especialmente quando grandes pontos estão na mesa. Até aqui, vimos que tudo pode acontecer este ano.”

AlphaTauri (84 pts)

(Foto: AlphaTauri/Divulgação)

Pierre Gasly #10: Ano passado, foi a primeira vez que pilotei no Istanbul Park, um layout de traçado que eu realmente gostei. É bem original, com curvas interessantes, uma pista muito técnica, complicada na condução e, por isso, gostei muito. É fisicamente exigente, com curvas como a tripla esquerda na Curva 8 que nunca acaba. Na qualificação você leva tudo na horizontal e é realmente muito rápido.

No ano passado havia pouca aderência na superfície do circuito, o que tornou extremamente difícil ajustar o carro da maneira que eu queria, mas no seco encontramos um bom acerto, embora tenha sido mais complicado no molhado. Deve estar melhor neste fim de semana, acredito que trataram do asfalto para tentar melhorar a situação. Teremos que ver como é.”

Yuki Tsunoda #22: Não houve corrida de F2 na Turquia no ano passado, então esta será minha primeira vez no circuito de Istanbul Park. Assisti à corrida de F1 de 2020 e as condições estavam muito escorregadias. Chuva à parte, também foi por causa de uma nova superfície de asfalto, então pode estar melhor neste fim de semana, o que eu realmente espero.

Vou seguir meu programa de rotina para uma nova pista, aumentando a velocidade gradualmente. Nas últimas cinco corridas fui bastante consistente, mas o desempenho e o ritmo não foram tão bons, por isso, neste fim de semana, vou tentar aumentar um pouco mais para ser mais competitivo. Supondo que esteja seco, parece ser um traçado fisicamente exigente, com curvas como a de número 8. Portanto, será difícil, mas estou ansioso por isso.”

Aston Martin (59 pts)

(Foto: Aston Martin/Divulgação)

Lance Stroll #18: Minha primeira experiência na Turquia na temporada passada me deu um dos melhores momentos da minha carreira: quando conquistei a pole position antes das primeiras voltas no domingo. Essas experiências mostraram como a pista pode ser desafiadora. A aderência pode ser difícil de encontrar, mas isso contribui para um desafio constante. Estou ansioso para voltar a lutar e tentar adquirir mais pontos.”

Sebastian Vettel #5: Um dos desafios mais gratificantes em Istanbul Park é tentar fazer a Curva Oito plana. É uma curva de 260 km/h, com muitos solavancos e uma entrada às cegas, por isso é sempre divertido. Gostei muito da minha corrida na Turquia no ano passado, e estarei pressionando para lutar forte no pelotão do meio mais uma vez neste fim de semana.

Otmar Szafnauer (chefe da equipe): Não comentou.

Williams (23 pts)

(Foto: Williams/Divulgação)

George Russell #63: Estou ansioso por essa prova na Turquia. Quando corremos lá em 2020, era uma espécie de pista de gelo, o que ofereceu muitas oportunidades. Não creio que volte a ser o mesmo este ano, mas estaremos preparados para o que as condições nos apresentarem.

Tenho esperança de que possamos superar a curva oito, pois isso será uma grande experiência na atual geração de carros. Já marcamos pontos em quatro das últimas cinco corridas, então vamos para este fim de semana cheios de confiança e esperamos conseguir mais um bom resultado.

Nicholas Latifi #6: Estou animado para correr na Turquia novamente. Foi uma experiência única para todos em 2020 devido à chuva e aos níveis de aderência muito baixos, mas espero que as coisas sejam ligeiramente diferentes desta vez.

Sem dúvidas, pode ser um circuito desafiador, especialmente com a sequência de triplo vértice da curva 8 e as mudanças de elevação da pista, mas sinto que estamos em uma posição muito melhor para enfrentar esse desafio este ano. Temos feito uma série de corridas fortes e com boas performances, então estou feliz e ansioso para continuar essa tendência em Istanbul Park.

Alfa Romeo Racing (7 pts)

(Foto: Alfa Romeo/Divulgação)

Kimi Raikkonen #7: É sempre bom terminar entre os dez primeiros, especialmente quando tantas vezes chegamos tão perto desse objetivo. O resultado aconteceu em condições muito específicas, então não podemos ler muito sobre o desempenho, mas ao mesmo tempo tivemos que fazer algumas chamadas certas, e assim o fizemos.

Mantivemos a calma nos momentos difíceis e conseguimos fazer grandes progressos antes da bandeira quadriculada. A Turquia será outra corrida interessante: no ano passado acabou por ser um dia agitado e sabemos que não podemos descartar o mesmo desta vez. Teremos de estar atentos e ver como as coisas vão se desenrolando à medida que o fim de semana avança.

Antonio Giovinazzi #99: Estou empolgado para voltar a correr na Turquia. Lembro da nossa experiência lá no ano passado, foi uma corrida única e, embora não possamos esperar uma repetição das condições de baixa aderência que tivemos em 2020, sabemos que precisamos estar prontos para qualquer coisa que possa acontecer. O forte resultado da equipe em Sochi foi um incentivo para nós e queremos continuar focados neste fim de semana.

Frédéric Vasseur (chefe da equipe): “Marcar pontos na Rússia foi um grande impulso para a confiança, finalmente trazendo para casa uma recompensa por todo o trabalho árduo da equipe. Pudemos aproveitar ao máximo as circunstâncias nas últimas voltas da corrida: as condições estavam difíceis, mas conseguimos um bom resultado.

A partir de agora, temos que manter esse nível de atuação, prontos para aproveitar ao máximo as chances que tivermos. No ano passado, estávamos muito bem na qualificação em Istanbul Park, que será uma base sobre a qual nos apoiaremos com o objetivo de fazer outra corrida positiva nesta temporada.

Haas (0 pts)

(Foto: Haas/Divulgação)

Mick Schumacher #47: O fato de ser a minha primeira temporada na Fórmula 1, significa que preciso me preparar bem com a equipe, obviamente, porque ela correu lá no ano passado. Por isso, vou tirar a experiência deles e analisar os dados de 2020. Além disso, posso analisar vídeos e, portanto, me preparar para a corrida desse final de semana.

Não sabemos qual será a nossa competitividade, mas definitivamente vamos nos certificar de que faremos o nosso melhor e, com sorte, isso será o suficiente para estar perto do campo e talvez enfrentá-los.

Nikita Mazepin #9: A Turquia vai ser uma experiência interessante porque ainda não corri em Istanbul Park. Provavelmente não terei tempo no simulador e será uma experiência de aprendizagem íngreme, mas, no entanto, será bom visitar lá.

Esta é a pista que vim para o meu primeiro Grande Prêmio quando criança: meu pai me levou, na hospitalidade da Ferrari, quando eu tinha sete ou oito anos. Memórias virão para mim e mal posso esperar. Pelo que sei sobre a Turquia, o nível de aderência não tem sido bom, mas os carros de Fórmula 1 tendem a melhorar cada vez que usamos o traçado. Espero que seja um lugar divertido.”

Guenther Steiner (chefe da equipe): Em relação a superfície da pista em Istanbul Park, o que ouvi é que eles limparam mais, por isso devemos ter mais aderência. Quanto ao tempo, não podemos prevê-lo, se chover, chove e não há nada que possamos fazer a respeito. O promotor e o dono do autódromo acharam que podiam melhorar as condições e tentaram preparar o circuito da melhor forma possível.

Sobre a nossa dupla de pilotos novatos, acho que para eles irem para Istambul, é apenas um dos novos circuitos deste ano para eles, não há nada de diferente. Eles já estiveram em pistas que nunca percorreram antes e lidaram bem com isso, então tenho certeza de que estão se preparando da melhor forma possível.

NOVIDADES PARA O GP

(Foto: Red Bull/Divulgação)

A Red Bull Racing apresentou uma pintura especial em seus RB16Bs para o GP da Turquia, em homenagem a sua fornecedora de motores, Honda, esta que se despedirá da categoria no final deste ano. O esquema de cores dos carros da equipe foi baseada no RA272, modelo da montadora asiática que levou Richie Ginther a conquistar a vitória do GP do México, em 1965.

A AlphaTauri não ficará de fora da homenagem e, apesar de não ter uma pintura especial completa para esse fim de semana, as asas traseiras dos AT02s de Pierre Gasly e Yuki Tsunoda serão adesivadas com a palavra ‘arigato’, que significa ‘obrigado’ em japonês.

A escolha do GP turco como ocasião para mostrar essas pinturas comemorativas não foi por acaso, já que essa prova substituiu o Grande Prêmio do Japão. A corrida em Suzuka seria a despedida perfeita da Honda da F1, em casa, com o jovem piloto, Yuki Tsunoda, também, pela primeira vez, em uma prova em seu país de origem. Infelizmente, a etapa asiática foi cancelada no início do ano devido a restrições de segurança por conta do coronavírus.

(Foto: Ferrari/Divulgação)

A Ferrari decidiu trazer a nova atualização de motor para o carro de Carlos Sainz, após a equipe italiana ter testado seu novo sistema híbrido no SF-21 de Charles Leclerc, no GP da Rússia. Como essa será a quarta Unidade de Potência disponibilizada para Sainz nessa temporada, o espanhol irá largar no fundo do grid no domingo.

Circuito de Istanbul Park (Imagem: Fórmula 1/Divulgação)

O circuito de Istanbul Park possui 5.338 km de comprimento, recebe GPs da Fórmula 1 desde 2005 e a corrida terá um total de 58 voltas. O recorde de volta mais rápida ainda pertence ao colombiano Juan Pablo Montoya, que cravou 1:24.770 no ano de estreia do GP.

O traçado é dominado por trechos de alta e média velocidade, e tem como principal característica a curva 8, que acontece em declive e tem quatro ângulos de inclinação à esquerda, o que costuma ser cansativo para a cabeça dos pilotos. Assim como em Ímola e Interlagos, o fluxo do tráfego em Instanbul Park é no sentido anti-horário.

O favorito à vitória nesse final de semana é Lewis Hamilton, este que, na temporada anterior, largou em sexto, escalou o pelotão com dificuldades, mas venceu o GP turco, e conquistou o heptacampeonato. Assim, Hamilton igualou o número de títulos de Michael Schumacher na Fórmula 1 e entrou para a história mais uma vez.

(Foto: Fórmula 1/Divulgação)

Ano passado, como a pista estava recém-pavimentada e o clima chuvoso, a corrida foi caótica, já que os pilotos demoraram a achar aderência na superfície. Isso gerou resultados inesperados e oportunidades para equipes menos favorecidas, como a conquista da pole por Lance Stroll, a primeira do canadense na categoria.

Este ano, é esperado outra prova conturbada na Turquia, mas as condições em termos de manter o carro na trajetória estarão um pouco melhores. A Fórmula 1 correu lá ano passado e tirou o óleo de asfaltamento que estava presente no circuito. Além disso, os organizadores do autódromo também realizaram a lavagem.

(Foto: Fórmula 1/Divulgação)

A corrida acontecerá no próximo domingo, às 9h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe

Artigo anteriorMOTO GP – Resultado Final – GP das Américas (EUA) – 2021
Próximo artigoFÓRMULA 1 – Programação, horários e transmissão – GP da Turquia (Istambul) – 2021