Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP de...

FÓRMULA 1 – Saiba as expectativas das equipes para o GP de Portugal – 2021

1132
(Foto: Charles Coates/LAT/Pirelli)

Confira o que pilotos e chefes de equipe esperam da terceira disputa da temporada.

Para realizar a terceira etapa do calendário 2021, a Fórmula 1 segue para mais um fim de semana de corrida: o Grande Prêmio de Portugal, que acontecerá a partir dessa sexta-feira (30). A pista que irá receber a categoria pela segunda vez desde o ano passado é o Autódromo Internacional de Algarve, localizado na cidade portuária de Portimão.

Abaixo, saiba o que os pilotos e chefes de equipe, que se manifestaram, esperam do GP português, em ordem decrescente da classificação atualizada do campeonato de construtores.

Mercedes (60 pts)

(Foto: Mercedes/Divulgação)

Lewis Hamilton #44: Não comentou.

Valtteri Bottas #77: Não comentou.

Toto Wolff (chefe da equipe): O ano passado foi a nossa primeira corrida em Portimão. É uma pista excitante e cheia de ondulações que produziu ótimas corridas em 2020; também vimos na qualificação e nas primeiras voltas que fazer os pneus funcionarem bem não é fácil.

Ainda é um circuito bastante novo para todos, o que pode tornar as coisas interessantes e significar que estamos aprendendo ao longo do fim de semana. Esperamos outra luta acirrada com a Red Bull, e tanto a McLaren quanto a Ferrari também podem estar nela. Então, vamos ver como as coisas funcionarão em Portugal.”

Red Bull Racing (53 pts)

(Foto: Red Bull Racing/Divulgação)

Max Verstappen #33: Estou sempre olhando para frente. Apesar de conquistarmos uma vitória em Ímola, a corrida não foi perfeita, então temos que continuar firmes e focados em Portimão.”

Sergio Perez #11: Ímola foi uma oportunidade perdida, pois acho que deveríamos ter terminado nas duas primeiras posições (1-2), mas espero que possamos conseguir isso neste fim de semana em Portugal.”

Christian Horner: “Portimão foi um bom adicional ao calendário do ano passado, mas espero que a superfície tenha sofrido algum desgaste, já que o circuito recém-restaurado estava muito escorregadio. Eu sempre disse que seriam necessárias quatro corridas para obter uma imagem clara do campeonato, então agora é o teste real [Portugal e Espanha].

Mclaren (41 pts)

(Foto: Mclaren F1 Team/Divulgação)

Lando Norris #4: “Estou contente por estarmos regressando a Portugal este fim de semana porque foi um circuito que acrescentou algo diferente ao calendário do ano passado. As mudanças de elevação nesta pista tornam a pilotagem exigente com várias curvas cegas. Todo mundo estava lutando para ter aderência lá no ano passado com a pista que foi reformada recentemente, então será interessante ver como será neste fim de semana. Espero que possamos extrair um pouco mais do carro desta vez.”

Daniel Ricciardo #3: A seguir vem Portimão e estou ansioso para voltar ao carro. Correr lá é muito divertido com essa pista que tem elementos únicos que você não vê em todas as corridas do calendário. Há uma boa mistura de curvas de alta e baixa velocidade com várias mudanças de elevação, que a tornam um desafio emocionante.

Saindo de algumas curvas, você pode realmente sentir seu estômago embrulhar com as subidas e descidas. Nesse fim de semana, quero continuar a desenvolver o progresso que fizemos nas duas primeiras corridas e colocar em prática o que aprendemos em Ímola. Ainda estou tentando dominar alguns elementos [do carro] que só vão melhorar com mais tempo ao volante. Ver Lando chegar ao pódio mostrou o potencial do carro que é super motivador.

Andreas Seidl (chefe da equipe): A entrada de Portimão ao calendário foi bem-vinda ano passado e é muito bom voltar a correr lá de novo. Eventos consecutivos fornecem um conjunto único de desafios para a equipe e estamos bem preparados. Confiabilidade, eficácia operacional e gerenciamento de peças de reposição são fundamentais para o sucesso nesses finais de semana.

Também precisamos continuar a maximizar as oportunidades que se apresentam e tomar as decisões certas para permanecer na luta. Cada membro da equipe se dedica a dar aos nossos competidores um momento difícil no caminho. Continuamos focados e prontos para partir novamente neste fim de semana.”

Ferrari (34 pts)

(Foto: Scuderia Ferrari/Divulgação)

Charles Leclerc #16: Não comentou.

Carlos Sainz #55: Não comentou.

Mattia Binotto (chefe da equipe): Não comentou.

AlphaTauri (8 pts)

(Foto: Scuderia AlphaTauri/Divulgação)

Pierre Gasly #10: No ano passado fiz uma boa corrida em Portimão, já que terminei em quinto. É um circuito realmente único com todas as mudanças de níveis, subindo e descendo como uma montanha-russa. É divertido pilotar lá e muito diferente do que estamos acostumados. Por ser uma pista de baixa aderência, o carro desliza muito e não é fácil aquecer os pneus.

“Vamos correr com pneus duros C1 e, no ano passado, especialmente durante o TL1, eles foram muito difíceis de aquecer. Desta vez temos um pouco mais de conhecimento, experiência e o tempo vai certamente ser mais quente este ano. Portanto, teremos um desafio diferente em relação às duas primeiras corridas.”

Yuki Tsunoda #22: A pista em Portugal é nova para mim. Não sei o que esperar, embora tenha feito algumas sessões ao volante em Portimão no simulador e assistido ao Grande Prêmio do ano passado. É um belo circuito com curvas interessantes como a Curva 1 e a 13, assim como muitas seções para cima e para baixo, além de curvas cegas. Acho que pode ser complicado em relação aos limites de pista, mas vou aumentar meu ritmo gradualmente.

“Será uma situação completamente diferente das duas provas anteriores, pois já havia pilotado muito no Bahrein e em Ímola antes do fim de semana de corrida. Durante os treinos livres, espero completar um número significativo de voltas para me adaptar ao traçado o mais rápido possível e espero estar bem preparado para a qualificação.”

Aston Martin (5 pts)

(Foto: Aston Martin/Divulgação)

Lance Stroll #18: Partimos para Portugal com a certeza de que estamos fazendo progresso no sentido de libertar todo o potencial do AMR21. Há uma batalha emocionante no grupo intermediário e nosso objetivo é competir na frente dele – outro fim de semana limpo e a perspectiva de mais pontos garantirão que manteremos nossa motivação.”

Sebastian Vettel #5: Penso que Portimão é um bom local para almejar um fim de semana limpo. O circuito é um autódromo de alta velocidade; muito suave e com várias ondulações. É divertido competir lá e acho que será um bom lugar para entendermos melhor os limites do AMR21. Sei que ainda preciso tirar o máximo do carro – mas o fato de entendermos isso é outro bom motivo para continuar pressionando.”

Otmar Szafnauer (chefe da equipe): Não comentou.

Alpine (3 pts)

(Foto: Alpine F1 Team/Divulgação)

Fernando Alonso #14: Será um desafio totalmente diferente em Portimão, comparando com Bahrein e Ímola. O circuito é muito divertido de se percorrer e acho que nesses carros de Fórmula 1 modernos será bem emocionante, especialmente com as grandes mudanças de elevação. Eu só testei aqui antes em condições muito úmidas, então será uma curva de aprendizado para começar, mas adoro novos desafios.”

Esteban Ocon #31: Eu diria que Portimão é um dos circuitos mais divertidos de se pilotar. Flui muito bem e tem algumas combinações de canto muito boas. No ano passado, quando estivemos lá pela primeira vez, muitas pessoas compararam esse circuito a uma montanha-russa por causa de todas as mudanças de elevação e curvas rápidas que fazemos. Fiquei muito feliz quando Portugal foi anunciado no calendário. O local em Algarve é fantástico, o tempo deve estar quente, por isso estou ansioso por isso.”

Davide Brivio (Diretor de corrida da equipe):Acho que o autódromo de Algarve é um circuito único e há uma razão pela qual todos o chamam de montanha-russa. É um conjunto de altos e baixos, o que o torna muito especial. O clima provavelmente será diferente do que tivemos lá na temporada anterior, então isso é algo em que ficaremos de olho.

“A superfície da pista pode ter sofrido algumas melhorias com a temperatura do ar mais alta e melhores níveis de aderência geral, e isso será interessante de descobrir. É um novo circuito para Fernando [Alonso] aprender, enquanto Esteban [Ocon] pretende continuar a experiência do ano passado. Estamos tentando melhorar nosso desempenho de 2020 nessa pista.”

Alfa Romeo Racing (0 pts)

(Foto: Alfa Romeo Racing/Divulgação)

Kimi Raikkonen #7: No ano passado tive uma primeira volta divertida em Portugal, mas não vou pensar muito nisso: no final, não importa muito como se começa uma corrida, mas onde se termina nela e temos de finalizar entre os dez primeiros para atingir nosso objetivo.”

Antonio Giovinazzi #99: Mal posso esperar para voltar ao carro. Sinto que definitivamente não colhemos o que merecíamos nas duas primeiras corridas: tivemos um azar terrível, especialmente em Ímola, onde estaríamos em curso para o nono ou décimo se não fosse por um destroço preso em um freio.”

Frédéric Vasseur (chefe da equipe): Chegamos em Portugal com a confiança de sermos capazes de obter um bom desempenho e com a determinação de compensar a falta de pontos nas duas etapas iniciais da temporada. Sabemos que poderíamos e deveríamos ter visto dois carros no top 10 da última vez, mas isso não é um consolo, pois o resultado final é tudo o que importa.”

Williams (0 pts)

(Foto: Williams Racing/Divulgação)

George Russell #63: Adoro Portimão porque o circuito é muito fluido e ondulante. Os cantos variados também permitem que você faça linhas muito diferentes, já que são bastante largos nas entradas. Assim, não há uma linha específica para contornar a curva mais rápido. Isso realmente ajuda na corrida, já que em quase todas as curvas você pode pegar uma linha diferente para sair do ar sujo.

“Nesse autódromo, passamos por curvas planas e outras cegas, não podendo ver o que está a 200 metros à frente, mas acho que é isso que aumenta a emoção do circuito. É um lugar fantástico e mal posso esperar para voltar a correr lá.”

Nicholas Latifi #6: Sempre que você faz uma corrida ruim, fica mais empolgado e motivado para a próxima. Isso nos dá a oportunidade de recomeçarmos, e é isso que procuro fazer à medida que seguimos para Portimão. Esta é uma pista que talvez não combine com o nosso carro tão bem como ocorreu em Ímola, já que ano passado foi um pouco difícil em Portugal. No entanto, sinto que melhoramos o carro em certas áreas, por isso estou curioso e otimista para ver como nos sairemos desta vez. Acima de tudo, espero uma corrida limpa.”

Haas (0 pts)

(Foto: Haas F1 Team/Divulgação)

Mick Schumacher #47: Eu testei em Portimão com um carro de GP2 em 2018. É uma ótima pista e realmente adoro pilotar nela. Acho que é como um traçado à moda antiga, semelhante a Ímola. É bom para nós também, pois as equipes não têm muita experiência lá, apenas a experiência do ano passado. Acho que isso vai aproximar a competição, o que é muito bom.”

Nikita Mazepin #9: Um dos meus primeiros testes num carro de fórmula foi em Portugal nesta pista de Algarve. Não vou lá há mais de sete anos, talvez oito se não me engano, mas esse circuito é especial. É espetacular de se assistir na televisão e, quando você está no carro, está constantemente subindo e descendo. É como uma montanha-russa. Estou ansioso para chegar lá.”

Guenther Steiner (chefe da equipe): Não comentou.

NOVIDADES PARA O GP

Callum Ilott (Foto: Alfa Romeo Racing/Divulgação)

A Alfa Romeo Racing anunciou na última terça-feira (27) que Callum Ilott, agora o segundo piloto reserva da equipe (ao lado de Robert Kubica), irá participar do Treino Livre 1 do GP de Portugal. O jovem de 22 anos faz parte da Academia de Pilotos da Ferrari e foi vice-campeão da Fórmula 2 no ano passado.

Antes de entrar de vez para a Alfa Romeo, o britânico testou para a equipe em 2019 e em 2020, no teste de final de temporada, que acontece em Abu Dhabi. Callum foi contratado pela escuderia italiana para cobrir Robert Kubica, que não poderá participar de todos os testes deste ano devido a compromissos com outras categorias de automobilismo.

Autódromo Internacional de Algarve (Imagem: Fórmula 1/Divulgação)

O Autódromo Internacional de Algarve possui 4.653 km de comprimento e a distância de corrida terá um total de 66 voltas. Uma característica marcante desse circuito é a presença de vários aclives e declives por toda a sua extensão, que geram alguns pontos cegos em certos trechos.

O recorde de volta mais rápida pertence a Lewis Hamilton, que marcou 1:18.750 ano passado, na estreia do circuito no calendário da Fórmula 1. O britânico é o grande favorito à vitória para o GP de Portugal pois, em Portimão, Hamilton superou o recorde de vitórias de Michael Schumacher, ao alcançar o total de 92 em sua carreira.

Transmissão no Brasil

A corrida acontecerá no próximo domingo, dia 2 de maio, às 11h (horário de Brasília), e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Entrevistas disponibilizadas pela assessoria de imprensa de cada equipe.