Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Renault é desclassificada e perde pontos conquistados no Japão...

FÓRMULA 1 – Renault é desclassificada e perde pontos conquistados no Japão – 2019

139

 2 min de leitura

(Foto: reprodução twitter oficial @RenaultF1Team)

A medida tomada pela FIA foi resultado de uma apuração após uma denúncia da Racing Point aos comissários, depois da corrida. A marca francesa perde os nove pontos conquistados em Suzuka, onde Daniel Ricciardo chegou em 6º e Nico Hulkenberg em 10º.

O protesto da Racing Point teve como base uma suposta violação dos Regulamentos Técnicos e Esportivos e do Código Esportivo Internacional da FIA, relacionados a um ‘sistema pré-definido de ajuste de viés de freio dependente da distância da volta’.

Eles alegaram que a operação do sistema poderia ser vista através da câmera a bordo: a exibição do balanço do freio no volante dos pilotos da Renault, mudaram sem o comando deles.

A Renault contestou a alegação e, após examinarem as unidades de controle eletrônico padrão da FIA e os volantes usados ​​por Ricciardo e Hulkenberg – que foram lacrados e apreendidos após a corrida no Japão – os administradores da FIA determinaram que o sistema de controle descrito não estava pré-definido, nem volta dependente da distância, como alegado.

Os administradores descobriram que, embora a Renault usasse ‘soluções inovadoras para explorar certas ambiguidades’, o sistema não violava os Regulamentos Técnicos da F1.

No entanto, a equipe violou os Regulamentos Esportivos da F1 relacionados a auxílios a condutores. As regras da F1 afirmam que o corredor deve dirigir o carro sozinho e sem ajuda, e os administradores descobriram que o sistema significava que Ricciardo e Hulkenberg foram salvos de fazer vários ajustes durante uma volta, mesmo que não substituísse o fator habilidade humana dos pilotos.

A Renault reconheceu a decisão, mas indica que irá recorrer:

Considerando a subjetividade da qualificação de um sistema como auxílio ao piloto e a variabilidade das penalidades associadas nos casos recentes, a Equipe Renault de Formula 1 considerará seu próximo curso de ação dentro do prazo estabelecido pela FIA.” Afirmou em nota.

Após parte da configuração ilegal ser confirmada, Lance Stroll (Racing Point) e Daniil Kvyat (Toro Rosso) serão classificados em 9º e 10º, respectivamente, enquanto Charles Leclerc (Ferrari), Pierre Gasly (Toro Rosso) e Sergio Perez (Racing Point) sobem para sexto, sétimo e oitavo.

Com a notícia desanimadora, a Renault se distancia ainda mais do seu objetivo de alcançar o quarto lugar no campeonato de construtores e agora, se vê ameaçada pela Toro Rosso: apenas 6 pontos mantém a equipe francesa à frente.