Início Fórmula Truck FÓRMULA TRUCK – Buscando mais ultrapassagens e levar ainda mais emoção aos...

FÓRMULA TRUCK – Buscando mais ultrapassagens e levar ainda mais emoção aos fãs, o regulamento técnico da Truck sofreu modificações

69

 2 min de leitura

Foto: Milton Alves - Comunicação Formula Truck
Foto: Milton Alves – Comunicação Formula Truck

Até a etapa de Goiânia, somente os três primeiros usavam o aparato mecânico na turbina.

Na busca de mais brigas e pegas na pista, a categoria terá o líder do campeonato, Diogo Pachenki com o restritor de 70mm, Giaffone, segundo no campeonato com o de 72mm, Salustiano que ocupa a terceira colocação usara 74mm, Davi Muffato, 76mm e o quinto colocado Alex Fabiano 78 milímetros.

truck2

Em conjunto com as equipes e organização da Fórmula Truck a modificação do regulamento técnico foi tomada na etapa de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Como existe a necessidade de ser publicada no site da CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo – a validade acontece oficialmente 30 dias depois.

Com essa decisão, da etapa de londrina até a penúltima etapa – ainda sem local definido – o líder do campeonato que usar o restritor vai perder cerca de 140cv, o segundo 120cv, o terceiro que estará usando o de 74mm 100cv, o quarto com o restritor de 76mm entorno de 50cv, o quinto na classificação geral aproximadamente 30 cavalos.

Foto: Rodrigo Ruiz
Foto: Rodrigo Ruiz

Os brutos de Beto Monteiro, Roberval Andrade e Luizinho Lopes terão um aumento para 85mm na entrada de ar, após constatação da dificuldade de performance encontrada pelo motor da marca.

O restante dos outros caminhos no grid, usarão o restritor de 80 milímetros.

Foto: Rodrigo Ruiz
Foto: Rodrigo Ruiz

Em contra partida com o aumento da entrada de ar os três Ivecos ganham 50 cavalos. No caso desses três Ivecos posicionem entre os cinco, usaram normalmente os restritores previstos pelo regulamento.

A exemplo do ano passado – final que também foi em solo londrinense – a decisão do dia 4 de dezembro em Curvelo, Minas Gerais, todos os pilotos posicionados entre os cinco primeiros deixam de usar os restritores.