Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Resultado da 3ª etapa de 2015 – GP da...

FÓRMULA 1 – Resultado da 3ª etapa de 2015 – GP da CHINA

27

 4 min de leitura

Foto: STUDIO COLOMBO / PIRELLI / Fotos Públicas
Foto: STUDIO COLOMBO / PIRELLI / Fotos Públicas

E nesta madrugada de Sábado para Domingo (12/04), no GP da China de Fórmula 1, nada de estranho ocorreu! Quem venceu? Claro, HAMILTON! Seguido de nada mais, nada menos, NICO ROSBERG! A Ferrari andou muito bem e desta vez os 2 carros – Kimi e Vettel, mas não chegaram nem perto de ameaçar o domínio da Mercedes. Mas creio que tenha sido LUCRO terminar apenas a 3 segundos do vencedor. Já vejo um ano em que a Mercedes só perderá caso algo de estranho aconteça!

O GP da China mostrou um pouco mais que, o RESTO agora será liderado pela FERRARI e que se nada for feito, a Williams vai é brigar com Lotus, Sauber e Red Bull (isso se a Renault der um jeito no seu motor em crise). E em relação a MOTOR RENAULT, estou começando a dar razão para o falastrão da Red Bull e questiono SIM a Renault sobre o nível de confiabilidade e potência dos seus motores este ano. A briga entre a equipe e a montadora deve esquentar, já que agora a Renault vai argumentar ainda mais a questão do aperto dos carros que não permitem adequada refrigeração dos motores! Quem está certo nessa? Hummm… só pagando para ver!

Na largada Kimi tomou a quarta colocação de Massa e não a perdeu mais. O piloto da Williams completou a corrida em quinto, seguido pelo companheiro Bottas. A Williams não conseguiu acompanhar a Ferrari e também não sofreram pressão dos demais!

“Nós tivemos uma boa corrida hoje e consegui tirar o máximo que dava do carro. O time teve um desempenho muito bom, mas simplesmente não temos a velocidade pura necessária para alcançar os carros da frente. Vou treinar minha largada porque foi realmente a única coisa que não deu certo para nós. Conseguimos marcar o máximo possível de pontos hoje.”, explicou o Felipe Massa.

Nasr acabou em 8º, uma à frente da que largou, marcando mais quatro pontos na F1. Ricciardo foi o 9º e Ericsson encerrou a zona de pontuação. Mais uma boa corrida da Sauber e mais uma péssima para a Red Bull.

Pra não dizer que a corrida foi muito monótona, tivemos a primeira volta com uma briga intensa por posições, tivemos o abandono do Kvyat com seu carro em chamas, algumas ultrapassagens de Verstappen e o “totó” do Button no Maldonado que custou 5s de penalidade ao piloto da McLaren. Fora isso, que sono! Nem a tão falada RETA GIGANTE, deu seu ar da graça como se esperava! A corrida, graças ao abandono do Verstappen com mais um motor Renault fumando e a FALTA de habilidade dos “gandulas” em retirar o carro da pista, finalizou em Safety Car. Com três corridas já disputadas, Hamilton lidera o Mundial, com 68 pontos, seguido de Vettel, com 55, e de Rosberg, com 51. Clique aqui para ver a classificação atual.

E se dentro das 4 linhas… ops… no asfalto, nada de muito importante aconteceu, na coletiva após a corrida o clima esquentou entre os pilotos da Mercedes.

Tudo começou quando, o repórter quis saber de Hamilton sobre o pedido para aumento de ritmo. Hamilton disse:

“Eu não estava controlando a corrida dele, estava controlando a minha. Foi uma boa corrida e fiquei muito feliz. Como eu disse, meu foco hoje era administrar os pneus. E como disse, não tive nenhuma ameaça real do Nico durante toda a corrida” – explicou o britânico.

NICO se irritou e respondeu ironicamente:

“É interessante ouvir de você, Lewis, que estava pensando apenas em você mesmo com relação ao ritmo, e comprometendo minha corrida. Guiando mais lento do que o necessário no começo dos stints fez com que Sebastian ficasse muito próximo de mim, abrindo a oportunidade dele antecipar o pit stop para tentar me passar. Aí tive cobri-lo (entrar nos boxes na volta seguinte) e com isso meus pneus morreram no fim da corrida, porque meu último stint foi muito longo. Não estou feliz com isso, claro. Fora isso, não tenho muito a dizer” – retrucou.

E mostrando que não estava ligando nenhum pouco para tudo isso, o inglês reforça:

“Não é meu trabalho me preocupar com a corrida de Nico. Meu trabalho é administrar meu carro e levá-lo para a casa o mais correto e mais veloz possível. E foi isso o que eu fiz. Não fiz nada intencional para os carros chegarem. Só estava focando em mim mesmo. Se Nico quisesse me ultrapassar, ele poderia ter tentado, mas não fez”

Foto: STUDIO COLOMBO / PIRELLI / Fotos Públicas
Foto: STUDIO COLOMBO / PIRELLI / Fotos Públicas

 

Veja o resultado FINAL da 3ª etapa – Grande Prêmio da China – Xangai:

1º Lewis Hamilton – Mercedes – 1h39min42s008
2º Nico Rosberg – Mercedes – +0s714
3º Sebastian Vettel – Ferrari – +2s988
4º Kimi Räikkönen – Ferrari – +3s835
5º Felipe Massa – Williams – +8s544
6º Valtteri Bottas – Williams – +9s885
7º Romain Grosjean – Lotus – +19s008
8º Felipe Nasr – Sauber – +22s625
9º Daniel Ricciardo – Red Bull – +32s117
10º Marcus Ericsson – Sauber – + 1 volta
11º Sergio Pérez Force – India – + 1 volta
12º Fernando Alonso – McLaren – + 1 volta
13º Carlos Sainz Jr – Toro Rosso – + 1 volta
14º Jenson Button – McLaren – + 1 volta
15º Will Stevens – Manor – + 2 voltas
16º Roberto Merhi – Manor – + 2 voltas
17º Max Verstappen – Toro Rosso – Não completou
18º Pastor Maldonado – Lotus – Não completou
19º Daniil Kvyat – Red Bull – Não completou
20º Nico Hulkenberg – Force India – Não completou

A próxima prova disputa-se no Bahrain, a 19 de abril. Veja o calendário completo clicando aqui!

Veja também o infográfico feito pela FERRARI sobre o GP da China! Clique aqui!

Veja algumas fotos da corrida: