Início Destaque NASCAR – Kyle Busch vence e é bicampeão – Miami – 2019

NASCAR – Kyle Busch vence e é bicampeão – Miami – 2019

79
Rowdy Busch é bicampeão de forma incontestável na Monster Cup. Créditos : Jonathan Ferrey / Getty Images (Nascar.com)

Olá amigos e amigas do Tomada de Tempo e do Kojak! Está encerrada a temporada da NASCAR 2019 e enfim conhecemos os campeões das suas três principais divisões.

No domingo, na Monster Cup, vimos Kyle Busch#18, o campeão da temporada regular, mostrar que a predominância na primeira fase do campeonato não foi gratuita, o Toyota #18 conseguiu conter o aparente favorito Martin Truex Jr. #19 e venceu a final em Miami. Aliás, Truex durante boa parte da corrida aparentava ser a bola da vez, mas talvez, se sua equipe não tivesse invertido os pneus dianteiros num pit stop no segundo segmento e jogado ele para trás, o resultado poderia ter sido diferente. Alguém vacilou feio no time. Mas “se” não faz parte do jogo, além disso, o rendimento do “Buschinho” no terceiro segmento foi avassalador, não dando chances para mais ninguém.

E não podemos dizer que não foi merecido, já que em 36 etapas, “Rowdy” teve 5 vitórias, incluindo na final, esteve dezessete vezes no Top 5 e 27 vezes no Top10. Muita regularidade para conquistar o bicampeonato (o primeiro título veio em 2015).

Palmas também para a brilhante equipe Joe Gibbs Racing, pois dos quatro pilotos finalistas, três eram do seu time (Busch, Truex Jr. e Hamlin), e obviamente levaram o caneco para casa. Tendo em vista que Kevin Harvick#4, o outro finalista, é da equipe Stewart Haas (a mesma Haas da F1), concluímos que o lendário Roger PENSKE deve ter ficado muito feliz com essa final sem pelo menos um dos seus carros (Keselowski, Logano e Blaney).

Ainda sobre a temporada da Monster, além do bicampeonato de Kyle Busch#18, ficamos com algumas conclusões. O rendimento de Denny Hamlin#11 serviu para calar a boca de muita gente (inclusive a deste “nascarzeiro”), e sim, ele poder ser campeão. Ficamos também com a boa impressão deixada por Alex Bowman#88 e William Byron#24. Os dois garotos amadureceram e ano que vem podem brigar com as velhas raposas. Já, Matt DiBenedetto, deixou de ser apenas um piloto carismático para ser realidade no grid. Em 2020, Matt “Balboa” terá melhor equipamento numa nova equipe.

Nesses três dias de finais, sem dúvida, a grande corrida foi a da Xfinity. Para quem AINDA não sabe, a Xfinity está para a NASCAR como a F2 está para a F1. Ou seja, o último degrau antes da principal categoria, a Monster no caso. E esse ano foi especial. Tyler Reddick, Cole Custer e Christopher Bell venceram juntos, 21 das 33 etapas e ganharam o apelido de “Trio de ferro” diante de tamanho predomínio.

Na decisão em Miami, eles não decepcionaram, e com o acréscimo dos bons desempenhos de Chase Briscoe e John Hunter Nemechek, fizeram uma corrida sensacional. Mas no fim, deu Tyler Reddick que venceu a final e convenceu, levantando seu bicampeonato da divisão. A boa notícia é que todo o “Trio de ferro” estará na Monster Cup em 2020. Claro, vamos dar um tempo aos garotos, mas acredito que em breve mostrarão o que podem na principal divisão.

Tyler Reddick garantiu o bicampeonato da Xfinity em 2019. Creditos : Jared C. Tilton / Gety Images (Nascar.com)

Já, na Truck Series, o veterano Matt Crafton garantiu seu tricampeonato no auge dos seus 43 anos, derrotando os favoritos Brett Moffitt e Ross Chastain. Crafton não venceu a prova, e na verdade, na final, isso não importa. O que importa é chegar à frente dos seus três adversários e ele cumpriu o objetivo com uma ótima P2. Guardem esse ditado: “Truck Series não tem corrida ruim”.

Matt Crafton ficou com o caneco da Truck Series pela terceira vez. Creditos : Jared C. Tilton / Getty Images (Nascar.com)

A temporada de 2019 foi sensacional e a de 2020 promete muito, ainda mais com a dança das cadeiras que agita o mercado de pilotos. Parabéns aos campeões, Kyle Busch, Tyler Reddick e Matt Crafton! A NASCAR volta em fevereiro de 2020. Até lá e VIVA A NASCAR!

E como diria Kal-El : “Para o alto e avante!!”