Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – GP do Brasil – Resultado Final – 2019

FÓRMULA 1 – GP do Brasil – Resultado Final – 2019

348

F1 GP BRASIL 2019 – E chegamos ao grande dia, largada para o Grande Prêmio do Brasil, válido pela 20ª e penúltima etapa da temporada 2019 da Fórmula 1! Na pole position, Max Verstappen, seguido de Vettel e Hamilton. Leclerc largando em 14º devido punição pela troca de motor.

Largada forte de Max, segurando a ponta. Disputa entre Hamilton e Vettel, Lewis toma a 2ª posição. Bottas e Albon na sequência. Leclerc, largando na 14ª posição, parte para cima do pelotão e ao final da 1ª volta assumia a 10ª posição. Final da volta #1 tínhamos: Verstappen, Hamilton, Vettel, Bottas, Albon, Gasly, Grosjean, Kimi, Magnussen e Leclerc no TOP10.

E quanto a PROVA, QUE PROVA! QUE PROVA! A melhor prova dos últimos tempos! Vitória sensacional de Max Verstappen, Hamilton com erros/acertos nas estratégias, Bottas com motor estourado e as FERRARIS se tocando! Depois de 2 relargadas com safety car, entre paradas de box e ultrapassagens, uma chegada FENOMENAL entre Hamilton e Gasly – lado a lado – com um 2º lugar muito merecido de Gasly! Difícil resumir aqui, leiam a nossa seção “CORRIDA EM DETALHES” logo abaixo! UAU! Que GP BRASIl foi esse! Hamilton, Sainz (UAU) e Kimi completam o TOP5.

ATUALIZAÇÃO: Hamilton foi declarado culpado pelo incidente com Albon e ficou com a 7ª posição. Desta forma, o TOP5 fica composto por: Sainz, Kimi e Giovinazzi! Sensacional!

Vamos para Abu-Dhabi em 2 semanas para o fim da temporada e com a Ferrari com um problemão para resolver dentro de casa! Calendário completo aqui!

CORRIDA EM DETALHES

Largada forte de Max, segurando a ponta. Disputa entre Hamilton e Vettel, Lewis toma a 2ª posição. Bottas e Albon na sequência. Leclerc, largando na 14ª posição, parte para cima do pelotão e ao final da 1ª volta assumia a 10ª posição. Final da volta #1 tínhamos: Verstappen, Hamilton, Vettel, Bottas, Albon, Gasly, Grosjean, Kimi, Magnussen e Leclerc no TOP10.

Foto: Twitter Oficial F1

Volta 5, Leclerc seguia em sua corrida de recuperação e assumia a 8ª posição. Verstappen abria mais de 2 segundos para Hamilton e tinha a corrida nas mãos. Leclerc, entre os 10 primeiros, o único com compostos amarelos.

Foto: Twitter Oficial F1

Chegamos ao final da 10ª volta e Leclerc já tomada a posição de Gasly, assumindo a 6ª posição e partindo então, para cima de Albon (+4 seg). Ricciardo e Magnussen se enroscam, Magnussen roda e despenca para 17º. Ricciardo vai aos boxes e retorna atrás de Russell – ou seja, em último!

Foto: Twitter Oficial F1

Entre os líderes, Max seguia com mais de 2 segundos à frente de Hamilton e Vettel, em terceiro, com mais de 2.5 segundos para Lewis. Até então, Max com a melhor volta da prova. Volta 15, Leclerc seguia reduzindo a diferença para Albon (+2.5 seg). Momento em que a organização anunciava a punição para Ricciardo (+5 seg) pelo incidente com Magnussen.

Em estratégia de 2 paradas, Perez é o primeiro a efetuar trocas dos pneus, retornando em 17º. Volta 20, Max começa a sentir o desgaste do pneu macio, perdendo um pouco de espaço para Hamilton. Leclerc seguia no ritmo forte, reduzindo para 1.8 segundos a sua diferença para Albon. Volta seguinte, Lewis Hamilton – na estratégia de 2 paradas – efetua troca dos compostos e repete os macios (retorna em 6º).

Mais uma volta e foi a vez de Max Verstappen efetuar sua troca de pneus, retornando com os macios novamente. E… e… atrapalhado por Kubica na saída dos boxes, Hamilton toma a posição de Max 0_o!

Foto: Twitter Oficial F1

Mas… mas… o que foi aquilooooo! Max, impossível hoje, parte para cima de Hamilton ainda na mesma volta, ultrapassa o piloto da Mercedes e retoma a posição. SENSACIONAL!

Chegamos à volta 25, vez de Vettel efetuar seu pit e retorna com compostos médios! Bottas assume temporariamente a liderança, seguido de Max, Hamilton, Leclerc e Vettel. Volta seguinte, Bottas entra nos boxes, retorna em 5º com pneus DUROS e Verstappen reassume a liderança.

Volta 30, momento em que Ferrari altera estratégia de Leclerc. O piloto da Ferrari entra nos boxes e retorna em 6º com pneus DUROS. Após todas as paradas de boxes tínhamos:

Metade pra prova (35 voltas) e Max Verstappen seguia líder e com mais de 3 segundos à frente de Hamilton (que reclamou muito com a equipe pela escolha dos pneus macios no pit-stop). Momento em que Kubica leva punição de 5 segundos pela atitude nos boxes em relação ao Max Verstappen. Cinco voltas depois, sem mudanças entre os ponteiros. No segundo pelotão, Gasly em 7º, seguido de Kimi, Giovinazzi e Perez fechando o TOP10. Ricciardo em 11º. E… e… na volta 42, Bottas (inesperadamente) entra mais uma vez nos boxes para troca dos compostos DUROS pelos MÉDIOS, retornando em 6º – atrás de Leclerc que também tinha compostos duros.

Volta seguinte (44), Hamilton entra também nos boxes e retorna em 3º com pneus amarelos. Volta seguinte foi a vez de Max, retornando também com compostos amarelos e… e… retorna à frente de Hamilton. Vettel era o novo líder, Albon em 4º e Leclerc fechando o TOP5.

Bottas inicia a pressão para cima de Leclerc, que segura muito bem, principalmente ao final da reta dos boxes. Entre os líderes, Vettel começa a sofrer com o desgaste dos pneus e Max se aproxima rapidamente. Volta 50 e Vettel faz sua 2ª parada de box, retornando com compostos macios e em 4º. Albon também efetua sua 2ª parada e perde posições para Leclerc e Bottas.

Foto: Twitter Oficial F1

E… e… Bottas, Bottas! Volta 52 e o motor Mercedes o deixa na mão! Fim de prova! Mesmo com a tentativa de parar o carro em local seguro, a organização coloca o SAFETY CAR em pista! Max Verstappen arrisca tudo e efetua mais uma parada, retornando com compostos macios. Leclerc também faz o mesmo. Hamilton fica em pista com os compostos médios desgastados!

Relargada na volta 60 e a ordem era: Hamilton, Max Verstappen, Vettel, Albon, Leclerc, Gasly, Grosjean, Sainz, Kimi e Giovinazzi no TOP10. Com compostos macios e novos, Max parte para cima de Hamilton e no “S do SENNA” já reassume a liderança! Albon relarga muito bem, assume a terceira posição, deixando Vettel e Leclerc para trás.

Foto: Twitter Oficial F1

Faltando 10 voltas, Max abre mais de 2 segundos para Hamilton, que segura muito bem 3 pilotos com compostos macios (novos): Albon, Vettel e Leclerc. Volta 63, abertura de asa liberado! Três voltas depois, disputa entre Vettel e Albon, com o piloto da Red Bull segurando bem! Leclerc resolve partir para cima de Vettel e o ultrapassa. Na tentativa de retomar a posição, Vettel coloca lado a lado com o companheiro! Pneu dianteiro de Leclerc com pneu traseiro de Vettel e… e… PELO AMOR DE DEUS, pneus estourados! As duas Ferraris FORA! UAU!

Foto: Twitter Oficial F1

Após a lambança do time vermelho, SAFETY CAR em pista e as posições eram: Max, Albon, Gasly, Hamilton (com pneus novos e macios), Sainz, Kimi, Giovinazzi, Ricciardo, Norris e Perez no TOP10. Relargada na volta 70, duas voltas para o final! Max segura a ponta, Hamilton toma a posição de Gasly. Hamilton parte para cima de Albon, mas… mas… MEU DEUS QUE PROVA! QUE GP BRASIL! Hamilton e Albon se tocam. Albon que tinha pódio quase garantido, roda e despenca na classificação.

Foto: Twitter Oficial F1

Hamilton continua, mesmo com asa dianteira danificada e parte para cima de Gasly, que segura de forma SENSACIONAL o inglês! Os dois chegam LADO A LADO na reta dos boxes! Gasly fica com a 2ª posição e Hamilton fecha o pódio! UAU! UAU!

Foto: Twitter Oficial F1

FIM DE PROVA! FIM DE PROVA! QUE PROVA! QUE PROVA! A melhor do ano! A melhor dos últimos tempos! VENCE ele, de forma brilhante: MAX VERSTAPPEN! Gasly, no melhor estilo MINEIRO, graças a problemas/estratégias/lambanças dos demais completa a prova em 2º. Hamilton, Sainz (UAU) e Kimi completam o TOP5.

ATUALIZAÇÃO: Hamilton foi declarado culpado pelo incidente com Albon e ficou com a 7ª posição. Desta forma, o TOP5 fica composto por: Sainz, Kimi e Giovinazzi! Sensacional!

RESULTADO FINAL

SIGA A GENTE!

E nossa, já ia me esquecendo… caso queira, siga ou curta nossas redes sociais: