Início WSBK WSBK (WorldSBK) – Ducati do Céu ao Inferno em Laguna Seca –...

WSBK (WorldSBK) – Ducati do Céu ao Inferno em Laguna Seca – 2019

34

Muita expectativa se criou este ano no mundial de Superbike (WSBK) com a Ducati, marca que se propôs a vir com uma nova moto com motor V4 deixando o tradicional motor em L 2 cilindros, e viria com um novo piloto Álvaro Bautista piloto que vem com experiencia do MOTOGP.

Imagem: Internet

Essa expectativa estava sendo correspondida por Bautista que começou a campeonato avassalador vencendo as primeiras 11 corridas uma dupla (Bautista e Ducati que vinha dando certo, até o momento de Bautista ter várias quedas perdendo a liderança do campeonato e nesta etapa em Laguna Seca não foi diferente.

Na última etapa na Inglaterra seca #1 Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK) tinha tomado a liderança do campeonato, então cabia a #19 Bautista (ARUBA.IT Racing – Ducati) literalmente correr atrás do prejuízo e não deixar Rea se distanciar e foi isso que #19 Bautista fez mesmo não largando tão bem tentou não deixar #1 Rea se distanciar.

Mas sua tática não deu muito certo, na 4ª volta #19 Bautista sofre mais uma queda vendo seu oponente #1 Rea se distanciar no campeonato, coube a #7 Chaz Davies seu companheiro de equipe combater #1 Rea e tentar diminuir a vantagem.

Imagem: Video oficial Eurospot

Aliás #7 Davies não vinha numa temporada muito boa com a nova moto nesta etapa conseguiu brigar pelo pódio, velhos rivais #1 Rea e #7 Davies duelaram pela liderança da corrida e na 3ª posição mais uma vez o Turco #54 Rasgatlioglu (Turkish Puccetti Racing) estava no pelotão da frente se destacando dos demais pilotos, #66 Sykes ( BMW Motorrad WorldSBK team) vem em grande melhoras com sua moto que testou um novo modelo de escapamento que o ajudou no desempenho. Outro que se destacou foi #81 Jordi Torres (Team Pedercini Racing) com um 6º lugar.

Imagem: Video oficial Eurospot

No final o resultado da corrida 1 ficou assim:

SuperPole Race

Numa dramática volta de abertura #19 Álvaro Bautista (ARUBA.IT Racing – Ducati) ser eliminado pelo #54 Rasgatlioglu (Turkish Puccetti Racing) na Curva 2, uma bandeira vermelha logo saiu para um grande acidente no topo do Corkscrew, quando Alessandro Delbianco (Althea Mie Racing Team) bateu JD Beach (Attack Performance Estenson Yamaha) .

A corrida iniciou com 8 voltas, e mais umas vez #1 Rea dominou seguido por #7 Davies que estava num bom final de semana, e #66 Sykes que conquistou mais um pódio para a BMW.

Corrida 2

Restava a Bautista a corrida 2 para pontuar já que zerou as outras duas chances de pontuar na etapa. Mas pelo jeito não era o final de semana de #19 Bautista ele que sentiu fortes dores no ombro e abandonou a corrida.

Imagem: Twitter Worldsbk

Mas como titulo da matéria sugere a Ducati foi do céu ao inferno, com os resultados negativos de #19 Baustista nas três provas ficando zerados de pontos, seu companheiro de equipes #7 Davies conseguiu pontuar nas 3 corridas, e na última corrida do dia conquistou sua primeira vitória do ano e com a nova Panigale V4.

Imagem: WorldSBK.com

Brigas no pelotão intermediário também aconteciam com pilotos de equipes independente, o melhor independente foi novamente #54 Rasgatlioglu (Turkish Puccetti Racing) com 3º lugar no pódio liderando o campeonato de independentes. Com as quedas de #19 Bautista, #1 Rea consegue abrir uma vantagem confortável e sai para as férias com a vantagem de 81 pontos.

O WordSBK sai de férias e volta só em Setembro nos dias 06 – 08 em Portugal.

Sigam as redes sociais da ToqueRacing:

https://instagram.com/ToqueRacing
https://twitter.com/ToqueRacing
https://www.facebook.com/ToqueRacingOficial