Início Destaque Red Bull Air Race 2018 – Última Etapa – USA – Forth...

Red Bull Air Race 2018 – Última Etapa – USA – Forth Worth

59
Fonte: twitter Martin Sonka

No Tomada de Tempo estamos sempre de olho nas diversas modalidades de corrida motorizada que o ser humano é capaz de criar porque amamos a adrenalina e a velocidade.

Não seria diferente com a Corrida Aérea, particularmente sou fã da aviação e me tornei um grande torcedor dessa categoria a partir de 2016.

Neste fim de semana, 17 e 18 de novembro, acontece a última etapa do Red Bull Air Race, campeonato mundial de corrida aérea onde três pilotos disputam o título: o americano Michael Goulian, o checo Martin Sonka e o australiano Matt Hall.

Goulian na liderança com 70 pontos, Sonka 65 e Hall 63. O vencedor da prova leva 15 pontos, o segundo 12 e o terceiro 9. A diferença apertada de 7 pontos entre o líder e o terceiro colocado é certeza de uma corrida sensacional pela frente.

FUNDAMENTOS

Ao visitar o site www.airrace.redbull.com, você leitor pode conferir que o objetivo dessa competição é a disputa entre os melhores pilotos de aviões, não necessariamente de acrobacia aérea.

Profissionais que conseguem dominar os pequenos monomotores que chegam a 370 km/h e enfrentam forças de até 12G em suas manobras, voando entre pilões infláveis de 25 metros de altura.

Numa combinação de alta velocidade, baixa altitude e extrema capacidade de manobras, 14 pilotos competem na categoria Master Class em 8 etapas ao redor do planeta.

A tomada de tempo e emparceiramentos no sábado e decisões no domingo. Todas as aeronaves utilizam um pacote de propulsão padronizado, composto por um motor de alta performance e hélices.

O fim de semana de cada etapa consiste de sessões de treinos nos dias que antecedem o fim de semana.

No sábado acontece a Qualificação que define 7 duplas para disputa do Round of 14 no domingo.

Dessa disputa são definidos os 7 melhores tempos mais o melhor dos 9 restantes que seguirão em duplas para o Round of 8.

Os 4 melhores tempos disputam a Final e o melhor tempo é o vencedor.

MASTER CLASS

Conforme comentei, comecei a acompanhar efetivamente este tipo de competição em 2016, quando a briga ente Mattias Dolderer e Matt Hall foi incrível até a última etapa do campeonato.

PILOTOS

Cristian Bolton – Chile
Mika Brageot – França
Kirby Chambliss – Estados Unidos
Matthias Dolderer – Alemanha – campeão 2016
Michael Goulian – Estados Unidos
Matt Hall – Austrália – vice em 2015 e 2016
Nicolas Ivanoff – França
Petr Kopfstein – República Checa
François Le Vot  – França
Pete McLeod  – Canadá
Yoshihide Muroya –  Japão – campeão 2017
Ben Murphy – Grã-Bretanha
Martin Sonka – República Checa
Juan Velarde – Espanha

AERONAVE

Edge 540 V2 Bolton, Goulian, Ivanoff, Murphy e Velarde
Edge 540 V3 Chambliss, Dolderer, Hall, Kopfstein, Le Vot, McLeod, Muroya e Sonka
MXS-R Brageot

Você encontra no site acima maiores informações sobre as aeronaves.

PISTAS AÉREAS

Texas Motor Speedway – Fonte: Twitter/Martin Sonka

Não existem duas corridas aéreas iguais. Nos vários países por onde o Air Race voa, os pilotos se deparam com temperaturas extremas, ventos inconstantes e tempestades violentas, ou seja, o ser humano vai ao seu limite pois não pode controlar a mãe natureza.

Na média são 6 km de comprimento sinalizados por portões e pilões infláveis. Existe um portão de entrada / saída, alguns pilões para slalom e outros portões para passagem em nível. Ao final de uma passagem é necessário um loop onde a força de 10G é o limite.

ONDE ASSISTIR?

Na loja do seu smartphone procure o app RedBullTV. Eu me inscrevi na página facebook da Airrace e sou notificado quando a transmissão acontece.

por @gilsonrc

Gilson Roberto Costa

“Professor, Analista de Sistemas, apaixonado pela esposa e filhos e um grande torcedor dos esportes de velocidade. Uma pessoa de bem com a vida que gosta muito de conversar e entender a natureza humana” – Gilson é um parceiro/colunista voluntário do Tomada de Tempo e escreve sobre as mais diversas categorias de esporte a motor no Brasil e no Mundo!