Início Destaque MotoGP – Cadê meu desfibrilador? – GP da Holanda – Assen –...

MotoGP – Cadê meu desfibrilador? – GP da Holanda – Assen – 2018

351
Créditos: Michelin

Termina a corrida e volto a respirar

Que corrida foi essa? Da largada a bandeirada vimos sem dúvida a MELHOR CORRIDA MotoGP DA TEMPORADA, na Cathedral, como é conhecido este circuito fantástico.

Não sei dizer o que mais me impressionou! Lorenzo largando de p10 para p2 na primeira curva mostrou quanto o gladiador está feliz com sua nova configuração de apoio das pernas na sua Ducati.

Liderou boa parte da prova e travou duelos tensos com Márquez, Dovizioso e Rossi. Não conseguiu vencer pela terceira vez, mas voltou a ser aquele Jorge Lorenzo que todos conhecemos.

Rossi por sua vez mostrou que se sente muito bem e principalmente muito competitivo em Assen. Se os meninos bobearem, o velho leão vai aprontar. Viñales não é o fiel escudeiro e sim o futuro protagonista da Yamaha quando o doutor decidir parar.

Viñales hoje só bobeou nas últimas duas curvas quando Alex Rins fez a ultrapassagem que faltava e assumiu o segundo lugar no pódio.

Rins brigou de igual para igual com Honda, Ducati e Yamaha, sua Suzuki sobrou na pista.

Dovizioso estava insandecido quando fez trocas de posições com Lorenzo por várias curvas e no limite, x após x, alternando entre ele e seu atual ex-companheiro de equipe.

Crutchlow, Zarco e Bautista travaram a briga das equipes não fábrica com sucesso de Crutchlow.

Nada disso adiantou frente um Marc Márquez que hoje queria muito, mas muito mesmo, a vitória. E conseguiu. Largou na pole e venceu.

Tá certo que na largada ao terminar a reta e chegar na primeira curva percebeu a presença surpreendente de Lorenzo que nas curvas seguintes o ultrapassou.

Márquez foi perdendo posições mas respirou e voltou a ser combativo. Brigou com todos, principalmente com Viñales com quem teve dois entreveros onde quase caiu.

Márquez mesmo errando acaba sempre acertando. É o cara a ser parado, mas quem consegue?

Ele cumpre com muita eficácia seu trabalho de formiguinha e torna-se um gigante ao longo da prova.

Estamos na era Marc Márquez, o negócio é se acomodar na poltrona, respirar quando for possível e curtir mais corridas como a de hoje que aconteceu nos Países Baixos.

Semana que vem tenho consulta com meu cardiologista, estou precisando deixar meu coração cada vez mais acostumado com fortes emoções pois o pulso ainda pulsa.

RESULTADO FINAL

Veja o resultado COMPLETO e a CLASSIFICAÇÃO ATUAL do campeonato aqui:

Foto: Michelin
Gilson Roberto Costa

“Professor, Analista de Sistemas, apaixonado pela esposa e filhos e um grande torcedor dos esportes de velocidade. Uma pessoa de bem com a vida que gosta muito de conversar e entender a natureza humana” – Gilson é um parceiro/colunista voluntário do Tomada de Tempo e escreve sobre as mais diversas categorias de esporte a motor no Brasil e no Mundo!