Início Endurance Brasil BRASILEIRO DE ENDURANCE – Satti Racing coloca seus dois carros no pódio...

BRASILEIRO DE ENDURANCE – Satti Racing coloca seus dois carros no pódio – MCR71 e MXR75! – 1ª Etapa – Curitiba/PR – 2018

223
MCR71 e MXR75 - Satti Racing - Foto: William Inacio/MCR71
MCR71 e MXR75 – Satti Racing – Foto: William Inacio/MCR71

E depois do “esquenta” em Guaporé, pela 1ª etapa do GAÚCHO DE ENDURANCE, a Endurance Brasil foi a Curitiba/Pinhais/PR para a 1ª etapa do BRASILEIRO DE ENDURANCE 2018! Entre as feras já conhecidas e sempre presentes como Ricardinho Maurício/Marcel Viscondi, Tiel Andrade/Julio Martini, Ian Ely/Daniel Claudino, tivemos algumas boas NOVIDADES: Daniel Serra, Chico Longo, Xandy e Xandinho Negrão. Entre as máquinas, na classe GT3, estreia de 2 grandes concorrentes para o vitorioso Porsche 911 GT3: a LAMBORGHINI HURACÁN GT3 e a MERCEDES AMG GT3!

Já na classe P1, os fantásticos carros da AJR, MC Tubarão e Satti Racing! Na P2, a estreia do novo carro da Satti Racing, o MXR 75. Em resumo, garantia de uma disputa acirrada e uma única promessa… MUITA EMOÇÃO!

Mas vamos destacar a participação da equipe SATTI RACING e em especial, o grande FEITO do MCR71 de Ian Jepsen e Daniel Claudino.

Como sempre, os esforço sempre é grande! Principalmente pela participação (do MCR71) em uma classe com muitos carros e de alto nível, além de pilotos de grande experiência! O #71 é o único modelo com motor 8 válvulas e é óbvia a superioridade dos demais participantes. Mas quem pensa que é com essa desculpa que vive essa equipe, engana-se! A desvantagem é COMBUSTÍVEL para superação, garra e mais trabalho. E é com esse espírito que os pilotos Ian Ely/Daniel Claudino e toda a equipe entram nas pistas.

Nos treinos livres de sexta-feira (27/04) tudo começou muito bem e com desempenho melhor que ano passado, mas infelizmente um pequeno acidente obrigou a dupla parar um pouco mais cedo. Com danos no bico do MCR71, a equipe comandada por Eduardo Sattinho partiu para o que eles tem de melhor… o DOM da SUPERAÇÃO, e com isso, conseguiram deixar o MCR71 disponível para a disputa de sábado! Guto Colvara resume bem o dia de treinos livres:

E o trabalho da equipe foi recompensado pelos pilotos nos treinos classificatórios! Ian Ely conseguiu uma volta fantástica (1:19.730), diminuindo em 2 segundos o melhor tempo do #71 até então e garantindo o 12º tempo na classificação geral. Na classe (P1) ficaram com o 8º melhor tempo! A expectativa para a corrida era, como sempre, positiva, mas ao mesmo tempo um sentimento de DESAFIO – curva a curva, principalmente pelo alto nível de competitividade da classe.

Piloto Ian Ely comemorando a classificação - Foto: William Inácio/MCR71
Piloto Ian Ely comemorando a classificação – Foto: William Inácio/MCR71

E chegamos ao grande momento! Largada para a etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Endurance! Logo nos primeiros metros, destaque para o numeral #05 de Tiel Andrade/Júlio Martini da MC Tubarão. Em 8º no grid, a dupla conseguiu uma largada BRILHANTE para assumir a 3ª posição, até que em um toque com a Ferrari #155, tiveram que entrar aos boxes para consertar o carro. Voltando aproximadamente em 20º lugar.

Os carros da AJR (#88 e #26), mais que favoritos, foram ficando pelo caminho. E a disputa pela vitória na classe P1 acabou ficando mesmo entre o MC Tubarão #05 (Tiel Andrade/J. Martini), o #18 de Cláudio Ricci/F. Poeta/Giacomello e o MCR #71 de Daniel Claudino/Ian Ely. Entre boas trocas de posição, com Ian/Claudino liderando em determinado momento a prova, Tiel/Martini fizeram uma prova de recuperação FANTÁSTICA para vencer e convencer! A 2ª colocação ficou com o trio Cláudio Ricci/F. Poeta/B. Giacomello a bordo do #18 e fechando o pódio, o MCR71 de Ian Ely/Daniel Claudino. GRANDE conquista, principalmente por toda a dificuldade de um carro de menor performance que os demais da classe. Daniel e Ian apostaram na confiabilidade do equipamento e na constância!

Disputa entre MCR71 e MC TUBARÃO #05 - Foto: William Inácio/MCR71
Disputa entre MCR71 e MC TUBARÃO #05 – Foto: William Inácio/MCR71

Uma prova de muitas emoções e sentimentos! Sol, calor, vento, frio, chuva! Desde a euforia nos treinos livres até a frustração com o acidente, energia revigorada com o belo trabalho da equipe ao consertar o carro. De um bela classificação de Ian, até uma fantástica largada de Daniel e uma dura “tocada” de Ian na chuva com pneus slicks. UAU! Tudo isso coroado com a 3ª colocação na classe e uma 6ª colocação da “GERAL”, apenas 8 voltas atrás da LAMBORGHINI HURACÁN GT3 de Daniel Serra/Chico Longo.

O líder da equipe, EDUARDO SATTINHO tenta transmitir um pouco desta emoção:

“Foi difícil organizar as emoções dessa vez! No decorrer da corrida, os nossos dois carros lideraram em suas categorias e claro, não foi fácil controlar a emoção. Claro que esse é o nosso objetivo, mas sabendo do nível em que se encontra o campeonato e a superioridade dos concorrentes, somado à inexperiência da equipe em comparação às demais, fica difícil não perder o controle emocional. E o ponto de equilíbrio é esse time exepcional que tenho, um time onde posso confiar e que esta pronto para dar muito mais que o esperado na hora da superação. RESULTADO maravilhoso, P3 com o #71 na classe P1 e P2 com o #75 na classe P2.” – Sattinho

Foto: William Inácio/MCR71

E a regra é clara! Piloto algum vence corrida sozinho, uma boa equipe e um staff de qualidade são peças fundamentais para qualquer carro vitorioso. E na Satti Racing, essa questão é levada a sério! Equipe de confiança, garra, força de vontade e liderada por um verdadeiro lutador, o “chefão” Eduardo Sattinho.

TRABALHO DURO

Foto: William Inácio/MCR71

ESTRATÉGIA

Estrategista Guto Colvara - Foto: William Inácio/MCR71
Estrategista Guto Colvara – Foto: William Inácio/MCR71

UNIÃO

Foto: William Inácio/MCR71

“Ainda quero ressaltar outros presentes de Deus! Meus grandes parceiros desde o início desta jornada e a quem devo a chance de poder sonhar com algo tão grandioso, falo dos pilotos Ian Ely e Daniel Claudino, quem jamais poderei agradecer de forma plena. E agora, o pessoal do MXR 75, o quarteto fantástico (Assunção, Padron, Fortes e o Fernando), pilotos acostumados a andar sempre na ponta e agora acreditando em nós. Isso é DEMAIS!” – Complementa Eduardo Sattinho

E assim, aproveitamos para também homenagear o novo protótipo da Satti Racing (MXR #75) pela belíssima participação na classe P2 com as fotos fantásticas de William Inácio:

MXR75 - Classe P2 - Foto: William Inácio/MCR71
MXR75 – Classe P2 – Foto: William Inácio/MCR71
MXR75 no pódio – Pilotos Assunção, Padron, Fortes e o Fernando – Foto: William Inácio

São poucas as palavras, mas Ian Ely (MCR71) resume bem todo o final de semana e o que representa essa categoria a todos nós:

“Foi sofrido, foi difícil, mas é assim que gostamos! P3 na categoria entre gigantes. Que corrida!” – Ian em suas redes sociais

Foto: William Inácio/MCR71
MCR71 no pódio - Ian Ely/Daniel Claudino - Foto: William Inácio/MCR71
MCR71 no pódio – Ian Ely/Daniel Claudino – Foto: William Inácio/MCR71

O tempo de apenas sonhar já chegou ao fim, o momento agora é acertar os detalhes, ajustes finos corrida após corrida, pois as conquistas e vitórias já são realidade! Parabéns Eduardo Sattinho pela LIDERANÇA, que ao mesmo tempo é firme e inspiradora, tanto para sua equipe como para todos nós (mídia, fãs, apaixonados pelo esporte)! Parabéns a todos da equipe Satti Racing, mecânicos, estrategistas, pilotos e etc. A força de vontade de vocês nos emociona, nos faz desejar mais, buscar mais!

E que venha Interlagos em 30 de junho para mais uma etapa de pura adrenalina e que as conquistas sejam no mínimo, similares a estas! Veja aqui o calendário completo!

MCR71 e MXR75 EM IMAGENS

Seguem alguns cliques de William Inácio:

Foto: William Inácio/MCR71
Foto: William Inácio/MCR71
Foto: William Inácio
RESUMO

Resumo do final de semana da Satti Racing na visão de Guto Colvara:

RESULTADO FINAL

Veja o resultado final, completo, da 1ª etapa do Brasileiro de Endurance! Destaque para a vitória de Daniel Serra/Chico Longo na classe GT3! CLIQUE AQUI!