Início Stock Light STOCK LIGHT – O retorno espetacular! – 2018

STOCK LIGHT – O retorno espetacular! – 2018

570

Quem anda nos bastidores da maior categoria de automobilismo da atualidade, deve se lembrar dos rumores de que iriam acabar com o Campeonato Brasileiro de Turismo.

João Rosate, vencedor prova #2 da Stock Light em Interlagos – 2018 – Foto: Rodrigo Guimarães

Avaliavam o carro como modelo estranho, grid’s pequenos e a falta de transmissão ao vivo. Uma estrutura de fundo de quintal, que começou a colocar a principal categoria de base da Stock Car como o patinho feio.

Mas radio box existe, assim como palpiteiros e especuladores. Só que o Campeonato Brasileiro de Turismo acabou e voltou a Stock Light. Voltou forte, com um grid de 21 carros. Com alguns pilotos novatos, mas bastante experientes e também os remanescentes do antigo campeonato que fazem o show acontecer.

Sem dúvida, as duas provas que aconteceram neste final de semana em Interlagos, fiz a minha análise  e olhar alguns pilotos que irão fazer bonito esse ano. Quem chamou muito a atenção, foram os 2 pilotos da Carlos Alves Competições, João Rosate e Pedro Cardoso. Rosate, brilhou em 2017 na sua estreia na Sprint Race, sendo vice-campeão. Comparo o seu estilo de “pilotar” como o do Thiago Camilo, agressivo e arrojado.

Durante os treinos foi bastante constante, na primeira prova largou dos boxes, com problemas no carro e terminando de forma fantástica na quarta posição. Já na segunda prova, que aconteceu neste sábado, largou na sexta posição (apenas frisar que o grid é invertido para os 10 primeiros colocados, assim como na Stock Car) e além de fazer uma prova bastante disputada conseguiu segurar o atual campeão Gabriel Robe e carimbou a sua 1a vitória na categoria.

O brasiliense Pedro Cardoso, que estava disputando a Euro Fórmula Open, volta ao certame nacional de forma surpreendente. Campeão brasileiro de Kart, de F4, disputou campeonatos internacionais como Ginetta Challenge, MRF Challenge, estreou nos carros de turismo, até então tinha grande experiência em monoposto, liderando todos os treinos pré-temporada e oficiais durante a semana.

Fez o quinto melhor tempo no treino classificatório e na primeira prova, estava em 3o lugar, quando houve um toque em decorrência da corrida e teve uma penalização de 20 segundos e acabou caindo para a sexta colocação.

Na 2a prova, já nas primeiras voltas, assumiu a ponta, fez um pit stop incrível e se manteve na frente até que rodou por um problema no pneu. Tentou retornar a prova, mas abandonou a prova quando estava a caminho do box.

Outro piloto estreante que fez as 2 provas espetaculares, foi Enzo Bortoletto, da KTF Sports. Assim como João Rosate e Pedro Cardoso, Bortoletto veio da fantástica escola do Kart, também disputou a Copa Petrobras de Marcas e Sprint Race. Fez um dos melhores tempos em todos os treinos e no classificatório fez o 2o melhor tempo, mantendo o desempenho na primeira prova e conquistou a 2a posição.

A segunda prova, o carro apresentou problemas na pressão de combustível na volta de apresentação e foi perdendo rendimento durante a prova, chegando na 14o posição.

Agora, é aguardar a etapa de Curitiba, nos dias 06, 07 e 08 de abril para as mais disputas e as “novas” avaliações do mais novo (ou antigo) fantástico mundo da Stock Light.

POWERED MIRIAN SIRTOLI – Amiga e parceira do Tomada de Tempo!