Início Stock Car STOCK CAR – Resultado Final – 8ª Etapa – Londrina – 2017

STOCK CAR – Resultado Final – 8ª Etapa – Londrina – 2017

147

Nesse domingo com céu azul e temperaturas acima dos 35ºC, aconteceu no autódromo Ayrton Senna em Londrina a oitava etapa da Stock Car, etapa que mais uma vez me surpreendeu! Ao lado da Petrobras pude novamente ter uma experiência inesquecível, posso até dizer que foi literalmente em movimento e com direito a volta rápida e tudo!!

O público estava em peso, demonstrando a categoria o qual agradecidos os fãs paranaenses estavam com o retorno em definitivo da pista londrinense ao calendário da categoria. Pela manhã, o show ficou por conta dos protótipos do Brasileiro de Turismo seguido da categoria mais charmosa do automobilismo brasileiro, a belíssima Mercedes-Benz Challenge.

CORRIDA #1

Na primeira corrida, tudo ocorreu bem. Thiago Camilo foi sublime, largando da pole administrou todos os ataques dos adversários e disparou. De ponta a ponta e sem pressão o vice-líder do campeonato iniciou o final de semana em Londrina com o pé direito.

“Estávamos com um início de final de semana difícil, estou feliz por ter concretizado todo o trabalho da equipe que lutou para me entregar um carro competitivo para conquistar essa vitória. Sofri bastante com o calor no carro. Ainda bem que o preparo está em dia”, comentou Camilo.

Barrichello – in loco só não fez chover – e para ser sincero, pelo menos uma nuvem na tarde de hoje iria ajudar muito. Com um ritmo muito forte desde o início da corrida, o Rubinho só não conseguiu tirar o segundo lugar de Daniel Serra que fechou a corrida 1 na mesma posição de largada.

Na quarta colocação tivemos Felipe Fraga, piloto prodígio que por várias voltas disputou “pau a pau” a terceira posição com o veterano campeão. O expresso da paraíba Valdeno Brito, fechou o top-5 seguido de Cacá Bueno, Átila Abreu, Gabriel Casagrande e Antonio Pizzonia.

RESULTADO FINAL da primeira corrida:

1. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – 33 voltas em 41min45s042
2. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 2s864
3. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 3s137
4. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) – a 5s034
5. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 8s263
6. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 14s899
7. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – a 18s166
8. 51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 19s765
9. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 21s129
10. 1 Antonio Pizzonia ( Prati-Donaduzzi Racing) – a 22s526
11. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) – a 24s542
12. 65 Max Wilson ( RCM Motorsport) – a 27s605
13. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 30s312
14. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) – a 32s775
15. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) – a 37s182
16. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 40s979
17. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) – a 41s794
18. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 50s688
19. 44 Betinho Valério (Hero Motorsport) – 57s706
20. 18 Allam Khodair ( Full Time Sports) – a 1:13.423
21. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) – a 1 volta
22. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 1 volta
23. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) – a 2 voltas
24. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) – a 2 voltas
25. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) – a 4 voltas
26. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 5 voltas
27. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) – a 5 voltas
28. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) – a 7 voltas

CORRIDA #2

Todos os pilotos devidamente alinhados, eis que chegou a hora da largada da segunda corrida. Por incrível que possa parecer, em um milésimo de segundo, os dois candidatos a vitória estavam fora da prova.

Para a largada da segunda corrida o grid foi invertido deixando assim, Daniel Serra e Thiago Camilo lado a lado na quinta fila. Quando a largada foi oficializada o pelotão esparramou e um toque – que até agora não entendi de onde ocorreu – jogou Camilo pra cima de Serra que acabou batendo no muro da reta oposta, em consequência Marcio Campos e Ricardinho Mauricio que indiretamente também estiveram envolvidos acabaram fora da disputa da segunda corrida.

Com os principais candidatos ao pódio quebrados, Zonta ao lado da equipe Shell Racing, adotaram uma estratégia fortíssima levando assim, o piloto curitibano a sua segunda vitória na temporada. Marcos Gomes tentou impor o mesmo ritmo, mas, devido ao alto consumo da primeira o piloto ficou sem nenhuma carta na manga para atacar o paranaense.

“Tivemos um carro rápido, todos os treinos mostraram que tínhamos velocidade para ficar entre os cinco. Uma pena o que aconteceu na classificação, com os dois carros largando mais atrás. Fui bem cuidadoso até, tentei não me envolver em nenhum enrosco, principalmente com o Átila, que estava ao meu lado. Guardei o máximo de pneu e disparos do botão de ultrapassagem para a segunda corrida e deu tudo certinho”, vibrou o vencedor da segunda corrida.

Max Wilson com problemas abandonou. Fraga em um toque com Genz também acabou estacionando nos boxes. Já Rubinho que estava pensando em pontuar, escalou o pelotão, só parando atrás de Antonio Pizzonia. O talento de Barrichello novamente sobressaiu e na ultima volta o piloto conseguiu a ultrapassagem fechando a etapa de Londrina com dois terceiros lugares e com a maior soma de pontos da etapa.

Foto: Carsten Horst

RESULTADO FINAL da segunda corrida:

1. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – 30 voltas em 41min57s567
2. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 2s179
3. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 3s066
4. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – a 5s364
5. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 5s620
6. 51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 9s549
7. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 11s969
8. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) – a 12s339
9. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 14s855
10. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – a 15s112
11. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) – a 15s323
12. 44 Betinho Valério (Hero Motorsport) – a 18s354
13. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) – a 20s070
14. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) – a 20s448
15. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) – a 22s602
16. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) – a 26s401
17. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 4 voltas
18. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) – a 8 voltas

GALERIA DE FOTOS

E veja MAIS fotos na nossa GALERIA DA 8ª ETAPA – Londrina/PR! Clique AQUI!

PUBLICIDADE

A Stock Car tem patrocínio de PETROBRASPIRELLI e CHEVROLET!