Início WEC WEC – 24 HORAS DE LE MANS – Especial pilotos brasileiros –...

WEC – 24 HORAS DE LE MANS – Especial pilotos brasileiros – Bruno Senna – 2017

81

Bruno Senna Lalli, paulista e nascido em 15/10/83, filho de Viviane Senna e neste caso, sobrinho do tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna. Infelizmente sua carreira no automobilismo se iniciou mesmo bem após a morte do tio. Os resultados não foram tão bons no início, correndo em categorias de pequeno porte. Em 2005 atuou na F-3 e mesmo em equipe média/pequena, teve bons resultados e até venceu provas. Ano seguinte, melhorou ainda mais e venceu 3 vezes – nas 3 primeiras provas – mas no restante uma soma de problemas com o carro e alguns errinhos de Bruno, o deixaram em 3º no geral.

Em 2007, o piloto foi para a GP2, a porta de entrada para a F1. Naquele ano foram 3 pódios, sendo um deles, uma vitória. Em 2008, correu pela ISport Internacional (equipe de ponta) e foi vice-campeão. Acabou não seguindo a ordem natural e nada de F1. Bruno acabou indo para a Le Man Series em 2009 e mesmo sem experiência nos protótipos, conseguiu um pódio na primeira corrida – 1000 KM da Catalunha/Barcelona. Meses depois, nos 1000 KM do Algarve, correu ela equipe Oreca na companhia do Tiago Monteiro (Português) e ex-F1. Terminaram em 3º.

Ainda em 2008, Senna testou um F1 da equipe Honda! A grande chance, mas ao final do ano, a equipe se retirou da categoria!

Foto: Site Oficial Bruno Senna

Em novembro de 2008, Bruno chegou a testar o carro da Honda. No entanto, em 5 de dezembro de 2008, a Honda anunciou sua retirada da Fórmula 1, em busca de um possível comprador. Mas em 2009, acabou contratado pela Hispania Racing e assim, Bruno estava garantido na F1. Correu toda a temporada, exceto o GP da Inglaterra, mas com um carro mais que limitado, pior inclusive que os seus carros da GP2, terminou sem pontos! No início de 2011, Bruno foi contratado como piloto reserva da Lotus Renault. Com o acidente de Robert Kubica, o brasileiro chegou a ser cogitado para a vaga, mas acabou ficando mesmo com o Nick Heidfeld. Porém, na metade do ano, Bruno foi confirmado como titular para o GP da Bélgica, no lugar de Nick. Bruno largou em um belo 7º lugar, mas bateu com Alguersuari logo na curva #1, foi punido e acabou terminando em 13º. Mês seguinte, a Lotus cancelou o contrato com Heidfeld e Bruno assumiu o resto da temporada, conquistando os primeiros pontos com um 9º lugar no GP da Itália.

Já em 2012, a equipe Williams F1 contrata o sobrinho de Ayrton para titular na vaga deixada por Rubens Barrichello. Um sexto lugar na Malásia e a volta mais rápida na Bélgica foram alguns feitos na temporada. Mas infelizmente, mesmo com melhor resultados que o companheiro Pastor Maldonado, Bruno foi dispensado para dar lugar ao Valtteri Bottas. Fim da carreira na F1.

Sem espaço na F1, o jeito foi buscar outras oportunidades! E assim o fez na Europa. Testou na DTM, mas acabou indo mesmo para a WEC – Mundial de Endurance, até pelo fato de ter sido baseada na Le Man Series – já conhecida do brasileiro em 2009. Bruno foi contratado pela Aston Martin para a categoria GT-PRO e teve bons resultados na temporada, mas devido a 3 etapas que não terminou, ficou em 8º no geral.

Foto: Site Oficial Bruno Senna

Nos anos seguintes, 2014 à 2016, correu na Fórmula-E pela equipe Mahindra Racing e com apenas um 10º e 11º na classificação geral, nas 2 temporadas que participou, não teve contrato renovado para 2017.

24 HORAS DE LE MANS

Bruno Senna já participou das 24 Horas de LE MANS em 4 oportunidades! Em 2009, correu pela Oreca Matmut na classe LMP1 ao lado de Stéphane Ortelli e Tiago Monteiro. Não terminaram a prova. Em 2013, pela Aston Martin na LMGTE-Pro, também não terminou a prova ao lado de Frédéric Makowiecki e Rob Bell. Já em 2014, também na LMGTE-Pro pela mesma Aston Martin e ao lado de Darren Turner e Stefan Mücke, terminaram em 6º na classe e 35º no geral. Ano passado, Bruno correu na classe LMP2 pela RGR Sport, pilotando uma Ligier ao lado de Filipe Albuquerque e Ricardo González. Ficaram em 10º na classe e 15º no geral!

Foto: rebellion-racing.com

Este ano, Bruno Senna, retorna às 24 Horas na VAILLANTE REBELLION, pilotando um Oreca 07-Gibson na companhia de Nicolas Prost e Julien Canal – CLASSE LMP2 novamente! Em 04/06/2017, tivemos os treinos coletivos e a equipe de Bruno ficou com o 10º lugar na classe e 16º no geral. Veja mais sobre os treinos AQUI!

Estamos ansiosos com a participação do Bruninho nesta 85ª Edição das 24 HORAS DE LE MANS!

CARROS E PILOTOS

E ao todo são 180 pilotos participante! Além de Brunno, teremos 7 outros brasileiros: Tony Kanaan, Nelsinho Piquet, Rubens Barrichello, André Negrão, Lucas Di Grassi (VEJA O MOTIVO), Daniel Serra, Pipo Derani e Fernando Rees.

ACOMPANHE TUDO NO TOMADA DE TEMPO