Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Resultado Final – GP de Mônaco – 2017

FÓRMULA 1 – Resultado Final – GP de Mônaco – 2017

292
Foto: Andy Hone / LAT Images / Fotos Públicas

E chegamos ao grande dia! O dia do fantástico Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1! O palco mais que sagrado da categoria, o palco sagrado onde Ayrton Senna foi considerado REI devido seus feitos! Um circuito elegante por natureza, desafiador para alguns e assustador para outros.

Ferraris largando na primeira fila, com Kimi Raikkonen na pole. Mercedes com problemas GRAVÍSSIMOS, ao ponto de Hamilton ter ficado fora do Q3 na classificação, largando em 13º e Bottas apenas abrindo a 2ª fila, em 3º lugar. Promessa de emoção e disputa, o que desejávamos há muito tempo! No campeonato, começamos a etapa com Vettel na liderança (104 pontos), seguido de Hamilton 98.

LARGADA
Foto: Reprodução

Largada até tranquila, sem incidentes! Vettel até tenta, mas Kimi mantem a ponta. Seguido do companheiro e Bottas. As duas Red Bulls na sequência com Max e Ricciardo. Sainz, Perez, Grosjean, Magnussen e Hulkenberg fecham o TOP 10 ao final da volta #1. Hamilton era 12º. O menino do carro branco 14º. Button largou dos boxes. Ainda durante a 1ª volta, Button e Wehrlein param nos boxes já para trocarem os pneus e provavelmente tentar terminar a corrida sem mais paradas.

CORRIDA

Após 5 voltas, seguimos com Kimi em 1º, seguido de Vettel, sem muita pressão. Bottas em 3º observando os carros vermelhos. Kimi abria mais de 1.7 seg para o companheiro e mais de 3 segundos para Bottas. Hamilton ainda em 12º e tentando chegar em Kvyat.

Volta 10 e Vettel faz a melhor volta! A diferença para o líder, Kimi, era de 2 segundos. Bottas já a mais de 5 segundos atrás. Naquele momento tínhamos:

Na volta 13 saiu informação de punição para Wehrlein devido o enrosco com Button lá na volta 1, ao pararem juntos nos boxes. O piloto da Sauber leva 5 segundos de punição pela “postura insegura”.

Foto: Reprodução

Na volta 16, Hulkenberg que vinha bem na 10ª posição com sua Renault tem problemas, aparentemente com câmbio, fumaça e óleo para todo lado e abandona. Hamilton que mal consegue chegar em Kvyat, ganha a 11ª posição. Vettel começa a tirar bem o tempo para Kimi, tirando quase 0.500s por volta. A diferença que já foi de mais de 2 segundos, já era de 1.4s.

Foto: Reprodução

Chegamos a 1/4 da prova, Kimi responde a reação de Vettel e volta a aumentar a diferença. Perez faz sua parada, troca pneus e o bico. Bottas continua em 3º e mais de 7 segundos atrás de Kimi. Finalmente alguma disputa lá pela volta 23… Perez, voltando de sua parada nos boxes, pressionando Lance Stroll para retomar a 15ª posição! UAU! E já que temos a tradicional fila indiana, vamos falar de outro tema… volta mais rápida! Na volta 24, tínhamos a seguinte relação:

Volta 25 e Hamilton figura ao menos na 10ª posição. Tínhamos: Kimi, Vettel, Bottas, Verstappen, Ricciardo, Sainz, Grosjean, Magnussen, Kvyat e Hamilton no TOP 10. As diferenças começam a diminuir, Bottas se aproxima de Vettel, que diminui o tempo para Kimi. Mas… provavelmente devido aos retardatários. Mas é assustadora a aproximação de Bottas em Vettel – Caiu de 6 segundos para 1.8s.

Volta 30, Kimi tinha 1.6s de vantagem para Vettel, que tinha 1.7s para Bottas, que tinha 2.3s para Verstappen, que estava 1.5s à frente de seu companheiro Ricciardo. O tráfego junta todo mundo, isso é bom no sentido de nos dar esperenças por disputas e/ou ultrapassagens, nem que sejam nos boxes! Por falar em box, apenas Perez, Button e Wehrlein com paradas de boxes. Perez seguia na cola de Stroll.

Finalmente, entre os ponteiros, as primeiras paradas de box. Entra Verstappen e retorna em 6º. Bottas entra em seguida, até para se proteger de Max. O piloto da Mercedes volta em 5º e um pouquinho à frente de Verstappen, com pneus mais aquecidos. Kimi foi o próximo, retornando em 3º. Vettel e Ricciardo eram os líderes temporários. Volta 39 e entram Ricciardo e Sainz. Retornam, respectivamente em 3º e 9º. E dos ponteiros, o último a entrar é Vettel! E aí meu amigo! Aí meu amigo! VETTEL retorna à frente de Kimi Raikkonen… seráááá… seráááá! Brincadeira! Creio que Vettel fez seu papel muito bem feito nas voltas anteriores à parada e a equipe executou bem o trabalho nos boxes!

Foto: Reprodução

Após as paradas de todos os ponteiros, TOP6, tínhamos a nova formação: Vettel, Kimi, Ricciardo, Bottas, Max e Grosjean. Praticamente todos partiram para apenas 1 parada de box. É neste momento que até concordamos com Ricciardo que entende ser interessante termos um pneu do tipo “mônaco” para obrigar todos a efetuarem mais e mais paradas, o que poderia dar mais emoção ao GP. Veja como estavam as posições na volta 41:

Hamilton figurava em 6º, mas por não ter parado. O inglês entra para os boxes na volta 47 e retorna em 7º, o que já é uma grande vitória para ele e para a equipe.

Volta 52 e Vettel já abria mais de 10 segundos para Kimi. Ricciardo seguia tranquilo também em relação à Bottas. E na volta 60, SAFETY CAR na pista! Acidente grave com Wehrlein que na curva de entrada do túnel, VIROU literalmente seu carro e colou na mureta de proteção. Cena assustadora!

Foto: Rreprodução

Passado o susto, tudo bem com o piloto, vamos às explicações: Button, SEM espaço algum, tentou ultrapassar o piloto da Sauber, ao se tocarem, Button teve suspensão quebrada e abandona depois. Wehrlein teve o carro levantado e acabou parando na mureta, conforme foto.

Foto: Reprodução

Safety-car ainda na pista e alguns pilotos fizeram novas paradas de boxes. Enquanto isso Stroll vai falando besteira atrás de besteira no rádio: “Está muito lento esse Safety-Car. Estou perdendo temperatura nos pneus e aderência. Desse jeito vou acabar batendo quando relargar!”. JURO que irei me abster de qualquer comentário! Não, não vale a pena! E o “Sony” Ericsson consegue a proeza de bater mesmo em safety-car! Os 2 “carros” da sauber fora!

Foto: Reprodução

Voltando à corrida, volta 66 e safety-car deixa a pista! Todo mundo junto novamente e nada se altera: Vettel, Kimi, Ricciardo, Bottas e Max no TOP5. Mas Vandoorne erra, fica sem espaço e vai ao muro! McLaren também FORA! Faltando 8 voltas e tínhamos Hulkenberg, Wehrlein, Button, Ericsson e Vandoorne fora do GP de Mônaco!

Após a relargada, o posicionamento era o seguinte: Vettel, Kimi Raikkonen, Ricciardo, Bottas, Verstappen, Sainz, Hamilton, Grosjean, Perez, Massa, Magnussen, Palmer, Ocon, Stroll e Kvyat.

Foto: Reprodução

Volta 73 e Perez tenta ultrapassagem para cima de Kvyat. Se tocam e o piloto da Toro Rosso é o maior prejudicado, fora! Stroll entra para os boxes e abandona, SEM BATER! O menino do carro branco, Massa, acaba assumindo uma MILAGROSA 9ª posição, claro, devido os abandonos!

FIM DE PROVA! Vettel vence (45ª vitória na carreira) e amplia a vantagem no campeonato! Kimi fecha a dobradinha e Ricciardo determina o pódio! Hamilton + Equipe conseguem milagre e chegam em 7º. Bottas fez seu trabalho e conseguiu segurar Max, terminando em 4º. A Ferrari não vencia em Mônaco desde 2001 e faz uma bela dobradinha!

RESULTADO FINAL

1º – #5 – Sebastian VETTEL – ALE – Ferrari – 1:44:44.340 – 78 voltas
2º – #7 – Kimi RÄIKKÖNEN – FIN – Ferrari – +3.145
3º – #3 – Daniel RICCIARDO – AUS – Red Bull Tag Heuer – +3.745
4º – #77 – Valtteri BOTTAS – FIN – Mercedes – +5.517
5º – #33 – Max VERSTAPPEN – HOL – Red Bull Tag Heuer – +6.199
6º – #55 – Carlos SAINZ JR – ESP – Toro Rosso Renault – +12.038
7º – #44 – Lewis HAMILTON – ING – Mercedes – +15.801
8º – #8 – Romain GROSJEAN – FRA – Haas Ferrari – +18.150
9º – #19 – Felipe MASSA – BRA – Williams Mercedes – +19.445
10º – #20 – Kevin MAGNUSSEN – DIN – Haas Ferrari – +21.443
11º – #30 – Jolyon PALMER – ING – Renault – +22.737
12º – #31 – Esteban OCON – FRA – Force India Mercedes – +23.725
13º – #11 – Sergio PÉREZ – MEX – Force India Mercedes – +39.089
14º – #18 – Lance STROLL – CAN – Williams Mercedes – +7 voltas – Não completou
15º – #26 – Daniil KVYAT – RUS – Toro Rosso Renault – +7 voltas – Não completou
16º – #2 – Stoffel VANDOORNE – BEL – McLaren Honda – +12 voltas – Não completou
17º – #9 – Marcus ERICSSON – SUE – Sauber Ferrari – +15 voltas – Não completou
18º – #22 – Jenson BUTTON – ING – McLaren Honda – +21 voltas – Não completou
19º – #94 – Pascal WEHRLEIN – ALE – Sauber Ferrari – +21 voltas – Não completou
20º – #27 – Nico HÜLKENBERG – ALE – Renault – +63 voltas – Não completou

CLASSIFICAÇÃO

Com a vitória, Vettel vai a 129 pontos, abre 25 para Hamilton que chegou em 7º. Classificação completa:

MUNDIAL DE PILOTOS

1 – Sebastian Vettel – 129
2 – Lewis Hamilton – 104
3 – Valtteri Bottas – 75
4 – Kimi Raikkonen – 67
5 – Daniel Ricciardo – 52
6 – Max Verstappen – 45
7 – Sergio Perez – 34
8 – Carlos Sainz – 25
9 – Felipe Massa – 20
10 – Esteban Ocon – 19
11 – Nico Hulkenberg – 14
12 – Romain Grosjean – 9
13 – Kevin Magnussen – 5
14 – Pascal Wehrlein – 4
15 – Daniil Kvyat – 4
16 – Jolyon Palmer – 0
17 – Lance Stroll – 0
18 – Marcus Ericsson – 0
19 – Fernando Alonso – 0
20 – Antonio Giovinazzi – 0
21 – Stoffel Vandoorne – 0

MUNDIAL DE CONSTRUTORES

1 – Ferrari – 196
2 – Mercedes – 179
3 – Red Bull/Renault – 97
4 – Force India/Mercedes – 53
5 – Toro Rosso/Renault – 29
6 – Williams/Mercedes – 20
7 – Renault – 14
8 – Haas/Ferrari – 14
9 – Sauber/Ferrari – 4
10 – McLaren/Honda – 0

PRÓXIMA ETAPA

E a próxima etapa do mundial de F1 será em Montreal/CANADÁ em 11/06/2017. Veja o calendário completo!