A Toyota Gazoo Racing conquistou a vitória na LMP1. (Foto: fiawec.com)

A temporada 2017 do World Endurance Championship começou com vitória para a Toyota, que dominou os treinos livres e classificatórios para as 6 Horas de Silverstone.

O TS050 Hybrid #8 (Sébastien Buemi/Anthony Davidson/Kazuki Nakajima) completou as 197 voltas à frente da dupla da Porsche LMP Team, porém viu o companheiro da Toyota Gazoo Racing sofrer com problemas de software, mecânicos e uma forte batida que retardaram seu desempenho em pista, finalizando apenas na 23ª posição geral.

O Porsche 919 Hybrid #2 (Timo Bernhard/Earl Bamber/Brendon Hartley) assumiu a liderança com o advento da chuva, ao realizar boa estratégia nos pits e contar com a permanência dos japoneses na pista utilizando slicks. Entretanto, o #8 ganhou terreno quando o circuito começou a secar e, com pneus novos, recuperou a liderança nos 15 minutos finais de prova em uma bela ultrapassagem – auxiliado pelo tráfego intenso no setor. Após a forte batida, o #7 japonês conseguiu retornar para os boxes e ser consertado à tempo de voltar para a prova e conquistar o quarto lugar da classe, porém com um desempenho bem aquém do esperado.

LMP2

A estreante chinesa Jackie Chan DC Racing #38 (Ho-Pin Tung/Oliver Jarvis/Thomas Laurent) ficou com a vitória na classe, seguida pelo Vaillante Rebellion #31 (Julien Canal/Nicolas Prost/Bruno Senna) e pelo TDS Racing #28 (François Perrodo/Matthieu Vaxiviere/Emmanuel Collard). O Signatech Alpine Matmut #36 (Nicolas Lapierre/Gustavo Menezes/Matt Rao), que liderou a classe em boa parte da prova, sofreu para manter o ritmo na pista molhada e acabou sendo ultrapassado após a entrada do Safety Car – causada pela batida do Toyota.

LMGTE Pro

O Ford Chip Ganassi Team UK GT #67 (Andy Priaulx/Harry Tincknell/Pipo Derani) fez excelente recuperação durante a prova – após largar na liderança da classe, Priaulx foi obrigado a ir para os boxes consertar a porta do passageiro e trocar o pneu dianteiro esquerdo, caindo para a quarta posição – e conquistou a primeira vitória de 2017, sendo seguido pelo AF Corse Ferrari 488 GTE #51 (James Calado/Alessandro Pier Guidi) e pelo Porsche GT Team 911 RSR #91 (Richard Lietz/Frédéric Makowiecki). O Ford GT #66 (Stefan Mücke/Olivier Pla/Billy Johnson), que chegou a abrir 21 segundos de vantagem na liderança da LMGTE PRO, perdeu rendimento nas duas horas finais e acabou apenas na quarta colocação.

Destaque na categoria para o incidente com o Porsche GT Team 911 RSR #92 (Michael Christensen/Kevin Estre), cujo motor pegou fogo pouco depois de três horas de prova e causou a primeira bandeira amarela na pista. Estre deixou o carro rapidamente e o princípio de incêndio foi contido.

LMGTE Am

O resultado mais supreendente aconteceu na GTE AM, com a vitória da também estreante Clearwater Racing Ferrari 488 GTE #61 (Weng Sun Mok/Keita Sawa/Matt Griffin). O Aston Martin Racing Vantage #98 (Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Mathias Lauda), que liderou quase toda a prova, se envolveu em um acidente com a Spirit of Race Ferrari 488 GTE #54 (Thomas Flohr/Francesco Castellacci/Miguel Molina) na última volta da corrida, poucas curvas antes da bandeirada final. A batida permitiu que o #61 de Griffin cruzasse a chegada na ponta da classe, com Lamy arrastando seu #98 para a segunda posição e, após o abandono da Ferrari da Spirit of Race, o Dempsey-Proton Racing Porsche #77 (Christian Ried/Matteo Cairoli/Marvin Dienst) no terceiro degrau do pódio.

A próxima etapa do WEC acontece em 06 de maio, no icônico circuito de Spa-Francorchamps (Bélgica). A prova é tradicionalmente vista como um “último teste” para as 24 Horas de Le Mans.

Kaiuã Costa
“Tifosi, um dos pacientes do dottore Rossi, tricampeão da Nascar no Playstation, maluco por WRC e em relacionamento aberto com o Mundial de Endurance” – Kaiuã é um parceiro/colunista voluntário do Tomada de Tempo e escreve sobre as mais diversas categorias de esporte a motor no Brasil e no Mundo!
Toyota confirma liderança e conquista primeira vitória do ano no WEC
X

Pin It on Pinterest

X