Início Stock Car STOCK CAR – Resultado Final – 10ª Etapa – Goiânia/GO – 2016

STOCK CAR – Resultado Final – 10ª Etapa – Goiânia/GO – 2016

46

E chegamos para a 10ª Etapa da Stock Car Brasil 2016! E tinha que chover Goiânia???? SIM, TINHA! O que poderia ser o motivo para uma etapa chata e sem graça, na verdade ajudou muito para que tivéssemos uma das MELHORES etapas do campeonato até agora! Que corridas! Valeu São Pedro!

PROVA #1

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Largada tranquila, Rubens Barrichello conseguiu tracionar bem, ficou por fora para tangenciar melhor na curva 1 e mantém a ponta, Fraga sai bem e ultrapassa Marcos Gomes. Mas… mas… Cacá Bueno passou reto e bateu forte na proteção de pneus. Safety Car novamente! Após retirado o carro da proteção, conseguiu voltar à pista e seguiu para os boxes na tentativa retornar à corrida. Após a primeira volta tínhamos: Rubens Barrichello, Felipe Fraga, Marcos Gomes, Valdeno Brito, Diego Nunes, Nestor Girolami, Lucas Foresti, Max Wilson, Daniel Serra, Thiago Camilo no TOP10.

Na relargada, Fraga tenta por fora, mas Rubinho consegue segurar. Limpador de para-brisa do Barrichello não funciona. A chuva aumenta e seguimos com Rubinho, Fraga, Gomes, Valdeno e Diego Nunes. Antes mesmo da relargada, Ricardinho Maurício entra para os boxes – problemas no motor.

E após as primeiras voltas após a relargada um festival de rodadas, batidas e abandonos. Tuka Rocha bate em Jimenez que roda. G. Salas roda e vai para a grama, assim como Allam Khodair com roda e suspensão traseira danificada e na grama. Logo após, Zonta também com roda dianteira destruída e se arrastando na pista. No final das contas, foi Zonta que deu aquela bordoada em Khodair. Sobre o incidente seguem os comentários:

Khodair: “Arrebentou meu carro, esperava que com a experiência de Zonta, pudesse ser mais cauteloso. Agora, acabou com meu final de semana” – Extremamente chateado.
Zonta: “Não dava pra enxergar nada, o spray era muito alto. Fui da esquerda, direita e quando vi tinha um carro praticamente parado. Não dava pra ver nada!” – Consciente de que não podia ter evitado o toque.

CLARO… SAFETY CAR! Fora da primeira prova: Denis Navarro, Ricardo Zonta, Allam Khodair, Sergio Jimenez, Ricardo Mauricio, Cacá Bueno.

Cacá Bueno: “Visibilidade muito baixa e larguei atrás do Thiago e quando ele freou, pisei nos freios também, mas vi um carro muito lento e no susto pisei mais forte no freio. Ai travou tudo! Agora é voltar e tentar o máximo de pontos possível.”

Após 8 voltas de “corrida”, nova relargada e na experiência, Rubens deixa novamente a parte de fora da curva 1 para Fraga que segue na cola do campeão de 2014. Rubinho e Girolami sem os limpadores de para-brisa. Dramático dramático!

Faltando 25 minutos, os 6 primeiros eram: Rubens Barrichello, Felipe Fraga, Marcos Gomes, Valdeno Brito, Diego Nunes, Nestor Girolami. Na briga pela 7ª posição, Camilo ultrapassa Lucas Foresti e Max Wilson tenta aproveitar e pressiona também Lucas, conseguindo a ultrapassagem. Boas brigas no segundo pelotão! Volta seguinte Thiago Camilo, forte, já engole Girolami também.

Cinco minutos depois, Fraga passa a rodar mais rápido e se aproxima de Rubinho. Mas Rubinho é Rubinho e dá logo o troco, 2 voltas depois já abria 1.7s para o líder. Faltando 15 minutos tínhamos no TOP10: Rubens Barrichello, Felipe Fraga, Marcos Gomes, Valdeno Brito, Diego Nunes, Thiago Camilo, Nestor Girolami, Julio Campos, Daniel Serra e Max Wilson.

E a briga entre os líderes segue forte! Fraga mostra que tem condição de atacar e volta a diminuir a diferença. Marcos Gomes segue apenas observando à distância. Thiago Camilo segue forte, o grande nome da corrida, pressiona o expresso da Paraíba – Valdeno. Camilo largou em 13º e já era 5º.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Algumas paradas de boxes, preparando o carro para a segunda bateria, exceto os líderes. Faltando pouco mais de 7 minutos, Rubinho demonstra que tem a corrida sob controle e segue muito bem na liderança – diferença naquele momento era de 2.2s para Fraga. A chuva dá trégua e já começamos a ver trilho na pista. Volta seguinte, possivelmente com uso de push, cola em Rubinho e parece decido ultrapassar – 5 minutos para o fim da prova 1. Marcos Gomes já fica para o segundo pelotão. TOP 10 do momento: Rubens Barrichello, Felipe Fraga, Marcos Gomes, Valdeno Brito, Diego Nunes, Nestor Girolami, Julio Campos, Daniel Serra, Átila Abreu e Lucas Foresti.

Última volta e os 2 carros da CIMED, primeiro Gomes e depois Fraga, perdem o controle e saem da pista! Valdeno passa Marcos Gomes, ganha um pódio fácil fácil! Rubens segue tranquilamente para cruzar a linha de chegada e VENCER de PONTA A PONTA! Que final, que final! Apesar da chuva, valeu! Foi uma LINDA disputa entre os 2 gigantes de 2 gerações, vencendo nesta prova 1 a experiência. PARABÉNS PARABÉNS Rubens Barrichello que conseguiu segurar MUITO bem em todas as passagens da Curva 1. Mas não deixando de elogiar muito a persistência e força do Felipe Fraga!

Foto: Fernanda Freixosa / Vicar / Fotos Públicas
Foto: Fernanda Freixosa / Vicar / Fotos Públicas

CORRIDA IMPECÁVEL, IMPECÁVEL de Rubens Barrichello! Na ponta dos dedos, sem erros e ainda sem limpador de para-brisa! Terceira vitória de Barrichello no ano.

“Disputa super justa. Com o Fraga tem sido. Na chuva é difícil ler o que o outro tem de condição. Ele sabia onde chegar e onde eu abria. Quando eu usava o push, tinha que voar pois ele usaria na sequencia. Usei bem os pushes e deu certo” – Rubens Barrichello que diminuiu 5 pontos para o líder Fraga.

RESULTADO FINAL – PROVA #1

1 – #111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 28 voltas
2 – #88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 3s822
3 – #77 Valdeno Brito (TMG Racing) – a 8s930
4 – #80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 17s375
5 – #70 Diego Nunes União (Química Racing) – a 24s161
6 – #4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – a 27s662
7 – #29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 28s655
8 – #63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – a 30s064
9 – #51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 33s618
10 – #12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – a 35s931
11 – #25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) – a 37s423
12 – #46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 50s859
13 – #21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 52s406
14 – #99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) – a 54s589
15 – #3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 55s266
16 – #28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 1min18s592
17 – #83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – a 1min31s232
18 – #9 Guga Lima (TMG Racing) – a 1 Volta
19 – #8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – a 1 Volta
20 – #117 Guilherme Salas (RZ Motorsport) – a 1 Volta
21 – #65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 4 Voltas
22 – #0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 7 Voltas
NÃO COMPLETARAM
23 – #26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 14 Voltas
24 – #10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 17 Voltas
25 – #5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 18 Voltas
26 – #73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – a 18 Voltas
27 – #110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 19 Voltas
28 – #18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 24 Voltas
29 – #90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – sem tempo
Melhor volta: Felipe Fraga, 1min33s319 (147,9 km/h)

PROVA #2

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

E com o grid invertido, largara na seguinte sequência (TOP 10):  Lucas Foresti, Átila Abreu, Nestor Girolami, Daniel Serra, Julio Campos, Diego Nunes, Marcos Gomes, Valdeno Brito, Felipe Fraga e Rubens Barrichello. Ricardo Maurício não conseguiu partir para a prova 2, assim como Raphael Abbate e Allam Khodair.

Largada e Lucas consegue manter-se em 1º. Átila largou muito mal, quase roda e Girolami pressiona. Lucas Foresti acaba errando e escapa! No fim das contas Átila Abreu passa a ser líder, seguido do argentino Girolami e Daniel Serra. Thiago Camilo começa a escalar pelotão! Valdeno segue na briga com Marcos Gomes e voa baixo. Fraga segue em 8º e Rubens Barrichello em 9º. Volta seguinte Fraga engole o companheiro e Rubinho também aproveita o momento e também deixa Marcos Gomes para trás! QUE INÍCIO DE PROVA! Esse grid invertido é FANTÁSTICO!

Após 10 minutos de prova o TOP 10 era: Átila Abreu, Nestor Girolami, Daniel Serra, Julio Campos, Diego Nunes, Valdeno Brito, Felipe Fraga, Rubens Barrichello, Marcos Gomes e Thiago Camilo.

Fraga voando baixo, já ultrapassa também Valdeno e Diego Nunes! Rubens, perde a posição para Gomes, logo em seguida retoma, mas já tinha Thiago Camilo em sua cola! Muitas ultrapassagens nesta segunda prova! Great Great!

Metade da prova e segue Átila Abreu na ponta! O piloto precisa muito dessa vitória, já que desde temporada passada não tem bons momentos na categoria! Nestor Girolami em 2º de forma brilhante após conseguir segurar o impeto de Daniel Serra (3º). A grande dúvida estava se os ponteiros teriam que parar nos boxes! Lá atrás seguia a briga entre Camilo, Marcos Gomes e Barrichello – disputa pela 8ª posição.

Faltando 7 voltas e Valdeno Brito provavelmente GARANTIU o Troféu Mobil de Melhor Ultrapassagem! Que ULTRAPASSAGEM para cima de Rubens, Diego Nunes e ainda Júlio Campos! Fantástica fase do paraibano! Xandynho Negrão entra para os boxes – reabastecimento!

Faltando 2 voltas Daniel Serra entra para os boxes, não deu! Quem cresce é Thiago Camilo que assume a 5ª. Girolami fica na grama sem combustível. Thiago Camilo FANTÁSTICO ultrapassa Fraga na última volta e assume a 2ª posição!

E na penúltima curva FELIPE FRAGA fica sem combustível, sem combustível! Rubinho vinha colado e com a parada de Fraga na pista, encosta na traseira do piloto da CIMED, em seguida Júlio toca em Rubinho, que acerta Fraga. O líder do campeonato roda e fica para trás! QUE FINAL QUE FINAL! Complica a vida de Fraga! Rubens soma 40 pontos no total! Que final de semana de Rubinho e que temporada do campeão de 2014! Diego Nunes vem para completar o pódio!

Fim de prova e Átila Abreu FINALMENTE consegue a esperada vitória na temporada! Thiago Camilo em 2º, Diego Nunes e 3º. Seguidos de Max Wilson e Rubens Barrichello no TOP5.

RESUMO DO DOMINGO: QUE CORRIDAS QUE CORRIDAS! Quem não assistiu, VEJA a REPRISE – Horários aqui!

RESULTADO FINAL – PROVA #2

1 – #51 Átila Abreu (Shell Racing) – 19 voltas
2 – #21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 1s825
3 – #70 Diego Nunes (União Química Racing) – a 6s473
4 – #65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 10s351
5 – #111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 10s566
6 – #10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 11s614
7 – #28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 12s613
8 – #80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 14s612
9 – #46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 16s142
10 – #9 Guga Lima (TMG Racing) – a 17s119
11 – #117 Guilherme (Salas RZ Motorsport) – a 19s913
12 – #73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – a 22s241
13 – #8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – a 23s072
14 – #110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 23s146
15 – #5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 24s314
16 – #29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 40s024
17 – #25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) – a 1min09s148
18 – #99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) – a 1min19s239
19 – #88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 1 volta
20 – #4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – a 1 volta
21 – #77 Valdeno Brito (TMG Racing) – a 1 volta
22 – #3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 1 volta
23 – #12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – 1 volta
24 – #63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – a 2 voltas
25 – #0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – 6 voltas
26 – #83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – a 10 voltas

CAMPEONATO – Classificação

E após a 10ª etapa na capital de Goiás, segue na liderança Felipe Fraga com 252 pontos, contra os 223 de Rubens Barrichello. Em terceiro o expresso da Paraíba com 189, Marcos Gomes com 164.

A vantagem de Fraga agora é de 29 pontos e acirra o campeonato! Muito bom para todos nós!

classificacao

PRÓXIMA ETAPA

Agora a turma segue para CURVELO/MG para a estreia da categoria no CIRCUITO DOS CRISTAIS! Veja o calendário completo.

FOTOS DO FINAL DE SEMANA

Seguem algumas obras de arte, algumas fotos dos carros, pilotos, mecânicos e staff da 10ª Etapa da Stock Car 2016! O cenário e o circuito ficam por conta da capital de Goiás – Goiânia! Mas os cliques são de Duda Bairros/VICAR, Fernanda Freixosa/VICAR e Fabio Davini/VICAR – Disponíveis em Fotos Públicas: